A vez deles

O tempinho esfria e eles entram em cena. Nos estabelecimentos ou em casa lá estão dando o ar da graça. Se tornam o prato principal para o jantar. E tem diversidade para todos os gostos. Quem prepara usa a criatividade para incrementar e deixar mais atraentes os queridinhos da estação. Legumes, queijos, torradas e vinhos fazem todo o acompanhamento. E você gosta de apreciar um bom caldo no inverno?

De ervilha, fubá, feijão, frango, milho… a variedade é imensa para espantar o frio.  A nutricionista Maria Angela Borges explica que como o corpo precisa se sentir mais aquecido tudo o que é servido quente chama mais atenção e ai além dos caldos entram também a feijoada, fondue, arroz doce, canjica e por ai vai, mas o alerta é ter sempre preparações quentes e saudáveis para aquecer sem aumentar os números da balança.

A profissional recomenda. “Eu indico no almoço sempre iniciar a refeição com um bom refogado bem quentinho, os legumes no vapor com um fiozinho de azeite também são bem vindos, legumes gratinados com queijo magro, berinjela e abobrinha recheadas com ricota ou carne magra, e no jantar sopas e caldos com ingredientes de baixa gordura”, explica.

Segundo a nutricionista ao preparar ou consumir os caldos o importante ter cuidado com os ingredientes e evitar temperos industrializados e embutidos, como calabresa e bacon. “Isso aumenta a ingestão de sódio que pode elevar a pressão arterial, e segundo o Instituto Nacional de Cardiologia, o risco para AVC e infarto aumentam no inverno, devido a necessidade do corpo manter a temperatura, há uma maior contração dos vasos sanguíneos, e o coração precisa fazer mais força para bombear mais sangue. Então para ajudar nosso coração precisamos de menos gordura, menos sódio e mais água. Hidratação é muito importante no inverno para a saúde do coração”, salienta.

E para quem acaba inserindo os caldos na alimentação todos os dias, pode ficar despreocupado, segundo a nutricionista eles podem sim ser consumidos com frequência, desde que composto com os todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do corpo. “Os caldos e as sopas, quando preparados de forma saudável e com os três principais grupos de alimentos (carboidratos, proteínas e reguladores) são ótimas opções para substituir uma refeição completa (almoço ou jantar)”, esclarece.

Ela orienta sobre alguns ingredientes para deixar os caldos e sopas cremosas mais saudáveis. As opções podem ser caldo de frango desengordurado e caseiro, leite desnatado, preparados com produtos saborosos e ricos em fibras como: lentilha, ervilha, mandioquinha, abóbora madura. Outra dica, como entrada use sopas de legumes no lugar de saladas frias.

A especialista confirma que no inverno acabamos comendo mais. Com as temperaturas mais baixas, o corpo, para se manter aquecido queima em média 10% mais calorias do que no verão. Como o gasto energético aumenta, pode aumentar também a ingestão calórica e acabamos sim sentindo mais fome e ingerindo mais alimentos”, diz Maria Angela.

Mas tem uma boa notícia para quem se preocupa com os quilinhos a mais. “Como o corpo “trabalha mais” queimando mais calorias para se manter aquecido, o inverno acaba sendo um bom aliado para o emagrecimento natural. Aproveitando esse empurrãozinho do metabolismo, aliado a uma dieta equilibrada, e exercícios físicos, aumentam as chances de chegar na primavera mais leve”, complementa.

Para quem quer se aquecer e emagrecer é tempo de sopa de legumes no jantar, e chá de ervas e frutas sem adoçar. O chá é ótimo para manter o corpo bem aquecido o dia todo.

RECEITAS

Caldo de abóbora com frango

6 xícaras de chá de abóbora picada, 2 batatas, 1 colher de sobremesa de óleo, 2 cebolas, 2 xícaras de chá de frango cozido e desfiado, sal, alho, salsinha e cebolinha a gosto. 400ml do caldo do frango que foi cozido.

Preparo: Cortar as batatas e a abóbora em cubos pequenos. Numa panela refogar o alho e a cebola no óleo e juntar os legumes picados. Misturar bem, acrescentar 400ml do caldo de frango e deixar ferver até cozinhar. Espere esfriar um pouco, bata a metade do caldo no liquidificador até ficar cremoso. Volte o caldo batido na panela e deixe ferver. Acrescente sal, salsinha e cebolinha. Sirva quente.

Para as preparações de caldos ou sopas cremosas eu recomendo caldo de frango ou carne caseiro:

Caldo de frango light

1 peito de frango, 1 cebola grande picada, 1 maço de cheiro-verde, 2 talos de salsão, 1 cenoura picada, 1 tomate picado, 2 litros de água, 1 folha de louro, sal à gosto.

Preparo: Numa panela de pressão colocar todos os ingredientes, tampar de deixar no fogo alto até o pino começar a chiar, abaixe o fogo e deixe cozinhando por mais 10 minutos. Deixe esfriar, retire a carne, e passe o caldo com os legumes em uma peneira. Para extrair a gordura, leve o caldo à geladeira por 4 horas. Retire com uma colher a gordura da superfície do caldo, e utilize-o em sopas ou outras preparações.

Caldo de carne light: Utilize a mesma receita do caldo de frango, substituindo o peito de frango por 500 gramas de músculo em pedaços. Esses caldos não substituem refeições, pois são de baixas calorias. Eles podem ser usados em preparações como: sopas, tortas, e outras.

DICAS PRÁTICAS E SAUDÁVEIS

  • As carnes (do peito de frango ou a de boi) podem ser usadas desfiadas para acompanhar as sopas ou em outras preparações, como no sanduíche.
  • Você pode fazer os caldos em maior quantidade e congelar. Podem ser congelados por 3 meses.
  • Congele em fominhas de gelo ou em embalagens plásticas na medida de 1 xícara de chá.
  • O caldo de legumes pode ser consumido puro a qualquer hora do dia. Ajuda a saciar e a aquecer o corpo e o melhor: tem baixas calorias

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *