Ney Paiva amplia discussão sobre a saúde mental através do projeto Janeiro Branco

Indagado o motivo pelo qual janeiro foi escolhido, o parlamentar avalia que o mês marca o recomeço de acordo com o calendário cristão fato que motiva a autoavaliação pessoal

191
Ney Paiva (DEM) autor do projeto que institui o Janeiro Branco no município

A saúde mental como caminho único para o bem estar das pessoas. Com este objetivo, o vereador Ney Paiva (DEM), através do Projeto de Lei 168/2017, busca apoio da Câmara para que Rio Claro institua no Calendário Oficial de Eventos o Janeiro Branco.
O parlamentar, ao justificar a apresentação da proposta, apresenta a saúde mental como condição essencial para que a pessoa possa atuar no mercado profissional e manter convivência em sociedade.
“Os distúrbios mentais, que vão desde a depressão até a síndrome do pânico, afetam número cada vez mais de pessoas. O número é alarmante. O projeto que institui o Janeiro Branco abre a possibilidade de ampliar o debate de várias formas com o auxílio de profissionais que podem amenizar os transtornos de muitas pessoas que sofrem caladas”, argumenta Ney Paiva.
Indagado o motivo pelo qual janeiro foi escolhido, o parlamentar avalia que o mês marca o recomeço de acordo com o calendário cristão fato que motiva a autoavaliação pessoal. “Defendemos um mês de reflexões onde o diálogo será o principal combustível. É preciso enfatizar às pessoas que cuidar da mente é tão importante quanto os cuidados do corpo”, pontua. “O primeiro passo para que possamos avançar nesta rota é fazer com que as pessoas reconheçam os transtornos e saibam que existem caminhos que levam a sonhada solução”, finaliza.
O projeto que deu entrada no Legislativo na última segunda-feira, 21, agora tramita pelas Comissões Permanentes do Legislativo, etapa que antecede a votação no Plenário.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA