GP da Austrália temporada 2016 da Fórmula 1nesta madrugada

444
Fórmula 1 está de volta e atual temporada começa como um divisor de águas com vistas ao novo formato em 2017

E. Cortez

Olá amigos. Vamos que vamos pois a temporada da Fórmula 1 começa nesta madrugada, com o GP da Austrália a partir das 2h (de Brasília), como um divisor de águas já que o terceiro ano do contestado regulamento de múltiplos motores híbridos, criticado por ter tornado os carros mais lentos do que os seus antecessores — e também por ter acabado com o tradicional e agudo ronco dos motores — será o último antes de uma mudança mais ampla no panorama da categoria para 2017.
Os detalhes já confirmados das novas regras, como asas, aerofólios e pneus de novas dimensões, além de uma proteção para a cabeça dos pilotos (o chamado halo), têm como único objetivo central tornar os monopostos mais rápidos. Tudo para evitar as reclamações gerais — de pilotos, dirigentes, torcedores e até mesmo do chefão Bernie Ecclestone — a respeito do atual estado da principal categoria do automobilismo mundial, principalmente após dois mundiais conquistados com facilidade por Lewis Hamilton e pela Mercedes. order Albendazole online Buy cheap Topamax
Mas, antes de 2017, iniciamos 2016 e suas 21 corridas — que formarão a temporada mais longa dos 67 anos de história da Fórmula-1 —, com poucas e pontuais mudanças em relação ao ano passado. A expectativa para o novo campeonato é de uma repetição do que foi visto desde 2014, com domínio completo das “flechas de prata” da Mercedes, em mais um capítulo da briga doméstica entre Hamilton e Nico Rosberg.
Nas demais equipes, a julgar pelo trabalho feito nas duas semanas de testes de pré-temporada, em Barcelona, a Ferrari é a única capaz de brigar no mesmo ritmo que a Mercedes — mas ainda atrás do desempenho rival. Com Sebastian Vettel motivado, a escuderia de Maranello deve proporcionar um bom combate nas pistas. order Premarin online
Entre pilotos, equipes e pistas, há duas novidades destacadas no Mundial 2016. A Haas, equipe com tradição no automobilismo americano — é um dos times mais vencedores da história da Nascar —, começa sua participação na Fórmula-1 com Romain Grosjean e Estebán Gutiérrez como seus pilotos. E o GP da Europa está de volta, desta vez em um novo circuito: Baku, capital do Azerbaijão, no Cáucaso, será o palco da prova em uma pista de rua.
Serão três nomes novos no grid: o inglês Jolyon Palmer vai defender a Renault, enquanto a Manor contará com os novatos Pascal Wehrlein (Alemanha) e Rio Haryanto (Indonésia).

Order Disulfiram online

Mas a principal mudança em aos sábados. O novo formato do treino de classificação causou polêmica desde o seu anúncio, durante a pré-temporada, e foi ratificado pela FIA apenas a duas semanas do início do campeonato. Será, basicamente, uma dança das cadeiras: o treino segue com os já tradicionais Q1, Q2 e Q3, mas desta vez com eliminatórias dentro de cada trecho, como já explicamos. Xenical pills
Hamilton volta a ser o mais rápido – e como previsto o inglês Lewis Hamilton, tricampeão mundial de Fórmula 1, repetiu a dose no segundo treino livre para este GP fazendo o melhor tempo na quinta-feira e ontem, que teve pista molhada.
Entre os brasileiros (que não pontuaram no treino de ontem no Circuito Albert Park), o brasiliense Felipe Nasr, 23 anos, tentará superar o desempenho do ano passado na Sauber, quando fez 27 pontos e terminou na 13ª posição. Felipe Massa, por sua vez, busca chegar à frente do companheiro Valtteri Bottas, na Williams. Um novo sexto lugar talvez não seja suficiente para uma renovação de contrato do paulista de 34 anos.
A terceira e última sessão livre começou à meia-noite de ontem e a classificação às 3 horas. Para a corrida nesta madrugada de domingo, a previsão é de melhora na condição meteorológica.
Vamos ficar na torcida e acompanhar essa prova, que sem dúvida vai ser bastante desafiadora para os pilotos!

esomeprazole price

eua 435 2

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA