Rio Claro tem índice satisfatório de infestação do Aedes aegypti

Apesar do resultado ser considerado bom, a população não pode relaxar nas ações de combate ao mosquito

197
Como nas edições anteriores, agentes estarão concentrados na recolha de recipientes que são potenciais criadouros do Aedes aegypti”, enfatizou Maria Júlia

O município de Rio Claro tem 0,5 de índice Breteau, indicador que aponta o grau de risco de proliferação do Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela. O índice é considerado satisfatório pelo Ministério da Saúde, que coloca em situação de alerta os municípios com níveis de infestação acima de 1 até 3,9 e risco de surto para números superiores a 4.
O resultado do índice Breteau foi divulgado na terça-feira (17) com base no Índice de Densidade Larvária (IDL) registrado no município. O trabalho de coleta de larvas do mosquito Aedes aegypti foi realizado no início deste mês pelos agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).
O Centro de Rio Claro foi a região onde os agentes encontraram maior número de larvas positivas para o aedes. Também nas regiões do Jardim Novo, Terra Nova, Bonsucesso e Novo Wenzel, muitas larvas foram recolhidas. O Breteau é um importante indicador no planejamento de ações de combate ao Aedes aegypti. São realizadas três avaliações por ano. Em 2014 o último índice verificado em outubro apontou 1.1 de infestação de larvas. Em 2015, o número subiu para 1,3 e em 2016 caiu para 0,7.
Para a gerente do CCZ, Amanda Borotti, o resultado desta última avaliação do ano reflete o bom desempenho das equipes nos trabalhos diários casa a casa, onde são passadas orientações sobre a eliminação de criadouros e nos mutirões realizados aos sábados nos bairros da cidade. “Vamos continuar investindo na prevenção, mas é importante que a população não relaxe no combate ao mosquito, eliminando criadouros. Por isso vamos manter cautela e continuar nosso trabalho de prevenção que inclui também orientações através de palestras nas escolas, empresas e universidades”, ressaltou a gerente.
Para a chefe de Núcleo de Combate ao Aedes, Maria Júlia Guarnieri Baptista, o trabalho de recolhimento de materiais inservíveis nos bairros contribui muito para que o município se mantenha com baixo número de pessoas infectadas. “Vamos iniciar nesse sábado, dia 21, mais uma etapa do mutirão de limpeza. Começaremos pelos bairros Paineiras, Recanto Paraíso, Figueira, Panorama, Santa Elisa e Paulista 2.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA