Uma história que demora a ser resgatada

Sobrado da Baronesa, o nome é imponente e referência para Rio Claro, até os dias atuais. A história começou em 1863, quando construído por escravos à taipa de pilão, para servir de moradia ao Barão de Dourados e sua esposa Amalia Carolina de Mello Oliveira. Antes, abrigou por vários anos o Grande Hotel D’Oeste, que contava também com um armazém.
O prédio que destacamos é o Museu Histórico e Pedagógico Amador Bueno da Veiga, que simboliza a fase de investimento cultural dos barões do café. Localizado na Avenida 2 com Rua 7, agrega uma grande representatividade histórica para o município. O imóvel não só se tornou referência por sua arquitetura, mas também por abrigar uma das famílias mais importantes da época. Além de possuir fazendas, José Luiz Borges era dono de fazendas e participou da vida política. Já a esposa era filha de José Estanislau de Oliveira, Visconde do Rio Claro, o primeiro Presidente da Câmara Municipal.
Após a morte do Barão em 1893 a esposa residiu no local com os filhos até final de 1908. Amália faleceu em 1910. A construção serviu ainda para o setor de educação com a inauguração do Colégio Minervino e Escola de Comércio de Rio Claro. Depois a casa foi vendida para o Coronel Joaquim Ribeiro, onde funcionou o Instituto Joaquim Ribeiro.
A propriedade foi tombada como Patrimônio da União em 1963, um século depois de sua construção, para abrigar o então museu que recebeu o nome de Amador Bueno da Veiga, em homenagem ao cabo maior dos paulistas na guerra com os emboabas. Um grande legado para o município, mas que carrega um outro marco, desta vez, negativo. O incêndio ocorrido na madrugada do dia 21 de junho de 2010 e que destruiu todo o imóvel. Antes do ocorrido, o prédio já passava por reformas.


Por trás das novas paredes
Logo após o incêndio de 2010, a restauração foi anunciada e começou no ano seguinte. A primeira data de entrega era para 2013, de lá para cá os prazos foram prorrogados por várias vezes.
Quem passa pelos arredores, já consegue perceber as diferenças, porém oito anos depois do ocorrido os trabalhos ainda não foram finalizados e a população continua sem o acesso a este tipo de cultura.
A obra foi dividida em duas etapas iniciais: a recuperação exterior, que preservou as características históricas do museu, e a parte interior, que teve uma nova construção com características modernas, incluindo um elevador e nova disposição dos cômodos.
A prefeitura informou que a fase atual inclui instalação de caixa d’água. Nas próximas etapas ajardinamento do quintal e instalações elétricas. O teatro de arena foi concluído e deve ser usado para atividades culturais e artísticas, para atrair mais visitantes.
Questionada sobre o novo prazo e sobre o furto de cabos de energia do local no final de 2017, a prefeitura não encaminhou respostas a esses questionamentos.


VALORES
Alguns meses após o incêndio a prefeitura anunciou uma verba de quase R$ 4 milhões para as obras. Os serviços começaram logo em seguida, mas ainda não foram concluídos. Agora a administração municipal recebeu quase R$ 1,5 milhão do Ministério do Turismo para concluir a segunda etapa que não estava prevista no projeto inicial.
Quando a restauração foi anunciada, a prefeitura anunciou também uma verba de quase R$ 4 milhões de reais para os trabalhos. Para a segunda etapa o orçamento foi de R$1.437.459,38. De acordo com o Portal da Transparência do Governo Federal, o valor liberado até o momento desta fase foi de R$1.364.544,31. O último repasse aconteceu em dezembro de 2017 no valor de R$49.578,40. Os valores são repassados de acordo com o avanço da obra.


ACERVO
Na época do incêndio, o museu passava por reforma e não abrigava a maior parte das obras que hoje são preservadas em um casarão, localizado na Rua 1. O acervo conta com mais de 20 mil peças que incluem artefatos indígenas, fotos, documentos, geologia, mineralogia e mobílias que retratam diversos períodos. Em média quatro mil itens são tombados como patrimônio do Governo do Estado de São Paulo.
Segundo a Secretaria Municipal de Cultura, uma assessoria técnica de museólogos da Secretaria Estadual da Cultura realiza triagem do material, com objetivo de organizar tudo antes do retorno para o museu.

Terceira edição do Cadeiraço é sucesso

O trânsito ficou temporariamente interrompido na região central de Rio Claro na manhã desse sábado (14), mas o motivo foi nobre: a realização da terceira edição do Cadeiraço, evento promovido pela Ong Mais Forte que a Deficiência. Centenas de pessoas compareceram com o objetivo de conscientizar sobre a necessidade de ações em prol da acessibilidade.
Segundo a presidente da Ong, Rita de Cássia Silva Leite, a proposta de iniciar o evento foi da assistente social Juliana Oliva, que trouxe como ideia causar um impacto na vida das pessoas. Para Rita, a mudança está acontecendo, apesar de ser lenta. “Infelizmente, ainda há muito para ser mudado, vários pontos que necessitam de acessibilidade ainda, seja no Centro ou nos bairros”, afirmou.

Manifestação teve concentração na Rua 3 entre as avenidas 1 e 2 e seguiu até a praça da Avenida 7

 

A Ong Mais Forte que a Deficiência, além do evento Cadeiraço, desenvolve uma série de atividades voltadas para a população. Quem quiser colaborar com a instituição pode entrar em contato pelos telefones: 3596-2424 ou 99801-3635.

“Missão cumprida”, diz Trump sobre ataque à Síria

Débora Brito – Agência Brasil

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou hoje (14) que está orgulhoso da ação militar norte-americana empreendida ontem (13) contra a Síria. Em sua conta no Twitter, Trump disse que “a missão foi cumprida” e o “resultado não poderia ser melhor”.
Ele também agradeceu ao apoio militar do Reino Unido e da França e elogiou a “sabedoria e força” dos aliados. A declaração de Trump segue a avaliação feita pelo chefe do Estado Maior norte-americano, em entrevista coletiva à imprensa, na manhã de hoje. Para o general Kenneth F. MacKenzie Jr, a ação militar foi bem-sucedida e efetiva.
Na noite de ontem (13), foram disparados mísseis contra alvos sírios, onde, segundo o governo norte-americano estaria sendo desenvolvido um programa de uso de armas químicas. Os Estados Unidos justificam o ataque como uma resposta internacional ao uso este tipo de arma.
O Pentágono ainda não divulgou quais seriam as provas que baseiam a convicção de que o governo sírio estaria usando armas química. Ainda hoje, o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) se reunirá para discutir a ofensiva contra a Síria. A reunião foi solicitada pela Rússia.

CAMARÁRIA

Na próxima segunda-feira (16), os vereadores da Câmara Municipal discutem e votam onze projetos durante a Sessão Camarária. Visando contribuir com o cidadão rio-clarense e reafirmando o seu epíteto de Arquivo Histórico da Família Rio-Clarense, o Diário do Rio Claro reinicia a sua participação e traz, semanalmente, os fatos e boatos ocorridos na Casa de Leis. Fique ligado no Centenário!

RC conquista emendas de quase R$ 700 mil

O município de Rio Claro deverá receber recursos da ordem de quase R$ 700 mil para investimentos na área da saúde. O valor é fruto de três emendas parlamentares apresentadas pelo deputado federal Lobbe Neto (PSDB-SP) ao orçamento geral da União em favor do município. São quase R$ 500 mil para a prefeitura e R$ 150 mil para a Santa Casa de Misericórdia. A informação foi confirmada pelo próprio deputado que esteve em Rio Claro na quinta-feira (12) onde se reuniu com o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, no paço municipal. “Temos que agradecer a atenção e o apoio do deputado, em especial para a saúde. Esses recursos vão ajudar o município nos investimentos que têm sido feitos nessa área”, comenta Juninho.
O deputado destacou o trabalho realizado pelo prefeito para captação de recursos. “É um prazer poder apoiar essa reivindicação de Rio Claro feita pelo prefeito Juninho que tem feito um trabalho incansável para trazer recursos para a cidade”, declarou Lobbe Neto, lembrando que no ano passado já destinou emenda de R$ 100 mil para a Santa Casa, por meio de articulação da liderança municipal Alessandro Almeida, que também participou da reunião no paço nesta quinta-feira. A emenda de R$ 216,1 mil já foi aprovada pelo Ministério da Saúde e, assim que liberados, os recursos serão utilizados para compra de equipamentos para a rede de atenção básica. Já a emenda de R$ 250 mil, que ainda está em análise, é destinada para a compra de uma ambulância. “Já entregamos toda a documentação necessária ao Ministério da Saúde e estamos aguardando a liberação dos recursos”, explica o secretário municipal de Saúde, Djair Francisco. Também participaram da reunião no paço municipal Ivan Castanho, assessor do deputado estadual Aldo Demarchi (Democratas); José Francisco Pires e Carlos Alberto Perez, assessores do deputado Lobbe Neto.

O que você faria se ganhasse na Loteria?

É comum ouvir que os maiores prêmios sempre saem em cidades longínquas e, via de regra, quase nunca aparece o ganhador. Mas, um apostador de Rio Claro no sorteio número 4648 da Quina (uma das modalidades de apostas), sorteado em 06 de abril de 2018, foi o grande ganhador, levando R$ 1.363.262,39.
Apesar de pensarem ao contrário, a maioria dos ganhadores estão centralizadas nas duas maiores capitais do país, São Paulo e Rio de Janeiro. Dos últimos 100 ganhadores da Mega Sena (concursos 1530 a 1764), 15 são da capital paulista e 9 são cariocas. Portanto em cada 100 apostas, 24 saem para as duas capitais.
O Diário foi às ruas e procurou entrevistar algumas pessoas, querendo saber o que elas fariam se vissem inesperadamente um crédito de mais de R$ 1,3 milhão em sua conta. Foi questionado também o grau de credibilidade desses jogos.
Foram diversas e algumas curiosas, as respostas dos que participaram. Mas, mostrou que o grande sonho da maioria é a casa própria.
O vendedor Rui Fernandez, de Leme, por exemplo, citou que os jogos de loteria são controlados por um órgão governamental e que, portanto, com forte ingerência de políticos.
“Como posso acreditar em algo, onde envolve quantias vultuosas, se há políticos envolvidos? Lembra-se daquele político que ganhou 8 vezes na Loteria? Confiar como? Mas mesmo assim eu jogo, vai que eles durmam no ponto e sobra algo pra mim”, comentou com bom humor o vendedor.
Já a também vendedora de Rio Claro, Andreia Silva Vieira, não confia muito, mas também faz os seus joguinhos.
“Se ganhasse esse dinheiro compraria algumas coisas que preciso, de cara, compraria a minha casa própria”, afirmou.
Já a aposentada Maria Lucia Rotiroti, não confia nem um pouco e não joga.
“Mas, se eu me visse com R$ 1,3 milhão inesperado em minha conta, eu, com toda certeza ajudaria meus filhos”, explicou.
Priscila M. Ribeiro, agente educacional em Rio Claro confia na loteria, mas não é assídua jogadora, mas diz que de vez em quando faz a sua fezinha.
“Se eu ganhasse um valor deste, eu compraria uma casa boa, carro e ajudaria meus pais e irmãos. E o restante eu investiria em algo que pudesse garantir o futuro de meus filhos”, comenta a agente educacional.
Professora do estado, Ana Lucia R. de Mello, também confia, mas não costuma jogar.
“Se um dia fizer um jogo e ganhar um valor desse eu pagaria dívidas e compraria um imóvel próprio. E, com certeza, investiria também em muitas viagens”, afirmou Ana Lucia.
José Roberto Sechi é artista plástico em Rio Claro, não joga com assiduidade e também não tem plena confiança no sistema.
“Caso venha a acontecer de ganhar, acredito que investiria uma boa parte em meu trabalho, que é aquilo que gosto de fazer. Investiria também em bens necessários e viajaria bastante”, diz Sechi

Sechi investiria em seu trabalho
Andreia não confia muito, mas faz a sua fezinha
Ana Lucia faria algumas viagens
Priscila investiria no futuro dos filhos

Na região, só Rio Claro teve

Das cinco maiores cidades da região, até o momento, apenas Rio Claro registrou morte provocada pelo vírus H1N1.

A cidade registrou até agora dois casos confirmados e que vieram a óbito e mais um que está em análise do Instituto Adolpho Lutz, cujo paciente continua internado em um hospital privado da cidade.
De acordo com informações da Assessoria de Imprensa do município, “a liberação das doses de vacina e os critérios para vacinação, inclusive a meta, são definidos pelo Ministério da Saúde que informou que a meta em Rio Claro é vacinar 42 mil pessoas dos grupos prioritários. Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, os grupos prioritários para vacinação contra a gripe, que está prevista para começar no próximo dia 23, são crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas (mulheres no período de até 45 dias após o parto), trabalhadores da Saúde, professores, indígenas e idosos com 60 anos ou mais, além de pessoas privadas de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não contagiosas”.
Consultando as quatro maiores cidades da região, Limeira, Araraquara, São Carlos e Piracicaba, constata-se, que a situação na região é muito tranquila, sendo que apenas aqui houve caso de morte, mesmo tendo registrado apenas três casos.

Araraquara
O SESA (Serviço Especial de Saúde de Araraquara) da Faculdade de Saúde Pública da USP naquela cidade afirma que apenas um caso suspeito foi registrado naquela cidade até o momento.
“Em Araraquara tivemos uma pessoa com suspeita de Influenza internada em fevereiro, mas não confirmamos o vírus influenza. Não temos suspeitos internados e não tem pessoas aguardando resultados e não tivemos óbitos”, respondeu Marta Inenami – Enfermeira Vig. Epidemiológica do SESA-Araraquara.
Como em todas as cidades a meta da Campanha de Influenza é vacinar 90% dos que tem critério para vacinação.

São Carlos
Na vizinha São Carlos, a Assessoria de Comunicação daquele município, informa que aconteceram até o momento nove notificações, sendo um homem e seis mulheres. Desses, sete casos, deram negativos para o vírus, enquanto dois suspeitos continuam internados aguardando resultados de exame.
A informação vinda da Assessoria de São Carlos é que a vacinação por lá será só pela campanha nacional dos Idosos.

Limeira
De acordo com informações da Assessoria de Imprensa de Limeira, nenhum caso de H1N1 foi registrado na cidade e nem há pacientes suspeitos de ter contraído o vírus.
Mesmo assim a campanha de vacinação contra a Influenza (gripe), promovida pela Prefeitura de Limeira, começa dia 23. Devem ser vacinadas crianças de seis meses a menores de cinco anos; idosos; gestantes em qualquer fase da gestação; puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias), trabalhadores da saúde; pessoas com doenças crônicas; pessoas privadas de liberdade; e jovens de até 21 anos que cumprem medidas socioeducativas.
O público alvo da campanha está estimado em 58 mil pessoas, sendo que a meta da Secretaria de Saúde é atingir 90% deste total.

Piracicaba
De acordo com mensagem enviada através da Assessoria de imprensa da cidade vizinha, apenas um caso de Influenza A H3 sazonal (evolui para cura), sem registro do H1N1 na cidade, até o momento.
Como toda cidade, a expectativa de vacinação é de 90% do público alvo.

Público alvo
Com início no dia 23/04, a campanha de vacinação orientada pelo Ministério da Saúde é que sejam vacinados 90% do público alvo que é definido como segue:
* Crianças entre seis meses e menores de cinco anos;
* Gestantes de qualquer idade gestacional;
* Puérperas (até 45 dias após o parto) se não vacinadas quando gestantes;
* Trabalhadores da saúde (todos os trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade);
* Indígenas;
* Pessoas com doenças crônicas – com apresentação de carta médica ou receita;
* Pessoas com 60 anos ou mais;
* Professores das escolas públicas e privadas (ensino básico e superior).

Médico de Rio Claro dá orientações sobre a doença

Apesar dos casos de morte em Rio Claro pelo vírus H1N1, o pneumologista Jair Verginio Junior afirma que a população não tem com que se preocupar com o resultado, pois não houve aumento nas taxas de mortalidade registradas pelos órgãos de controle de infecções causadas pelo H1N1 ou outras variações do influenza sazonal de uma forma geral.
Segundo o médico, as pessoas precisam ficar atentas aos sintomas que são muito parecidos com o da gripe comum, febre alta (geralmente acima dos 38,5), tosse, dores articulares, dores musculares, dores de cabeça, coriza, inapetência e em alguns casos vem associado com vômitos e diarreia. Mas muitos pacientes vão estar infectados e assintomáticos ou com sintomas leves.
O médico alerta sobre as formas de contágio: “A transmissão se dá na grande maioria de pessoa para pessoa por tosse, espirro ou contato com a mão em locais contaminados por gotículas e depois a colocar na boca ou nariz. Esta transmissão pode ocorrer por sete dias nos adultos e até 14 dias nas crianças e se inicia um dia antes da febre e tendem a ser mais frequentes nas escolas, creches e locais com aglomeração, por isto aumenta esta taxa de infecção durante o inverno. O período de incubação é em torno de 3 a 5 dias e o maior risco de contaminação é quando há sintomas, como a febre”.

O profisisonal acrescenta ainda que ao detectar situações como respiração rápida ou difícil, pele azulada, apatia, vômitos persistentes, se a pessoa não estiver se hidratando suficientemente, se houve melhora dos sintomas e eles retornam com tosse e febre, isso pode significar uma piora ou agravamento do quadro, portanto é importante procurar um médico. De acordo com o pneumologista, não existe um tratamento específico, este se baseia em controle dos sintomas, uma boa hidratação e alimentação, evitar lugares fechados ou com aglomeração de pessoas, uso quando possível de álcool gel e controle de doenças crônicas já existentes. “Pessoas com a imunidade reduzida, outras doenças ou uso de medicações ficam mais expostos.

Defesa entra com novo recurso no STF para que ex-presidente Lula deixe a prisão

André Richter – (Agência Brasil)

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou na sexta-feira com novo recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) para anular o mandado de prisão expedido pelo juiz federal Sérgio Moro. No recurso, os advogados pedem que Lula aguarde em liberdade o fim dos recursos da condenação na ação penal do tríplex do Guarujá (SP). Lula está preso desde o último sábado (7), na sede da Polícia Federal em Curitiba. Ele cumpre penade 12 anos e um mês de prisão, a que foi condenado pelo Tribunal Federal de Recursos da 4ª Regão (TRF4), por corrupção e lavagem de dinheiro. Este é o segundo recurso que a defesa do ex-presidente apresenta à Corte desde que Lula teve a prisão decretada, no dia 5 de abril.
No recurso, o advogado Sepúlveda Pertence, ministro aposentado do STF, sustenta que a decisão do TRF4 que autorizou o juiz Sérgio Moro a decretar a prisão de Lula é ilegal. Para Pertence, o tribunal extrapolou o que foi decidido na Corte quando do julgamento das ações que permitiram a prisão após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça. O ex-ministro do STF argumenta que o fim dos recursos na segunda instância só ocorre com a chegada dos recursos especial e extraordinário ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao STF. O ex-presidente Lula só poderia ter a pena executada após a admissão dos recursos especial e extraordinário para os dois tribunais.
A defesa do ex-presidente defendeu que o fim dos recursos na segunda instância da Justiça só termina após a decisão que admitir a remessa do recurso especial ao STJ. Dessa forma, pelo entendimento dos advogados, Lula não poderia ter sido preso por determinação de Sérgio Moro após a decisão do TRF4 que rejeitou os primeiros embargos contra a condenação. De acordo com o advogado Pertence, até que o recurso especial contra a condenação seja remetido ao STJ a condenação não pode ser executada.
“Quando se encerra a jurisdição ordinária? Ora, quando a decisão sobre a causa não estiver sob a jurisdição ordinária: ou seja, quando ela transitar em julgado, ou, havendo recurso especial ou extraordinário admitidos ou inadmitidos – nesta hipótese, em agravo, quando eles forem remetidos às Cortes Superiores”. O novo recurso será encaminhado ao ministro Edson Fachin, que negou o mesmo pedido anteriormente. Se a decisão for mantida, o caso deverá ser julgado pela Segunda Turma ou pelo plenário.

Cármen Lúcia marca para dia 2 de maio o julgamento de foro privilegiado

Felipe Pontes – (Agência Brasil)

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, marcou para quarta-feira, dia 2 de maio, o julgamento da ação que pode resultar na restrição do foro privilegiado. O julgamento foi iniciado em plenário, em novembro do ano passado, mas foi interrompido por pedido de vista do ministro Dias Toffoli, que devolveu o processo, no fim do mês passado, para inclusão na pauta.
Antes da interrupção do julgamento, oito integrantes da Corte manifestaram-se a favor de algum tipo de restrição na competência da Corte Suprema para julgar crimes praticados por deputados e senadores. No entanto, há divergências sobre a situação dos processos que já estão em andamento. De acordo com a maioria formada, deputados federais e senadores somente devem responder a processos no STF se o crime for praticado no exercício do mandato. No caso de delitos praticados antes do exercício do mandato, o parlamentar seria processado pela primeira instância da Justiça, como qualquer cidadão.
O voto condutor do julgamento foi proferido em junho do ano passado pelo relator, ministro Luís Roberto Barroso. De acordo com o ministro, os detentores de foro privilegiado, como deputados e senadores, somente devem responder a processos criminais no STF se os fatos imputados a eles ocorrerem durante o mandato. O caso concreto que está sendo julgado envolve a restrição de foro do atual prefeito de Cabo Frio (RJ), o ex-deputado federal Marcos da Rocha Mendes. Ele chegou a ser empossado como suplente do deputado cassado Eduardo Cunha (MDB-RJ), mas renunciou ao mandato parlamentar para assumir o cargo no município.

Grande público prestigia evento no Floridiana Tênis Clube

Na noite dessa sexta-feira (13), o Floridiana Tênis Clube recebeu grande público para prestigiar o comediante Eros Prado. Conhecido por sua participação no programa de televisão Pânico, Eros viaja o país levando risadas com seu espetáculo ‘Rir é o melhor remédio!’. E o que não faltou foram risos da plateia que se divertiu com mais uma atração do Clube, que vem fazendo a felicidade de sócios e visitantes.
Ainda neste domingo (15), o Floridiana realiza Almoço Caipira, a partir do meio dia, com uma deliciosa comida típica mineira e música ao vivo com a dupla Francisco e Fernando. Segundo a diretoria, o valor do almoço é R$ 33,90 por quilo.
Já para o próximo fim de semana, a música é o carro-chefe do Clube. Na sexta-feira (20), a tradicional Sexta Show recebe Everton Agus, a partir das 19h30, com o repertório sertanejo universitário, no Bar do Casarão. Para os sócios que quiserem levar convidados, é obrigatória a compra do convite no dia do evento, das 8 às 17 horas, na secretaria do clube; não será vendido convite na hora e não será permitido a entrada de não sócios sem convite.
Quem gosta de rock ‘n roll vai se divertir no sábado (21), a partir das 22 horas, com a imperdível Vitrola Night, que desta vez traz show com a banda These Days – Bon Jovi Cover, além da animação dos DJ’s William Mike e Luciano Cesar. Os ingressos já estão a venda na secretaria do clube, o primeiro lote custa R$ 25; segundo lote R$ 30. Mesas para não sócios R$ 150, já com quatro convites. Mesas para sócios R$80. Informações pelo: 9.9582-2995. Venha conhecer o Floridiana Tênis Clube!

Vítima de homicídio no Boa Vista tinha 44 anos

O homicídio registrado no Boa Vista, na noite de sexta-feira (13) vitimou Jeferson

Alexandre Denadai de 44 anos. Segundo informações o homem foi morto por vários tiros que atingiram a cabeça, tórax, pescoço e braço. O corpo foi liberado do IML na manhã deste sábado (14) com sepultamento no período da tarde, no cemitério São João Batista.

No ano passado três homicídios foram registrados no mesmo bairro: Diego Henrique dos Santos, de 29 anos, morto a tiros; Leonardo D. O. Lopes, de 18 anos, morto a tiros; Luciano Ferreira, de 36 anos, morto a tiros.


Polícia Militar prende indivíduos
por tentativa de estelionato

Os acusados tentavam fazer uma transferência bancária

Segundos as informações do Boletim de Ocorrência, uma mulher e um homem estariam em uma agência bancária tentando praticar o crime. Os dois foram abordados e com a mulher a PM encontrou um celular produto de furto no dia 05/02.
A gerente do banco informou que o casal havia solicitado um código para habilitação de celular para realizar uma transferência bancária no valor de 280.000 da conta de um cliente para a conta de um terceiro. Com as informações os policiais foram até a casa da vítima que afirmou desconhecer a operação bancária.
Outros dois indivíduos estavam em um veículo com placas de São Paulo aguardando os comparsas. Todos os suspeitos que eram da capital, foram detidos por tentativa de estelionato, furto, extorsão e receptação. Carro e celular apreendidos.


Homem tenta fugir mas acaba preso
por receptação e tráfico de drogas

Em patrulhamento pelo bairro São Jorge policiais militares se depararam com um motociclista que ao receber voz de parada, empreendeu fuga por várias ruas, sendo que pela Rua 11 x Av M59 – Flores o indivíduo caiu da motocicleta e tentou fugir a pé, mas acabou detido. Com ele foram localizados 33 eppendorfs de cocaina e 15 pedras de crack. Consultado via COPOM foi constatado que a motocicleta se tratava do produto de furto.

Na véspera do 30º dia da morte de Marielle, Anistia cobra solução do crime

A organização Anistia Internacional cobrou na sexta-feira (13) prioridade do Estado brasileiro na solução do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. A execução deles completou um mês no domingo (14), quando oorreram diversos protestos na cidade do Rio de Janeiro. Outras cidades também realizaram manifestações. Em comunicado emitido pela organização e em entrevista coletiva à imprensa internacional, em Lisboa, a entidade exigiu que as autoridades acelerem a investigação com recursos humanos e financeiros disponíveis, de maneira completa, imparcial e independente, sob risco de o país assistir novas execuções de ativistas.
“A gente quer saber: quem matou e quem mandou matar. Não aceitamos que se pegue só o braço armado dessa operação. Queremos saber quais interesses, quais as razões e por quê. Queremos que todos sejam processados na forma da lei, queremos que isso cesse”, disse a diretora da Anistia no Brasil, Jurema Werneck, em Lisboa. Ela afirmou que o país é o que mais mata defensores de direitos humanos e a impunidade aumenta os riscos. Em 2017, foram 58 mortos.
O crime contra a vereadora, além de afrontar a intervenção federal, que estava prestes a completar um mês no dia do assassinato, passa um recado claro, avalia Jurema Werneck: “Quiseram nos dizer que a vida de quem luta por direitos não vale nada. [Os assassinos] estão dizendo para o Brasil e ao mundo que eles dão a última palavra”, com intenção de gerar medo e insegurança, completou. Por isso, cada dia sem respostas, segundo Jurema, aumenta os riscos e ameaças aos ativistas, explicou.
Uma das vereadoras mais bem votadas na cidade do Rio, em 2016, Marielle Franco tinha reconhecida atuação em defesa dos direitos das mulheres negras, em particular, da população LGBTI, e por denunciar abusos da polícia, assim como execuções praticadas por grupos paramilitares. Oriunda da favela da Maré, na zona norte do Rio, conhecia a realidade de guerra às drogas imposta pela atual política de segurança, que vitima mais jovens negros, com a morte ou o encarceramento. Socióloga e mestre em administração pública, ela tinha 38 anos e deixa a esposa e uma filha.
Nesta semana, o ministro interino da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, afirmou que a investigação “está avançando, mas essas informações estão todas restritas à polícia que está fazendo a investigação”. As primeiras pistas foram imagens das câmeras de segurança espalhadas pelo trajeto percorrido por Marielle e Anderson até a rua onde foram mortos, mas exatamente no local há um “ponto cego” das câmeras, que não gravaram o momento do assassinato. A polícia chegou a apreender um carro em Ubá (MG) que poderia ter sido usado no crime, o que depois foi descartado.
Integrante do Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH) e da organização Justiça Global, Sandra Carvalho, diz que há indícios de que as balas do mesmo lote já teriam sido utilizadas em chacinas e outras situações criminosas anteriores ao caso de Marielle. “Isso requer uma situação muito rigorosa também, porque pode ser um elemento muito importante para desvendar esse crime e vincular com outros, podendo até levar a uma teia criminosa que possa estar articulada.”
O Sistema das Nações Unidas no Brasil (ONU Brasil) emitiu nota em que espera “rigor na investigação do caso e breve elucidação dos fatos pelas autoridades, aguardando a responsabilização da autoria do crime”, posicionamento seguido por outras organizações nacionais e internacionais de direitos humanos.

Rio de Janeiro – O ato Luzes para Marielle e Anderson reúne pessoas segurando velas e lanternas em memória de ambos (Vladimir Platonow/Agência Brasil)

Alerta: 10 milhões ainda precisam se vacinar contra Febre Amarela

O Ministério da Saúde reforça a importância da população procurar os postos de vacinação nas novas áreas de risco de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia. De acordo com o boletim epidemiológico publicado na quarta-feira (11), que traz as informações enviadas pelos gestores locais os três estados ainda estão com a cobertura bem abaixo da meta, que é 95%. A cobertura da campanha em curso no Rio de Janeiro está com 40,9%, a Bahia está com 55% e São Paulo com 52,4% da população-alvo vacinada. A vacina está disponível nos postos de saúde. O período de alta da doença segue até maio. Ao todo, a campanha nesses estados busca imunizar 23,8 milhões de pessoas.

Os dados referem-se às 77 cidades que fizeram parte da campanha com estratégia de fracionamento e a ampliação para mais 52 municípios de São Paulo. Esses municípios devem continuar vacinando a população com a dose fracionada, que garante a mesma proteção da dose padrão, e ampliar a cobertura vacinal para prevenir novos casos da febre amarela no país.

Como a vacinação continua sendo ferramenta mais importante para prevenir surgimento de casos no próximo verão, todo o território brasileiro será área de recomendação para vacinação contra a febre amarela. A ampliação foi anunciada pelo Ministério da Saúde em março deste ano. Será feita de forma gradual e concluída até abril de 2019. A medida é preventiva e tem como objetivo antecipar a proteção contra a doença para toda população, em caso de um aumento na área de circulação do vírus. Atualmente, alguns estados do Nordeste e parte do Sul e Sudeste não fazem parte das áreas de recomendação de vacina.

CASOS
Desde o dia 1º de julho de 2017 até 10 de abril, o Ministério da Saúde registrou 1.127 casos confirmados de febre amarela. No total, foram 5.052 casos notificados, sendo 2.806 já descartados e 1.119 continuam em investigação. No ano passado, considerando o mesmo período de monitoramento (julho/2016 a 10 de abril/2017) eram 712 casos e 228 óbitos confirmados. Os informes de febre amarela seguem, desde o ano passado, a sazonalidade da doença, que acontece, em sua maioria, no verão. Dessa forma, o período para a análise considera de 1º de julho a 30 de junho de cada ano.

A vacina é a única proteção contra a doença. O Ministério da Saúde chama a população para se proteger contra a febre amarela indo aos postos de vacinação e garantir a sua imunização.

Embora os casos do atual período de monitoramento tenham sido superiores à sazonalidade passada, o vírus da febre amarela hoje circula em regiões metropolitanas do país com maior contingente populacional, atingindo 35,6 milhões de pessoas que moram, inclusive, em áreas que nunca tiveram recomendação de vacina. Na sazonalidade passada, por exemplo, o surto atingiu uma população de 11,2 milhões de pessoas.

Isso explica a incidência da doença neste período ser menor que no período passado. No período de monitoramento 2017/2018, até 10 de abril, foi de 3,0 casos para 100 mil/habitantes. Já na sazonalidade passada, 2016/2017, a incidência foi de 6,2/100 mil habitantes, no mesmo período.

Daae faz reparo em adutora na Avenida Castelo Branco

O Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae) de Rio Claro informou no sábado, dia 14, que a adutora de 200 milímetros que abastece o reservatório da Avenida Castelo Branco, no bairro Jardim São Paulo se rompeu próximo a base do reservatório. O vazamento foi detectado no sistema por volta das 5h30 da manhã do sábado (14) e desde estão, uma equipe de reparo da autarquia esteve no local realizando os trabalhos necessários para sanar o problema. Em razão deste acontecimento, pode ter ocorrido baixa pressão ou interrupção temporária no fornecimento de água nos bairros Novo Wenzel, Bonsucesso, Bom Retiro e Club Home.
A previsão inicial de conclusão dos serviços era para o início da tarde do sábado, com normalização da pressão e abastecimento de água na região até o final da tarde. Nesse período, a autarquia orienta que os consumidores redobrem a atenção ao uso racional da água, principalmente nos imóveis que não possuem reservatório (caixa d’água), cuja instalação é obrigatória, como determina o Código Sanitário Estadual, Decreto nº 12342/78, em seu artigo 10º. Mais informações podem ser obtidas pela central de atendimento do Daae, no telefone 0800-505-5200.

Espaço Mais Saúde já fez 8 mil atendimentos e zerou três filas

Com mais de oito mil pacientes atendidos, o Espaço Mais Saúde da prefeitura de Rio Claro completou seis meses de funcionamento. Neste período, foram zeradas filas para exames vasculares e consultas com otorrino e ortopedista. Alguns pacientes, como Sislene de Andrade Rosa da Silva, estavam aguardando há muito tempo por atendimento. “Foram sete anos esperando pela cirurgia vascular”, relembra. Agendada para o Mais Saúde, Sislene passou pelos dois procedimentos cirúrgicos necessários, em dezembro e janeiro. “Fui muito bem atendida, os profissionais foram atenciosos e estou muito satisfeita”, destaca.
O complexo médico-hospitalar entrou em atividade no dia 20 de setembro, como uma iniciativa inédita no interior do estado de São Paulo, para realização de consultas, exames e cirurgias de média e baixa complexidades em 18 especialidades. Nesse período, tem sido essencial para o município reduzir filas de espera no SUS. “O desafio é grande, mas os resultados até aqui nos entusiasmam a continuar lutando pela saúde e tratando o setor como prioridade em nosso governo”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.
Nos casos das filas já zeradas, como os exames vasculares (com 730 atendimentos até agora), e as consultas com otorrino (533) e com ortopedista (750), o atendimento no Espaço Mais Saúde continua para a demanda de pacientes do mês, sem mais longas esperas para o agendamento. No início de março o serviço também iniciou atendimento para exames de mama, com atendimento até agora de 373 mulheres.
“Além da diminuição das filas de espera, nossos esforços são para o atendimento de qualidade e um alto padrão de acolhimento”, explica o secretário de Saúde, Djair Francisco, informando que os pacientes do complexo médico-hospitalar são chamados por telefone pela Central de Regulação do SUS em Rio Claro, sob a supervisão da Secretaria Municipal de Saúde.

Vem aí o Máster 5.0!

A nona edição do Campeonato de Futebol Master 5.0 vem aí! De acordo com informações obtidas pela reportagem do Diário Esportes, o evento esportivo coordenado pelo futebolista Luiz Fernando Moreira e organizado pela Prefeitura de Rio Claro por intermédio da Secretaria de Esportes e Turismo [Setur] – cujo titular da pasta é Ronald Teixeira Penteado – tem início no próximo dia 5! A emoção nas quatro linhas promete tomar conta das torcidas dos treze time que integram a temporada 2018!

Com exclusividade à reportagem esportiva do Centenário, Moreira expôs que está muito satisfeito com andamento dos preparativos e ansioso para o início do certame. “Mais uma vez estamos coordenando o Máster realizado pela Setur e o que posso dizer é que fico extremamente feliz por ser uma das peças no tabuleiro que atua para que a atividade siga acontecendo a quase uma década”.

Confira AQUI no Número 1, os enfrentamentos da primeira rodada que acontecem no dia 5 de maio, às 15h45: no Distrital do EC Vasco da Gama, EC Vasco da Gama X CA Juventus; no Campo de Itapé, Itirapina FC X Mata Negra FC; Distrital do Cidade Nova FC, Cidade Nova FC X Unidos do ipiranga FC; no Distrital do Juventude FC, Juventude FC X CA Juventus/Cordeirópolis; no Distrital da Lagoa Seca do Cervezão, Cruzeiro EC X A saltense; e por fim, no Campo do Clube Águas do Rio Claro, AA Bonsucesso X Grêmio Bela Vista FC. A folga é do IX de Julho FC.

Embaixador Corintiano recebe Moção da Câmara

A Embaixada Corinthiana de Rio Claro – que tem como Embaixador Marco Antônio Santanna e Presidente Bruninho Guimarães – comemora no mês de abril dez anos da Campanha de Doação de Sangue! Em forma de reconhecimento ao gesto encabeçado por Santanna a uma década, a Câmara de Vereadores de Rio Claro, através de iniciativa do vereador Adriano La Torre (PP), concede na próxima segunda-feira (16) ao corintiano parceiro e amigo do Diário Esportes uma Moção de Aplausos!

Acerca do fato, Santanna expôs com exclusividade ao Centenário que o gesto de La Torre e demais membros da Casa de Leis da Cidade Azul reforça a importância da conscientização. “Ser um doador de sangue faz bem a todos e, a cada edição, tenho conseguido conquistar novos participantes, o que faz com que fiquemos satisfeitos, pois torcedores de outros times também comparecem e reiteram através de suas atitudes a finalidade única de ajudar a Salvar Vidas, independentemente de cor, raça, credo religioso ou time de futebol. Estou feliz com a Moção.”

Importante ressaltar que a Sede da Embaixada fica situada na Rua M-19, número 353, próximo ao Mercado da Dona Rute, no Grande Cervezão, e que os corintianos que por algum motivo não podem acompanhar os jogos do Sport Club Corinthians Paulista ‘in loco’, durante os enfrentamentos do Campeonato Brasileiro de Futebol – evento esportivo promovido pela Confederação Brasileira de Futebol [CBF] – que tem a primeira rodada neste fim de semana, pode assistir aos enfrentamentos na Embaixada em um Super Telão!