Prefeitura faz melhorias na iluminação do terminal de ônibus urbano

A prefeitura de Rio Claro providenciou nesta semana melhorias na iluminação pública ao longo do terminal de ônibus urbano. A iniciativa aumenta a segurança dos milhares de usuários que transitam pelo local à noite e também de toda aquela região do Centro Histórico da cidade.
A manutenção do sistema de iluminação complementa outras ações da prefeitura pela segurança no local. Também nesta semana passou a funcionar na antiga estação ferroviária a segunda Central de Segurança Integrada, com presença de guardas civis, polícia militar e vigilância patrimonial 24 horas. O terminal de ônibus fica ao longo do muro da antiga estação, que ganhou ainda mais 14 câmeras de monitoramento.
Aproximadamente 10 mil pessoas transitam diariamente pelo terminal de ônibus urbano, que fica em região de acesso ao shopping e perto de rede bancária e comercial.

PREFEITURA FAZ MELHORIAS NA ILUMINAÇÃO (2)

Rio Claro reforça segurança na área central com 2ª CSI

A população de Rio Claro ganhou nessa sexta-feira (25) a 2ª Central de Segurança Integrada, instalada na antiga estação ferroviária, área central. O local que é um dos trechos mais movimentados da cidade, com fluxo entre 12 e 15 mil pessoas por dia, passa a ter a presença constante de guardas civis, policiais e vigias patrimoniais 24 horas, além de contar com o reforço de mais 14 novas câmeras para monitoramento digital das imediações.
“A antiga estação, que é um símbolo para a cidade, está se tornando um marco importante para a segurança com a implantação da 2ª CSI, já que pelo local transitam milhares pessoas” comenta o vice-prefeito e secretário de Segurança e Mobilidade Urbana, Marco Antonio Bellagamba, ressaltando ainda que o policiamento será mais perceptível aos olhos da população.
O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, destacou a união das forças de segurança do município e citou a importância da segunda base na antiga estação. “Estamos ampliando a sensação de segurança de quem passa por esta região da cidade e garantindo a preservação de um imóvel histórico”. Juninho também relembrou outras medidas para o setor de segurança nestes primeiros oito meses.RIO CLARO REFORÇA SEGURANÇA NA ÁREA CENTRAL (2)
O presidente da Câmara Municipal, destacou os avanços que a atual administração vem fazendo nos setores de segurança, saúde e educação. “Em menos de um ano foram criadas duas centrais de segurança, ampliadas as vagas em creche e em breve teremos as Carretas da Saúde”. O deputado estadual Aldo Demarchi enfatizou que o trabalho da Prefeitura é uma resposta para a população que pedia mais segurança. “Ocupar este espaço vai dar mais segurança para os munícipes”.
O comandante do 37º BPM/I, tenente-coronel Márcio Silveira Franco, lembrou que o trabalho conjunto da Guarda Civil e polícias Militar e Civil, fizeram a cidade reduzir os índices criminais e citou que o batalhão foi o único da regional do CPI-9 que diminuiu os indicadores. O promotor Gilberto Porto Camargo também aprovou a criação da 2ª CSI e disse que o Ministério Público é um braço amigo na segurança e em todas as outras causas. O juiz do Fórum de Rio Claro, Cláudio Luis Pavão, observou que a a região central da cidade terá mais segurança com a nova CSI.
Também participaram da solenidade secretários e diretores municipais, os vereadores Júlio Lopes, Adriano La torre, Seron, Geraldo Voluntário, Yves Carbinatti e Irander Augusto, o comandante da Guarda Civil Municipal de Rio Claro, Luis Fernando de Godoy, a delegada Sueli Isler e Adriano Marchi representando a OAB Rio Claro.

Reunião de conciliação atendeu 81 mutuários da CDHU

Mais de 80 famílias foram atendidas na quinta-feira (24) em ação de conciliação bancária realizada em parceria entre a prefeitura de Rio Claro, a regional de Araraquara da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU) e Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc).
“Trata-se de um mutirão de acordos, em que auxiliamos no diálogo entre os mutuários e a CDHU, para que sejam resolvidas as pendências financeiras entre as partes”, explica o secretário municipal da habitação, Anderson Golucci.
Além dos 81 mutuários do CDHU, participaram da reunião de conciliação os representantes da CDHU de Araraquara Estanislau da Silva Junior e Gustavo Salmazo, a agente da CDHU em Rio Claro Amanda Sandanha, o diretor de Regularização da secretaria municipal de Habitação, Vinícius Hoefling e a equipe do Cejusc, formada por sete conciliadores.

Rio Claro terá Jantar do Bem com renda revertida para o Fundo Social

Rio Claro está preparando mais uma ação solidária para ajudar as famílias carentes do município. No dia de 15 de setembro será realizado o Jantar do Bem 2017, com renda revertida para o Fundo Social de Solidariedade para investimento nos trabalhos desenvolvidos em prol da comunidade. O evento terá início às 20 horas no Buffet Trieste II, localizado na Avenida Saburo Akamine, 730. O traje é social.
O cardápio do jantar inclui filé à moda Trieste, filé de frango à Fiorentina e sofiatelli de quatro queijos ao molho de tomates frescos. Como guarnição, as opções serão arroz branco, batatas coradas ao forno e legumes na manteiga. Também serão servidos como sobremesa torta de limão, torta holandesa, x-cake de frutas vermelhas, torta mousse de maracujá e carolinas de doce de leite. Os participantes vão poder degustar ainda petiscos e petit pots.
A animação musical ficará por conta de Zeca Aquino & Banda. “Preparamos um cardápio variado para agradar diferentes paladares”, explica Mônica Frandi Ferreira, superintendente do Arquivo Público, que integra a comissão organizadora do evento.
As pessoas interessadas em participar do Jantar do Bem e contribuir com o trabalho solidário do Fundo Social podem comprar adesão, que custa R$ 100,00 com bebidas inclusas, e está à venda na sede da entidade, no paço municipal (Rua 3 entre avenidas 3 e 5, Centro). Informações podem ser obtidas pelos telefones (19) 3526-7173 e (19) 3526-7181 ou pelo email jantardobem@gmail.com.

Contribuintes têm só mais uma semana de desconto no refinanciamento de dívidas com a prefeitura

Os descontos de até 90% nos juros e multas das dívidas anteriores a 2016 com prefeitura de Rio Claro e Daae terminam em uma semana. Na sua reta final, o Refis termina no dia 31, quinta-feira da semana que vem, e é a chance dos contribuintes que devem IPTU e outros impostos ficarem em dia com os cofres públicos antes de o município iniciar amplo programa de cobrança dos inadimplentes, a partir de setembro.
“Ainda dá tempo de aproveitar essa grande oportunidade de evitar futuras dores de cabeça e economizar”, comenta o secretário de Economia e Finanças, Gilmar Dietrich, lembrando que o Refis também oferece possibilidade de parcelamento em até dez anos.
Nesta última etapa do Refis os abatimentos variam de 20% a 90% nos juros e multas. Quanto menor o número de parcelas, maior a isenção concedida. O atendimento é feito no Atende Fácil (Avenida 2 entre as ruas 2 e 3, Centro) das 8 horas às 16h30. Quem deve ao Daae também pode ir à sede da autarquia, na Avenida 8-A, Cidade Nova. É possível ainda aderir ao Refis pelo site da prefeitura, www.rioclaro.sp.gov.br. O termo de acordo deve ser impresso e levado ao Atende Fácil para ser validado.
A inadimplência por três parcelas consecutivas ou cinco intercaladas exclui automaticamente o contribuinte do programa. As parcelas têm valor mínimo de R$ 30,00 para pessoas físicas e R$ 100,00 para pessoas jurídicas. Também no site da prefeitura é possível tirar dúvidas e encontrar informações sobre os documentos necessários e outros itens do programa.

Livro “Memórias de Midiel” será lançado no Casarão da Cultura

É a história de Rio Claro sendo contada sob o ponto de vista de um cidadão apaixonado pela cidade. Essa é a premissa do livro “Memórias de Midiel – Histórias e Casos de Rio Claro e sua Gente” com textos escritos por Midiel Christofoletti, que será lançado no sábado, dia 2 de setembro, às 20 horas, no Casarão da Cultura que fica na Avenida 3 esquina com a Rua 7, Centro. A atividade conta com apoio da prefeitura, através da Secretaria Municipal de Cultura, e do vereador Val Demarchi.
“O livro é uma compilação dos melhores textos publicados nos jornais de Rio Claro por Midi, como era carinhosamente chamado o autor”, comenta a secretária de Cultura, Daniela Ferraz. A seleção de textos foi feita pela filha e pelas duas netas do autor, que foi colaborador de vários veículos de imprensa na cidade.
Escrito em uma linguagem fácil e acessível, o livro não restringe faixa etária e pode ser lido por crianças e adultos. “Pessoas de todas as idades serão convidadas a relembrar a história de nossa Cidade Azul através da linguagem acessível, muitas vezes cômica e particular do autor”, informa Fátima Christofoletti dos Santos, filha de Midiel.
De acordo com ela, os textos foram selecionados entre 1.400 crônicas, trabalho realizado durante seis anos. A editora responsável pela publicação, a Dom de CRESCER Escritório de Criação, ajudou na seleção final dos textos que interligam fatos históricos da cidade. Escolas, igrejas e floresta estadual são alguns dos temas tratados na obra que tem como objetivo aguçar a memória dos saudosistas e também perpetuar a história da cidade, permitindo que novas gerações tenham acesso ao rico acervo de informações que o autor detinha.
“Todavia, em 1830 Rio Claro já tinha dois mil habitantes, construíra-se uma igreja e o lugar fora elevado a paróquia…”, diz um dos trechos do livro que ainda conta que “A história de formação do Jardim Público teve início a partir da construção de uma igreja num dos terrenos centrais da cidade (local onde hoje está o Lago do Índio) entre os anos de 1857 e 1869”.
“A publicação do livro era um sonho antigo do meu pai, que faleceu em 2008”, declara Fátima, lembrando que o projeto foi viabilizado através do empenho de sua família. Neste ano, Midiel completaria 90 anos.

Pesquisa debate limites e possibilidades dos ecopontos de Rio Claro

Sob a orientação da Profª Drª Ana Tereza Caceres Cortez, o estudo debate a importância dos ecopontos, das ações da administração municipal e do engajamento da população para que esses locais sejam eficazes nessa gestão. O estudo proporcionou a elaboração de material de divulgação e didático para a população, elaboração de mapas considerando a distância dos ecopontos, entre outros.
Entre os resultados obteve-se que os ecopontos são importantes para a cidade, pois funcionam como estruturas de apoio ao gerenciamento de resíduos sólidos através do descarte correto, tendo em vista a limpeza da cidade e a saúde da população.

O que é ecoponto?
Local disponível à população para entrega de pequenos volumes de diversos resíduos sólidos, visando o destino adequado dos mesmos. Por exemplo: materiais recicláveis como papel, plástico, metal e vidro, resíduos de construção civil e outros volumosos, eletroeletrônicos, pilhas e baterias, podas de árvore, dentre outros. Em Rio Claro (SP) os ecopontos localizam-se nos bairros Cervezão (Rua 6A, Avenida M21), Jardim São Paulo (Rua 1A), São Miguel (anel viário, perto da Avenida 62A), Inocoop/Guanabara (Avenida Tancredo Neves com a rodovia Fausto Santomauro), Jardim Figueira (Avenida 54 em frente à Rua 27) e Jardim das Palmeiras (Avenida 3JP, ao lado da Estação de Tratamento de Esgoto).

Ainda na cidade, além dos ecopontos, as atividades envolvendo a coleta de resíduos compreende a coleta seletiva, como a realizada pela cooperativa Cooperviva, e o Cata-bagulho.

Caso Rio Claro (SP)
A importância dada ao tema é devido a preocupação do destino irregular dado aos resíduos, que acarreta diversos impactos ambientais e sociais.
A pesquisadora constatou que, em alguns casos as pessoas colocam resíduos em espaços inapropriados, sendo que, às vezes, próximos aos ecopontos. Mas, dentro desses limites, ou seja, os maus hábitos da população, há possibilidades, como a identificação de possíveis áreas para implantação de novos ecopontos, como também ampliação do incentivo a separação e descarte correto de materiais, prezando pela coleta seletiva e reciclagem.
Assim, a pesquisadora recomenda como uma das soluções, a ampliação da divulgação desses locais e da educação ambiental e um consumo mais responsável, que evitaria desperdícios e descartes desnecessários de resíduos.

Elaboração de selo
Ideia que surgiu durante a pesquisa e que propõe a utilização de selo que permitam distinguir, conforme recolhimento de determinado tipo de material, de que maneira os ecopontos influenciam na coleta seletiva e/ou logística reversa.
Sistema cíclico
Foi defendido que os ecopontos são importantes para Rio Claro (SP), e que podem ser um exemplo a ser realizado em outras cidades, uma vez que os resíduos sólidos coletados apresentam possibilidades para destinação à reciclagem.

“O resíduo deve ser visto não como lixo, mas como oportunidade”, afirma a Profª Drª Clauciana Schmidth Bueno de Moraes que participou da banca examinadora. O sistema que apresenta-se hoje, precisa ser sustentável e cíclico, ou seja, “não consumir e jogar fora, mas sim repensar o consumo”, como diz a Profª Dra. Tania Maria Campos Leite da Claretiano Faculdade, também participante da banca.
A pesquisa teve apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo -FAPESP e CAPES, Processo nº 2015/02248-5 (FAPESP). (texto Emily Gomes)

Prefeitura renegocia contratos e economiza R$ 1,4 milhão em aluguéis

A prefeitura de Rio Claro vem trabalhando para diminuir o valor gasto com aluguéis. A expectativa de redução é de pelo menos R$ 1,4 milhão até 2020. Desde o início do ano, a prefeitura renegociou contratos e entregou casas de aluguel gerando uma economia mensal de quase R$ 30 mil aos cofres públicos, totalizando R$ 360 mil por ano. O corte de gastos com aluguel é uma das medidas administrativas adotadas pelo governo municipal para enxugar despesas e reorganizar as finanças da prefeitura.
Para atingir esse objetivo, alguns departamentos foram transferidos para prédios próprios ou aglutinados num único espaço. “Estamos otimizando espaços e gerando economia de recursos sem deixar de observar a qualidade no atendimento à população”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “O dinheiro público deve ser bem cuidado e aplicado para garantir o desenvolvimento do município”, afirma Juninho, que também destacou o empenho dos secretários municipais na redução de custos com aluguéis.PREFEITURA RENEGOCIA CONTRATOS E (1)
A prefeitura também fez renegociação de contratos. Exemplo disso é o prédio que abriga a Escola Municipal Darci Reginatto. Em maio, a unidade de ensino se mudou para um novo imóvel melhorando as instalações e gerando economia mensal de R$ 3 mil. O valor do aluguel diminuiu de R$ 16,8 mil para R$ 13 mil ao mês, totalizando redução de R$ 45,6 mil ao ano. A meta do governo municipal é aumentar ainda mais o valor economizado com aluguéis. “Queremos chegar a R$ 100 mil mensal de economia e já estamos trabalhando para isso”, informa o secretário municipal de Economia e Finanças, Gilmar Dietrich.
A prefeitura de Rio Claro tem uma despesa de R$ 270 mil por mês com aluguel. O objetivo é diminuir esse montante para no mínimo R$ 190 mil. Uma das medidas previstas é a locação de espaços maiores que possam abrigar vários departamentos, repartições e serviços. “Essa aglutinação irá otimizar espaço e pessoal, além de facilitar o atendimento ao munícipe que terá disponível vários serviços num único local”, observa Dietrich. Ao juntar vários serviços num único imóvel, além da economia com aluguel, também há redução de outras despesas como água, luz, limpeza e segurança.

Fórmula 1: Com 68ª pole position, Hamilton iguala na Bélgica o recorde de Schumacher

E. Cortez

Olá amigos! Depois de uma pausa de um mês, a Fórmula 1 está de volta e em grande estilo. Principalmente para Hamilton, pois além de completar seu GP de número 200, ele ainda igualou uma marca histórica na F1. Depois de dominar ontem as três sessões da classificação em Spa-Francorchamps, o piloto britânico conquistou na Bélgica a 68ª pole position na carreira, igualando ao heptacampeão Michael Schumacher – maior pole de todos os tempos no mundial.
O tricampeão mundial marcou o tempo de 1min42s553, quebrando o recorde histórico dos 7.004 km de Spa-Francorchamps e superando a concorrência por larga margem.
Já o líder do campeonato Sebastian Vettel achou um bom tempo na última tentativa e ficou a 0s242 da marca de Hamilton. Com isso vai completar a primeira fila. Valtteri Bottas será o terceiro.

Lewis Hamilton (GBR) Mercedes AMG F1 celebrates his pole position. 15.07.2017. Formula 1 World Championship, Rd 10, British Grand Prix, Silverstone, England, Qualifying Day. - www.xpbimages.com, EMail: requests@xpbimages.com - copy of publication required for printed pictures. Every used picture is fee-liable. © Copyright: Batchelor / XPB Images
Lewis Hamilton (GBR) Mercedes AMG F1 celebrates his pole position.
15.07.2017. Formula 1 World Championship, Rd 10, British Grand Prix, Silverstone, England, Qualifying Day.
– www.xpbimages.com, EMail: requests@xpbimages.com – copy of publication required for printed pictures. Every used picture is fee-liable. © Copyright: Batchelor / XPB Images

Reclamando de vibrações em seu carro, Kimi Raikkonen caiu de segundo para quarto na última tentativa. Os pilotos da Red Bull, Max Verstappen e Daniel Ricciardo, farão a terceira fila na corrida de hoje, com início às 9 horas.
Felipe Massa – Com uma punição de cinco lugares no grid de largada após não reduzir a velocidade em uma zona de bandeiras amarelas no TL3, o brasileiro Felipe Massa largará apenas no 16º, após ser contado no Q1.
O piloto se beneficia de punições de cinco lugares dadas aos carros da Sauber, que ficaram em 19º e 20º, uma punição de 65 lugares dada ao belga Stoffel Vandoorne da McLaren e outra de 20 lugares dada ao russo Daniil Kvyat da Toro Rosso.

Tigre vence prêmio ‘Profissionais do Ano’ 2017

Pelo terceiro ano consecutivo, a campanha publicitária da Tigre, líder na fabricação de tubos e conexões e uma das maiores provedoras de soluções para o setor da construção civil, foi vencedora do prêmio ‘Profissionais do Ano’ 2017, promovido pela Rede Globo.

Neste ano, a empresa foi premiada na categoria ‘Campanha Sudeste Capitais’, com a peça “Tô com obra”, que é composta pelos filmes publicitários “Amante”, “Acidente” e “Tatuador”. O trabalho foi idealizado pela agência Talent Marcel e teve produção da Pródigo em parceria Comando S.

“Decidimos seguir apostando no bom humor como o caminho para expor aos consumidores a importância de se utilizar produtos de qualidade nas construções e reformas e assim, evitar dores de cabeça. Por isso, ficamos muitos felizes em sermos premiados novamente. Campanhas criativas como esta tornam a marca memorável, e reforçam a proximidade e identificação com seus públicos. Este reconhecimento nos sinaliza claramente que estamos no caminho certo”, comenta Gisele Medeiros, Gerente de Marca & Mídia da Tigre

Segundo ela, a empatia com que a marca se relaciona com seus consumidores e consistência na comunicação explicam a presença da Tigre mais uma vez entre as empresas com as melhores campanhas publicitárias.

Em sua 39ª edição, a premiação reconhece as melhores campanhas publicitárias veiculadas na Rede Globo e suas emissoras associadas nas cinco regiões do País (Norte-Nordeste, Leste-Oeste, Sul, Sudeste Interior e Sudeste Capitais). A entrega dos troféus aos ganhadores será realizada no dia 18 de outubro, em São Paulo, durante evento organizado pela Rede Globo.

Sobre a Tigre
Com uma história de mais de 75 anos, o Grupo Tigre é o maior fabricante de materiais plásticos para construção e líder no Brasil em tubos e conexões de PVC. Sinônimo de pioneirismo e inovação, a Tigre oferece um amplo portfólio de produtos que atendem os mercados predial, de infraestrutura, de irrigação e industrial. Presente em cerca de 40 países, possui sete mil funcionários, 11 plantas no Brasil e 12 no exterior: Argentina (2), Bolívia (2), Chile (2), Colômbia, Equador, Estados Unidos, Paraguai, Peru e Uruguai. Além de tubos e conexões, fazem parte do portfólio as marcas Claris Tigre (esquadrias de PVC), Tigre Ferramentas para Pintura, Tigre-ADS (tubulações de PEAD para saneamento e drenagem), Fabrimar (metais sanitários) e TSAE – Tigre Soluções para Água e Efluentes.

Guarda civil prende em flagrante individuo por roubo tentado

Na madrugada de Quinta-feira 24/08 a Vtr 487 com os Gcms Pedro e Eliete ao patrulharem o bairro Jardim São Paulo pela rotatória da Av. Castelo Branco depararam com a vítima de roubo caída no chão e o indivíduo de nome Fernando tentando ligar a motocicleta pertencente a mesma. Imediatamente os Gcms efetuaram abordagem e indagado pelos mesmos acabou confessando que estava tentando roubar a motocicleta porém sem sucesso. Os Gcms deram voz de prisão ao indivíduo que foi conduzido ao plantão policial onde a autoridade plantonista ratificou a voz de prisão e elaborou BOPC 8279/2017 FLAGRANTE de Roubo tentado ficando o indivíduo ao cárcere a disposição da justiça. A Gcm elaborou RO GCM 1553/2017 de Roubo Tentado.


 

GCM apoia Polícia Civil e resulta na prisão
de um indivíduo por tráfico de entorpecentes

Na noite de quinta-feira, 24/08/2017, a equipe CANIL foi solicitada para apoiar polícia civil em abordagem em um veículo na avenida 13 pelo Parque Florida

Durante a averiguação foi localizado com o condutor do veículo 4 invólucros de maconha. Como o indivíduo possuía várias passagens envolvendo entorpecentes, as equipes se deslocaram até a residência de A.M.L. e com o auxílio o cão de faro Athila, foi localizado mais um tijolo de 700,0 gramas de maconha, uma sacola contendo outros invólucros de maconha e balança de precisão.
Fato apresentado no plantão policial, registrados BO/PC N° 8312/2017 e RO/GCM N° 1562 – Flagrante de tráfico de entorpecentes. O indivíduo foi recolhido para a cadeia local, os entorpecentes e o veículo, apreendidos.

Com ajuda do cão de faro Athila da GCM em apoio a Policia Civil, foi localizado mais de 700gramas de maconha, uma sacola com invólucros e balança de precisão
Com ajuda do cão de faro Athila da GCM em apoio a Policia Civil, foi localizado mais de 700gramas de maconha, uma sacola com invólucros e balança de precisão

 

Centro de Qualificação Profissional forma alunos na área de gastronomia

Aperfeiçoamento e capacitação profissional podem contar pontos importantes na busca por uma vaga no mercado de trabalho. Para auxiliar quem está à procura de oportunidades, a prefeitura de Rio Claro, por meio do Fundo Social de Solidariedade, oferece cursos gratuitos em várias áreas.
Na quinta-feira (24) 12 alunos concluíram curso voltado à área de gastronomia, em que foram ensinadas práticas culinárias para a produção de massas e molhos. “É preciso muita dedicação no aprendizado e os alunos estão de parabéns pela iniciativa de buscar formação e pelo empenho demonstrado durante o curso, que certamente será um diferencial na vida profissional de cada um”, destaca Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social, que realizou a entrega dos certificados.
“Cursos como esse são mais uma ferramenta que disponibilizamos para ampliar as oportunidades da população melhorar de vida”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.
Quem estiver interessado em participar das próximas turmas de cursos oferecidos no Centro de Qualificação Profissional pode procurar o núcleo da Avenida Visconde, número 150, entre avenidas 28 e 30. Estão abertas inscrições para as aulas de gastronomia (canapés quentes e frios), maquiagem, manicure e pedicure, design de sobrancelhas, tricô, bordado e crochê e massagem. No total, desde o início do ano, mais de 400 pessoas iniciaram os treinamentos oferecidos pelo Fundo Social. Muitas dessas aulas ainda estão em andamento.

O país do Agora, Vai

Carlos Brickmann

Gente de sucesso, profissionais mundialmente reconhecidos, deve disputar as eleições de 2018. Um deles, duas vezes escolhido o Melhor do Mundo, é Ronaldinho Gaúcho, do Podemos (ex-PTN) em Brasília. Pode tentar o Senado, onde ficará ao lado de seu companheiro de partido, Romário; ou buscar a deputança. No Rio, o fantástico Bernardinho, craque do vôlei e vitorioso técnico da Seleção, tem tudo para disputar o Governo, talvez enfrentando Eduardo Paes, o prefeito das Olimpíadas. E há Tiririca – que talvez desista, por achar que o Congresso não é lá essas coisas.
As demais articulações são semi-secretas (os envolvidos desmentem, mas um deles vaza a notícia). Aécio e Tasso se unem para evitar que Alckmin chegue agora ao comando nacional do PSDB. Mas Tasso garante que Alckmin deve ser o próximo presidente do partido, no fim do ano. E diz que Aécio, presidente licenciado, não volta ao comando: ele, Tasso, o presidente interino, é, em suas palavras, “o único presidente do PSDB”. Dória diz que não é candidato a presidente da República, Geraldo Alckmin diz que gostaria de ser candidato – o que não é novidade, porque já foi uma vez, perdeu, e hoje não trata de outro tema. Dória o apoia, mas corre o país em campanha. Fernando Henrique falou mal de Dória, mas se reuniram e tudo bem. Qual a verdade? No caso do PSDB, não creia em alianças. Mas acredite em notícia de briga de tucanos. Eles detestam uns aos outros.

Palpite distante
Falta mais de um ano para as eleições, e em política isso é muito tempo. Já é possível, porém, fazer uma primeira avaliação: Alckmin está na frente no PSDB. Deve apresentar-se como líder tranquilo, experiente, maduro, capaz de acalmar o país. Dória só sai se o eleitorado quiser alguém mais agressivo, capaz de enfrentar o embate com o Lulinha ex-paz e amor. Seu destino mais provável é o Governo do Estado. Deixar a Prefeitura no inicio do mandato? O vice é Bruno Covas, e isso ajuda: seu avô, também Covas, que foi prefeito e governador, deixou bom nome na política paulista.
Amizade é para sempre
O colunista Cláudio Humberto (www.diariodopoder.com.br) informa: nesta semana, ninguém achou em Brasília o senador Renan Calheiros. Renan foi a Alagoas para receber, na quarta-feira, os amigos da caravana de Lula, e depois ficou por lá. Aliás, a palavra “amigos” não é irônica: Renan apoiou Collor, Fernando Henrique, Lula e Dilma, e apoia Temer, embora às vezes dê uma falhada. É um dos políticos mais coerentes do país: o Governo pode mudar, mas Renan não muda. Está sempre com ele.

Muda sem mudança
A história de reformar a política sem definir qual a reforma que está sendo proposta não deu muito certo: o próprio presidente da Câmara, Rodrigo Maia, diz que o sistema eleitoral e o financiamento de campanhas devem continuar como estão. “É provável que a Câmara aprove apenas o fim das coligações para eleição proporcional e a cláusula de barreira” (que reduz drasticamente o repasse de recursos a partidos que não obtenham certo número de votos). É difícil acreditar que Suas Excelências desistam do financiamento público, mas todos sabem que usar dinheiro do Tesouro em campanhas é muito impopular. Financiamento público, diz-se nas ruas, é pagar para escolher aqueles que vão querer beneficiar-se cada vez mais.

Notícia triste
Não pode passar batida a impressionante notícia de um aluno de 15 anos agredindo a socos a professora Márcia Friggi, 52 anos, deixando-a com o rosto inchado e coberto de sangue. Este colunista é do tempo em que o aluno reconhecia a autoridade do mestre. Minha mãe era professora primária, severa; deu aulas em lugares difíceis – num deles, descia do ônibus e atravessava uma trilha de seus 200 metros na mata fechada. Difícil era, mas não perigoso. Ninguém imaginava que no futuro poderia haver agressões assim. Pior foi a desculpa do rapaz: que perdeu a cabeça depois de ser insultado, insulto que ninguém na sala ouviu. Napoleão Bonaparte dizia que a educação de uma criança começa cem anos antes de seu nascimento. Aqui, pelo jeito, ainda nem começou.

Boa notícia
Ainda é pouca coisa, mas já configura uma tendência: de acordo com a Federação do Comércio, o número de empregos cresce há três meses no setor atacadista. Só neste? Não: o atacado compra dos produtores. Se contrata mais empregados é porque a produção aumentou; e vende ao varejo, que se compra mais é porque tem mais clientes. É a primeira vez desde 2013 que há mais admissões do que demissões no mês de junho. A alta é de 0,1%, levíssima, mas consistente, repetindo-se mês a mês. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, baseando-se em dados de outras fontes, afirma que o emprego e o produto interno bruto crescerão em 2018.

COMENTE: carlos@brickmann.com.br
Twitter: @CarlosBrickmann

Há 134 anos nada menos de 36 mil morreram na explosão vulcânica de Krakatoa

Livio Oricchio, de Spa, Bélgica

As indicações de que algo grandioso estava prestes a acontecer naquele 27 de agosto de 1883, portanto há exatos 134 anos, na pequena ilha de Krakatoa, na Indonésia, eram muitas. Em maio, por exemplo, as erupções nos três picos do vulcão localizado na ilha se intensificaram. Os abalos sísmicos também. Tudo em escala já respeitável.
Um dia antes, às 13 horas, segundo relatos documentados por testemunhas que deixaram a ilha a tempo, a coluna de cinza ultrapassou os 20 quilômetros de altura, o fluxo piroclástico atingiu as aldeias ao redor do vulcão e tsunamis fizeram outras ilhotas submergirem. Mesmo assim, os habitantes de algumas ilhas do arquipélago não me mobilizaram, ao menos como deveriam diante das evidências da iminente catástrofe.
Pois no dia 27, as explosões e o lançamento de pedras começaram cedo, às 5h30. Um pouco mais tarde, às 6h12, nova leva, mais forte. O ruído que subia da terra começou a se tornar ensurdecedor. As 8h20, o céu de Krakatoa ficou escuro, o solo tremia, a temperatura se elevou e as ondas no mar eram altíssimas.
Ao longo dos anos, a água havia entrado em enorme quantidade na câmara de magma dos três picos do vulcão, criando no seu interior enorme pressão, decorrente da formação de vapor.
10h02: tudo vai para os ares! A maior explosão cataclísmica que a humanidade registrou dizima nada menos de 36 mil pessoas residentes nas 163 aldeias, vilas e cidades espalhadas numa área de mais de 40 quilômetros. A intensidade do evento equivale, segundo estudos recentes, à explosão de 7 mil bombas de Hiroshima.
Krakatoa localiza-se no estreito de Sunda, entre as duas maiores ilhas da Indonésia, Sumatra e Java.
Quem não morreu em decorrência da chuva de pedras e cinza, muitos sufocados, ou por serem atingidos pelos rios de lavas, acabaram afogados por ondas do mar de até 40 metros de altura. A coluna de fumaça se elevou a 80 quilômetros da superfície.
O som produzido pela explosão dos três picos vulcânicos de Krakatoa, chamados Rakata, o maior deles, com 823 metros de altura, Danan, de 445 metros, e Perboewatan, 122 metros, foi ouvido em Madagascar e na Austrália, dentre outros sítios, mais de 7 mil quilômetros distantes.
Foram necessários meses para ser possível observar o céu na região novamente e anos para que o arquipélago ganhasse um mínimo de estabilidade. A explosão de Krakatoa não extinguiu o seu vulcão. Abaixo da linha do mar suas atividades prosseguiam, ainda que mais moderadamente.
Em 1927, uma nova explosão subaquática fez emergir um nova ilha, no mesmo local onde havia Krakatoa. Os indonésios a chamaram de Ana Krakatoa, ou Filha de Krakatoa. Em 1973, seu pico já atingia 190 metros de altura. Os vulcanologistas descobriram que o pico de Ana Krakatoa cresce cerca de 5 metros por ano.
E quer saber? Ana Krakatoa está em plena atividade, lançando suas pedras e cinzas no ar. Cientistas preveem que no futuro deverá ocorrer uma erupção de proporções ainda maiores da que há 134 anos mostrou a vulnerabilidade da humanidade a fenômenos do próprio planeta. A Indonésia é o maior arquipélago da Terra, com mais de 17 mil ilhas, e está sobre o Anel de Fogo do Pacífico. Há no país nada menos de 143 vulcões ativos.
liviooricchio@gmail.com

Limitação de 30% de desconto em consignados e empréstimos que tais: recentíssima decisão do TJSP

Decisão de 10 de agosto passado do Tribunal de Justiça de São Paulo, proferida pelo Desembargador Roberto Mac Cracken, analisando caso de um correntista de Americana, considerou que o Banco do Brasil não pode descontar mais do que 30% dos rendimentos do consumidor para pagamento de empréstimos contraídos com a instituição financeira, diante da natureza alimentar que detém a verba salarial, indispensável à sobrevivência digna do ser humano e família.
O abuso considerado no julgamento diz com o abatimento que absorve muito ou, às vezes, toda a remuneração do devedor. Ao tornar impenhorável o salário, de caráter alimentar, o legislador buscou proteger a sobrevivência material digna do ser humano, impedindo que o pagamento das dívidas recaia sobre a quase ou integralidade da sua renda, destinada ao seu sustento.
A Lei 10.820/03 dispôs sobre a autorização para desconto de prestações em folha de pagamento, fixando que os empregados podem autorizar o abatimento em folha de pagamento de valores referentes a financiamentos, empréstimos e operações de leasing concedidos por instituições financeiras e sociedades de arrendamento mercantil e que o desconto pode, inclusive, incidir sobre as verbas rescisórias, desde que limitado a 30%.

São válidas as disposições contratuais que permitem desconto em folha de pagamento ou em conta corrente. No entanto, a abusividade ocorre quando se permite que o abatimento se faça de forma ilimitada, sem atender à preservação de um mínimo suficiente ao sustento do contraente consumidor. Essa a tônica do entendimento do Tribunal de Justiça.
Portanto, se a disposição contratual permite ou traduz uma apropriação de todo o salário (ou de parte considerável dele) aí, sim, ela é dotada ou adquire abusividade, porque passa a infringir princípios fundamentais do sistema jurídico brasileiro, que busca preservar o salário da pessoa (empregado ou servidor público) para o seu sustento e o de sua família de forma digna.
Por isso, na ausência de limitação ao desconto ou ainda se há previsão de um teto que não atende ao consumidor, o Judiciário pode ser provocado a intervir na relação contratual, de maneira a restabelecer o equilíbrio entre as partes envolvidas no ajuste.
A decisão é louvável também porque considerou ser ônus da instituição financeira a responsabilidade na concessão de créditos na medida e proporção da garantia da própria solvabilidade do tomador (não pode o banco sair a torto e a direito concedendo empréstimos sem lastro). Como também ressaltou a necessária adequação das prestações ao critério da lei, em homenagem ao princípio da supremacia da ordem pública, considerando a natureza alimentar da verba indispensável à subsistência digna do correntista.

William Nagib Filho – Advogado
OAB/SP 132.840

Esforço coletivo é destacado em solenidade de entrega das medalhas dos Jogos Regionais

Frase esta, na solenidade que homenageou a delegação de Rio Claro que participou da 61ª edição dos Jogos Regionais realizada no mês passado em Americana.
No evento realizado nas dependências do Floridiana Tênis Clube, a mesa principal também contou com o prefeito o Juninho da Padaria, presidente da Câmara Municipal, vereadores e Julinho Lopes que entregou Moção de Aplauso a todos os participantes da competição.
Com o objetivo de valorizar os talentos da cidade, chamados também de Pratas da Casa, a Prefeitura de Rio Claro não poupou esforços para participar do maior número de modalidades possível. “Estamos aqui para agradecer o empenho de cada um de vocês que levaram o nome da cidade nesta que é uma importante competição no calendário nacional estadual”, comentou o titular da Setur. “O atual governo tem o compromisso de valorizar quem carrega a nossa bandeira. Por isso, a nossa delegação não foi montada com contratações de atletas de fora fato que antes era uma triste realidade”, frisou Ronald.
Para Juninho da Padaria, os resultados obtidos nas competições são importantes, estimulam a busca pelo aprimoramento técnico, mas não é o principal. “Muito mais que conquistas, vocês trabalharam o espírito de equipe, um ajudando o outro, como uma só equipe. É este tipo de comportamento que exercitamos também com o nosso grupo de trabalho. A palavra chave é união, parabenizo cada um de vocês”, enfatizou o prefeito.
Presidente da Câmara, também destacou a importância do trabalho em equipe e fez menção especial aos professores que por muitos anos atuam na comunidade realizando trabalho de qualidade que marca a vida de gerações. “Aos competidores, o meu respeito e gratidão. Aos professores, meu reconhecimento. Obrigado a todos vocês. Hoje aqui participamos da coroação de um trabalho coletivo vitorioso”, assinalou.
Val Demarchi externou os parabéns do deputado Aldo Demarchi, ausente por compromissos na Assembleia Legislativa de São Paulo e retratou a solenidade como um importante capítulo da história vitoriosa de Rio Claro nos Jogos Regionais. “A vitória é de todos: competidores, técnicos e funcionários que deram o suporte na alimentação”, ressaltou.
Autor da Moção de Aplauso, entregue a cada competidor junto com a medalha, Julinho Lopes observou a importância da Setur resgatar o espaço para os Pratas da Casa. “Hoje, vocês estão com um brilho especial no rosto e este brilho tem um motivo: Vocês representam Rio Claro e não mais pessoas de fora que desconhecem a nossa realidade”, enfatizou.
Antes da entrega das medalhas e da Moção de Aplauso, a Setur apresentou vídeo com depoimentos de integrantes da delegação os quais retrataram como foi a preparação e a disputa. Também participaram da solenidade os vereadores Adriano La Torre, Irander Augusto e Geraldo Voluntário, além de assessores de Ney Paiva e Seron do Proerd.

São Miguel e Bela Vista terão linhas de ônibus próprias

Para melhor atender aos usuários do transporte coletivo, a linha de ônibus que circula pelos bairros São Miguel e Bela Vista está tendo o itinerário readequado pela Secretaria de Mobilidade Urbana de Rio Claro. A partir de domingo (27) a linha que atende os dois bairros será desmembrada em duas: a linha 19 São Miguel e a linha 01 Bela Vista/ Rodoviária.SÃO MIGUEL E BELA VISTA TERÃO LINHAS DE ÔNIBUS
“Em outubro de 2016 as linhas São Miguel e Bela Vista foram aglutinadas pela administração anterior e passaram a operar em apenas uma, no entanto, estudos constaram a necessidade de separá-las para melhor atender aos usuários”, observa Adilson Marques, diretor do Departamento de Mobilidade Urbana.
As alterações foram apontadas por estudos realizados pela secretaria, motivados por reclamações dos usuários do transporte coletivo. A comunidade alegava que o trajeto era muito longo e com as mudanças o problema deve ser resolvido.
Dessa forma, a linha 19 circulará pelos bairros Centro, Vila Aparecida, Vila Nova, Jardim Bandeirantes, Vila São Miguel, Orestes Armando Giovanni, Vila Industrial e Vila Alemã. Já a linha 01 atenderá os bairros Centro, Vila do Horto, Cidade Nova, Vila Indaiá, Vila Maria Amélia, Jardim Vila Bela, Vila Bela Vista, Vila Alemã, Vila Nova e Jardim Nossa Senhora da Saúde. Os horários das linhas e itinerários estão disponíveis na Central da Rápido São Paulo, na Rua 1, entre avenidas 1 e 2.

Obras na rotatória Dona Jovem é entregues à comunidade na sexta-feira

Os moradores da região do Jardim Paulista I em Rio Claro foram convidados a participar da cerimônia de entrega das obras realizadas na rotatória “Jovelina dos Santos Vendrami”, conhecida como “Dona Jovem”, que fica na Avenida 11 com a Rua 30, no final da Avenida Ápia. O evento foi realizado nessa sexta-feira (25) às 17 horas. “A rotatória precisava dessa intervenção por ser um local com circulação intensa de veículos. Essas obras vão contribuir para a mobilidade urbana, segurança dos pedestres e motoristas que passam pelo local”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.OBRAS NA ROTATÓRIA DONA JOVEM SERÃO (1)
O espaço foi revitalizado com as melhorias realizadas pela prefeitura. No entorno da rotatória foi construída passagem para pedestres que antes precisavam trafegar pela rua e agora ganharam espaço para travessia exclusivo e mais seguro. O local também ganhou novo paisagismo com o plantio de 1.600 metros de grama esmeralda, 14 palmeiras jerivá e 12 palmeiras fênix, além de 1.500 mudas do arbusto conhecido como mini ixora.
A iluminação pública também foi reforçada com a instalação de quatro luminárias, deixando o trecho mais iluminado aumentando a sensação de segurança para quem transita no local. Melhorias também foram feitas pela prefeitura na região do trevo Victor Lopes Junior, mais conhecido como rotatória da Viviani Veículos. Os trechos sem calçamento na Avenida 11 receberam calçadas e as guias e sarjetas foram pintadas.
A rotatória foi nomeada em homenagem póstuma à moradora Jovelina dos Santos Vendrami, conhecida como “Dona Jovem”, que sempre trabalhou em benefício da comunidade. Dona Jovem foi uma das primeiras moradoras do Jardim Paulista na década de 1970, quando o bairro carecia de infraestrutura. Ela lutou bravamente para a implantação de água, luz e esgoto no local, entre outras benfeitorias, como a instalação do primeiro orelhão para uso dos moradores.