Em um mês prefeitura recupera R$ 4,5 milhões com trabalho realizado pela Fipe

Valor refere-se a pagamentos equivocados de contribuição previdenciária nos últimos cinco anos  

115
O secretário municipal de Economia e Finanças de Rio Claro, Gilmar Dietrich.

Contratada em setembro pela prefeitura de Rio Claro para auxiliar no gerenciamento do setor econômico-financeiro do município, a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) já garantiu a recuperação imediata de valor superior a 2,6 milhões aos cofres públicos municipais, e mais quase R$ 2 milhões nos próximos cinco anos, somente adequando os pagamentos de contribuição previdenciária da administração municipal. Os números fazem parte de relatório dos primeiros 30 dias de trabalho da Fipe para a prefeitura e demonstram que os valores recuperados já correspondem a mais de 50% do valor a ser pago pela Fipe pelos serviços .
“Estamos passando pente fino nas contas municipais para honrar nosso compromisso de respeito ao contribuinte e de austeridade com o dinheiro público”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.
De acordo com o secretário municipal de Economia e Finanças, Gilmar Dietrich, a partir do relatório da Fipe o governo municipal está recuperando mais de R$ 2,6 milhões referentes a valores recolhidos indevidamente nos últimos 60 meses de Contribuições de Risco Ambiental de Trabalho (RAT) e do Fator Acidentário de Prevenção (FAP). “Além disso, o estudo mostra que a correção na base de cálculo do RAT nos permitirá economizar cerca de R$ 32,5 mil por mês o que, nos próximos cinco anos, representará economia real superior a R$ 1,9 milhão aos cofres públicos”, acrescenta.
Segundo o consultor de projetos da Fipe, Alípio Albuquerque, isso é apenas a ponta do iceberg. “Nesse início de atividades é possível estimar que dezenas de milhões de reais serão recuperados pela prefeitura, e estamos empenhados nesse trabalho”, afirma.
A prefeitura contratou a Fipe para verificar as contas de quatro secretarias: Administração, Educação, Finanças e Desenvolvimento Social. O objetivo da contratação é verificar se as verbas pagas pela prefeitura entre 2011 e 2016 estão corretas e de acordo com a legislação, ou se parte desses recursos podem ser recuperados para os cofres públicos.
O valor do contrato entre a prefeitura e a Fipe é de R$ 7.277.000,00 por um período de dois anos. Esse valor deverá ser pago conforme a necessidade de atuação da entidade no município.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA