DE MAOS DADAS COM OS DOIS

226

Você já sentiu algum medo em sua vida? Claro que sim, não é? O medo faz parte de nosso cotidiano e na maioria do medo que sentimos são criações de nossa mente que elabora algo de tal maneira que acaba se tornando realidade.
E o entusiasmo, também já esteve presente em sua vida? Você já notou como você fica enriquecida quando você o vivencia em todos os aspectos de sua vida?
Se pegarmos como exemplo Buda, quando decidiu iniciar o seu caminho espiritual, ele decidiu se retirar de sua cidade natal para passar um período de meditação em contato maior com a natureza. Diz a história que as forças do mal o tentaram para evitar que ele continuasse o seu caminho, assim como o demônio tentou a Cristo quando estava no deserto.
Buda foi exposto às cinco tentações, o que no budismo seria análogo à idéia católica dos sete pecados capitais. Uma dessas cinco tentações era o medo.
É fascinante observar que, se o medo é visto como tentação, então segue que o medo não é um estado natural do ser humano. É simplesmente uma interpretação.
Os budistas também alegam que o medo e entusiasmo andam juntos. São dois pólos opostos da mesma sensação. Um discípulo que iniciava uma mudança na sua vida ouviu o monge tibetano dizer: – Você agora está andando de mãos dadas com os dois; o medo de um lado e o entusiasmo do outro.
É interessante notar que os sintomas físicos do medo e do entusiasmo são parecidos e os dois são frutos da antecipação de um evento futuro. Como a reação física é parecida para os dois, o que faz a diferença emocional é a nossa escolha.
Já que andamos de mãos dadas com o medo e o entusiasmo, é só decidir para quem olhar. Se olharmos para um lado, veremos o medo. Se olharmos para o outro, veremos o entusiasmo. Cabe a você agora a sábia decisão para onde vai a sua atenção e o seu foco.Pense nisso!
Dr. José Roberto Teixeira Leite é Cirurgião Dentista e Coach em PNL
Email: pnljoseli@gmail,com

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA