SONHOS PREGADOS NA ALMA.

161

JUAREZ ALVARENGA

A atividade constante nos leva ao abandono da penetração de nossa alma ao núcleo de nossa força intima.

A luta, é a principal argumentação, para o êxito. Buscar o que queremos com determinação, nos faz mais valentes e astuciosos.

O abandono dos sonhos, nos tornam mesquinhos perante a variedade de oportunidades na sua empreitada vencedora.

Nosso intimo, não deve ser neutro. As partes reservadas ao alto mar devem ser cheias de atitudes.

Conduzir-nos para a meta é instrumentalizar nossos espaços de vontade superlativa.

O êxito exige que mergulhamos, com profundidade e perfeição, na imensidão do mar. Abandonar a zona de desconforto, temporariamente, é se armar constantemente, para aquilo que almejamos.

A distancia entre aquilo que desejamos ou sonhamos, é medida pelo ritmo dos passos convictos e destemidos que damos no alvo almejado.

Não ter horizonte em seus sonhos, é como andar com a luz apagada nas rodovias movimentadas por aqueles que têm metas clarividentes.

A suavidade do êxito, nasce das rudezas das metas, que precisam, necessariamente, ser conduzida ao seu alvo.

Seja destemido em seus sonhos e levando-os até o átrio da realidade. Flutuando ao sabor da motivação saberá, com firmeza, chegar à meta traçada.

Sonhos desfeitos são realidades mal conduzidas. Realizado é quando sua certificação e autenticidade nascem de sua astúcia em ação.

Sonhos impregnados na alma são aqueles que carregamos com valentia, ultrapassando barreiras e atingindo o extremo do horizonte desejado.

Sonhos impregnados na alma, são aqueles que o tempo não deleta. Instala em nós e só saem de nós com ações transformadoras de sucessos.

Sonhos impregnados na alma, repousam em nossas vidas como as borboletas que só abandonam o jardim, depois de alimentar com a leveza das flores. Famintas de realidade só satisfazem depois de saciadas com a certeza do amanhecer, propicio para concretude.

E MAIL: juarezalvarengacru@gmail.com

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA