Famílias de baixa renda de Rio Claro receberão conversor para sinal digital de TV

Prefeitura e empresa Seja Digital assinaram termo de cooperação e vão fazer a distribuição por meio dos Centros de Referência em Assistência Social

355
As pessoas que terão direito a receber os kits gratuitos em Rio Claro serão avisadas pela Secretaria de Assistência Social e pela Seja Digital

A distribuição gratuita de kits de acesso ao sinal digital de televisão vai beneficiar famílias de baixa renda de Rio Claro. Na quarta-feira (30) o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, assinou termo de cooperação com a empresa Seja Digital, que distribui os kits em todo o país, conforme exigência da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). “Com essa parceria estamos garantindo o acesso à informação para a camada menos favorecida da comunidade”, comenta Juninho, que assinou o documento em cerimônia realizada na cidade de Paulínia, com presença dos prefeitos de outros oito municípios, da diretora de Operação Regional da Seja Digital, Andrea Marques, e do diretor de Relações Institucionais da EPTV, Paulo Brasileiro.
As pessoas que terão direito a receber os kits gratuitos em Rio Claro serão avisadas pela Secretaria de Assistência Social e pela Seja Digital, que agendarão com os beneficiados a retirada dos equipamentos nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). “Também haverá suporte técnico gratuito para aqueles que precisarem de auxílio e orientação para instalar o kit”, explica a secretária de Assistência Social, Érica Belomi, que participou do evento em Paulínia.
De acordo com cronograma do governo federal, o sinal analógico de televisão na região de Rio Claro será extinto definitivamente no dia 29 de novembro. A partir daí, só assistirá a programação televisiva quem tiver aparelhos de TV que recebem sinal digital, ou possuírem o conversor para adaptar os televisores mais antigos.
O kit gratuito, com antena e conversor, é destinado aos beneficiários de programas sociais do governo federal, como o Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Tarifa Social de Energia Elétrica e outros. Em Rio Claro, o registro dos usuários de vários desses programas é feito no Cadastro Único, gerenciado em âmbito local pela prefeitura por meio da Secretaria de Assistência Social. Hoje existem aproximadamente 13 mil pessoas no Cadastro Único do município.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA