“Meninas Formicida” filmado em Rio Claro

Diretor de curta de Rio Claro, SP, fala sobre disputa no Festival de Veneza: ‘A recepção do filme foi incrível’, diz

217
João Paulo Miranda (ao centro) com produtores franceses da Les Valseurs (Foto: Arquivo pessoal)

Produção que aborda abuso sexual e aborto, “Meninas Formicida” concorreu com 12 países, mas animação francesa “Gros chagrin” levou o Leão de Ouro.
Apesar de não ter conquistado o almejado Leão de Ouro, o diretor do curta-metragem produzido em Rio Claro (SP) e que representou o Brasil no 74º Festival de Veneza disse estar muito feliz pela primeira participação no evento. “A recepção do filme foi incrível”, contou João Paulo Miranda ao G1.
O filme “Meninas Formicida” concorreu com outras produções de 12 países. O júri da competição elegeu na noite de sábado (9) o curta de animação francês “Gros chagrin”, de Céline Devaux, como o melhor título da categoria.
“Infelizmente não foi desta vez que levamos o prêmio, mas ter um filme selecionado é uma sensação muito forte.Esta foi minha primeira vez no festival e espero ainda voltar muitas outras. Pude conversar com muitos diretores e tive um grande suporte e atenção de toda a equipe durante o evento”, disse o diretor.(fonte G1)

João Paulo Miranda (ao centro) com produtores franceses da Les Valseurs (Foto: Arquivo pessoal)
João Paulo Miranda (ao centro) com produtores franceses da Les Valseurs (Foto: Arquivo pessoal)

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA