Governo e caminhoneiros têm acordo, e protesto é suspenso por 15 dias

Governo e representantes de caminhoneiros chegaram a um acordo e a paralisação será suspensa por 15 dias. Em troca, a Petrobras mantém a redução de 10% no valor do diesel nas refinarias por 30 dias enquanto o governo costura formas de reduzir os preços. A Petrobras mantém o compromisso de custear esse desconto, estimado em R$ 350 milhões, nos primeiros 15 dias. Os próximos 15 dias serão patrocinados pela União. O governo também prometeu uma previsibilidade mensal nos preços do diesel até o final do ano sem mexer na política de preços da Petrobras e irá subsidiar a diferença do preço em relação aos valores estipulados pela estatal a cada mês. “Nos momentos em que o preço do diesel na refinaria cair e ficar abaixo do fixado, a Petrobras passa a ter um crédito que vai reduzindo o custo do Tesouro”, disse o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia.

A segunda reunião da quinta-feira, entre o Governo Federal e representantes dos caminhoneiros durou mais de seis horas. Nela, estiveram presentes os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Carlos Marun (Secretaria de Governo), Eduardo Guardia (Fazenda) e Valter Casimiro (Transportes), que por volta das 21 horas fizem o anúncio do acordo para a suspensão da paralisação da categoria, que há quatro dias provoca bloqueios de rodovias e desabastecimento em todo o país.

No material divulgado pelos ministros, os representantes das entidades se comprometeram a “apresentar aos manifestantes” os termos do acordo. Questionado se, com o anúncio, haverá normalização da situação, Padilha disse acreditar que a “qualquer momento” o movimento dos caminhoneiros começará a ser “desativado”. O ministro prevê que, até segunda-feira, estará normalizado o abastecimento de combustível nos postos. “Se nós começarmos hoje [quinta, 24], como imagino que vá acontecer, possivelmente nós deveremos ter um fim de semana, quem sabe até segunda-feira, todos os pontos normalizados”, declarou.

A decisão de suspender a paralisação, porém, não é unânime. Das onze entidades do setor de transporte, em sua maioria caminhoneiros, que participaram do encontro, uma delas, a  Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), que representa 700 mil caminhoneiros, recusou a proposta. O presidente da associação, José Fonseca Lopes, deixou a reunião no meio da tarde e disse que continuará parado. “Todo mundo acatou a posição que pediram, mas eu não. […] vim resolver o problema do PIS, do Cofins e da Cide, que tá embutido no preço do combustível”, disse Lopes.

 

Motoristas individuais

 

Enquanto a reunião dos caminhoneiros se desenrolava no 4º andar do Palácio do Planalto, o representante dos motoristas individuais do Centro-Oeste, Wallace Landim, disse que sua categoria não está representada na reunião e que nenhuma decisão acatada na reunião será seguida por eles. Ele tem uma posição similar à do representante da Abcam e disse que enquanto o fim dos impostos sobre o diesel não estiver confirmado, a paralisação continuará.

“Não somos representados [pelas associações que estão na reunião]. Somos caminhoneiros individuais. Se a gente não estiver participando, não vai ter nenhum resultado. Pode sair de lá e falar que acabou a paralisação, que não adianta. A gente só libera a rodovia quando sair no Diário Oficial. Não estamos pedindo esmola, estamos pedindo o nosso direito”.

A produção de veículos no Brasil será paralisada nesta sexta-feira (25), informou a associação das montadoras (Anfavea). Todas as fábricas ficarão fechadas, por conta da greve dos caminhoneiros, segundo a entidade. Nesta quinta-feira, ao menos 19 fábricas pararam devido a falta de peças e problemas de logística. A Anfavea diz que já espera impactos para este mês na produção, nas vendas e também nas exportações de veículos.

Um relatório da Infraero sobre a situação dos aeroportos, divulgado na tarde de quinta-feira, mostra que o combustível (querosene de aviação) já acabou em seis aeroportos administrados pela estatal: Carajás (PA), São José dos Campos (SP,) Uberlândia (MG), Ilhéus (BA), Palmas (TO) e Juazeiro do Norte (CE). Em outros cinco, o combustível só era suficiente por mais doze horas (Recife, Goiânia, Maceió, Londrina e Navegantes).

Uma decisão liminar da 4ª Vara Federal de Niterói, expedida na quinta (24), determinou a reintegração de posse do trecho da rodovia federal BR-101, sob gestão da concessionária Autopista Fluminense. O juiz federal William Douglas Resinente dos Santos decidiu pela desobstrução da via, ocupada por caminhoneiros grevistas que ocupam a via pelo 4º dia consecutivo. O magistrado determinou ainda que o Comando do Exército apoie a Polícia Rodoviária Federal no cumprimento da sentença.

Rio Claro corre risco de desabastecimento de combustíveis

A greve dos caminhoneiros poderá afetar drasticamente o fornecimento dos combustíveis em Rio Claro, caso não haja uma solução até sexta-feira próxima.

“Não há nenhuma previsão até o momento para baixa no preço do diesel e o combustível já está tendo dificuldade para chegar nos postos, com uma possibilidade grande de haver desabastecimento em breve”, comentou Luciana, gerente de um posto de bandeira Petrobrás na Tancredo Neves.

Em outro posto, na avenida 32, a situação não muda nada. Os preços na bomba continuam os mesmos.

“Aqui na bomba os preços ainda não sofreram nenhuma interferência nem para alta e nem para baixa. E já tivemos notícias de que não estão saindo caminhões de Paulínia. O meu estoque de combustível, com certeza, vai até sexta-feira (25), daí pra frente, se não conseguirmos trazer, vai haver desabastecimento”, comentou Rodrigo gerente de um posto sem bandeira, da avenida 32.

Governo trabalha

Em reunião ontem, a Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados discutiu a alta dos combustíveis com reflexo direto nos bolsos dos caminhoneiros.

O aperto foi tanto que os motoristas de caminhão resolveram paralisar suas atividades para reivindicar uma queda nos preços dos combustíveis e dos pedágios.

Aproveitando-se da situação, o executivo federal se compromete a eliminar a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre o diesel, que, segundo fontes oficiais do governo, representa R$ 0,05 no custo final do produto.

Em contrapartida o executivo negocia com os parlamentares a aprovação da reoneração da folha de pagamento.

No meio das negociações o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sugeriu que os governadores contribuíssem, reduzindo a alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) – principal tributo estadual. Segundo ele, os estados são os que mais se beneficiam dos aumentos dos combustíveis, uma vez que o ICMS representa um percentual do valor do diesel e da gasolina. Na maioria dos estados, o ICMS varia entre 30% e 32%, impactando os preços finais.

No próximo dia 30, uma comissão geral vai debater os preços dos combustíveis no plenário da Câmara dos Deputados.

 

Panorama geral

No último dia 22, o Ministério da Fazenda informou que a arrecadação atual chega a R$ 2,5 bilhões por ano com a Cide sobre o diesel. Segundo a pasta, o reforço nas receitas da União nos próximos três anos com o fim da desoneração da folha de pagamento dependerá do número de setores que perderem o benefício fiscal no projeto que tramita no Congresso.

Desde setembro de 2017, a proposta de reoneração está em discussão no Congresso, sem consenso. O orçamento da União para este ano já considera arrecadar R$ 10 bilhões com a medida, mas, como ela deve valer apenas para metade do ano, a arrecadação deve somar R$ 5 bilhões.

 

Apelo aos caminhoneiros

O Ministro da Fazenda Eduardo Guardia disse que o governo vai continuar negociando com os caminhoneiros, que fazem paralisações por todo o país, em protesto contra o aumento sucessivo no preço dos combustíveis. Ao anunciar a redução do tributo sobre o diesel, Guardia fez um apelo aos caminhoneiros.

“O governo continuará a conversar com os caminhoneiros para debater alternativas para o problema. Nesse sentido, gostaríamos de fazer um apelo à categoria, para que possam retornar às atividades normais para que não penalize a população”. O ministro reiterou o discurso do governo de que a alta dos combustíveis está atrelada ao preço internacional do petróleo e a valorização do dólar perante o real.

Mais cedo, os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Eunício Oliveira, adiantaram que o governo reduziria a zero a Cide para os combustíveis. A declaração foi feita pelo Twitter. Mais tarde, Maia conversou com a imprensa e disse que a medida seria apenas para o diesel.

A mobilização do Legislativo e do governo em torno do preço dos combustíveis ganhou força após o início de mobilização de caminhoneiros. Desde segunda-feira (21), caminhoneiros fazem protestos e bloqueiam estradas em vários estados. A categoria se queixa da alta dos combustíveis, especialmente do diesel, e também da cobrança de pedágios mesmo quando os caminhões estão com os eixos levantados. Só na semana passada, o valor do diesel e da gasolina nas refinarias subiu cinco vezes consecutivas.

Greve dos caminhoneiros afeta serviços dos Correios em Rio Claro

Agência dos Correios da Avenida 32, é uma das que tem sentido o atraso nas correspondências enviadas via Correios.

“Em função dessa situação de greve dos caminhoneiros foram suspensas temporariamente as postagens de encomendas com dia e hora marcados, como o Sedex 10, Sedex 12 e o Sedex Hoje”, explica Gustavo, Assistente Comercial da agencia dos Correios da avenida 32.

Comunicado oficial da estatal informou também que a paralisação tem “forte impacto” e atrasos nas operações da empresa em todo o país.

“Tendo em vista comprometer a distribuição, também haverá o acréscimo de dias no prazo de entrega dos serviços Sedex e PAC [entrega não expressa], bem como das correspondências enquanto perdurarem os efeitos desta greve”, destacou.

A greve dos caminhoneiros chega hoje ao seu terceiro dia e já afeta operações em  17 estados brasileiros. Os Correios disseram que os protestos e bloqueios nas estradas tiveram “forte impacto no serviço”, que utiliza 25 mil veículos, 1.500 linhas terrestres e 11 linhas aéreas em que circulam pelo país de norte a sul. A empresa informa entregar mensalmente cerca de meio bilhão de objetos postais, dentre eles, 25 milhões de encomendas.

Preços de combustíveis caem nas refinarias

A Petrobras anunciou ontem (23), pelo segundo dia consecutivo, redução nos preços da gasolina e do diesel em suas refinarias. A partir de hoje (24), o preço da gasolina cairá 0,62% e custará R$ 2,0306 o litro. O preço do diesel terá redução de 1,15% e passará a custar R$ 2,3083, de acordo com a estatal.

Em dois dias, as quedas acumuladas chegam a 2,69% para a gasolina e a 2,67% para o diesel. Apesar disso, a gasolina acumula altas de 12,95%, em maio, e de 16,76% em um mês. O diesel soma aumentos de 9,34%, em maio, e de 15,16% em um mês.

O alto valor do preço do combustível é o principal motivo para a manifestação nacional dos caminhoneiros, que começou no final da noite de domingo (20).

Até ontem, em Rio Claro os postos não apresentavam nenhuma queda nos preços dos combustíveis em suas bombas. Mesmo porque, os caminhões que transportam combustíveis também não estão podendo circular pelas principais rodovias paulistas.

Caminhoneiros da região aderem movimento nacional

O alto preço do combustível motivou a paralisação dos caminhoneiros em todo o país. Na tarde dessa quarta-feira (23), motoristas da região decidiram também aderir ao movimento e tomaram a Rodovia Washington Luís (SP-310), km 164, altura de Santa Gertrudes.

O ato começou por volta das 14h30 e em pouco tempo um longo trecho já estava congestionado com diversos caminhões. Apenas carros de passeio eram liberados para seguir o trajeto.

Anoélio da Silva Leite, motorista há cinco anos, estava preocupado em avisar ao patrão sobre o atraso na viagem, mas disse estar apoiando o movimento. “Tem que parar mesmo, porque está um absurdo o preço. Tudo depende do caminhoneiro, sem a gente não funciona e não dão valor. Aumenta o diesel, despesas e o frete continua a mesma coisa, não dá”, afirmou.

A paralisação começou primeiro no sentido capital, em seguida manifestantes conseguiram em pouco tempo impedir o trânsito sentido interior. Caminhões carregados de diversos produtos não puderam seguir viagem. Movimento seguiu pacífico e acompanhado pela Polícia Militar.

Durante a noite, a informação obtida pela reportagem do Diário foi de que não iriam liberar a passagem e que grandes transportadoras também já faziam parte do manifesto que atingia mais de 10 quilômetros da pista. Enquanto os caminhoneiros e familiares se uniam na paralisação, outros membros realizavam campanha para arrecadar mantimentos para fazer comida e distribuir aos manifestantes durante a noite.

Petrobras anuncia redução de 10% no diesel para prosseguir diálogo

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, anunciou na noite de quarta-feira (23) a redução de 10% no diesel nas refinarias. Ele afirmouo que vai manter a redução por 15 dias, o que deve representar um valor menor em R$ 0,26 no litro do diesel. Segundo Parente, é uma medida de caráter excepcional. “Não representa uma mudança de política de preço da empresa”, disse em entrevista coletiva. “São 15 dias para que o governo converse com os caminheiros.” Ao justificar a decisão, garantiu que “num momento como esse é importante que as partes tenham é reajam com boa vontade, como a Petrobras fez.”
Na terça-feira, Parente se reuniu em Brasília com os ministros da Fazenda, Eduardo Guardia, e de Minas e Energia, Moreira Franco, e garantiu que a política de reajustes dos preços de combustíveis da empresa não seria alterada. A subida do preço do combustível nas útimas semanas provocou uma série de manifestações no país. Caminhoneiros bloqueram diversas estradas. Nesta quarta-feira, a manifestação entrou no terceiro dia e alcançou 23 estados do país mais o Distrito Federal.
A concessionária AB Colinas, que administra 307 quilômetros de rodovias no interior paulista, conseguiu na quarta-feira uma liminar impedindo o bloqueio das rodovias sob sua concessão. Em nota, a AB Colinas informa que “em relação às manifestações de movimentos dos caminhoneiros, respeita o direito democrático de manifestação popular ou de classes, mas entende que o direito de ir e vir e a segurança dos usuários de suas rodovias estão em primeiro lugar”.
O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de São Paulo, José Alberto Paiva Gouveia, informou que, desde o início da quarta-feira (23), os postos de abastecimento do estado não receberam nenhum tipo de combustível. “Os postos de combustíveis têm, em média, estoque para operar por dois ou três dias. Hoje (23) não recebemos combustível”, afirmou Gouveia. Sobre a possibilidade de redução dos impostos que incidem sobre os combustíveis, especialmente o oleo diesel, Gouveia ressaltou que ainda não é possível ter ideia do impacto da medida para o consumidor final. “Estamos aguardando o posicionamento das distribuidoras, quando começarmos a receber novamente o produto. Não consigo precisar uma redução de preços nas bombas, porque é uma decisão de cada dono de posto. Vamos acompanhar, mas ainda não sei precisar se vai redução [de preço] ou de quanto será”, acrescentou Gouveia.
Também na quarta-feira, relatório da Infraero apontava que os aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e os de Palmas (Tocantins), Recife (Pernambuco), Maceió (Alagoas) e Aracaju (Sergipe) teriam combustível suficiente para abastecer as aeronaves por 24 horas, em razão do protesto de caminhoneiros. Outros seis aeroportos teriam combustível para no máximo dois dias (Goiânia-GO, Teresina-PI, Campo Grande-MS, Ilhéus-BA, Foz do Iguaçu-PR e Londrina-PR). Congonhas é um dos três aeroportos mais movimentados do país. É nele que fica a rota de maior circulação de passageiros do Brasil, a ponte aérea Rio-São Paulo.
A Associação Paulista de Supermercados (Apas) informa que as paralisações já causam desabastecimento nos supermercados, em especial nos itens de frutas, legumes e verduras, que são perecíveis e de abastecimento diário. A entidade ressalta que também carnes e produtos industrializados, que levam proteínas no processo de fabricação, também estão com as entregas comprometidas pelos atrasos no reabastecimento. Em nota, a diretoria da Apas faz um apelo para que as negociações entre governo federal e caminhoneiros tenham resoluções imediatas para que a “população não sofra com a falta de produtos de necessidade básica”.
A Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), maior central de abastecimento de frutas, legumes, verduras, flores, pescados e diversos do país, também demonstrou preocupação com os reflexos da paralisação dos caminhoneiros, afirmando que já existe reflexos na comercialização de produtos. Em nota, a Ceagesp, informa começaram os reflexos na entrega de produtos de outros estados, como manga e mamão, provenientes da Bahia e do Espírito Santo, o melão do Rio Grande do Norte, a melancia de Goiás e a batata do Paraná. O empresa ressalta que produtos provenientes do interior paulista (verduras e legumes) ainda não sofreram atrasos, advertindo que os que permitem estocagem (maçã, pera, abóboras, coco verde, alho, cebola) podem ter desabastecimento no médio e longo prazo. A paralisação já provoca alta nos preços, como batata. “Da mesma forma que a oferta apresenta problemas, a demanda também está prejudicada. Compradores que carregam para outros estados, não estão realizando negócios”, ressalta o entreposto.

Gasolina no incêndio

Temer já sabia que ganhar as eleições seria tarefa impossível. E, com a parada dos caminhões e a alta do combustível, é bom nem falar em votos.

Não é por falta de erros que Temer está em baixa. Mas cai até quando não é sua culpa. A alta do diesel e da gasolina tem vários pais. E uma mãe.

A mãe é Dilma: ao segurar o preço dos combustíveis no país abaixo do custo do petróleo, quebrou as usinas de álcool e endividou a Petrobras. Hoje, a Petrobras vende combustíveis a preços que cobrem o custo do petróleo, do prejuízo que teve, dos juros que paga. O preço varia dia a dia, conforme a cotação do petróleo. Em 12 meses, a gasolina subiu 17,96% (a inflação esteve por volta de 2%). Aí aparece o primeiro pai da alta: o dono dos postos, Quando a Petrobras baixa o preço (e isso aconteceu algumas vezes), o posto o segura lá em cima. Concorrência entre postos? Então tá!

E vai subir mais: o dólar se valoriza e o petróleo marcha para US$ 90 o barril. É o outro pai da crise: a Venezuela já reduziu a produção à metade, por desorganização. O Irã está mais preocupado em mandar na Síria e sofre com as sanções americanas. Menos petróleo, mais preço. Há quem estime que a gasolina chegue a R$ 5,10 se câmbio e petróleo mantiverem o rumo.

Outro pai é o Governo, em todos os níveis: os vários impostos são mais de 40% do preço do litro. Resultado: o litro, para os americanos, custa menos de R$ 2; no Brasil, o custo é de R$ 4,75. E Temer paga em votos.

Temer fora

Ou não paga mais. Deixou a conta para seu ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que disputará o voto de centro com Geraldo Alckmin. Dado o carisma de ambos, pode parecer engraçada a frase seguinte: existe a possibilidade de que um deles seja eleito: basta chegar ao segundo turno, e beneficiar-se do radicalismo do adversário, seja Bolsonaro, seja o poste que Lula escolher. Alckmin, que conhece o jogo faz tempo, tem mais chances que Meirelles, cuja força é a capacidade de pagar sozinho a campanha. O MDB de Meirelles é forte, mas desde 1994 não disputa a Presidência. Se sempre se deram bem aderindo ao vitorioso, por que mudar justo agora?

Pedra no caminho

Há um grupo de parlamentares que tenta convencer Josué Alencar (cujo nome é Josué Gomes da Silva, mas resolveu se lembrar da herança política do pai, José Alencar) a sair para a Presidência, pelo centro – desde que pague sua própria campanha. O líder do grupo é o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Se der certo, Alckmin e Meirelles terão mais dificuldades.

O olímpico

Rodrigo Maia tenta também lançar Eduardo Paes para o Governo do Rio. Ele era o prefeito do Rio na época dos Jogos Olímpicos, lembra?

Perdemos todos

Um dos grandes jornalistas brasileiros, Alberto Dines, morreu ontem aos 86 anos. Dines foi repórter, editor, diretor (mandava mais no Jornal do Brasil do que o dono – e merecia), escritor, professor em Princeton, criador do Observatório da Imprensa em TV e site. Foi um dos mestres deste colunista, que escreve sobre ele para a Folha de S.Paulo (https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/05/depoimento-nunca-foi-possivel-ser-imparcial-diante-de-alberto-dines.shtml – só para assinantes) ; e, com leitura livre, http://www.chumbogordo.com.br/18854-alberto-dines-enquanto-houver-memoria-por-carlos-brickmann/

Azeredo lá

O Tribunal de Justiça de Minas rejeitou os recursos do ex-governador Eduardo Azeredo, ex-presidente nacional do PSDB, e ordenou sua prisão. Azeredo foi condenado a 20 anos e 1 mês por participação no Mensalão mineiro, uma espécie de ensaio do que viria a ser o Mensalão petista, e que incluiu até a participação do publicitário Marcos Valério. Azeredo pode recorrer ao Superior Tribunal de Justiça, mas não em liberdade.

Onde está o dinheiro

A servidora Mirella Menezes Celestino pediu aposentadoria voluntária do Tribunal de Justiça da Bahia. Com a aposentadoria, a funcionária terá “proventos integrais de R$ 39.936,17”, segundo despacho do presidente do TJ baiano, desembargador Gesivaldo Brito. O salário propriamente dito (o nome oficial é “vencimento básico”) é de R$ 8.276,67. O restante, que põe seu salário acima dos pagos aos ministros do Supremo, são penduricalhos: “vantagem pessoal AFI símbolo”, R$ 17.802,72; “vantagem art. 263”, R$ 7.127,57. O desembargador determina que, na implantação dos proventos, deverá ser observado “o limite do teto constitucional – R$ 30.471,10”. Ou seja, com redução e tudo, uma economista de um Tribunal de Justiça estadual tem direito a ganhar quase tanto quanto um ministro do STF; mais de 90% dos vencimentos dos onze magistrados mais importantes do país –e, não esqueçamos, dentro da lei. Há algum risco de o país dar certo?

COMENTE: carlos@brickmann.com.br

Twitter: @CarlosBrickmann

Camarária

TRIVIAL
Na Casa de Leis da Cidade Azul os trabalhos seguem como as antigas máquinas da Cia. Paulista de Estradas de Ferro, ou seja, à todo o vapor! Na última segunda-feira (21), ao todo, quinze projetos constavam da pauta da Ordem do Dia.

LIVRO LIVRE
E mais uma iniciativa com o intuito de criar uma cultura de leitores foi aprovada na Câmara Municipal. Desta vez, projeto de autoria do vereador Julinho Lopes criou o Programa Livro Livre: Refresque suas Ideias. A ação será desenvolvida com apoio da população que pode doar geladeiras em desuso que, posteriormente, serão transformadas em bibliotecas comunitárias gratuitas e alocadas em áreas públicas de grande circulação. Uma atitude louvável e digna de nota, pois como já dizia o Mestre Caetano: ‘Os livros são objetos transcendentes”.

LIVRO VIVO
Vale lembrar que, em 2011, durante a Administração do Prefeito Du Altimari, a Fundação Ulysses Guimarães criou o Programa de Incentivo à Leitura e a Cidadania Livro Vivo, que chegou a ter dez mil livros disponibilizados em várias regiões da Cidade Azul. Infelizmente, o Livro Vivo não sobreviveu ao dias maquinais e jaz em um passado recente!

QUIXOTESCO
Vejo com bons olhos atitudes como as de promover a leitura e sigo torcendo para que deslanchem e tenham cada vez mais adeptos, pois, parafraseando Monteiro Lobato, a construção de um País [com pê maiúsculo] parte de uma combinação fundamental: Homens e Livros!

AUSÊNCIA
Os manifestantes, que já são parte da paisagem do Legislativo durante as sessões, não marcaram presença e por isso não puderam notar que as cadeiras do auditório avançaram um pouco mais adiante encurtando o espaço entre a primeira fileira de acentos e a parede que divide o ‘povo’ das ‘autoridades’.

TALVEZ O FRIO
Pode ser que o inverno esvazie um pouco o Terceiro Andar do Paço Municipal [bem melhor pipoca e Netflix, não é mesmo?], porém, aos poucos, a distância segue aumentando entre os anseios daqueles que vão em busca de suas demandas e os vereadores. Incentivados ou não, por outros grupos que, do lado de cá desejam estar do lado de lá, exercem a Democracia.

SEM OPOSIÇÃO
O Prefeito Juninho da Padaria segue nadando de braçada com os legisladores, entretanto, ainda que a falta de oposição o ajude a governar, da mesma forma empobrece o debate. A meu ver, está faltando aquela esquerda dialética [caso ainda exista, o que não creio], tanto no Plenário quanto no cotidiano político rio-clarense!

REPRESENTATIVIDADE
Engraçado que, olhando com certo distanciamento de tempo, o aumento do número de cadeiras no Legislativo proposto pelos ex-vereadores Agnelo Matos (PT), Dalberto Christofoletti (PDT), Raquel Picelli (PT) e Sérgio Calixto (PRP), que, aliás, não foram reeleitos, visava aumentar a pluralidade da ideias no espaço público e, pelo menos no que diz respeito aos projetos encaminhados pelo Executivo, a maioria esmagadora segue votando com Juninho que, à época da votação, juntamente com Geraldo Voluntário (DEM) e Paulo Guedes (PSDB) foram contrários ao aumento de vereadores!

OUVIDOS MOUCOS
E a imprensa local mais uma vez ficou sem o impresso completo da Ordem do Dia, portanto desculpem qualquer ausência de informação! Representantes do Povo, o que representa diante do orçamento anual duas ou três resmas de sulfite por semana para que o Centenário e os demais Órgãos de Imprensa da Cidade Azul possam bem informar o Cidadão Comum?

TEMPESTADE DE AMIANTO

VENEZUELA
E o ditador Nicolás Maduro foi reeleito para mais seis anos de mandato! Pois é! Mesmo com abstenção de 54% (!!!) e falta de reconhecimento pela maior parte da comunidade internacional, os militantes da esquerda no Brasil comemoraram! O PC do B, partido da presidenciável Manuela d’Ávila, emitiu uma nota intitulada “Vitória retumbante do povo venezuelano”. Oswaldo, o meu amigo que deixou o país depois de ver amigos morrerem com a truculência do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), viu com tristeza a permanecia de Maduro no Poder! Eu também!

LULA LÁ!
E o ex-metalúrgico continua preso desde o dia 7 de abril [data em que é comemorado o Dia do Jornalista]. Para alguns colegas de profissão, a condenação foi um golpe, para outros o cumprimento da Lei, porém o importante é que a vida segue com ou sem Lula por que, na real, a política transcende o político que, por sua vez não enxergar que, como diz o sábio Humberto, ‘ascensão e queda são dois lados da mesma moeda’. É isso aí! No mais tem sempre mais, mas só na semana que vem! Vâmo que vâmo que o som não pode parar!

 

*****

LUTO

ONTEM, morreu um Grande Mestre do Jornalismo. Alberto Dines era um apaixonado pelo processo jornalístico como engenharia da criatividade e passava essa paixão para todos os seus alunos. Depois da morte de Paulo Francis e de Fausto Wolff, o professor Dines, juntamente com Hélio Fernandes, tem sido grande fonte de inspiração para o fazer contínuo do jornalismo e, entristecido, redijo essa pequena nota na qual não pretendo ressaltar suas qualidades como jornalista, amplamente conhecidas por todos que atuamos no ramo, mas sim a sua contribuição para o pensar jornalístico que, antes mesmo de seguir carreira e defender a minha dissertação de Mestrado no Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo da Unicamp, chamou minha atenção, quando ainda nem cogitava estar em uma redação, mas movido pela curiosidade ou algo que não sei dizer, acompanhava o Observatório da Imprensa que era transmitido aqui, à época, pela TVE Brasil, retransmissora da TV Rio Claro, no fim dos anos 1990. Uma perda irreparável! Fizemos essa foto em Campinas quando da comemoração dos 20 anos do Labjor, instituto idealizado por Dines [in Memoriam] junto com Carlos Vogt [à esquerda] e o professor José Marques de Melo.

Banheiros públicos da Rua 1 estão liberados

Os banheiros públicos construídos na Rua 1, entre as avenidas 1 e 2, em frente ao terminal urbano de ônibus na antiga estação ferroviária, região central de Rio Claro, já estão funcionando. Os sanitários foram abertos ao público na segunda-feira (21) e vão funcionar de segunda a sexta-feira, das 7 às 20 horas, e aos sábados, das 7 às 18 horas. O uso é gratuito. “É um espaço excelente que vai favorecer diretamente quem mais precisa. Essa obra pública é uma das muitas que têm sido realizadas pela prefeitura em benefício do povo”, aprovou Rodrigo Gandolfi, que conheceu o novo espaço na segunda-feira (21).
O público terá disponível três banheiros: masculino, feminino e um acessível para pessoas com deficiência. O local ainda conta com despensa para guardar materiais. Rampas foram construídas para permitir o acesso de pessoas com deficiência. “Estamos felizes em entregar esse espaço construído em uma área que estava abandonada, causando transtornos para os moradores e comerciantes da região”, destaca o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “Os banheiros vão beneficiar os transeuntes e os passageiros que utilizam o terminal de ônibus”, acrescenta.
Os sanitários foram construídos em prédio que tinha sido invadido, foi desocupado pela prefeitura e reintegrado ao patrimônio público no ano passado. O secretário de Obras, Paulo Roberto de Lima, lembra que o prédio estava sem condições de uso e agora está totalmente revitalizado. “Fizemos um projeto para remodelar o espaço com toda a acessibilidade para atender diferentes tipos de usuários”, explica Lima.
A servidora pública Reginalda Aparecida de Oliveira Santos será a responsável pela manutenção e limpeza dos banheiros. “Vou trabalhar o dia todo no local”, informa. Inicialmente, a prefeitura prevê que as unidades fiquem abertas ao público até o início da noite. “Vamos verificar o funcionamento e adequações poderão ser feitas para restringir ou ampliar esse horário conforme as necessidades do público”, esclarece Tadeu Olivetti, diretor de Manutenção e Conservação, da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção.

Aposentadoria por idade ganha facilitador para solicitação

Assim, os beneficiados não terão mais a necessidade de comparecerem a uma agência do INSS para solicitar a aposentadoria. A medida também vale para o salário-maternidade. De acordo com o INSS, a alteração foi adotada para facilitar a vida do segurado. Caso todas as informações prestadas pelo trabalhador estiverem corretas no sistema da Previdência, o Cadastro Nacional de Informações Sociais (Cnis), o benefício será concedido deforma automática.
Caso ocorram problemas no cadastro, o INSS convocará a pessoa para comparecer a um posto e regularizar as informações. A data de concessão do benefício será a do dia do pedido e os atrasados começam a ser contados após essa data. Quem quiser ter a certeza de que o valor da aposentadoria foi calculado corretamente terá de pedir a carta de concessão. Vale lembrar que o INSS tem um prazo legal para dizer se o benefício foi ou não aprovado. Se não cumprir, o segurado pode até buscar seus direitos na Justiça.

Serviços

Atualmente, o segurado que cumpre as regras para o benefício recebe em casa uma carta com a liberação do benefício e, se tiver interesse, permite o aceite. Com a novidade, o INSS diz que manterá este serviço. E, a partir de quinta-feira, vários serviços que antes eram realizados só no atendimento sem hora marcada agora serão feitos com dia e horário agendados, bastando fazer a solicitação pela internet ou pelo telefone 135.
O advogado Charles Carvalho, que também trabalha com legislação previdenciária acredita o uso da tecnologia é um caminho sem volta para qualquer seguimento.
“Era inevitável o uso dessa tecnologia. O INSS não comporta mais a demanda física, presencial, uma vez que a demanda é grande, crescente, o que tem demandado um tempo excessivo para a pessoa ser atendida e ter resposta do seu pedido”, comenta Charles. O advogado também aponta a credibilidade no sistema, “inclusive segurança jurídica, uma vez que o pedido fica registrado e qualquer problema o segurado poderá recorrer a uma agência do próprio INSS ou ao judiciário”, esclarece.
Para Carvalho a novidade vem facilitar a vida do trabalhador “haja vista que o atendimento presencial é moroso e depende da característica de atendimento de cada unidade. Essas novas tecnologias são muito importantes, pois, a procura pela Previdência é cada vez maior e não é aceitável que o segurado aguarde meses para obter um simples agendamento”, finalizou o advogado Charles Carvalho.

Denúncia anônima resulta na prisão de traficante de drogas

Durante patrulhamento os policiais receberam informações de que um traficante estava comercializando drogas nas imediações do Jardim Hipódromo e após serem informados sobre as características do infrator, foram até o local indicado, obtendo sucesso em localizá-lo. Ao realizarem os procedimentos de busca, com apoio da equipe do Canil, foram encontradas em três locais distintos 102 porções de crack, 93 porções de cocaína e a quantia de R$ 30. Conduzido ao Plantão Policial, foi realizado o registro da ocorrência, permanecendo o traficante à disposição da justiça.

Lojas de Rio Claro estão otimistas com as vendas para a Copa do Mundo 2018

Lojas especializadas em produtos com preços mais acessíveis, estão bem otimistas, porque já venderam razoável, e deve chegar mais produtos para a semana que vai anteceder o evento.

Já o comércio que atua com eletrodomésticos, como no caso das TVs, o otimismo é mantido. A expectativa é que com a aproximação dos jogos, as vendas aqueçam, como comentou um vendedor em loja especializada no Centro de Rio Claro.

Nossa reportagem esteve realizando entrevistas com os rio-clarenses sobre a confiança na Seleção Brasileira. O resultado é uma desconfiança geral. Como definiu um torcedor, “Se o Brasil ficar campeão, deve ser uma zebra”. Sinal de quem nem tudo é verde e amarelo quando falamos em Mundial de Futebol.

Matheus – 20 anos disse que torce para o São Paulo. Quanto a Seleção Brasileira não está colocando muita fé. “Não estou nada esperançoso. O Brasil não se preparou como devia. Outros países como Argentina e Alemanha estão mais preparados. Aposto que o Brasil deve ficar entre os quatro primeiros colocados” .
Wilson – 58 anos – “Costumo assistir os jogos e principalmente a Copa. Fico torcendo, mas este ano estou meio que desanimado e não acredito muito nessa Seleção Brasileira. Está faltando muitos jogadores bons que não foram convocados. Caso fosse fazer uma aposta iria colocar entre os semifinalistas.”
Renan Davi Peixoto – 26 anos – “Acredito na Seleção do Brasil possa chegar entre os quatro primeiros colocados. Se chegar já fico contente, porque acho que a Seleção não está bem preparada. Neymar, acabou de sair de uma cirurgia, e talvez não possa dar tudo que ele costuma fazer em campo. Mas, estou torcendo pelo Brasil”

Em termos de decoração, os estabelecimentos ainda não entraram no clima. Mesmo com a exibição dos produtos nas cores da Seleção Brasileira, se espera muito mais. Para os otimistas não faltam opções. É o clima da Copa chegando no “País do Futebol”.

Temperatura nessa terça-feira (22) chega a 5 graus

Conforme Carlos Burigo do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), havia informado que esta semana iria começar com temperatura bem baixa.

Na segunda-feira (21) Rio Claro teve 4 graus a mínima, e na terça-feira (22) a temperatura marcou 5 graus.  A máxima chegou a 23 graus com predominância de sol, sem chuvas. O inverno ainda nem chegou mas, a população já está tirando cobertores e agasalhos do guarda roupa.

Hoje a temperatura segundo a previsão, deve ficar em torno de 7 graus, com predominância do sol. A temperatura deve prosseguir baixa até o final de semana, e alguns dias serão nublados.

Petrobras anuncia queda nos preços da gasolina e do diesel

A partir desta quarta-feira, dia 23, a gasolina e o óleo diesel ficarão mais baratos nas refinarias de todo o país. Informações divulgadas na terça-feira no site da Petrobras indicam que o preço da gasolina cairá 2,08% e o do diesel, 1,54%. A queda no preço da gasolina ocorre depois de 11 aumentos consecutivos nos últimos 17 dias e de o preço do produto ter fechado os primeiros 21 dias do mês de maio com alta acumulada de 16,07%. Com a queda de 2,08% que entra em vigor amanhã, o preço da gasolina nas refinarias cairá para R$ 2,0433.
No caso do diesel, com a queda de 1,54%, após sete aumentos consecutivos, o produto passará a custar a partir desta quarta nas refinarias R$ 2,3351. O diesel acumula desde o dia 1º de maio alta de 12,3%. A queda de preços anunciada pela Petrobras se dá um dia depois de a companhia ter informado mais um aumento nas refinarias de todo o país nos valores do diesel, que subiu 0,97%, e nos da gasolina, com alta de 0,9%. No mesmo dia, mais cedo, caminhoneiros de todo o Brasil iniciaram uma greve geral contra os aumentos do diesel, o que levou à paralisação dos transportes de carga e ao bloqueio de rodovias em vários estados.
Ainda na segunda-feira, o governo convocou uma reunião, no Palácio do Planalto, em caráter de emergência, para discutir a alta dos combustíveis. Participaram do encontro o presidente Michel Temer, os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Minas e Energia), Eduardo Guardia (Fazenda) e Esteves Colnago (Planejamento) e o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid. Há discussões no governo sobre a possibilidade de redução da cobrança de tributos sobre os combustíveis. Existem situações em que a composição de impostos chega a quase a metade do valor final do preço da gasolina e do diesel nas bombas de todo o país.
Segundo a Petrobras, os aumentos são consequência das oscilações do preço do barril do petróleo no mercado externo. De acordo com a estatal, “os combustíveis derivados de petróleo são commodities e têm seus preços atrelados aos mercados internacionais, cujas cotações variam diariamente, para cima e para baixo”. A companhia destacou que a variação dos preços nas refinarias e terminais é importante para que a empresa possa competir de forma eficiente no mercado brasileiro.

Santa Casa pode ampliar atendimentos

A Santa Casa de Misericórdia de Rio Claro pretende implementar alguns projetos no próximo triênio para ampliar o atendimento de saúde à comunidade. A proposta foi apresentada ao prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, ao secretário municipal de Saúde, Djair Francisco e ao presidente da Câmara Municipal, André Godoy, pelo provedor Danusio Antonio Diniz em encontro realizado na tarde de terça-feira (22). A Santa Casa observou que pretende trabalhar para ampliar 10 leitos na UTI, 2 leitos na UTI Neonatal, 5 leitos de berçário, 10 leitos para enfermaria e construir um novo prédio para a oncologia.
“Nossa administração está de portas abertas para a Santa Casa para o que for preciso. Sabemos que a comunidade precisa de novos serviços e, neste sentido, estamos na busca permanente por recursos para atender esta demanda incessante”, comenta Juninho. O secretário municipal de Saúde, Djair Francisco, lembrou da dívida de mais de R$ 4 milhões com a Santa Casa deixada pela administração passada. “Estamos nos esforçando para que possamos cumprir dentro do prazo e deixar a casa em ordem”.
O provedor da Santa Casa informou que o plano de trabalho para o triênio visa atender com melhor qualidade a população. André Godoy disse que a Câmara de Vereadores está à disposição para buscar alternativas de viabilizar todo projeto que amplie os serviços no setor de saúde. Da Santa Casa também participaram do encontro o diretor administrativo, Alfredo Joaquim de Lima Junior e o diretor operacional, Francisco Carlos Sterzo Junior.

“CONHECENDO O CICLO DE VIDA DAS TATURANAS”

A compreensão de que todos os seres vivos, em especial as taturanas, possuem um ciclo de vida, marcado por fases como nascimento, desenvolvimento, reprodução e crescimento, vem sendo estudado pelo público infantil. Isso possibilita revelar aos alunos que estes seres vivos, da ordem Lepidoptera,  apresentam processo de reprodução diferenciado.

A Escola Municipal João Rehder Netto, desenvolveu o projeto: “Conhecendo o Ciclo de Vida das Taturanas”, de autoria da Professora Maridélia Rodrigues Bordon, em que os alunos do Projeto Recriando B -Tarde, estudam as etapas evolutivas das lagartas, com destaque para as taturanas, mostrando a importância destas na natureza.

A primeira etapa do projeto foi constituída pela coleta em campo, onde os alunos coletaram taturanas do parque da escola ou trouxeram de casa (se houvesse). Estas foram armazenadas em um vidro em sala de aula, para observação sobre este ser vivo.

A segunda etapa consistiu em atividades práticas e de análise com os alunos, promovendo rodas de conversas, sobre experiências com taturanas, como o assunto das queimaduras. Os alunos escolheram nomes para as taturanas que se encontravam no aquário na sala de aula, dentre os nomes escolhidos estão: Princesa, Fofinha, Bolinha.                   As taturanas foram catalogadas no dia 02 de Abril, e posteriormente os alunos efetuaram descrições e registros sobre o ciclo de vida destas espécies. Entretanto ao decorrer da atividade depararam com a morte delas o que causou entristecimento nos alunos.  Foi então que a professora fez comparações dizendo que as taturanas também morrem como os seres humanos, e outros seres vivos, pois todos nós temos um ciclo de vida.

Dando continuidade, e para ilustrar essa reflexão trabalhada em sala de aula, a professora responsável pelo projeto, resolveu aplicar os conhecimentos, solicitando a cada aluno a confecção de um desenho, onde mostrasse imagens do ciclo de vida das lagartas. Houve também ensaios com os alunos, para a apresentação teatral, “A Primavera da Lagarta” que será apresentada para a comunidade escolar (escola e família). Os convites para assistir essa peça teatral serão confeccionados pelos alunos, com desenhos do tema proposto.

Os objetivos pedagógicos da elaboração desse projeto conforme informa a Professora Maridélia Rodrigues Bordon, foram: revelar aos alunos a importância de respeitar os insetos de qualquer natureza; apontar de onde vêm as lagartas e taturanas e o processo de metamorfose e fases de vida (nascimento e morte), e apontar a diferença entre as espécies.

Crianças observando as cores das taturanas
Explicação sobre o universo das lagartas aos alunos
Taturanas coletadas e armazenadas no pote de vidro da sala de aula

Portanto este valioso projeto além de transmitir aos alunos conhecimento sobre as fases: nascimento, desenvolvimento, reprodução e morte, e as modificações físicas, metabólicas e alimentação, ocorridas com as lagartas, pode-se também vincular a linguagem oral e o processo de observação, e fortalecimento do trabalho em equipe com os alunos.

Feirão Fácil foi sucesso

Terminou no último domingo (20) o Feirão Carro Fácil, no Shopping Rio Claro. Diversos estacionamentos do município participaram do evento que foi sucesso de público! Confira alguns cliques registrados pelo Diário do Rio Claro.

Futebol Amador é no Diário Esportes!

Depois dos embates ocorridos no fim de semana, a reportagem do Diário Esportes traz para o leitor assíduo do Diário Esportes as últimas do Campeonato Amador de Rio Claro que, desde 2017, é fruto da parceria entre a secretaria de Esportes e Turismo [Setur] e as entidades idealizadoras dos certames que, desde então, estão divididos entre séries: a Ouro, a Prata e a Bronze. Conforme já noticiado na edição de ONTEM do Diário do Rio Claro, excetuando o jogo entre Cidade Nova FC X Jardim Novo FC, a rodada de domingo (27) do torneio que corresponde à série Ouro e que tem à frente a Liga Municipal de Futebol [LMF], não acontecerá e deve ser remarcado para o dia 27.

 

Entretanto, os confrontos da série Prata – coordenado pela Comissão Organizadora do Campeonato Extra Amador de Rio Claro [Cocearc] e que, nesta edição, homenageia o amigo Eloy Roat – e da série Bronze, comandada pelo futebolista João Algarve, seguem normalmente! Confira os resultados, os próximos confrontos e a Classificação Geral. Lembrando que emoção e informação sobre o Esporte Amador, o rio-clarense só encontra Aqui, no Número 1.

 

RESULTADOS

 

PRIMEIRA RODADA – SÉRIE PRATA

CR Motos 1X2 UE Bonsucesso

Vila Olinda FC 6X3 Aiyzan FC

Força Jovem FC 3X2 Ajax FC

EC Terra Nova 1X2 Real SC

Nova Esperança FC 2X3 Atlético Nacional

Nação/Família CVZ 3X0 Sport Ceará FC

Real Master Gás FC 0X0 Sport PSJ

AE Ribeirão Claro Extra 0X4 Garotos da Farra FC

Família STM FC 1X0 Arapiraca FC

Guardiões FC 1X0 Unidos FC

Sevilla FC 1X4 Unidos de Itapé FC

Paineiras/XI Garotos FC 0X0 Araucária FC

CSA/Ajapi/Vila Nova FC 0X2 Atlético RJB

Alagoanos FC 2X1 Villa Real/Bahia FC

Expressinho IX de Julho FC 4X1 Madrugadão/UJN FC

Itapé FC 1X1 PSG FC

 

PRIMEIRA RODADA – SÉRIE BRONZE

EC Nova Era 2X1 Santa Elisa FC

EC JF 2X1 Ferraz FC

Juventude FC 2X0 Mata Negra FC,

Red Bull/Ajapi FC 3X2 Real Cevada FC

Corumbataí FC 3X1 União Jovem FC

Família Pit Stop FC 0X3 Atlético Jardim Novo FC

Sociedad Sparta FC 3X1 Alan Grey FC

Cristofoleti FC 0X0 Nordestão FC

A folga foi do Santa Cruz FC

 

PRÓXIMAS RODADAS

No próximo domingo (27), tem a segunda rodada da SÉRIE PRATA, confira: no Distrital da Assistência, às 8 horas, Unidos FC X CSA/Ajapi Vila Nova FC, e, às 10 horas, Ajax FC X Guardiões FC; no Distrital da Lagoa Seca do Cervezão, às 8 horas, Alagoanos FC X Itapé FC, e, às 10 horas, UE Bonsucesso X Força Jovem FC; no Distrital da AA Santa Maria, às 8 horas, Família STM FC X CR Motos, e, às 10 horas, PSG FC X Expressinho IX de Julho FC; no Distrital do São Miguel, às 8 horas, AE Ribeirão Claro Extra X Arapiraca FC, e, às 10 horas, Real Máster Gás FC X Real SC; no Distrital do EC Ipiranga, às 8 horas, EC Terra Nova X Unidos de Itapé FC, e, às 10 horas, Madrugadão/UJN FC X Garotos da Farra FC; no Distrital do CA Juventus, às 8 horas, Sevilla FC X Villa Real/Bahia FC, e, às 10 horas, Vila Olinda FC X Sport PSJ; no Distrital do EC Vasco da Gama, às 8 horas, Atlético RJB X Nova Esperança FC, e, às 10 horas, Sport Ceará FC X Ayizan FC; por fim, no Distrital da AA Santana, às 8 horas, Atlético Nacional X Paineiras/IX Garotos FC, e, às 10 horas, Araucária FC X Nação/Família CVZ FC.

 

Também no domingo (27), acontece a segunda rodada da SÉRIE BRONZE, confira: no Campo de Corumbataí, às 9 horas, Nordestão FC X Sociedad Sparta FC; no Distrital de Ferraz, às 8h15, Atlético Jardim Novo FC X Red Bull/Ajapi FC, e, às 10 horas, Ferraz FC X Santa Cruz FC; no Campo de Jacutinga, às 8h15, Santa Elisa FC X Cristofoleti FC, e, às 10 horas, Real Cevada FC X Juventude FC; no Campo da Mata Negra, às 8h15, Mata Negra FC X Alan Grey FC, e, às 10 horas, União Jovem FC X EC Nova Era; por fim, no Distrital de Batovi, às 8h15, Família Pit Stop FC X EC JF. A folga é do Corumbataí FC.

FPF divulga os clubes e os grupos da temporada 2018 da Copa Paulista de Futebol

Conselho Técnico realizado na tarde de ONTEM na sede da Federação Paulista de Futebol [FPF] definiu os grupos da Copa Paulista 2018! Empenhada em trazer o melhor conteúdo para o leitor rio-clarense, a reportagem do Diário Esportes traz os detalhes da competição, que tem início em 5 de agosto. O Rio Claro FC – que, conforme já anunciado anteriormente pelo Centenário, terá como treinador Adilson Francisco – pertence ao Grupo 2, juntamente com A Ferroviária E, Red Bull B, AA Internacional, EC XV de Piracicaba, Desportivo Brasil PL e EC Noroeste.

 

O certame sofrerá algumas mudanças que começam com o número de participantes, que nesta temporada serão 27, contra 22 da edição de 2017. Com o aumento de clubes, o número de grupos da primeira fase também aumentou, ou seja, de três para quatro! Os escretes estão divididos em quadros regionalizados que jogam em turno e returno dentro dos grupos com os quatro melhores de cada classificando para a Segunda Fase, que será formada por quatro grupos com quatro equipes que, novamente, competem em turno e returno para definir os oito quadrifinalistas. A única mudança nas Quartas de Final versa sobre o caso de o placar agregado terminar empatado depois dos dois jogos, sendo assim será decidido por pênaltis. A Semifinal e a Final do torneio que termina no dia 2 de dezembro continuam com as mesmas regras.

 

Vale destacar que cada agremiação pode inscrever 26 atletas na Lista A, não tendo obrigatoriedade de três goleiros. Já a Lista B pode ter jogadores nascidos a partir de 1997 e que tenham atuado em uma competição de base neste ou em anos anteriores. Cabe lembrar que o Grande Campeão conquista o direito de escolher entre uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro de Futebol ou na Copa do Brasil, enquanto o Vice-Campeão fica com a outra vaga; confira agora os grupos que integram o evento esportivo promovido pela FPF:

 

GRUPO 1

G Novorizontino

Mirasol FC

Batatais FC

CA Penapolense

CA Votuporanguense

Olímpia FC

 

GRUPO 2

Rio Claro FC

A Ferroviária E

Red Bull B

AA Internacional

EC XV de Piracicaba

Desportivo Brasil PL

EC Noroeste

 

GRUPO 3

AD São Caetano

CA Bragantino

Santo André EC

Santos FC

EC Água Santa

EC Taubaté

São Bernardo FC

 

GRUPO 4

Ituano FC

A Portuguesa D

CA Juventus

GO Audax

Nacional AC

CA Taboão da Serra

SC Atibaia