Corpo de homem é encontrado em córrego

Familiares compareceram no local para o reconhecimento do corpo da vítima. “Ele era muito gente boa, todo mundo o conhecia”, disse o pedreiro Clério dos Santos, que é esposo da prima da vítima.

O corpo do homem foi avistado no começo da tarde dessa quarta-feira (20), por populares que passaram pelo local e o avistaram dentro do rio, já sem vida.

A Guarda Municipal foi acionada a comparecer ao local que fica ao lado da Avenida Tancredo Neves e próximo da antiga Vila Stecca. Os GCMs chegaram ao local e constataram o fato, em seguida fizeram o isolamento da área. A morte foi confirmada por equipe do Corpo de Bombeiros.

A vítima foi identificada como Sérgio Luiz Beltran de 52 anos, conhecido como “Tico” já trabalhou como borracheiro na cidade, mas segundo familiares era usuário de drogas. “Depois que a mãe morreu, há uns quatro anos ele se entregou mais às drogas. Tinha uma casa boa no Consolação, mas vivia na rua”, afirmou Clério.

Segundo informações Tico vivia pelo local, onde foi encontrado morto, fazendo pescarias.

Equipe da perícia também esteve no local e o boletim de ocorrência foi registrado como encontro de cadáver. Pertences da vítima estavam próximo ao córrego ao lado de sua bicicleta que foi recolhida pela guarda. A causa da morte não foi confirmada.

Tragédia na família

Segundo Clério o irmão de Tico, de nome Belmiro Beltran, morreu há apenas dois meses. Chegou a ser internado como indigente após cair na rua e bater a cabeça, mas não resistiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *