AS NOIVAS DO EVANGELHO

210

Ana Lucia Missaglia Guarnieri
“Ele, porém, respondeu: ‘Em verdade eu vos digo, não vos conheço!’ Portanto, ficai vigiando, pois não sabeis qual será o dia nem a hora”. Mateus, 25, 1-13. Evangelho de Domingo, 12/11/2017.
#######################################################
“A Palavra do Senhor é tão forte, que por ela construíram impérios e só ela dá sentido à vida”.
########################################################
Política: O fim da sociedade, para a qual o homem é de sua natureza destinado, é a felicidade geral, por meio da paz e da prosperidade. A autoridade que para esse fim não concorrer é anti-social, injusta e tirânica e pode ser deposta ou pela Igreja, desligando os súditos da obediência ao príncipe, ou por uma autoridade constituída pelo povo AD TEMPUS, dentro dos limites da lei. (A bondade de um Governo depende da fidelidade com que se consagra ao bem comum). Santo Tomás de Aquino, DE REGIMINE PRINC., L. 1, c. 1.
#########################################################
Numa linguagem originalmente hebraica, quase poética e sublimemente solene (Ev.12/11/2017) o dia e a hora da morte são imprevisíveis, concebíveis como tempo de espera (ou vigília) pela chegada do Noivo. A leitura dessa parábola apresenta dez (número de perfeição) mulheres, cinco previdentes – possuíam óleo (elementos) para acender as lâmpadas (as almas) e cinco mulheres imprevidentes – não tinham óleo e não o conseguiram depois, por questão de justiça, para a hora do encontro.
O convite do Senhor (cuja palavra é tão forte, que por ela construíram Impérios e tão atual, que dá sentido à vida) hoje penetra a Terra, transformando a morte como um arrebatamento para o céu, ou, pelo livre arbítrio, como infortúnio para aumentar o inferno, exemplificados pelo plantio das sementes que cada um trazemos em nossa passagem pela existência.
Em “comemoração” aos 128 anos da proclamação da República do Brasil (15/11/1889 – 15/11/2017) as palavras de Santo Tomás (citadas acima) que ensinou sucessivamente em Paris (1256-59), Anagni (1259-61), Orvieto ( 1261-65),Roma 9 1265-67), Viterbo (1267-68), Paris ( 1269-72) são tão verídicas, espiritualmente, ontem, hoje e no futuro.
No cenário político mundial, Ângela Merkel, hoje Presidente da Alemanha, dentre os 5 países mais bem sucedidos, conjuga o ser cientista, política, cristã e esposa, como desafio da mulher forte que guarda, no coração, o pedido do Rei Salomão a Deus: “Sabedoria para governar o seu grande povo, discernimento para distinguir entre o bem e o mal”. (1 Reis, 9).No Brasil, tivemos, pela primeira vez, na História, uma mulher Presidente, impedida de governar pelo atual governo.
Na Moral, Santo Tomás de Aquino afirma que o fim do homem é a felicidade e a felicidade é a posse do bem infinito. E acrescenta : PROCURAR A BEM-AVENTURANÇA( o que é de Deus) NOS BENS FINITOS é AVILTAR A DIGNIDADE HUMANA. (THOMAS AB AQUIN, Leipzig, 1890).
Esses conceitos tomistas, como ponte entre o divino e o humano, foram oportunamente lembrados no programa “Altas Horas”, de Serginho Groisman, no último sábado (11/11/2017) com as presenças ilustres de Caetano Veloso e de Leandro Karnal.
Para Leandro Karnal (em recente livro publicado com Pe. Fábio de Melo) “EM NOME DOS VALORES MORAIS, AS PIORES COISAS ESTÃO SENDO COMETIDAS E O ÓDIO ESTÁ TORNANDO-SE, NO BRASIL, ARGUMENTO POLÍTICO”. Interpretado como motivo pessoal, a recomendação de Leandro é fugir dos que odeiam. Para ele, “a política brasileira é corrupção impune, destruição das pessoas, falta de emprego…”. Enquanto, para Caetano Veloso, “a desigualdade econômica é o principal fator destruidor dos brasileiros, é a escravidão que foi e é a condição brasileira, e é disso que eles nos querem fazer esquecer; o que não pode”.(“Não tomar o Seu Santo Nome em vão”- Ex. 20, 7 – e– “amar o próximo como a si mesmo”- Mt. 22, 39—foram “o óleo” de Eva Mozes Kor, a gêmea que sobreviveu ao holocausto de Auschwitz, onde se praticavam torturas, desde matar com as câmeras de gás, água fervente, injeções de germes letais, operações para mudar de sexo, injeção de tinta azul para mudar a cor dos olhos, caindo milhares de mortos à sua frente).
— Não é necessário mencionar que toda a criação, esplendidamente bela e de riquezas incalculáveis, reflete o semblante da bem-aventurada Virgem Maria, a primeira Noiva, por excelência, do Evangelho. Foi espelhando-se NELA ,que Eva Mozes Kor sobreviveu ao holocausto e (em 1985)nos deu testemunho de que por acreditar que o Criador é Santo, dEle obteve a sua (nossa, para os que querem) dignidade humana. Fatos enriquecedores das Noivas do Evangelho, que geram homens capazes de contemplar a riqueza a que foram chamados. Como o Esposo, à espera da humanidade que se transforma, mudando o medo e a culpa, que escravizam, pela liberdade de amar a Deus, a si e ao outro, principalmente,com Seu Nascimento: Deus-Menino, no colo de Maria, acolhido pelo justo José. – Eterno convite à gratificante confraternização de paz e de luz por Seu Amor aos homens de boa vontade.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA