Fórmula 1: Com outro mau resultado de Vettel, Hamilton vence e embala para o título

635
A Fórmula 1 volta à ação em duas semanas com o GP dos Estados Unidos, entre os dias 20 e 22 de outubro. Lewis Hamilton se aproximou de um quarto campeonato mundial de Fórmula 1

E. Cortez
E deu tudo certo para ele. Lewis Hamilton venceu de ponta a ponta o GP do Japão e viu Sebastian Vettel, seu principal rival pelo título, abandonar no início da prova, por conta de um problema na vela do motor. Com a vitória, Hamilton abriu uma vantagem de 59 pontos para Vettel e pode embalar o tetracampeonato já na próxima corrida, nos EUA.
Max Verstappen bem que tentou, mas não conseguiu bater o britânico desta vez, tendo que se contentar com a segunda colocação. Daniel Ricciardo fechou o pódio, em terceiro. Felipe Massa fez uma corrida discreta, segurou o ímpeto de Alonso no final da prova e ficou em décimo, garantindo um ponto.eua 597
Um pouco antes da largada, veio o susto na Ferrari do alemão: um problema na vela do motor, quase o tirou da disputa do GP antes mesmo do seu início. A equipe trabalhou rápido e solucionou o problema no grid, antes da volta de apresentação.
Na largada, Hamilton se manteve na ponta, com Vettel na cola e Verstappen ganhando a posição de Ricciardo. O australiano, ainda perderia a posição para Ocon. Verstappen ainda na primeira volta, atacou Sebastian Vettel e assumiu a segunda colocação.
Na segunda volta, Vettel reclamou de um problema de potência no carro e com isso, caiu para a sexta colocação. Por conta de uma batida de Carlos Sainz na primeira volta, o Safety Car entrou na pista, para a retirada do carro do espanhol, que está se despedindo da Toro Rosso, pois na próxima corrida já assumirá o cockpit da Renault, no lugar de Joylon Palmer.
Na volta quatro, a corrida reiniciou e Vettel perdeu mais uma colocação, agora para Sérgio Perez, caindo para sétimo. Hamilton permaneceu na ponta, seguido de perto por Verstappen, logo depois, Ocon e Ricciardo.
Massa também passou por Vettel, subindo para a sétima colocação. O alemão da Ferrari foi para os boxes e abandonou a prova, praticamente dando adeus a disputa pelo título.
Felipe Massa, em décimo, sofria pressão de Magnussen, Grosjean e Gasly, todos querendo garantir um pontinho no Japão. Palmer e Hulkenberg fizeram suas paradas e com isso Massa subiu para oitavo, ainda sim, pressionado pelos carros da Haas.
Voltas depois, Hulkenberg retornou para os boxes, com problemas na asa traseira. No mesmo momento, Magnussen se livrava de Felipe Massa, forçando a ultrapassagem em cima do brasileiro. Os dois chegaram a se tocar e Massa perdeu a posição também para Grosjean, caindo para a décima colocação. Hulkenberg abandonou voltas depois, com um problema na asa traseira.
Na volta 47, Stroll perdeu o controle do seu carro, após uma quebra na suspensão. O Virtual Safety Car foi acionado até a volta 49.
Na disputa com Massa pela décima colocação, Alonso não percebeu a aproximação de Hamilton e atrapalhou o inglês. Com isso Verstappen quase conseguiu a ultrapassagem. Massa conseguiu se segurar na décima colocação.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA