“Nós não vai”…

176

Por Eduardo Sócrates Bergamaschi

Joesley Batista é daqueles empresários de que o Brasil não precisa e não deveria ter, porém, ele é o retrato fiel do nosso legislativo, federal, estadual e municipal.
Além do mais, parece ser um péssimo profeta, já que na sua auto-gravação diz textualmente: “Nós não vai preso”.
Está preso e pelas atuais circunstâncias, se a nossa justiça federal tiver um mínimo de honradez, não sairá de lá tão cedo.
Como diz, o jurista Luiz Flávio Gomes: “Nas cleptocracias parasitárias as elites dirigentes que governam a nação (empresariais, financeiras e políticas) praticam o abominável capitalismo bandido (de compadres, de laços, de amigos). Nesse tipo de capitalismo, o deplorável poder do dinheiro (frequentemente) corrompe o humano. A corrupção, em seguida, corrompe seu cérebro (aniquilando as antenas éticas das amigdalas cerebrais)”.
Pois é, trocado em miúdos, diz ele que estas pessoas, com o passar do tempo, se julgam imunes às leis e tornam-se uns cretinos, hipócritas, mentirosos, cínicos e violentos. Sim, violentos porque, o dinheiro por eles desviado deixam de ir para a saúde, para o saneamento básico, segurança, fatos estes responsáveis pela morte de milhares e milhares de brasileiros e brasileiras, como diria uma ex-presidenta.
O dinheiro de Joesley o fez acreditar que poderia fazer o que quisesse que ninguém o pegaria, voou muito alto e poderá ter um tombo catastrófico para o futuro de sua família (mulher e filhos).
O dinheiro de Joesley destruiu seus neurônios e o transformou no trapalhão mais odiado do Brasil, ao se auto-gravar e se auto-entregar, corre o risco de perder a imunidade penal, conseguida através de outras gravações de Temer e Aécio que trouxe à tona fatos que nós sabíamos que existiam, mas ninguém conseguia provar.
O homem que comprou o executivo e o legislativo, dando propinas a mais de 1800 políticos eleitos, mostrou que dinheiro sem inteligência não serve pra nada. Parece que o seus Tico e Teco (únicos dois neurônios), resolveram fugir e deu no que deu: cadeia.
Como diz o ditado: Quem com áudio fere, com áudio será ferido.
A soberba deste homem era tão grande que ele queria dominar o STF também. Aí foi o seu maior erro. Não que aquela instituição seja um poço de honestidade, mas queiramos ou não eles tem um nome a zelar.
Joesley ficou no meio do caminho, conseguiu alcançar Rodrigo Janot, mas não conseguiu segurá-lo. Assim, quando deixou vazar fatos que poderiam comprometer o procurador geral da república, este pulou fora e ainda pisou na cabeça de Joesley.
Espera-se que este senhor fique por muito tempo na cadeia, em cela comum, no meio de assassinos e ladrões, onde terá tempo para refletir e continuar a assassinar o nosso portugues: “Nós vai preso sim”…

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA