Núcleo de Tecnologia Cerâmica completa seis anos

Com infraestrutura moderna, está instalado na Escola SENAI “Manoel José Ferreira” na cidade de Rio Claro

332
Joice Gomes, ex-aluna do Núcleo de Tecnologia Cerâmica, recentemente foi contratada por uma empresa em Rio Claro

É mais uma das conquistas da ASPACER junto à Federação das Indústrias do Estado de São Paulo – FIESP, com vistas ao atendimento da demanda do setor ceramista de revestimento.
Inaugurado em 2011, o Núcleo de Tecnologia Cerâmica, único no Brasil, com característica de uma indústria, comporta todo o processo produtivo de revestimento cerâmico. É um dos investimentos mais inovadores voltado para o setor cerâmico de revestimento nos últimos anos, com vistas à formação de mão de obra qualificada.

O prédio possui 2.500 metros de área construída, possui dois pavimentos, e conta com laboratórios de caracterização de matérias-primas, reologia, análises térmicas, controles de processo, ataque químico, análise visual e ensaios de produto acabado. Além disso, possui oficinas de preparação de massas via seca e via úmida, conformação, secagem, esmaltação e queima.

A instalação do Núcleo contou com o esforço conjunto da FIESP, do CIESP, do SESI, do SENAI e da Associação Paulista das Cerâmicas de Revestimento, ASPACER. “Somamos nossos esforços com o objetivo de levar capacitação às pessoas, contribuindo para sua qualificação, a fixação da mão de obra qualificada na região, podendo oferecer excelência de trabalho às empresas e, consequentemente, o aumento da produtividade”, disse Paulo Skaf, presidente da Fiesp.

O Núcleo de Tecnologia Cerâmica, desde sua fundação, capacita profissionais por meio de cursos de aprendizagem industrial e curso técnico em cerâmica, além de cursos de formação continuada sob medida para indústrias da região.

Para a ASPACER, possuir na região um centro técnico especializado de última geração, voltado para a formação de mão de obra qualificada é de fundamental importância. “Nosso setor emprega de forma direta 12,3 mil pessoas e qualificar esses profissionais é uma preocupação constante da Associação, por isso apoiar iniciativas do SENAI é prioridade”, define Benjamin Ferreira Neto – presidente da ASPACER.

Ao longo desses seis anos, foram desenvolvidas várias parcerias entre o SENAI e a ASPACER. A mais recente, em fase de desenvolvimento, é o Projeto de Inovação Profissional, que objetiva a inserção dos jovens no mercado de trabalho, ainda durante o curso Técnico em Cerâmica, ou mesmo após, como é o caso de Joice Gomes, 21, que recentemente foi contratada por uma empresa de matéria-prima do setor cerâmico localizada em Rio Claro. “Estou muito feliz, pois acabo de ser efetivada como Técnica de Laboratório Jr. Esse emprego representa muito: novas experiências e desafios”, comemora. Segundo o SENAI, a parceria visa a inserção de pelo menos, 50% da turma de alunos no mercado de trabalho no setor ceramista nos próximos meses.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA