Minha juíza, minha mãe…

194

Por Eduardo Sócrates Bergamaschi

Meu amigo Jorge Neves, publicou no facebook uma foto onde aparecia a mão de alguém segurando uma vara, no meu tempo de criança dizia-se vara de marmelo, e os dizeres: “1ª Vara da Infância e da Juventude – Minha Mãe era a juíza”.
Pois é, hoje os juízes proíbem os pais de usar a famosa vara de marmelo ou até mesmo a mão para educar seus filhos. Dizem que pancada não educa.
Olha, eu não sou psicólogo mas eu digo que se não educa também não deseduca e eu digo isso por experiência própria. Apanhei muito quando era criança. No entanto, se era para me deseducar, o contra remédio que é o Amor e a dedicação de minha juíza funcionou muito bem. Sim, hoje estou aqui, com meus 66 anos, não me tornei bandido, nem viciado em drogas, nem ladrão e muito menos político corrupto.
E, segundo estudos, essa geração que hoje está aí, que não apanhou, é a que mais enveredou para o mundo das drogas, como usuários ou como traficantes.
Em contra partida, o noticiário nos mostra ator totalmente nu contracenando com crianças que são estimuladas a tocar seus órgãos genitais, dentro de um museu, chamado de Museu de Arte Moderna. E pasmem, ainda chamam isso de cultura, de educação, enquanto para a maioria isso não passa de pedofilia pura e expressa.
Difícil dizer o que está se passando com o mundo ou se é eu que não estou sabendo passar por esse mundo.
Para mim, o princípio de toda educação é o Amor incondicional que pai e mãe têm pelos seus filhos. E não consigo descobrir que tipo de amor é esse de pais que levam suas crianças à espetáculos como este que está sendo apresentado no Museu de Arte Moderna.
Se essa é arte moderna, eu confesso-me um “jurássico”. Meus filhos, que me aplaudem e que são muito bem educados graças a Deus, deveriam estar desapontadíssimos comigo, pois não admito essa tal de “ARTE MODERNA”, e eles são moderníssimos.
Enquanto a justiça atual não aceite que pais eduquem seus filhos com severidade, com a vara de marmelo, com tapas dados em momentos certos, permite, o que para nós pais “jurássicos” é supra sumo da sacanagem, a “ARTE MODERNA” como tema educativo.
Eu só sei que parabenizo os pais de hoje, que independente dessa lei idiota, educam seus filhos com a severidade necessária, nos momentos necessários.
Obrigado mãe pelas varadas, chineladas, mangueiradas e, principalmente, obrigado pela “EDUCAÇÂO” que você me deu. Amo você, seja onde você estiver…

ARTIGO - Minha juiza

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA