Descarte correto de medicamentos

Ação de estudantes está alinhada com a Câmara no descarte correto de medicamentos, afirma Seron

88
Alunos e professora do Claretiano Colégio com o vereador Seron do Proerd no Paço Municipal

Os alunos do segundo ano do ensino médio do Claretiano Colégio, Everton Albiazetti, Gustavo Scatolin e Anna Peres estiveram no Paço Municipal na última quarta-feira, 27, acompanhados da professora Jandanilce Rosin para divulgar o trabalho, que conta com apoio do vereador Seron do Proerd (DEM), referente ao descarte correto de medicamentos.
De acordo com a educadora, a ação faz parte do projeto de iniciação científica que o colégio desenvolve já há dois anos. “Neste ano, os alunos optaram por este trabalho que tem como objetivo principal exercitar a cidadania através da conscientização das pessoas na hora do descarte de medicamentos”, explicou a professora Jandanilce.
Os estudantes colocaram pontos de coletas no Paço Municipal, no Centro, e nas Unidades Básica de Saúde (UBS) localizadas no Cervezão, Avenida M-17, número 739, e no Cidade Jardim localizada na Avenida 29, número 1.311.
A ação também conta com distribuição de folhetos que alertam a comunidade sobre os problemas que o descarte incorreto dos medicamentos podem causar para a sociedade. “Definimos o Paço Municipal e as UBS como pontos de coletas pelo elevado número de pessoas que passam por estes locais diariamente”, sinalizou o estudante Everton. “Todo procedimento é devidamente registrado para que possamos elaborar o relatório final”, explicou Anna. “O projeto será encerrado com apresentação em sala de aula”, afirmou Gustavo.
Os alunos, que participaram do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), época que estavam no ensino fundamental, destacam o apoio de Seron na atividade. “Ele apresentou projeto, que tramita na Câmara Municipal, que está alinhado com o nosso trabalho”, comentaram os alunos se referindo ao projeto que trata do descarte correto de medicamentos no município.
Seron, no Paço Municipal, parabenizou a iniciativa do Colégio Claretiano que através desta iniciativa dá condições de ampliar a consciência de cidadania entre os jovens. “Este conjunto de ações, que vai desde o trabalho desenvolvido por alunos até a aprovação de projeto na Câmara que resultará na instituição de lei específica, contribui para que possamos criar política pública eficaz no que diz respeito ao descarte correto de medicamentos”, enfatizou Seron.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA