Profissionalismo elogiável de um lado, mas de outro houve falha…

269

Por Eduardo Sócrates Bergamaschi

De todos os departamentos do setor público de Rio Claro, temos que fazer um elogio à Diretoria de Comunicações do município. O que na administração anterior houve grandes falhas, hoje o departamento mostra um nível profissional invejável, pouco visto em administrações municipais.
Recentemente uma postagem nas redes sociais fazia severas críticas a um atendimento no transporte de passageiros, no setor da saúde municipal.
Bastou isso para que o setor de comunicações enviasse à mídia local matéria mostrando o serviço prestado por aquele departamento.
Segundo aquela matéria foram 30 mil remoções de pacientes da rede municipal de saúde, entre viagens para outras cidades e deslocamentos nos limites do município.
Estes números, acredito, são comprováveis através de planilhas e procedimentos efetuados para essas remoções.
Mas, o fato de eles serem verdadeiros ou não, não é a motivação desse texto. O fato analisado aqui é a qualidade profissional do departamento de comunicações da atual administração.
Analisemos essa informação passada à população. De 30 mil remoções efetuadas entre Janeiro a Setembro deste ano, apenas uma reclamação. Ou seja, pode-se até admitir que o fato aconteceu, mas no universo do serviço executado, ele fica esquecido e desculpado, já que em outras 29.999 remoções não houve reclamação, pelo menos que chegasse ao conhecimento da população, através das redes sociais ou outro tipo de informação.
A qualidade profissional dos jornalistas é elogiável. Porém é preciso que em 30 mil remoções tenhamos 30 mil pessoas satisfeitas com o serviço prestado.
A pessoa que foi mal atendida, segundo a denúncia no Facebook, não está nada satisfeita e só quer saber que ela foi mal atendida. Não importa que outras 29.999 tenham sido atendidas a contento. Só quem sofre esse tipo de “problema” é que sabe o que significa.
Cem por cento de satisfação é difícil? Muito difícil. Porém, não impossível. E se isso acontecer, devemos elogiar a qualidade profissional também do departamento em questão. Porém, não podemos esquecer que isso seria OBRIGAÇÃO dos profissionais que lá trabalham.
Afinal, são pagos para efetuarem um bom serviço e se o fazem não merecem nem sequer uma “Moção de Aplauso” outorgada por algum vereador que não tenha mais o que fazer.
Prestar bom serviço, em qualquer ramo de atividade, não é nada mais, nada menos do que OBRIGAÇÃO…

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA