Se há lei tem que haver bom senso e fiscalização…

170

Por Eduardo Sócrates Bergamaschi

É impressionante como os nossos vereadores, principalmente aqueles mais antigos, costumam trabalhar com a ignorância política da maioria da população.
Em Rio Claro, basta entrar nas redes sociais e nos órgãos de mídia para ver estes senhores posando ao lado de alguma obra que esteja sendo executada.
Esses atos são claramente para induzir aqueles menos esclarecidos em política a acreditar que é aquele ou aqueles vereadores responsáveis por aquelas obras.
Isso é um ato de calhorda (pessoa desprezível), pois é uma clara tentativa de iludir outras pessoas, com um ato desonesto.
É preciso que as pessoas, todos os cidadãos de Rio Claro, saibam que VEREADORES não executam nada, nada. Quem executa obras é o poder executivo (prefeito e seus secretários). Ao vereador cabe a importante tarefa de fiscalizar o poder executivo quanto ao bom uso de dinheiro público; cabe também elaborar leis para que os cidadãos que os elegeram tenham uma melhor qualidade de vida.
Enquanto estes senhores, procuram ficar constantemente na mídia, se mostrando ao público (não é isso que quer dizer homem público), esquecem de, por exemplo, cobrar das autoridades competentes o cumprimento da lei que proíbe usar as vias públicas e calçadas como extensão de estabelecimento comerciais, quase sempre restaurantes, bares e similares.
Dia destes li em uma rede social um cidadão reclamando (aliás o que é seu direito) contra a notificação a um bar, por ele frequentado, que ocupa a rua com mesas e cadeiras. Ao explicar a sua indignação ele diz: “tanta coisa errada nessa cidade, tantos estabelecimentos que não possuem sequer alvará, tanta coisa para ser resolvida e a nossa Prefeitura vem se preocupar com um estabelecimento que paga seus impostos”.
Para essa pessoa, e infelizmente esta é uma visão quase geral, se os impostos são pagos fica-se acima das leis e, principalmente, isento em se preocupar com a segurança de seus cliente. Isso porque, é óbvio, que estas mesas situadas nas ruas, na faixa de rolamento de veículos automotores, estão muito expostas a um acidente que pode até vir a ser fatal.
Não dá para acreditar que alguém possa pensar que não haja perigo em uma pessoa se sentar de costas para a rua, com veículos passando a centímetros.
E nestas postagens polêmicas é interessante que não se vê nenhum vereador postar que há a necessidade de que a lei seja cumprida. Aliás esse seria um trabalho bem mais específico de um vereador.
E também cabe ao vereador fazer com que as leis sejam fiscalizadas e cumpridas. E que essa notificação dada ao bar em questão seja estendida a todos, veja bem TODOS, os estabelecimentos que usam dessa artimanha de expansão ilegal de área de exploração. E olhem que há muitos e, em alguns deles há a frequência constante de servidores públicos e até FISCAIS públicos.
Seria muito interessante e bastante seguro para a população que esta lei seja cumprida, antes que algum acidente mais grave venha a ocorrer.
Nada demais, somente o CUMPRIMENTO DA LEI…

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA