CPP solicita audiência com o governador

A solicitação ressalta que o magistério paulista está sem reajuste salarial há três anos, o que tem gerado defasagem de mais de 20% da remuneração da última concessão, em 2014

442
Mais informações podem ser obtidas na Sede Regional de Rio Claro - Rua 16, nº 441-BE – Fone/Fax (19) 3524-4563 em Rio Claro-SP

O Centro do Professorado Paulista (CPP) protocolou, em 18 de agosto, na Secretaria Estadual de Educação de São Paulo, ofício solicitando audiência com o governador Geraldo Alckmin, para que a entidade possa tratar de reajuste salarial dos professores com o chefe do executivo do Estado.
A solicitação ressalta que o magistério paulista está sem reajuste salarial há três anos, o que tem gerado defasagem de mais de 20% da remuneração da última concessão, em 2014. Esse cenário caótico demanda atendimento urgente por parte do governador.
O professor José Maria Cancelliero, presidente da entidade em nível estadual, sinalizou a importância do governador ouvir o magistério.
O diretor da sede regional do CPP de Rio Claro, professor Moacir Rossini, informa que a entidade busca garantir o legítimo direito de remuneração digna para os professores ativos e aposentados.
Até agora o governo não deu resposta. ( fonte -Diretoria do CPP – Regional de Rio Claro)

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA