Diário 131 anos: tradição, respeito e credibilidade que geram responsabilidade

Aproximar os leitores do que acontece na cidade sempre foi um dos objetivos do Diário, que hoje cumpre mais uma etapa dessa missão, ao completar 131 anos, fazendo parte do dia a dia dos rio-clarenses.

206
Com o passamento do Srº Geraldo Leonardo Zanello, sua família que abraçou a causa, promete grandes novidades para este matutino para um futuro breve

E temos todas as razões para festejar. Com quase dois séculos de existência – sendo o primeiro jornal mais antigo em circulação no Estado – o nascimento do Diário, naquele longínquo ano de 1886, desafiava o panorama da imprensa escrita na cidade, onde muitos periódicos já haviam surgido e desaparecido com a mesma velocidade.
Eram matutinos que circulavam no máximo duas vezes por semana. E então surge o jovem José David Teixeira, com o idealismo e a ousada proposta de fundar, na cidade, o primeiro jornal diário. Certamente num povoado pacato e com um passar dos dias sem novidades como era Rio Claro no final do século XIX, não era para dar certo. Mas deu!
E deu tão certo que hoje o Diário se torna referência em muitos aspectos, pelo fato principal de fundir sua história com a própria evolução do município.
Este sucesso se deve principalmente ao apoio crescente de nossos leitores e anunciantes, que de muitas maneiras influenciam nosso crescimento.
Desde 1886, a cada aniversário uma nova variação de circunstâncias marca a idade. A palavra que traduz este momento de festa é ‘Reconhecimento’. Fazer jornal não é fácil e manter-se ativo por mais de 12 décadas é ainda mais difícil e reforça todos os adjetivos sobre sua posição atual de destaque.
Muito tempo se passou desde a fundação do jornal, mas no cerne do Diário de 2017 ainda estão as convicções de 1886. O jornal registrou passo a passo os diferentes momentos políticos, sociais e econômicos da sociedade e seu acervo é uma preciosidade, considerado como ‘patrimônio histórico’, ainda que quase 50 anos de história tenham sido perdidos em função da agressão sofrida em 1932, quando getulistas invadiram o prédio do jornal e queimaram todos os arquivos.
Reconhecer-se com tal grandeza aumenta também a responsabilidade e se faz necessário aceitar a obrigação de continuar na trilha do princípio da transparência e imparcialidade. Ter 128 anos é reconhecidamente ter a autoridade para defender esses valores, cultivados com orgulho e determinação.
Uma das grandes preocupações do jornal tem sido informar a população com o máximo de fidelidade aos acontecimentos, reforçando sua credibilidade. Outra característica é a defesa dos interesses da comunidade local, cobrando e reivindicando melhorias na prestação dos serviços e na qualidade de vidas das pessoas que aqui vivem.
Então hoje, no dia do aniversário, a direção do Diário é chamada a refletir e a reconhecer a importância da própria existência e, consequentemente, da responsabilidade que há mais de um século assumiu com a sociedade e a história.
Sendo assim, os cumprimentos e o reconhecimento desta posição devem ser repartidos com os leitores, anunciantes e toda a equipe – responsáveis pela longevidade, importância, tradição e sucesso do Diário!
E continuaremos defendendo firmes nossos objetivos, apostando em Rio Claro e fazendo os investimentos necessários. Nesse aniversário, queremos dividir essa história de sucesso, com muitas conquistas, com cada leitor, anunciante e todos os rio-clarenses, que são nossas maiores razões de realizar um trabalho cada vez melhor.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA