ADVENTO

155

Ana Lucia Missaglia Guarnieri
“O que digo a vós, digo a todos: vigiai”. Mc. 13, 37. Leitura do Evangelho de Domingo, 03/12/2017.
************************************
“…a pior coisa é o proselitismo religioso, que paralisa:’Eu falo com você para convertê-lo. Não! Cada um dialoga a partir da sua identidade. A IGREJA CRESCE POR MEIO DA ATRAÇÃO, não do proselitismo”. Papa Francisco, citado pelo Prof. Genaro Nucci.
***********************************
Pois é… Mais um Advento ou tempo de preparação ao Natal do Senhor se avizinha e nos toca a sensibilidade, a memória, nos encontros e desencontros pela busca da “Noite Feliz”, que nos aconteceu e a todos acontece…
Diante de recentes estudos do Prof. Dr. Jan Bitoun, doutor em Geografia Humana e Organização do Espaço pela Université de Paris 1 Pantheon-Sorbonne e Professor do Departamento de Ciências Geográficas da Universidade Federal (Pernambuco) onde, no Brasil, por lei de 1938(decreto assinado por Getúlio Vargas) a cidade é sede administrativa, o que não existe no resto do mundo, em que a maioria dos países são centros administrativos rurais sendo que, em 2010, o Brasil tinha apenas 16% de população rural”, mais a corrupção instalada ( além da arrecadação de impostos pagos pelos cidadãos há, em toda mercadoria ou produtos de supermercados, uma taxa paga à” Empresa do Atual Governo que Independe da Sociedade, Negociando Poder Entre Eles”–José Moisés, Cientista Político, 30/11/2017) nesse cotidiano de troca injusta, cadê o Advento??? – Cadê?
“E DEU Á LUZ O SEU FILHO PRIMOGÊNITO, E ENVOLVEU-O EM PANOS, E DEITOU-O NUMA MANJEDOURA, PORQUE NÃO HAVIA LUGAR PARA ELES NA ESTALAGEM”(Luc.2,7).
Em 2012, recebemos da empresária Neilde Mattos, residente em Rio Claro, a seguinte mensagem: “OS BONS SÃO A MAIORIA. Uma campanha de MARKETING nacional trouxe uma verdade bela e esperançosa. Espalhados pelas cidades, vários OUTDOORS revelavam alguns dados: 1) Para cada pessoa dizendo que tudo vai piorar, existem cem casais planejando ter filhos. 2) Para cada corrupto existem oito mil doadores de sangue. 3) Enquanto alguns destroem o meio ambiente, 98% das latinhas de alumínio já são recicladas no Brasil. 4) Para cada tanque fabricado no mundo, são feitos cento e trinta mil bichos de pelúcia. 5) Na Internet, a palavra AMOR tem mais resultados que a palavra medo. 6) Para cada muro que existe no mundo, colocam-se duzentos mil tapetes com a inscrição: ‘Bem-vindo’.7) Enquanto um cientista desenha uma nova arma, há um milhão de mães fazendo pastéis de chocolate”. Existem razões para acreditar. Os bons são a maioria. E se, no mundo, os maus têm geralmente maior influência é porque os bons são tímidos. Quando os bons quiserem, dominarão.
Segundo a Professora de Direito Internacional da USP, Maristela Basso, (Jornal da Cultura, 30/11/2017)”o tempo da maturidade já chegou: é preciso tomar parte nessa mudança, exercendo a renovação através de ações mais humanas”. Romper o ciclo do “ladrão que não vem senão a roubar, a matar e a destruir”, seja por parte de governantes(!) ou governados, atendendo ao apelo do Evangelho de Domingo: “Vigiai. Não sabeis o dia nem a hora da morte”.(Aqui nos lembramos da inspirada PRECE DE CÁRITAS de dezembro/1876: “ Deus! Dai-nos a força de ajudar o progresso, a fim de subirmos até vós; dai-nos a caridade pura; dai-nos a fé e a razão; dai-nos a simplicidade que fará de nossas almas o espelho onde se deve refletir a vossa Pura e Santa Imagem!”).Como se lembrou, na Igreja das relíquias de São Vicente (Itália, 3/12/2017, RAI) das virtudes que devem acompanhar-nos, no Caminho para a salvação.
E Papa Francisco nos avisa (-será adepto da física quântica e da neurociência?) que “a Igreja cresce por meio da atração, não do proselitismo”.De fato, a Beleza, a Bondade, a Verdade, a Perfeição, o Poder divinos sempre atraem. Mesmo após Cristo ter afirmado que quando morresse, atrairia tudo a Si: deformado como ficou ao ser crucificado e revelar-se a Tomé, através das chagas, depois de ressuscitado.
Cristo é o Verbo (em Grego, “Logos’, que está nos “logos” do nosso idioma, Teologia, Fisiologia, Farmacologia, Psicologia, etc.) que é a Palavra, Ação, Expressão, Poesia, Estudo, Ensino (Evangelho) do Pai, na Pessoa de Cristo, que, aceitando livremente ser crucificado por todas as falhas humanas, atiradas sobre Ele, na Cruz, perdoando-as todas, possibilitou-nos conhecer “a Verdade, que nos liberta” e “amar-nos uns aos outros como Ele nos ama”.( Inferno tem dias contados para os justos).
Como Thomas Edson que errando dez mil vezes ao inventar a lâmpada elétrica, só pensava na frase do Gênesis, repetida por Maria SS., no Nascimento do Menino Jesus: “Faça-se a luz”. Ou, como nos recentes estudos do Prof. Bitoun sobre “A Quem Pertence a Cidade” no aspecto administrativo monetário, o achado cultural precioso: a abertura à categoria filosófica, onde a liberdade dos indivíduos não está no acúmulo de riquezas, mas, na ampliação das capacidades de escolhas e no conhecimento da Verdade. – Então, por que não proclamar o ADVENTO do Menino Jesus como tempo de ação de graças em nosso meio?”Como Luz vim ao mundo, para que o que crer em Mim não ande em trevas”(Jo. 12,46).

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA