Elektro realiza simulado de Acidente e resgate na Rede Elétrica

Na manhã de ontem (13 de dezembro), a Elektro de Rio Claro, em parceira com o Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), realizaram um simulado de acidentes e resgates com a população e a rede elétrica. A iniciativa, aconteceu em uma obra real, busca alertar as pessoas com relação aos perigos da rede, como interagir com os órgãos de resgate e alguns métodos de socorro. E reforçar os procedimentos operativos dos eletricistas da distribuidora em casos de acidentes.

Segundo André Fernandes (Analista Institucional da Elektro em Rio Claro) o principal objetivo deste simulado é compartilhar com a população a questão da segurança, entre uma Construção Civil e a Rede de energia trazendo alguns exemplos que hoje acontece com vergalhões de ferro, antenistas e andaimes. O simulado também serve para medir o processo como um todo desde o acionamento através do 0800 com a Companhia, o atendimento, o centro de operações que fez o despacho para uma equipe de serviço até a conclusão final. O SAMU e os Bombeiros também aproveitam para medir o processo deles, enfatizou André.

“Por meio desse evento, queremos estreitar nosso relacionamento com a população, buscando alertar os riscos junto a rede elétrica principalmente em obras de construção civil”, finaliza Diego Nunes, supervisor da base operacional de Rio Claro.

Todo o cronograma das atividades foi acompanhado por membros da Brigada de Incêndio e da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) da empresa, reforçando o cuidado com a segurança.

Para a segurança de todos o principal numa ação dessas é aguardar a equipe da Elektro para checar se ainda existe corrente elétrica
Para a segurança de todos o principal numa ação dessas é aguardar a equipe da Elektro para checar se ainda existe corrente elétrica
O acidente foi simulado numa laje o qual exigiu um aparato todo especial do Corpo de Bombeiros
O acidente foi simulado numa laje o qual exigiu um aparato todo especial do Corpo de Bombeiros

elektro (69)

Escolas de Rio Claro terão cisternas para economizar água

Educação e preservação ambiental ganham novo destaque em Rio Claro com a instalação de cisternas em 29 unidades da rede municipal de ensino. A primeira será entregue sexta-feira (15) na escola Antonio Sebastião da Silva, no Parque das Indústrias, evento marcado para 9 horas. A iniciativa é trabalho conjunto da prefeitura e Instituto Carlos Roberto Hansen, vinculado à empresa Tigre, e faz parte do projeto Abrace Uma Escola. “Com mais essa parceria levamos benefícios à população e damos exemplo prático de respeito à natureza”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria
As cisternas são reservatórios de águas de chuva que, nas escolas municipais de Rio Claro, serão reutilizadas para limpeza, jardinagem e atividades similares. “Terão tamanhos variados, de acordo com o espaço de cada escola”, explica o secretário municipal de Governo, Desenvolvimento Econômico e Planejamento, Gilberto Brina. Na Antonio Sebastião o reservatório será para mil litros; em outras, a capacidade poderá chegar a cinco mil litros.
De acordo com a diretora substituta da escola, Anelise da Silva Carbinatto, além da economia de água o projeto terá desdobramentos pedagógicos. “Estamos incluindo essa ação no plano de trabalho com os alunos”, informa, destacando que a iniciativa ajuda a formar cidadãos conscientes. A unidade de ensino do Parque das Indústrias atende estudantes do primeiro ao quinto ano, faixa etária de sete a 10 anos.
O diretor municipal de Inovação Tecnológica, Antonio Pássaro, esclarece que a ideia é que as cisternas sejam instaladas nas demais 28 escolas ao longo do primeiro semestre do ano que vem. “Os reservatórios, que são de PVC, estão sendo doados pelo Instituto Carlos Alberto Hansen e Tigre”, explica.ESCOLAS DE RIO CLARO TERÃO (2)
Desde o início deste ano a prefeitura vem intensificando as ações voltadas ao meio ambiente e à educação ambiental. Exemplo é a nascente modelo que entrou em operação no mês de julho na Vila Cristina. É uma antiga casa de bomba de captação de água desativada na década de 50 e que agora recebe visitas monitoradas de estudantes, que aprendem sobre o contexto da nascente e a importância de sua preservação. A nascente modelo envolve Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae), Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Secretaria da Educação.

RC lança projeto de arborização de praças e escolas com árvores frutíferas

A prefeitura de Rio Claro inicia na quinta-feira (14) mais uma ação ambiental na cidade. O projeto “Plantando Ideias” será lançado às 9 horas na Escola Municipal Agrícola “Eng. Rubens Foot Guimarães”, localizada na estrada Rio Claro-Ajapi. A proposta prevê o plantio de árvores frutíferas em áreas públicas do município, a partir de parceria entre a Estância das Frutas e a prefeitura, por meio das secretarias da Educação, Meio Ambiente e Obras. O projeto terá custo zero para a prefeitura.
“A ação tem caráter pedagógico porque irá envolver os alunos em todas as fases de produção das frutas, ampliando conhecimentos e desenvolvendo consciência ambiental”, observa Mônica Christofoletti, secretária interina da Educação.
O diretor da escola agrícola, Carlos Alberto de Goes Junior, explica que na quinta-feira (14) serão plantadas 80 mudas de diversas espécies de frutas exóticas doadas pela Estância das Frutas, de propriedade do médico Sérgio Sartori. As mudas serão plantadas em sacos plásticos e, após atingirem tamanho e enraizamento adequados, serão transferidas aos locais definitivos. “Serão plantadas em praças e em outras escolas municipais”, informa Goes.
O plantio e os cuidados com as plantas serão realizados pelos alunos com orientação de Sérgio Sartori. A escola também irá cultivar um pomar de árvores frutíferas cuja produção será destinada para o consumo dos alunos. “O pomar também será fonte de conhecimento para outros estudantes da rede municipal de ensino que poderão visitá-lo para conhecer e experimentar as frutas”, afirma. Para o diretor, o projeto permitirá ampliar o leque de conhecimento dos alunos sobre fruticultura, revitalizar espaços e criar novas mudas de árvores reforçando a proposta de ensino técnico-agrícola da escola.
O projeto “Plantando Ideias” conta com apoio do vereador Adriano La Torre que, junto com Sartori, apresentou a ideia à prefeitura. De acordo com ele, “esse tipo de ação deve ser desenvolvida na rede pública de ensino para que o município possa trabalhar com os alunos a responsabilidade do plantio como forma de preservação do meio ambiente”.

Alunos do Presença Esperança Amizade e Vida aprendem libras

Com apresentação musical de Noite Feliz em linguagem de sinais (libras), os alunos do Projeto Presença Esperança Amizade e Vida, vinculado à Secretaria da Educação de Rio Claro, receberam na quarta-feira (13) a visita do prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.
“A educação é o melhor caminho para se construir uma sociedade melhor e, a partir de projetos como este, os pais podem trabalhar mais tranquilos por saberem que os filhos estão seguros, brincando e aprendendo”, ressalta o prefeito Juninho.
Cerca de 50 crianças de seis a 11 anos são atendidas no projeto, participando de várias atividades em período contra escolar. “Artesanato, brincadeiras e atividades educativas diversas são desenvolvidas com os alunos”, observa Arlene Batagello, diretora do Amizade e Vida.ALUNOS DO PRESENÇA ESPERANÇA AMIZADE E VIDA (1)
Este ano, a partir da necessidade de comunicação das crianças com colega que possui deficiência auditiva, aulas de libras passaram a ser ministradas para alunos e equipe técnica do projeto. “Trabalhamos a inclusão e hoje a motivação, especialmente deste aluno com deficiência auditiva, é outra”, explica a diretora.
Atualmente o projeto conta com monitor intérprete da linguagem de sinais e os demais profissionais que atuam no local têm noções de libras. “Foi necessário muito empenho e dedicação de todos e certamente o trabalho teve resultados, não só pedagógicos, mas principalmente no relacionamento humano”, finaliza a diretora.
Estruturas física e profissional são disponibilizadas pela prefeitura para a manutenção do Projeto Presença Esperança, que além do Amizade e Vida, que atende no bairro São João, conta ainda com os núcleos Espírito Santo, Brincando e Aprendendo, Sol Nascente, São José e Casa das Crianças. Há ainda atividades do projeto nas escolas Ângela Monaco Perin Aily e João Batista Maule.

Inscrição para vestibular de faculdade à distância termina no dia 5 de janeiro

Nova escola de ensino superior em Rio Claro, a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp) está com inscrições abertas até o dia cinco de janeiro, no endereço www.vunesp.com.br/uvsp1703, para o vestibular 2018. A taxa custa R$ 47,88 e as provas serão realizadas dia 21 de janeiro no colégio Koelle. Os cursos são gratuitos e as aulas começam em março.
“É mais uma parceria do município com o governo do estado trazendo grandes benefícios à população”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, destacando o empenho do vice-governador Márcio França para que a Univesp tivesse cursos em Rio Claro. Juninho lembra que a universidade virtual, além de gratuita, é opção de ensino com qualidade, já que se trata de instituição credenciada pelo Conselho Estadual de Educação e pelo Ministério da Educação (MEC).
A Univesp é uma faculdade pública com aulas pela internet e atividades presenciais. A prefeitura de Rio Claro está analisando locais onde ficará o polo físico da universidade. Uma das opções de espaço físico em estudo são as instalações da antiga Unesp no bairro Santana, onde o prefeito Juninho e os secretários municipais Gilberto Brina (Governo) e Paulo Roberto de Lima (Obras), e o diretor municipal Antonio Pássaro (Inovação Tecnológica),  estiveram na manhã de quarta-feira (13).
No total a Universidade Virtual oferece 150 vagas no município. São 50 para curso de engenharia da computação, 50 para engenharia de produção e 50 para pedagogia.
“As aulas online dinamizam o processo de ensino”, comenta o secretário municipal de Governo, Desenvolvimento Econômico e Planejamento, Gilberto Brina, destacando que na Univesp os alunos recebem todo o suporte acadêmico e têm contato direto com os profissionais da universidade inclusive nas atividades presenciais noturnas realizadas a cada 15 dias. Nos polos físicos, que contam com equipamentos e computadores, são feitos trabalhos orientados por tutores, provas e discussões em grupo.
Além das inscrições, o endereço www.vunesp.com.br/uvsp1703  disponibiliza o manual do candidato. Outras informações podem ser obtidas pelo Disque Vunesp, (11) 3874-6300.
Criada em 2012, a Univesp é uma universidade pública voltada à Educação à Distância mantida pelo governo estadual, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Educação. A universidade desenvolve cursos em plataforma online onde são ministradas videoaulas, disponibilizado material didático e bibliografias das disciplinas, e feito acompanhamento dos tutores.

Prefeitura estuda implantação da Atividade Delegada em Rio Claro 

A prefeitura de Rio Claro poderá implantar a Atividade Delegada no município. Projeto de lei sobre o assunto será encaminhado em breve à Câmara Municipal para análise e votação dos vereadores. O assunto foi discutido em reunião nessa quarta-feira (13) no paço municipal. Criada em 2009, a Atividade Delegada é um convênio entre o governo do estado e os municípios que permite a utilização de policiais militares, em dias de folga, no policiamento ostensivo e no apoio às atividades de fiscalização realizadas pelas prefeituras. Para firmar o convênio, o município precisa aprovar lei que cria a gratificação por desempenho a policiais militares que prestarem serviços à prefeitura. Em Rio Claro, os guardas municipais também vão poder participar da Atividade Delegada.
“O projeto está sendo elaborado observando os critérios jurídicos e será enviado à Câmara o mais rápido possível. Esperamos contar com apoio dos vereadores na aprovação da proposta”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, destacando que a implantação da Atividade Delegada será mais uma ação conjunta das forças policiais do município em benefício da comunidade. “Essa união de forças permitiu que Rio Claro reduzisse os índices de criminalidade em menos de um ano de trabalho”, observa.
O vice-prefeito e secretário de Segurança, Marco Antonio Bellagamba, lembra que o aumento dos efetivos da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal é uma reivindicação antiga que depende de critérios técnicos para ser atendida. Segundo ele, a Atividade Delegada supre a deficiência do efetivo policial em momentos certos e com maior efetividade. “A Polícia Militar e a Guarda Municipal estarão nas ruas de maneira ostensiva, visível e acessível nos momentos em que a população mais precisa”, avalia.
Para o tenente-coronel Márcio Silveira Franco, comandante do 37º BPMI, a Atividade Delegada será benéfica para a PM, policiais e município. “O policial terá seus direitos legais garantidos e a prefeitura poderá utilizar os homens de acordo com a necessidade e a verba disponível”, explica Silveira, acrescentando ainda que o pagamento dos policiais será feito pelo município diretamente ao PM, sem intervenção da corporação.
“A Atividade Delegada irá facilitar o nosso trabalho, principalmente em atividades que demandam maior efetivo”, pontuou o comandante da Guarda Municipal, Luís Fernando de Godoy. Para o capitão Marcos Paulo Barreto, comandante da 1ª Cia. da Polícia Militar, a Atividade Delegada irá aumentar o número de policiais e guardas nas ruas gerando maior eficiência nos serviços. “Quem mais ganha é a comunidade”, afirma.
O projeto Atividade Delegada conta com apoio dos vereadores Rogério Guedes e Ruggero Seron, que são ex-policiais e estão acompanhando a proposta desde o início das discussões. “Através da Atividade Delegada o município delega aos policiais poder de fiscalização, já que hoje eles não podem exercer essa função”, explica Guedes. Para Seron, a medida é uma maneira prática de colocar mais agentes de segurança nas ruas. “Gostaríamos de dobrar o efetivo da PM e da GCM, mas como isso não é possível no momento, estamos buscando meios de reforçar a segurança”, assinala.
Também participaram da reunião no paço municipal o secretário de Governo, Desenvolvimento Econômico e Planejamento, Gilberto Brina, e o diretor de Fiscalização da prefeitura, Ricardo Capeletti.

Empresas têm até dia 29 para fazer recadastramento do ISS

As empresas que possuem inscrição no cadastro mobiliário da prefeitura de Rio Claro devem fazer o recadastramento 2017 relativo ao ISSQN.
O recadastramento começou em outubro e prossegue até 29 de dezembro. O procedimento é um dos itens necessários para que as empresas se mantenham regularizadas e com as informações em dia com o poder público municipal.
Para se recadastrarem, as empresas (pessoas jurídicas) devem entrar no site da prefeitura de Rio Claro, no endereço www.rioclaro.sp.gov.br. Há um link específico na página de abertura do site para o recadastramento.
Trabalhadores autônomos que não possuem estabelecimento com portas abertas ao público e microempreendedores (MEIs) não precisam fazer o recadastramento do ISSQN 2017 da prefeitura de Rio Claro.

Aos 74 anos, aluno de judô da Setur é inspiração para mais jovens

Na última sexta-feira (8) 137 alunos da Secretaria Municipal de Esportes e Turismo (Setur) participaram de solenidade para troca de faixa no judô, no Ginásio de Esportes Felipe Karam. O destaque ficou por conta da homenagem feita ao aluno de 74 anos, o aposentado Joel Carlos Miotto. A cerimônia contou com a presença do prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, do titular da Setur, Ronald Penteado, vereadores Júlio Lopes e Geraldo Voluntário, e também do chefe de gabinete Ricardo Naitzke.
A solenidade para troca de faixa contou com a participação de 112 alunos do Pólo Mubarac, alunos do professor Rodolfo Mathias, e 25 alunos do Pólo Sest/Senat, da professora Patrícia Baumgartner Diniz.
Durante a cerimônia, o prefeito Juninho destacou a importância do trabalho de fortalecimento das categorias de base. “A descentralização das atividades esportivas, uma das prioridades do nosso programa de governo, tem como objetivo fortalecer a base local e desta forma contribuir na formação de crianças e jovens, estimulando as práticas esportivas”, explicou Juninho.
O aposentado homenageado, Joel Carlos Miotto, é um dos alunos do professor Rodolfo Mathias, do pólo Mubarac. Na juventude, Miotto já praticou o esporte, que foi retomado há dois anos.
Para Ronald Penteado a justa homenagem mostra que não há idade para a prática esportiva. “O senhor Miotto é um exemplo a ser seguido, pois demonstra que força de vontade é fundamental independente da idade”, diz Ronald, parabenizando todos os alunos pela troca de faixa.
“Me sinto feliz em saber que sou um bom exemplo para os mais novos. E eles devem lembrar que a felicidade não está apenas na vitória. Pode estar também na jornada e na vontade de progredir”, observa Miotto.
Para o professor Mathias a prática de atividade física é fundamental em qualquer idade. “O judô é uma atividade que atende alunos de todas as idades, o que importa é a determinação e o senhor Miotto é um exemplo a ser seguido”, diz.
Atualmente o judô da Setur possui cerca de 180 alunos matriculados, com idades entre cinco e 74 anos, atendidos nos pólos Uadi Mubarac e Sest/Senat.
Mathias destaca que, no mês de outubro, em cerimônia organizada pela Federação Paulista de Judô, quatro alunos da Setur receberam graduação faixa preta. “São alunos da Setur desde os sete anos e que já participam de competições. É uma certificação muito importante, pois são anos de estudos”, diz o professor que, na mesma cerimônia recebeu o certificado de 5º dan, uma das graduações dentro da faixa preta.
Os interessados em participar das aulas gratuitas oferecidas pela Setur podem obter mais informações no setor de matrículas, nos números 3533-5422 e 3533-5433.

Com gols de Cristiano Ronaldo e Gerard Bale,

ambos no segundo tempo, o Real Madrid venceu o Al Jazira, dos Emirados Árabes Unidos, de virada por 2 a 1. O gol da equipe árabe foi marcado no primeiro tempo pelo brasileiro Romarinho, ex-Corinthians.
Com a vitória, o Real Madrid, atual campeão da Liga dos Campeões da Europa e Mundial Interclubes, classificou-se para a final da competição, que será disputada no próximo sábado, às 15h (horário de Brasília), em Abu Dabi, contra o Grêmio. O campeão da Libertadores venceu o mexicano Pachuca, na prorrogação, por 1 a 0.
Pentacampeão e maior vencedor da competição, o Real Madrid busca o segundo título seguido do Mundial de Clubes. Já o time do técnico Renato Gaúcho tentará o bicampeonato. Também no sábado, Al Jazira e Pachuca decidem o terceiro lugar.
Palmeiras anunciou o substituto de Alberto Valentim, que deixou o clube após o término do Brasileirão. Trata-se de Andrey Lopes, o “Cebola”, de 44 anos, que será o auxiliar-técnico de Roger Machado. Para quem não se lembra, ele foi auxiliar de Dunga na Seleção Brasileira de 2014 a 2016. Trabalhou também no Grêmio e no Internacional/RS.
A Next Academy, empresa que tem como sócio o volante Felipe Melo, do Palmeiras, assumiu a gestão do Palm Beach Suns FC, dos Estados Unidos. O objetivo é levar mais brasileiros para a Major League Soccer (MLS), principal divisão do futebol norte-americano.
Corinthians e Nike renovaram contrato até 2029. O presidente do Corinthians Roberto de Andrade, que deixará o cargo daqui a dois meses, comemorou o acerto com a empresa norte-americana que fornece material esportivo para o clube. A informação foi publicada no site Uol. A Nike teria pago R$ 25 milhões em luvas pelo novo acordo.
O Corinthians também confirmou a renovação de contrato com a Minds Idiomas, que ocupará apenas uma manga da camisa. Além disso, continuará com suas placas de publicidade no CT Joaquim Grava. O acordo é válido até o fim de 2018.
Corinthians busca agora renovar contratos com outros patrocinadores e fechar com um máster. Durante os últimos jogos do Brasileirão, a Cia. do Terno estampou o principal espaço da camisa alvinegra, mas o acordo era válido apenas até o fim deste ano.
Ontem completou cinco anos que o São Paulo não conquista um título expressivo. Quem sabe agora com Raí no comando do departamento de futebol essa história pode mudar.
Resultados dos times brasileiros nas semifinais do Mundial de Clubes da Fifa: São Paulo 3 x 2 Al Ittihad/ARA (2005), Internacional/RS 2 x 1 Al-Ahly/EGI (2006), Mazembe/RDC 2 x 0 Internacional/RS (2010), Santos 3 x 1 Kashiwa Reysol/JAP (2011), Corinthians 1 x 0 Al-Ahly/EGI (2012), Raja Casablanca/MAR 3 x 1 Atlético-MG (2013) e Grêmio 1 x 0 Pachuca/MEX (2017).
Em entrevista coletiva nos Emirados Árabes, o lateral-esquerdo Marcelo ironizou a frase dita por Renato Gaúcho, afirmando que ele é melhor que Cristiano Ronaldo. O brasileiro elogiou o treinador, mas completou dizendo: “falar o que, né?”.
O Mineirão é candidato a receber a final da Taça Libertadores. De acordo com a Conmebol, ela será decidida em jogo único nos próximos anos. Segundo a Revista Placar, a gerente de Relações Institucionais do estádio, Ludmila Ximenes, e o presidente da Federação Mineira de Futebol, Castellar Guimarães Neto, apresentaram a candidatura ao presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, em Assunção, no Paraguai.
A Inter de Limeira apresentará todos os seus projetos para 2018 em evento marcado para as 14h, na prefeitura. Um deles é a revitalização da fachada do estádio Major José Levy Sobrinho. Sonho antigo da diretoria leonina, a nova fachada do Limeirão trará um visual mais moderno e possibilitará ao clube a comercialização de espaços direcionados à publicidade.
Haverá ainda uma homenagem do prefeito Mário Botion ao elenco vice-campeão da Copa Paulista. Estão confirmadas as presenças do técnico João Vallim, representando a comissão técnica da Inter de Limeira, o goleiro Rafael Pin e o zagueiro Balardin, representando os atletas.
Triste a notícia do falecimento de Patola, um dos grandes ídolos da torcida velista. Era um meia-esquerda simplesmente espetacular, que fazia o Benitão tremer. Era adorado pelos torcedores por sua entrega em campo. Só que não teve a chance de defender um grande clube brasileiro, como por exemplo seu companheiro Jairo. Vai deixar saudades.
Velo Clube confirmou a contratação de mais dois reforços para a Série A-3. O primeiro deles é o polivalente Carlinhos, de 23 anos, que estava no Veranópolis/RS. Atua como lateral e como volante. O segundo é meu grande amigo Chuck, de 29 anos, ex- Inter de Limeira, Independente e Linense, e que estava no Taubaté. Sucesso Chuck, meu parceiro!
Daniel Passarella sofreu um acidente de carro na Argentina. O ex-zagueiro e treinador com passagens por River Plate e Corinthians, dirigia seu automóvel em uma estrada na cidade de Helvecia, quando se chocou com uma árvore. O carro pegou fogo, mas o argentino conseguiu sair antes, sem ferimentos.
Curiosidade do dia: Pelo Campeonato Paulista, Pelé disputou 1.114 partidas, marcou 1.088 gols e foi artilheiro 11 vezes, sendo que 9 foram consecutivas, ou seja, de 1957 à 1965.

Afogamento e fuga

*Cristovam Buarque

Em 1995, nasceram 3,1 milhões de crianças no Brasil. Em 2017, 30 mil delas continuam analfabetas. Cerca de 2,6 milhões concluíram o ensino fundamental. Apenas dois milhões terminaram o ensino médio e dessas não mais que 600 mil têm conhecimento suficiente para enfrentar os desafios da sociedade do conhecimento onde viverão, dominando a Matemática, Informática, Geografia, História, Literatura, Filosofia.
Pouco mais de 720 mil (49%) estão no ensino superior e, considerando a atual taxa de abandono, não chegará a 355 mil (11,5%) o número daquelas 3,1 milhões crianças que, até o ano de 2022, concluirão o ensino superior. As avaliações mostram que a qualificação profissional desses graduados deixa muito a desejar. O aumento no número de vagas não foi proporcional à melhora da qualidade do ensino médio.
Apenas 17 mil (0,55%), no máximo, farão cursos de pós-graduação e terão condições de ser alguns dos raros cientistas de que o Brasil tanto carece. Desses nascidos em 1995, o Brasil não terá mil cientistas de nível internacional. A perversidade dessa pirâmide mostra o despreparo do Brasil para ingressarmos com eficiência na economia global do conhecimento do século XXI. Ainda pior, boa parte dos nossos raros talentos científicos estão emigrando para países onde poderão desenvolver melhor suas atividades profissionais e terão melhores condições de vida para si e para suas famílias.
Entre o nascimento e a vida adulta, o Brasil afoga milhões de seus cérebros na infância e adolescência e está provocando a fuga dos poucos que conseguem avançar até o último nível do conhecimento formal e do exercício da atividade científica. A dificuldade criada pelo afogamento e fuga de cérebros mostra uma sociedade imediatista nos propósitos e sem vocação para o desenvolvimento intelectual. Nossos governos são omissos e nenhuma indignação é manifestada.
Assistimos passivamente o afogamento e fuga, sem ao menos percebermos que estamos perdendo nosso ouro do século XXI: o conhecimento, a ciência, a tecnologia e a cultura que nossos cérebros poderiam criar. Permitimos que levem a verdadeira e permanente riqueza: a inteligência de nossas crianças que deixamos de desenvolver e a inteligência de nossos doutores que partem para o exterior.
Não teremos futuro se não formos capazes de aproveitar os cérebros de todas as nossas crianças, de mantê-los aqui em plena atividade profissional e de trazer de volta os nossos cientistas que emigraram para outros países, dando-lhes todas as condições de trabalho.
Cristovam Buarque é senador pelo PPS-DF e professor emérito da Universidade de Brasília (UnB).

RIR, RIR, RIR COM PAPAI NOEL

Carlos Brickmann

Para extrair o melhor humor desta história real, é bom relembrar a figura de seus personagens. O primeiro, Fernando Henrique Cardoso, ele mesmo! – o presidente da República que contratou achef de cuisine Roberta Sudbrack para incrementar as refeições em palácio. O segundo, mau humor permanente, é o senador José Aníbal. Floriano Pesaro, secretário de Dória; e o poeta e cientista político Fernando Fefo Guimarães. Todos tucanos; e Guimarães, além disso, criador da ala tucanaEsquerda pra valer. Pois é.
Um encontro tucano, claro. E, claro, num bom restaurante de carnes importadas, harmonizadas com os vinhos caros da moda. Assunto maior, fora o cardápio: a necessidade de uma guinada do PSDB à esquerda. Nada mais justo, recordando-se a origem política muroesquerdizante dos tucanos.
A folhas tantas, após sabe-se lá quantas harmonizações bem sucedidas no cardápio, liberaram-se os espíritos, e o grupo começou a cantar o hino clássico do comunismo, A Internacional. Pense, caro leitor: Fernando Henrique e José Aníbal soltando a voz, “De pé, famélicos da Terra/ De pé, oh vítimas da fome/(…) Messias, Deus, Chefes Supremos/ Nada esperemos de nenhum/ Sejamos nós que conquistemos/ A Terra-Mãe livre e comum”.
A radical tentativa de buscar a esquerda pra valer ocorreu na última sexta, em Brasília. Ainda bem que o tempo voa: pense em ACM, sempre ao lado de Fernando Henrique, cantando com ele no Orfeão Vermelho.
Humor de Natal
Fernando Henrique se esforça, faz coisas esquisitas, mas Natal é uma festa onde Lula se sente melhor e se destaca sem precisar de bebidas harmonizadas com comida metida a besta. No sábado, 10, em comício, disse que o Rio de Janeiro “não merece que governadores eleitos democraticamente estejam presos porque roubaram dinheiro público”.
Essa coisa horrorosa de prender governantes democraticamente eleitos só porque roubaram dinheiro público irrita Lula. Política não é cadeia.
Proposta do horror
Há quem diga que quem fala demais dá bom dia a cavalo. Mas é pior: quem fala demais acaba revelando o que realmente pensa – e muitas vezes sua reputação sofre com isso. O juiz Sérgio Moro, avesso a badalações, sempre profissional, falando nos autos, acabou abrindo parte daquilo que pensa – e que horror! Moro propôs que a Petrobras institucionalize a virtude da delação. Disse que os bons funcionários, preocupados em garantir o sucesso da Petrobras, deveriam delatar colegas a seu ver corruptos. E que a empresa deveria estudar como gratificar o dedo-duro.
É bobagem por vários motivos – a começar porque não funciona. Não há grande empresa no mundo com sistema semelhante porque todas sabem que o clima de desconfiança as destruiria. Que Moro fique onde é mestre.
Quem com quem?
Quem acha que a posição tucana para 2018 está definida, após a escolha de Geraldo Alckmin para presidir o partido, engana-se. O PSDB enfrenta, em primeiro lugar, o risco do isolamento. Aliados tradicionais (PSB, DEM, partidos pequenos) se afastaram dos tucanos e têm alternativas – a começar pelo PMDB, que, no Governo, e se mantiver o sucesso da política econômica, pode lançar um candidato à sucessão de Temer. Pode ser, por exemplo, Henrique Meirelles, do PSD, mas flexível quanto a legendas; pode ser o próprio Temer – para ele seria ótimo, pelo foro privilegiado. Sem o tempo de TV dos aliados, as chances do PSDB são pequenas.
Bicadas no muro
E há outro problema que poucos tucanos levam a sério, mas que é sério: o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, tem a promessa de Alckmin de que o candidato será escolhido em prévia nacional, com debates entre os postulantes. Virgílio está disposto a brigar pela prévia; e, considerando-se a tradição tucana, terá muita gente a seu lado, querendo liquidar Alckmin de uma vez. Já houve brigas na convenção, quando a segurança hesitou em permitir que Virgílio subisse ao palco. O clima é tenso e pode piorar.
Olho nas exportações!
O Brasil parece, enfim, despertar para o comércio exterior: no dia 19, terça, o Instituto Aliança Procomex promove um seminário internacional Programa OEA no Cone Sul. O seminário ocorre no hotel Maksoud Plaza, em São Paulo. Segundo o coordenador executivo do Instituto Procomex,John Mein, “o foco principal do Programa OEA é aumentar o nível de confiança das empresas intervenientes, objetivando facilitar os procedimentos aduaneiros, tanto no país, quanto no exterior, além de dar celeridade ao processo”. Até o dia 18, inscrições em www.procomex.org.br; no dia 19, só inscrições presenciais. Mais informações com Linoel Dias, assessor de Imprensa do Procomex, (11) 3812-4566, (11) 9 9619-6108
COMENTE: carlos@brickmann.com.br
Twitter: @CarlosBrickmann

Apertem os cintos, o dinheiro sumiu…

Por Eduardo Sócrates Bergamaschi

A crise que assola o país parece que não tem fim. Apesar de indicadores econômicos anunciarem uma ligeira melhora, as empresas e as administrações municipais apertam os cintos para conseguirem enfrentar o tsunami que se anuncia para o ano que vem.
E a prefeitura de Rio Claro não foge à regra. Depois de escancarar a crise financeira com o não pagamento de horas extras à parte de servidores da saúde, a administração municipal anuncia a limitação de gastos em suas repartições e autarquias.
Segundo comunicado, agora para comprarem alguma coisa, obrigatoriamente terá que passar pelo crivo de órgão superiores. Segundo o comunicado, o objetivo é gerar economia e manter as finanças organizadas para o encerramento do exercício financeiro de 2017, conforme estabelece a Lei de Responsabilidade Fiscal.
Todos os gastos são analisados pela secretaria de finanças do município. Segundo o secretário só há liberação do essencial.
O preocupante é o que finanças entende como essencial. Qual a base que eles tem para discernir o que é urgente e essencial para cada repartição.
Justificando a medida, o prefeito cai em um erro crasso de todos, TODOS, os governantes. A situação é culpa da administração anterior. Basta não encontrar explicação, e olha que nesse caso há muitas explicações técnicas razoáveis, os governantes jogam sempre a culpa para o governo anterior.
Isso, tecnicamente chama-se “falta de capacidade para administrar dificuldades”. Hoje estamos há quase doze meses de governo e ainda a desculpa é aquela de sempre: encontramos uma dívida de R$ 400 milhões. Mas em quanto tempo essa dívida terá que ser paga? Dez, vinte, 30 anos? Ou será que teremos que pagar tudo isso o mês ou o ano que vem?
Vamos, encontrar explicações técnicas. Vamos ser profissionais e procurar meios de ultrapassar esse obstáculo.
Veja que estamos atravessando uma crise sem precedentes na história do país. Só aí já está uma das explicações técnicas plausíveis.
O prefeito vem a público e diz que o pagamento do funcionalismo público tem sido honrado em dia. Mas, já estamos sabendo que alguns setores da saúde não receberam as horas extras no mês de novembro, pelo menos não no holerite.
Os nossos políticos se preocupam demais em explicar o inexplicável e acabam sempre se enrolando mais.
Em Rio Claro, não é a dívida de R$ 400 milhões que está causando todo esse reboliço. O que está acontecendo é que a crise diminuiu demais a arrecadação e as despesas aumentaram.
Estamos encerrando o primeiro ano de governo dessa nova administração. Está na hora de esquecer a administração anterior e começar a achar soluções para passar a crise.
A medida tomada agora, com as restrições de compras é um passo tecnicamente perfeito, que continuem assim.
Esqueçam Du Altimari, foquem no povo rio-clarense…