Prefeito visita escola e participa de sabatina com as crianças

Alunos do infantil II da Escola Municipal “Profª. Marina Fredine Dainese Cyrino”, localizada na Vila Operária em Rio Claro, receberam nessa segunda-feira (11) a visita do prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. Juninho foi à escola responder pessoalmente uma carta escrita pelas crianças solicitando transporte para uma visita ao zoológico. Na oportunidade, as crianças sabatinaram o prefeito que respondeu às perguntas elaboradas pelos pequenos.
Qual o seu nome completo? Por que você é conhecido como Juninho da Padaria? O que gosta de comer? Qual sua cor preferida? Você tem bichinho de estimação? Você dorme de pijama? O que gostava de brincar quando era criança? Essas foram algumas das perguntas feitas pelas crianças que também abordaram questões mais complexas como a situação dos moradores de rua, pedidos para instalação de semáforo em via pública e para agilizar a entrega dos apartamentos do Jardim das Nações 1, na região do bairro Terra Nova.
“Esse contato com as crianças é revigorante. A alegria delas em conhecer de perto a figura do prefeito não é maior que a minha em participar desse tipo de atividade”, comentou Juninho da Padaria que além de oferecer o ônibus para levar as crianças ao zoológico também se comprometeu a receber os pequenos em seu gabinete.
O secretário municipal da Educação, Adriano Moreira, acompanhou o prefeito na visita. “Os alunos gostaram da iniciativa do prefeito de vir pessoalmente responder a cartinha e ainda mais com uma resposta positiva para o pedido feito por eles”, disse.
As professoras da turma são Michele Rocha e Rosângela Fernandes Leite Penteado. Michele conta que a ideia da carta surgiu após a realização de um projeto de literatura na sala de aula. Os alunos trabalharam com fábulas de Monteiro Lobato e ficaram curiosos em conhecer os bichos descritos nas histórias. Então decidiram pedir ao prefeito um ônibus para irem ao zoológico.
Lígia Bissoli, diretora da escola, explica que a unidade de ensino trabalha com pedagogia por projetos e procura acolher e envolver os alunos nas atividades. “Para eles, a visita do prefeito tem uma importância enorme e pela ideia ter surgido deles a atividade é muito mais significativa”, afirmou. Sorridente, a pequena Bianca Lopes, de seis anos, não escondeu a animação com a atividade. “Gostei muito”, disse afirmando que o prefeito era exatamente como ela imaginava.

JUNINHO DA PADARIA VISITA ESCOLA E (3)

A Escola Marina Cyrino atende 108 crianças de zero a cinco anos de idade nas modalidades creche e pré-escola. E as crianças ficaram muito feliz em receber o prefeito na escola
A Escola Marina Cyrino atende 108 crianças de zero a cinco anos de idade nas modalidades creche e pré-escola. E as crianças ficaram muito feliz em receber o prefeito na escola

JUNINHO DA PADARIA VISITA ESCOLA E (2)

Zoonoses faz socialização de cães para adoção

Socializar um animal que teve histórico de agressão é um trabalho longo, exige paciência, dedicação, avaliação de comportamento e acima de tudo, cuidado. No Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Rio Claro, cães que atacaram pessoas nas ruas ou muitas vezes os próprios donos precisam permanecer um tempo em observação para descartar a existência de doenças que possam comprometer a saúde humana, como a raiva por exemplo. Depois disso, o cão é castrado e começa um trabalho de interação entre o animal e o tratador que envolve horários de alimentação, limpeza das baias e passeios diários para acalmar, tranquilizar e desestressar o animal.
No CCZ não há recolha de animais abandonados e nem com suspeita de maus tratos já que o compromisso desse órgão público, ligado à Fundação Municipal de Saúde, é com a saúde pública. O gatil também foi desativado há mais de um ano, depois de todos os gatos terem sido adotados. Hoje estão sob a guarda do Centro de Zoonoses apenas cães agressores. São sete no total que ainda estão em processo de doação. Alguns deles, depois de um tempo, são doados. Algumas empresas já adotaram os animais do Centro de Zoonoses para reforçar a guarda do patrimônio. Os animais ganham espaço e passam a ser um importante componente de segurança dentro da empresa.
Um dos casos de maior sucesso em termos de adoção dentro do Centro de Controle de Zoonoses de Rio Claro foi da empresa Ancel, em 2014. A cadela Menina, uma vira-lata que há dois anos ocupava uma das baias do Centro de Zoonoses, passou a exercer uma função nobre. Ela ajuda na guarda do patrimônio. A decisão de adotar um cão recolhido das ruas partiu do dono da empresa. Ele queria dar mais segurança aos vigias que fazem a guarda noturna e achou que seria interessante buscar um animal no CCZ. Menina chegou no Centro de Zoonoses depois de ser recolhida no bairro Recanto Paraíso onde atacou uma pessoa. Tratada pelos agentes, ela ganhou peso e estava há anos à espera de um lar definitivo.ZOONOSES FAZ SOCIALIZAÇÃO (1)
Uma semana depois da adoção da cadela Menina, a equipe do CCZ conferiu, em seu novo lar, a mudança pela qual o animal passou. Com um espaço maior para se movimentar, ela já mostrava um novo comportamento, de obediência e fidelidade. A cadela continua na Ancel até hoje e nunca atacou ninguém da empresa. Já de início interagiu com o funcionário que cuida dos animais. Existem outros cães no Centro de Zoonoses que podem exercer a mesma função de Menina. Dessa maneira ganham mais espaço para se movimentarem e retribuem com dedicação ao seu novo dono. Quando se trata de família querendo adotar um animal do Centro de Zoonoses, na casa não pode haver outros animais ou crianças e o espaço também tem que ser satisfatório. A adoção só é aprovada se forem obedecidas todas as normas adotadas pelo CCZ.
O trabalho do setor tem sido divulgado diariamente através do IEC, departamento de Informação, Educação e Comunicação, que alimenta o seu blog www.cczrioclaro.wordpress.com.br, uma página no facebook (Zoonoses Rio Claro) e ainda uma conta no twitter @cczrioclaro. Em todas essas mídias sociais informações sobre a Zoonoses podem ser acompanhadas.

Linha gratuita de ônibus do Mais Saúde começa a circular no dia 20

A linha de ônibus exclusiva para quem terá consulta nas Carretas da Saúde começa a circular no próximo dia 20, quinta-feira, mesmo dia em que começam os atendimentos no Espaço Mais Saúde, em Rio Claro. Os ônibus dessa linha transportarão gratuitamente pacientes e acompanhantes no trajeto de ida e volta entre a antiga estação ferroviária e o antigo Espaço Livre do Centro, onde estão as Carretas. Para usar o transporte gratuito será necessário apresentar a carteirinha do Mais Saúde e o comprovante de agendamento da consulta.
“Essa é uma facilidade a mais que prefeitura está oferecendo aos pacientes e faz parte de nossos esforços para garantir o bom acolhimento aos pacientes no Espaço Mais Saúde”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.
A solenidade de inauguração do Espaço Mais Saúde está marcada para sexta-feira (15), às 17 horas. Nesse dia, as unidades estarão abertas para visitação. Os agendamentos dos pacientes que aguardam na fila de espera do SUS (Sistema Único de Saúde) em Rio Claro teve início na semana passada e está sendo feito por telefone pela Central de Regulação Ambulatorial da Secretaria Municipal de Saúde.
Os primeiros atendimentos, marcados para o dia 20 serão consultas nas especialidades oftalmologia e vascular, com especialistas contratados pela Cies Global, empresa vencedora da licitação aberta pelo município para a prestação dos serviços nas unidades móveis.
A Secretaria de Saúde explica que, para ser atendido no Espaço Mais Saúde, os pacientes devem primeiro passar por uma unidade da rede municipal. Nas Carretas da Saúde serão realizadas consultas, exames e cirurgias. Mais informações sobre o Programa Mais Saúde e o atendimento que será prestado nas carretas podem ser obtidas no endereço http://www.rioclaro.sp.gov.br/includes/folder_web02.pdf.

Semana de palestras do Samu prossegue com participação de mais de 100 profissionais

O evento é organizado pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência) e pelo Nestd (Núcleo de Educação em Saúde, Treinamento e Desenvolvimento). Os temas, abordados por especialistas no atendimento de urgência e emergência são direcionados especialmente aos profissionais do Samu, bombeiros, enfermeiros e médicos da Fundação de Saúde de Rio Claro.
Na abertura do encontro, o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, falou sobre a importância de capacitar e integrar os profissionais da Saúde. “Aprender, reciclar os conhecimentos e compartilhar as experiências é bom para qualquer área profissional. Mas, quando se trata da saúde e principalmente do atendimento de urgência e emergência, é algo ainda mais importante, pois daqui podem sair ações que salvam vidas”, afirmou Juninho.
Após a palestra dessa terça (12) com o médico José Carlos Naitzke Junior, sobre o atendimento à vítimas de queimaduras, a Semana da Educação em APH deu prosseguimento na quarta-feira (13) com a palestra do médico anestesista e intensivista Moacir Rodrigues Junior, que falou sobre “Drogas na Indução de Intubação Orotraqueal em Urgência e Emergência”.
Nesta quinta (14) também às 19h30 o enfermeiro Roni Daniel Gomes, especialista em cardiologia e cuidados intensivos, abordará o tema “IAM e PCR na APH: Duas faces da mesma moeda”.
No último dia do encontro, na sexta (15), o médico cirurgião geral e especialista em gastroenterologia, Sérgio Pimenta Terra Junior falará sobre “Intoxicação Exógena”.
O Samu Regional de Rio Claro é comandado pelo médico Rony Peterson Meyer (diretor médico), a enfermeira Silveli Pazetto (coordenadora geral) e a enfermeira Lilian Fernanda Strabeli de Moraes (responsável técnica).

Avenida Saburo Akamine recebe limpeza e poda de árvores em Rio Claro

A prefeitura iniciou nessa segunda-feira (11) serviço de limpeza e poda de árvores na Avenida Saburo Akamine no Jardim Bela Vista em Rio Claro. Os trabalhos começaram na região da Rua 14 em direção ao bairro Matheus Maniero. “Vamos limpar os canteiros e podar os galhos baixos das árvores para melhorar a visibilidade dos motoristas”, explica Emilio Cerri, secretário municipal de Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção.
O serviço está sendo realizado por equipe do Departamento de Manutenção e Conservação. “A limpeza será feita ao longo de toda a via”, informa o diretor do departamento, Tadeu Olivetti.AVENIDA SABURO AKAMINE RECEBE LIMPEZA (2)
“Serviços simples como pintura e limpeza deixam a cidade mais bonita, melhoram a visibilidade e aumentam a sensação de segurança da população”, observa o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.
Essa é mais uma ação da prefeitura que intensificou os serviços de manutenção e limpeza na cidade, que incluem também pinturas de guias e sarjetas, pontos de ônibus e reforço na iluminação pública. Vários bairros já receberam melhorias como Jardim Novo, Jardim das Palmeiras, Terra Nova, Vila Alemã, Jardim Nova Veneza, Jardim Azul, Cidade Azul, entre outros.

“Projeto Quatro Estações – Arte e Encanto” começa nessa sexta (15) em RC

Denominado “Projeto Quatro Estações – Arte e Encanto”, contará com vasta programação de atividades ligadas ao artesanato, moda, gastronomia e música.
O projeto tem como objetivo fomentar atividades de cultura e possibilitar aos artistas visibilidade para o fortalecimento da produção criativa local, além do compartilhamento de experiências e conhecimento.
Willian Nagib Filho, presidente da Casa de Cultura e da Orquestra Filarmônica de Rio Claro, destaca que o projeto e as atividades desenvolvidas pela associação têm a função de aproximar e conectar a cultura da comunidade.
Com abertura oficial amanhã, sexta-feira (15), às 20h, contará com apresentação musical e jantar preparado pelo chefe de cozinha Alexandre Carrille.
A entrada é gratuita e as adesões para o jantar – opcional – tem o valor de R$ 35,00, e podem ser adquiridas através do telefone: 3524-4651, whatspp: 99784-2543 ou na Casa Sustentável que fica no Shopping Center Rio Claro.

Escolas municipais darão orientações sobre o uso racional de energia elétrica

Alunos de escolas municipais de Rio Claro vão receber orientações sobre o uso racional e eficiente de energia elétrica, sustentabilidade e preservação ambiental. A ação educativa faz parte do projeto Elektro nas Escolas desenvolvido em parceria da prefeitura com a concessionária de energia. O convênio que estabelece a cooperação técnica foi assinado nessa terça-feira (12) pelo prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, e Eduardo Zornoff, gerente da empresa.
Para Juninho da Padaria, esse projeto vem ao encontro das necessidades da sociedade que tem se preocupado com sustentabilidade e questões ambientais. “O conhecimento transmitido às crianças sobre a importância do uso racional de energia e dos recursos naturais será compartilhado com os pais e familiares multiplicando a informação”, comenta.
Cerca de 120 professores de 16 escolas municipais vão participar de capacitação voltada ao meio ambiente, conservação e eficiência de energia e sustentabilidade nos dias 21 e 22 de setembro. Depois disso, as atividades com temática ambiental serão desenvolvidas em salas de aulas com apoio da Estação Móvel de Ensino da Elektro que estará em Rio Claro no início de outubro. “A unidade irá percorrer as escolas possibilitando aos educadores conciliar a teoria com a prática”, destaca Eduardo Zornoff que também agradeceu a prefeitura por acreditar junto com a Elektro na transformação da sociedade através da formação das pessoas.
O secretário municipal da Educação, Adriano Moreira, observou que o projeto Elektro nas Escolas vem somar com outras ações já desenvolvidas pela prefeitura para promover a educação ambiental e sustentabilidade nas escolas, além de investir na formação de alunos e educadores.
Também presenciaram a assinatura do convênio a secretária municipal de Cultura, Daniela Ferraz; a diretora do Departamento Pedagógico e de Supervisão Escolar da Secretaria da Educação, Simone Gonçalves Reganham; Aline Hebling, coordenadora pedagógica da Secretaria da Educação; Adriana Lotumolo, procuradora jurídica do Daae; Vinícius Hoefling, diretor municipal de Habitação; Rodrigo Lagreca, da HomeCarbon; e o vereador Geraldo Voluntário.

Delegação de RC recebe homenagem pela disputa dos Jogos Regionais dos Idosos

Na oportunidade ela recebeu Moção de Aplausos, de autoria do vereador Luciano Bonsucesso (PR), ao representar a Delegação de Rio Claro que participou da edição dos Jogos Regionais dos Idosos (JORI) realizada em Americana em junho deste ano.
Neste ano, Rio Claro participou da competição com 70 atletas os quais garantiram a 10ª colocação com a soma de 48 pontos. “Essa homenagem vai a toda a equipe que participou dos jogos. A delegação teve como responsáveis os professores Luiz Fernando Moreira e Samira Venâncio com a supervisão da presidente do FSS Paula Silveira Costa.Parabenizo todos os integrantes, por representar nossa cidade com carinho e dedicação”, disse o vereador no ato da entrega da moção no Plenário do Legislativo.
Paula Silveira agradeceu Luciano Bonsucesso pela iniciativa e externou que toda a delegação, desde os atletas até a equipe de apoio, se esforçou para representar a cidade da melhor maneira possível. “Agradeço a Câmara pela aprovação desta homenagem em nome de todos que participaram da competição”, destacou.
O JORI, salientou o vereador na moção, tem como objetivo principal proporcionar aos participantes a socialização, integração e participação no evento. “A competição saudável possibilita vários ganhos, entre elas a recuperação da mobilidade”, detalhou Luciano.
O parlamentar é autor do projeto que institui os Jogos Municipais do Idoso no município com objetivo de dar oportunidade de ampliação do trabalho com os grupos da Melhor Idade já existentes, bem como abrir espaços para que idosos que ainda não se envolveram neste movimento também participem e assim abrilhantar ainda mais a participação no JORI.

“Meninas Formicida” filmado em Rio Claro

Produção que aborda abuso sexual e aborto, “Meninas Formicida” concorreu com 12 países, mas animação francesa “Gros chagrin” levou o Leão de Ouro.
Apesar de não ter conquistado o almejado Leão de Ouro, o diretor do curta-metragem produzido em Rio Claro (SP) e que representou o Brasil no 74º Festival de Veneza disse estar muito feliz pela primeira participação no evento. “A recepção do filme foi incrível”, contou João Paulo Miranda ao G1.
O filme “Meninas Formicida” concorreu com outras produções de 12 países. O júri da competição elegeu na noite de sábado (9) o curta de animação francês “Gros chagrin”, de Céline Devaux, como o melhor título da categoria.
“Infelizmente não foi desta vez que levamos o prêmio, mas ter um filme selecionado é uma sensação muito forte.Esta foi minha primeira vez no festival e espero ainda voltar muitas outras. Pude conversar com muitos diretores e tive um grande suporte e atenção de toda a equipe durante o evento”, disse o diretor.(fonte G1)

João Paulo Miranda (ao centro) com produtores franceses da Les Valseurs (Foto: Arquivo pessoal)
João Paulo Miranda (ao centro) com produtores franceses da Les Valseurs (Foto: Arquivo pessoal)

 

Flagrante – ato infracional – furto

Com as características do suspeito a guarnição logrou êxito encontrando-o ao entrar em terreno baldio, momento em que caiu da bicicleta que conduzia, sofrendo ferimentos superficiais. Após ter sido reconhecido pela vítima, assim como o aparelho celular, A.M.F.C. foi conduzido à UPA da Avenida 29 para atendimento médico. Ato contínuo, após a liberação médica, foram apresentadas as partes, os fatos e o bem subtraído à autoridade de plantão que determinou a confecção do RDO nº8888/2017 (Ato Infracional-Furto Consumado).

37º BPMI faz homenagens a policiais na Câmara Municipal

O 37º Batalhão da Polícia Militar de Rio Claro realizou na quarta-feira (13) a solenidade de valorização dos policiais militares com a entrega de medalhas, láureas de mérito pessoal e certificados. O evento foi realizado no plenário da Câmara de Vereadores, no paço municipal. O vice-prefeito e secretário municipal de Segurança, Defesa Civil e Mobilidade Urbana, Marco Antonio Bellagamba, participou da homenagem e destacou a importância de valorizar os agentes da segurança pública. “São profissionais que têm um papel fundamental na proteção ao cidadão e na construção de uma sociedade mais pacífica e tranquila”, comenta.
A solenidade também contou com a presença do deputado estadual Aldo Demarchi, dos representantes de Conselhos Municipais de Segurança, Douglas Jorge Gonçalves e Iuri Davi Antonio, do vice-presidente da União de Amigos (Udam), Adriano Marchi e do diretor municipal de Segurança, Luís Alberto Irikura.
A homenagem é realizada mensalmente pelo 37º BPMI. Na solenidade dessa quarta-feira, 11 policiais tiveram a atuação destacada. Foram homenageados o 1º Tenente PM Bruno Tertuliano, o 3º Sargento PM Flávio Thomazin, os Cabos PM’s Leonardo Astolfi, Vagner Pinto e Alessandro Alves, e os Soldados PM’s Leandro Perissotto, Leandro Duarte, Priscila Perez, Lucas dos Santos, Cassiano Bautto e Tom Robson Barros.
Participaram da solenidade os oficiais da Polícia Militar Capitão PM Tiago Adolfo Facchini, comandante da 1ª Companhia de Policiamento Militar; o Capitão PM César Augusto de Oliveira Bovo, comandante da Companhia de Força Tática; Capitão PM Cleotheos de Souza Sabino Filho, coordenador operacional do 37º Batalhão de Polícia Militar; Capitão PM Ademar Gregolim Júnior, comandante da 2ª Companhia de Polícia Militar de Itirapina; 1º Tenente PM Vítor Socolowsk, chefe da seção de Justiça e Disciplina do 37º Batalhão de Polícia Militar; 1º Tenente PM Leonardo Diegues A. Pinto, chefe da seção de Logística; e 1ª Tenente PM Larissa Fernanda Marcucci Sanches, comandante do Pelotão da Polícia Militar de Santa Gertrudes.

O JULGAMENTO DE JANOT

Alexandre Garcia
Esta é a última semana de Rodrigo Janot na chefia da Procuradoria-Geral da República, uma instituição que ganhou poderes e autonomia na Constituição de 1988 e que nunca teve um chefe tão marcante quanto agora. Ainda é cedo para julgá-lo. Vai ser preciso esperar pelas consequências de sua administração na Procuradoria. Mas não há como reconhecer que desde o envolvimento de Joesley, o Procurador foi para a berlinda. Essa berlinda seria tribuna de honra ou banco dos réus, dependendo as diferentes e opostas opiniões que se formou dele. Para os petistas, um perseguidor de Lula; para outros, um perseguidor de Temer. Mais sensato é esperar as consequências.
Por enquanto, as consequências foram danosas para a economia brasileira. Quando se anunciou a delação de Joesley e a gravação no Jaburu, a atividade econômica e o emprego que esquentavam, em maio, receberam um balde de água fria. Além disso, Janot embarcou no barulhento trio-elétrico de declarações que contagiaram a Justiça. “Enquanto houver bambu, vai flecha” ficaria bem na boca de um artilheiro de equipe de futebol, no intervalo de um clássico. E ele não está sozinho nesse clássico: juízes do Supremo também são loquazes, bem além dos autos.
Mas aí, flechas que foram poupadas em relação ao delator premiadíssimo Joesley Batista, acabaram atingindo o próprio pé do Procurador-Geral. Mesmo de pé flechado, ele ainda foi a um bar num setor isolado de Brasília, para se encontrar casualmente com o advogado de Joesley. Depois desse suspeito episódio, continuou atirando flechas, como se elas tivessem o dom de apagar os estragos de Joesley, do ex-procurador Miller e do advogado. Desde maio, parece apressado em pegar o Presidente da República e até emagreceu. Reconheça-se que alguns de seus antecessores eram criticados como engavetadores. Na situação atual, um engavetador, sob o argumento de que resta a Temer pouco mais de um ano de governo e mexer com o Presidente afetaria a combalida economia, um engavetador engavetaria, em nome da paz no país.
Nos seus últimos dias, Janot lançou a campanha “Todos juntos Contra a Corrupção”, mostrando que esse não é um trabalho só dele, da Polícia Federal, do Ministério Público, da Justiça Federal, mas uma responsabilidade de todos. E que começa no cidadão e vai até o político, a autoridade. Nessa direção, não o inverso. Nossa mania brasileira, no país do jeitinho e do malandro, da propina generalizada, do desrespeito às leis e à ordem, nos faz olhar para fora de nós. E ainda alegar que o exemplo vem de cima. Pois podem ter certeza de que começa embaixo. Janot ainda poderá continuar seu trabalho no Ministério Público, mesmo fora do cargo de Procurador-Geral. Mas com Janot ou sem ele, a tarefa é nossa.

“Nós não vai”…

Por Eduardo Sócrates Bergamaschi

Joesley Batista é daqueles empresários de que o Brasil não precisa e não deveria ter, porém, ele é o retrato fiel do nosso legislativo, federal, estadual e municipal.
Além do mais, parece ser um péssimo profeta, já que na sua auto-gravação diz textualmente: “Nós não vai preso”.
Está preso e pelas atuais circunstâncias, se a nossa justiça federal tiver um mínimo de honradez, não sairá de lá tão cedo.
Como diz, o jurista Luiz Flávio Gomes: “Nas cleptocracias parasitárias as elites dirigentes que governam a nação (empresariais, financeiras e políticas) praticam o abominável capitalismo bandido (de compadres, de laços, de amigos). Nesse tipo de capitalismo, o deplorável poder do dinheiro (frequentemente) corrompe o humano. A corrupção, em seguida, corrompe seu cérebro (aniquilando as antenas éticas das amigdalas cerebrais)”.
Pois é, trocado em miúdos, diz ele que estas pessoas, com o passar do tempo, se julgam imunes às leis e tornam-se uns cretinos, hipócritas, mentirosos, cínicos e violentos. Sim, violentos porque, o dinheiro por eles desviado deixam de ir para a saúde, para o saneamento básico, segurança, fatos estes responsáveis pela morte de milhares e milhares de brasileiros e brasileiras, como diria uma ex-presidenta.
O dinheiro de Joesley o fez acreditar que poderia fazer o que quisesse que ninguém o pegaria, voou muito alto e poderá ter um tombo catastrófico para o futuro de sua família (mulher e filhos).
O dinheiro de Joesley destruiu seus neurônios e o transformou no trapalhão mais odiado do Brasil, ao se auto-gravar e se auto-entregar, corre o risco de perder a imunidade penal, conseguida através de outras gravações de Temer e Aécio que trouxe à tona fatos que nós sabíamos que existiam, mas ninguém conseguia provar.
O homem que comprou o executivo e o legislativo, dando propinas a mais de 1800 políticos eleitos, mostrou que dinheiro sem inteligência não serve pra nada. Parece que o seus Tico e Teco (únicos dois neurônios), resolveram fugir e deu no que deu: cadeia.
Como diz o ditado: Quem com áudio fere, com áudio será ferido.
A soberba deste homem era tão grande que ele queria dominar o STF também. Aí foi o seu maior erro. Não que aquela instituição seja um poço de honestidade, mas queiramos ou não eles tem um nome a zelar.
Joesley ficou no meio do caminho, conseguiu alcançar Rodrigo Janot, mas não conseguiu segurá-lo. Assim, quando deixou vazar fatos que poderiam comprometer o procurador geral da república, este pulou fora e ainda pisou na cabeça de Joesley.
Espera-se que este senhor fique por muito tempo na cadeia, em cela comum, no meio de assassinos e ladrões, onde terá tempo para refletir e continuar a assassinar o nosso portugues: “Nós vai preso sim”…

O mais longo dos dias

Carlos Brickmann

É hoje: Lula, acusado de chefiar o esquema de corrupção na Petrobras, depõe ao juiz Sérgio Moro, em Curitiba. Esperam-se perguntas sobre o Pacto de Sangue entre a Odebrecht e Lula, citado por Antônio Palocci.
Nesta mesma Super-Quarta, o Supremo deve decidir se as provas constantes da delação de Joesley Batista devem ser anuladas. Se forem, quase dois mil políticos nela citados ficarão mais tranquilos, ao menos por algum tempo – pois, embora não possam ser processados pelas acusações de Joesley, eleitor e Polícia saberão o que eles fizeram no verão passado.
O Supremo decide também se o procurador-geral Janot é suspeito para apresentar nova denúncia contra o presidente Michel Temer. Caso não seja, Janot tem a denúncia pronta, por chefiar organização criminosa, o Quadrilhão do PMDB, que envolve, além de Temer, seus auxiliares mais próximos. Na denúncia, deve ser citada a delação do doleiro Lúcio Funaro. O inquérito em que se baseia a nova denúncia foi concluído nesta segunda pela Polícia Federal. Atinge Temer, os ex-ministros Geddel Vieira Lima (o das malas de dinheiro) e Henrique Alves, os ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha, e Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara. Todos devem ser denunciados por corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, evasão de divisas e fraude em licitações. Destes, só Eliseu Padilha, Moreira Franco e Michel Temer estão soltos.
Tem mais, tem mais…
A Super-Quarta é o mais longo dos dias por ter começado na terça. No Congresso, foi instalada a CPMI do BNDES – M de mista, por englobar Senado e Câmara. Os dois membros petistas, o senador Lindbergh Farias e o deputado Paulo Rocha, chegaram atrasados – mas a tempo de reclamar que Lula, o ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, e o ex-presidente do BNDES. Luciano Coutinho, já tinham sido convocados para depor. O caro leitor tem uma chance de adivinhar os termos do protesto de Lindbergh. Claro: ele exclamou várias vezes “é golpe, é golpe”.
…e tem mais
Ainda na quarta, o Tribunal Regional Federal 4, em Porto Alegre, deve decidir se aceita o recurso de José Dirceu, que está em prisão domiciliar.
Maldade
Dizem que, terminado o mandato de procurador-geral, e após a confusão de ter um assessor próximo acusado de atuar dos dois lados do balcão, Janot fará cinema. Ocupará o lugar de Peter Sellers, o Inspetor Clouseau, na refilmagem de A Pantera Cor-de-Rosa. Fará o papel de Inspetor Janot.
De um bolso para outro
A Pilgrim’s Pride, maior produtora americana de carne de frango, acaba de comprar a irlandesa Moy Park, fornecedora de 25% do frango consumido na Europa, por US$ 1,3 bilhão. “A compra nos dá acesso aos atraentes mercados do Reino Unido e da Europa, atendendo nossa estratégia de diversificação do portfolio”, anunciou Bill Lovette, presidente executivo da Pilgrim’s Pride. Um detalhe: a Pilgrim’s é controlada pela JBS e a Moy Park é integralmente pertencente à JBS. Alô, Rolf Kuntz! Alô, Alexandre Schwartsman! Não é a mesma coisa que tirar dinheiro da carteira e botá-lo no bolso? Sabendo que quem comprou e quem vendeu foi a JBS, de Joesley Batista, será que não existe nada esquisito nisso? Tomara que este colunista esteja errado: será a prova de que nem sempre o que acontece é aquilo de que a gente comum, como eu, desconfia.
Meu pai-pai
Flávio Bolsonaro, deputado estadual (PSC – Rio), prova viva de que sobrenome ajuda em eleição, estreia em nova área profissional: biógrafo. Bolsonaro preparou um livro com passagens da vida de seu pai, o deputado federal (e candidato à Presidência) Jair Bolsonaro. O lançamento do livro deve ocorrer neste mês, a tempo de transformar-se em possível presente de Natal. Deve haver uma grande noite de autógrafos, com a presença do pai, Bolsonaro, e dos dois filhos deputados, Bolsonaro e Bolsonaro.
Recordando ACM
O principal cacique político da Bahia, Antônio Carlos Magalhães, volta a ser lembrado por escrito a partir de amanhã, às sete da noite: é o horário previsto para o lançamento de ACM em Cena, livro de crônicas sobre os tempos em que ele comandava a Bahia (diga-se, com mão de ferro). São, em textos que quem viveu esta época, “depoimentos e cenas de uma grande história de amor pela Bahia”. Preço do livro: uma lata de leite em pó. Este colunista, que jamais morreu de amores por ACM, mas reconhece seu papel dominante na história recente da Bahia, já encomendou o livro à amiga (e autora de uma das crônicas) Rose Vitaly. Junto com o lançamento do livro, no Cine-Teatro Gláuber Rocha, praça Castro Alves, deve ser apresentado ACM, Tempo e Espaço, documentário de Oscar Santana. Vale.
COMENTE: carlos@brickmann.com.br
Twitter: @CarlosBrickmann