Novo contrato entre prefeitura e Santa Casa estabelece metas de atendimento

Objetivo é ampliar o atendimento aos usuários do SUS  

898
A previsão é de que a entidade receba mais de R$ 31 milhões em 2018, somando os repasses federais, municipais e de demais convênios médico-hospitalares

A prefeitura de Rio Claro e a Santa Casa de Misericórdia assinaram na segunda-feira (27) novo contrato de gestão. Uma das principais mudanças é que o acordo estabelece metas de atendimento à população como condição necessária para a Santa Casa receber valores de subvenção da Secretaria Municipal de Saúde. Com esse novo pré-requisito os valores dos repasses municipais podem chegar a até R$ 380 mil por mês. Além disso, a Santa Casa recebe repasses do Sistema Único de Saúde (SUS) via Ministério da Saúde. A previsão é de que a entidade receba mais de R$ 31 milhões em 2018, somando os repasses federais, municipais e de demais convênios médico-hospitalares.
O novo contrato entre a prefeitura e a Santa Casa tem vigência de um ano e pode ser prorrogado. “Esse contrato representa uma mudança de paradigma, um avanço no relacionamento entre o município de Rio Claro e a Santa Casa, no sentido de ampliar ainda mais o atendimento à população nessa entidade que é referência regional na saúde pública”, afirmou o prefeito de Rio Claro, João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.
O contrato prevê ainda o compromisso da Santa Casa em apresentar estudos para assumir a gestão do Pronto Socorro Municipal Integrado (PSMI), conforme prevê a legislação. Outro estudo já em curso, e também reforçado pelo novo contrato, diz respeito à ampliação de leitos para a UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) para pacientes do SUS.
“Esse novo contrato contém avanços na relação entre as instituições, sobretudo no que diz respeito aos repasses da prefeitura vinculados à prestação de serviços. Foram várias reuniões conjuntas entre as equipes técnicas da Fundação de Saúde e da Santa Casa para estabelecermos um contrato que represente um caminho para a evolução no atendimento à população”, comenta o secretário municipal de Saúde, Djair Francisco.
A Santa Casa de Misericórdia é o hospital de referência para o atendimento da população de Rio Claro e microrregião pelo SUS. Esse atendimento é feito mediante um contrato firmado com a Fundação de Saúde, que repassa recursos provindos do governo federal e também recursos municipais.
Desde o início deste ano, a nova gestão municipal de Rio Claro já pagou R$ 2.286.700,00 à Santa Casa, referentes aos valores da subvenção de R$ 4 milhões prometidos pelo governo anterior, que pagou apenas R$ 700 mil desse total.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA