CAMARARIA

252

TRIVIAL
Na Casa de Leis da Cidade Azul os trabalhos seguem como as antigas máquinas da Cia. Paulista de Estradas de Ferro, ou seja, à todo o vapor! Na última segunda-feira (7), nove projetos constavam da Ordem do Dia, porém apenas cinco foram aprovados e os demais tiveram pedidos de vistas!

HOMENAGEM
Para daqui a trinta dias ficou o PL 97/2016, da vereadora Maria do Carmo Guilherme (MDB), o qual denomina ‘Ponte da Integração Helio Abdalla’ a passagem sobre o Córrego da Servidão que interliga a Avenida Marco Antonio Padulla a Avenida Marginal JN.

JUSTA HONRARIA 1
Morto em 2015, Abdalla foi um dos Grande Nomes da Política Local. Era filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT) desde 1988, legenda pela qual cumpriu mandato no Legislativo Municipal entre os anos de 1993 e 1996. Atuou também como Secretário de Economia e Finanças por oito anos durante a Gestão do Prefeito Cláudio de Mauro. Um petista tarimbado e respeitado pelos adversários em um tempo em que as ideias podiam ser pluralizadas sem que significassem o confronto hostil.

JUSTA HONRARIA 2
Quem também será homenageado pela Casa de Leis é o ex-vereador José Carlos Leonhardt, pai de Hernani Leonhardt (MDB). De autoria do Presidente da Câmara, André Godoy (DEM), o PL 100/2018 dará o nome do parlamentar morto em 2013 ao Samu Descentralizado, localizado na Avenida Presidente Kennedy. Vale lembrar que Zé Krink atuou por mais de vinte anos no Legislativo pelo PDS, PFL e PTB e, assim como Abdalla, ao longo de sua trajetória ganhou a admiração dos oponentes no âmbito político.

ESPERANÇA À VISTA!
O vereador Adriano La Torre (PP) destacou requerimento ao Executivo no qual pede pela reforma da Quadra de Basquete do Boa Esperança, no Grande Cervezão. “É um bairro que já não tem o que fazer e, por isso, a melhoria é necessária”, enfatizou o progressista durante sua explanação que, aliás, foi apoiada por Rafael Andreeta (PTB), Carol Gomes (PSDB), Paulo Guedes (PSDB) e Rogério Guedes (PSB). Pelo jeito o CVZ continua sendo o fiel da balança dos votos…

BARRADOS NO BAILE
O PL 214/2017, de Anderson Christofoletti (MDB), mais uma vez teve o pedido de vistas. A medida agrada aqueles que amam o seu animalzinho? Sim. É estranho animais dentro de Hospital? Sim. Entretanto, o projeto que dispõe sobre a liberação de entrada de animais de estimação em Hospitais Públicos para VISITAS, isso mesmo!, visitas a pacientes internados, logo deve voltar à baila. O que fico aqui imaginado é como será, caso aconteça em uma hipótese absurda, de em um dia de visita sete ou oito pessoas levarem ao mesmo tempo os seus animais e, na sala de espera, os bichos, até por que são bichos, começarem a estranhar um ao outro e, enfim… seja lá o que Deus quiser…

MANIFESTAÇÃO
Na plateia do Plenário um número significativo de funcionários públicos engrossaram o caldo pedindo pelo cumprimento de promessa de campanha feita pelo Prefeito Juninho da Padaria aos servidores da Vigilância Patrimonial. O grupo pressionando os vereadores remeteu à memória aqueles manifestantes que, durante a Gestão Du Altimari, pediam pelo fim da Taxa de Iluminação que, aliás, segue imponente e em destaque no canto superior dos boletos mensais. De cartaz em cartaz, os organizados vão demarcando espaço político. Saudades do Professor Herbert…

E NO BRASIL…
… Ah… no Brasil segue tudo daquele mesmo jeito, ou seja, ‘Jesus não tem dentes no País dos banguelas’. Não acredita? Veja só: “Lula é inocente, conhecemos sua vida dedicada ao povo brasileiro”, bradou anteontem a senadora e Presidente do PT, Gleisi Hoffmann. Além de querer trazer para o campo político-afetivo um assunto estritamente criminal, a petista insiste em defender a candidatura do ex-metalúrgico condenado em Segunda Instância e, portanto, Ficha Suja. Até o Governador do Maranhão Flávio Dino (PC do B) discordou de Hoffmann nesse quesito e disse ontem à Folha de São Paulo que a tática de manter o nome de Luiz Inácio para marcar posição é derrotista e “não honra a importância de Lula”. Claro que o comunista também foi superlativo, pois não é para tanto, entretanto, vida que segue, vâmo que vâmo por que o som não pode parar, até semana que vem!

“Quem não lê, não pensa, e quem não pensa
será para sempre um servo.” (Paulo Francis)

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA