Campus Araras da UFSCar sedia Seminário de Agroecologia e Desenvolvimento Rural 

Evento conta com ciclo de palestras que abordam os desafios e perspectivas para o mundo moderno e o bem viver

344
Cartaz do I Seminário de Agroecologia e Desenvolvimento Rural

No dia 21 de novembro, o Campus Araras da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) realiza o I Seminário de Agroecologia e Desenvolvimento Rural (I SADR), no Anfiteatro do Centro de Ciências Agrárias (CCA), com o tema “Desafios e perspectivas para o mundo moderno e o bem viver”. A organização é do Programa de Pós-Graduação em Agroecologia e Desenvolvimento Rural (PPGADR), sediado no Campus.
O evento tem como objetivo explorar a importância das relações existentes nos diferentes ecossistemas, no contexto da crise que o Brasil enfrenta atualmente. A ideia é também desmistificar a Agroecologia, indicando caminhos para uma agricultura mais sustentável, sem que deixe de ser economicamente viável ao produtor e sem desconsiderar o bem viver das comunidades rurais. Além disso, busca contribuir para a divulgação do PPGADR, uma vez que abordará as três linhas de pesquisa do Programa: Tecnologias e Processos em Agroecologia; Sistemas de Produção Agroecológicos; e Políticas públicas, sociedade e desenvolvimento rural.
Na programação, a partir das 8h30, acontece o primeiro ciclo de palestras, com o tema “Tecnologias e Processos em Agroecologia”. Em seguida, o segundo ciclo trata sobre os “Sistemas de Produção Agroecológicos” e, encerrando o Seminário, o terceiro ciclo enfocará “Políticas Públicas, Sociedade e Desenvolvimento Rural”. No período da tarde, haverá três mesas-redondas simultâneas abordando as temáticas dos ciclos. O evento tem previsão de encerramento às 18 horas.
Os palestrantes são professores e pesquisadores do próprio CCA e agricultores da região. Podem participar pesquisadores, produtores, estudantes e demais pessoas interessadas no assunto. As inscrições podem ser realizadas antecipadamente pelo formulário de inscrição online (http://bit.ly/2iCHwF9) até o dia 20 de novembro; ou pessoalmente na hora do evento. A inscrição só será confirmada mediante a confirmação do pagamento da taxa. Agricultores familiares, indígenas e quilombolas são isentos da taxa de inscrição. As vagas são limitadas e haverá emissão de certificado de participação.
Mais informações estão disponíveis pelo e-mail sadr2017inscricoes@gmail.com ou na página do evento no Facebook (http://bit.ly/2zBkBof).

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA