Área de lazer do Novo Wenzel deve começar em setembro

Dentro de algumas semanas a prefeitura de Rio Claro dará início a uma obra aguardada com ansiedade pelos moradores dos bairros Jardim Novo Wenzel, Bom Retiro e Bonsucesso. Na Rua 3-JW entre as avenidas 13-JW e 15-JW será construída uma área de lazer com campo de futebol, academia ao ar livre, vestiários e quiosques. De acordo com o secretário municipal de Obras, Paulo Roberto de Lima, a finalização das obras de ampliação da rede de esgoto na via pública que passa ao lado da área facilitará a movimentação no canteiro de obras, com menores transtornos aos moradores.
“Sabemos da importância desta obra para a comunidade daquela região, ainda carente de opções de lazer”, afirma o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “Queremos que tudo seja concluído com qualidade para que crianças e adultos possam desfrutar dos equipamentos públicos que serão ali instalados”, ressalta.ÁREA DE LAZER - Miguel Lombardi2c Juninho da Padaria e Luciano Bonsucesso 2 (2)
Os recursos para implantar as melhorias foram conseguidos no governo federal, a partir de emenda de quase R$ 500 mil do deputado Miguel Lombardi (PR), que também fez emenda parlamentar de quase R$ 700 mil para pavimentação do Novo Wenzel. “É cerca de R$ 1,2 milhão que o deputado está conseguindo para aquela região da cidade”, destaca o vereador Luciano Bonsucesso, que tem acompanhado de perto as tramitações que resultam no atendimento da comunidade. “Vamos continuar trabalhando para mais recursos”, informa.
“Estamos bastante satisfeitos com essa atenção e carinho com a nossa comunidade”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “Essas emendas beneficiam diretamente uma região que precisa muito de investimentos”, acrescenta.
Desde o início deste ano o governo municipal vem buscando parcerias com os governos estadual e federal, além do setor privado, para viabilizar e acelerar ações em vários setores do município. “Apoio e trabalho conjunto são essenciais para levar melhorais à população, especialmente neste momento de crise financeira pela qual passa o país”, comenta o prefeito Juninho.

Sindicato pede maior fiscalização no transporte escolar

Em reunião realizada no paço municipal na quinta-feira (17) o Sindicato dos Transportadores Autônomos Rodoviários (Sintrarc) mostrou preocupação com a existência de transporte escolar clandestino em Rio Claro. A entidade solicitou à prefeitura que intensifique a fiscalização para coibir eventuais serviços irregulares na cidade. A prefeitura pretende elaborar um plano de trabalho para atender a solicitação do sindicato e garantir o cumprimento da legislação. “Todo motorista deve seguir a lei, mas essa regra deve ser cumprida principalmente por aqueles que transportam crianças”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.
O vice-prefeito e secretário de Segurança e Mobilidade Urbana, Marco Antonio Bellagamba, informa que a secretaria já adotou algumas ações para viabilizar o plano de ampliação dos trabalhos, como a elaboração de procedimento operacional para fiscalização, treinamento dos agentes de segurança e solicitação de apoio de outras secretarias municipais e da Polícia Militar para realização de ações conjuntas. “Vamos agir em pontos estratégicos em horários alternados para flagrar possíveis irregularidades”, afirma Bellagamba.
“Não queremos penalizar ninguém e sim que todos os condutores cumpram a lei e trabalhem de forma regular”, explica o presidente do Sintrarc, Mário Pedersen. “Os clandestinos levam vantagem porque não pagam impostos e taxas e podem oferecer preços melhores”, informa Gilvon Barbosa, primeiro vice-presidente do sindicato. “A contratação de vans irregulares apresenta risco às crianças, visto que os condutores não têm a qualificação e o treinamento necessários”, alerta.
O município de Rio Claro possui 123 taxistas e 118 vans escolares autorizados a operar na cidade. No entanto, para serem considerados regulares, eles precisam cumprir as normas vigentes. A secretária do Sintrarc, Ana Lúcia Zucolo, alerta que os condutores que atuam no transporte escolar devem fazer até o fim de agosto a segunda vistoria anual dos veículos para se manterem legalizados. Caso isso não seja feito, o motorista pode perder o alvará de permissão de transporte escolar.
Os pais podem ajudar na fiscalização contratando vans que estejam regularizadas e apresentem o selo fornecido anualmente pelo município. “O selo deste ano possui a cor azul”, informa Ana Lúcia lembrando que essa mesma cor é usada nos selos dos táxis que também podem ser identificados pelas placas vermelhas. Sem esses dois itens, o veículo está em situação irregular.
Da reunião no paço também participaram Luís Fernando de Godoy, comandante da Guarda Civil Municipal (GCM); Luiz Alberto Irikura, diretor municipal de Segurança; Fernando Galceran, diretor do Sintrarc; o taxista Sérgio Antonio Tofolo e o vereador José Pereira dos Santos.

Prefeitura inaugura nova creche que vai atender 82 crianças

Dando continuidade às ações para ampliar o atendimento em creche e diminuir o déficit de vagas nessa modalidade de ensino, a prefeitura de Rio Claro inaugura na terça-feira (22), às 7h30, mais uma escola no município. A segunda unidade da Escola Municipal Dom Pedro I vai atender 82 crianças de zero a três anos. As salas descentralizadas vão funcionar no prédio da antiga escola Castelinho, na Avenida 36-A, número 64, na Vila Alemã. O imóvel fica a poucos metros da unidade principal.
O prédio locado pela prefeitura passou por adaptações para melhor atender as necessidades das crianças. A unidade dispõe de salas de aula, cozinha, refeitório, banheiros, parque e espaço administrativo. Para atender as 82 crianças, a prefeitura contratou quatro professores, mais equipe de apoio. As vagas das salas descentralizadas foram preenchidas com crianças que estavam na fila de espera nas escolas da região do bairro Vila Alemã.
“Nosso principal objetivo é atender as mães que trabalham e não tem onde deixar os filhos. Com muito trabalho conseguimos atender mais um grupo de crianças e diminuir a fila de espera”, observa o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.
Desde janeiro deste ano, a prefeitura abriu 343 vagas em creche. Com mais essas 82 vagas, esse número sobe para 435, o que representa uma redução de quase 40% em relação ao déficit que era de 1.155 vagas em janeiro deste ano. “Mesmo com dificuldades financeiras conseguimos aumentar a oferta de vagas. Vamos continuar trabalhando para ampliar ainda mais o atendimento”, comenta o secretário municipal da Educação, Adriano Moreira.
Com a inauguração das salas descentralizadas, a Escola Dom Pedro I passará a atender 623 alunos de todas as etapas da educação infantil.

Terça-feira tem show Tributo a Tim Maia no Shopping Rio Claro

Fechando a programação do Rock na Praça de Alimentação, na terça-feira, 22 de agosto, a Tim Maia Cover entra em cena, interpretando o swing do rei do soul brasileiro. Formada em 2000, a banda tem um repertório que passa por todas as fases de Tim Maia, desde os clássicos dançantes, as canções românticas, os funks e chegando até a fase racional. Por onde passa, a Tim Maia Cover contagia o público com o carisma e a alegria das consagradas canções, o bom humor nas apresentações e a constante interação com o público, criando momentos mágicos e únicos em suas apresentações.
Renovada com o nome de Monallizza, a banda utiliza um novo figurino, o mesmo do lançamento do DVD, gravado com uma cuidadosa produção de som e imagem. Experimente a magia do swing brasileiro, em um show contagiante e interativo, o Tim Maia Tributo!TERÇA-FEIRA TRIBUTO -Tim Maia Cover (1)
“Esse tributo da banda Monallizza para um dos grandes nomes da música brasileira, o cantor Tim Maia, fecha nossa programação de grandes shows com chave de ouro. Temos certeza que mais uma vez será um sucesso, como ocorreu nas duas primeiras apresentações, que trouxeram um grande público à nossa Praça de Alimentação, mostrando que os nossos clientes aprovaram esse evento especial em homenagem aos pais”, afirma Sibelly Paganotti, Analista de Marketing do Shopping Rio Claro.

Linha Mais Saúde transportará pacientes gratuitamente

Os pacientes que passarem por atendimento nas carretas da saúde terão transporte gratuito na Linha Mais Saúde, que fará o itinerário da estação ferroviária, na Rua 1, até o Espaço Mais Saúde (na Avenida Visconde com Avenida 12). A medida foi anunciada na tarde de quarta-feira (16) pelo prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, após reunião com os secretários municipais Djair Francisco (Saúde) e Paulo Roberto de Lima (Obras) e o diretor de Mobilidade Urbana, Adilson Marques.
“Queremos, na medida do possível, facilitar ao máximo o acesso das pessoas aos serviços que ofereceremos nas carretas da saúde”, destaca Juninho. A linha de ônibus Mais Saúde funcionará no sistema integração, fazendo o embarque e desembarque sem paradas intermediárias. Os pacientes terão transporte de graça exclusivamente no percurso estação-Espaço Mais Saúde e Espaço Mais Saúde-estação.
As carretas da saúde chegam a Rio Claro nas próximas semanas com o objetivo de reduzir as filas de espera por consultas, exames e cirurgias, conforme o programa Mais Saúde, lançado pela prefeitura para ampliar e melhorar os serviços oferecidos na rede municipal.
A iniciativa de trazer as carretas para Rio Claro tem o apoio da Câmara de Vereadores que, no final de junho, através do presidente, anunciou a antecipação da devolução de R$ 1 milhão à prefeitura com o pedido de que os recursos fossem utilizados no programa Mais Saúde.

Devido às chuvas vacinação antirrábica Acontece neste domingo (20)

Nos bairros que seriam atendidos neste final de semana, a vacinação antirrábica foi transferida para os dias 30 de setembro e 1º de outubro.
Se não houver imprevistos com o clima, a campanha de vacinação será retomada nos dias 26 (sábado) e 27 (domingo). As informações são do Centro de Controle de Zoonoses.
Até agora a campanha da prefeitura tem tido marcada pela boa procura da comunidade. “Se levarmos em conta o número de postos de vacinação distribuídos este ano em relação ao ano passado, houve um aumento de 22% na procura pela vacina”, informa a gerente do CCZ, Amanda Borotti.
A Secretaria de Saúde reforça a orientação aos donos dos animais. Os que tiverem, devem levar a carteira de vacinação no ato da vacinação. Os que não tiverem, receberão a carteirinha para que possam apresentá-la nas demais campanhas de vacinação. Além disso, o CCZ reforça a necessidade da vacinação nos animais domésticos. O contato com morcegos pode colocar em risco a vida do animal e, consequentemente, de seu dono, caso haja contaminação pelo vírus da raiva.
Caso os proprietários de cães ou gatos não consigam vaciná-los durante a campanha, a unidade do CCZ no Distrito Industrial também realiza a vacinação, de segunda a sexta-feira, das 7 às 16 horas. O importante é imunizar o animal.

Seminário Espírita em Rio Claro acontece neste domingo

O 3º. Seminário Espírita Anual de Rio Claro acontecerá neste domingo, 20, e reunirá adeptos e simpatizantes do Espiritismo, de Rio Claro, e mais 38 cidades confirmadas, entre elas, Limeira, São Paulo, Campinas, Jundiaí e Rio de Janeiro.
A comissão organizadora preparou uma programação especial que terá a presença dos palestrantes: Anete Guimarães, Artur Valadares, Deusa Samú e Julio Carvalho que abordarão o tema “O Homem de Bem” sob a ótica dos ensinamentos espíritas. Abrilhantando o evento, a parte musical terá a participação da dupla Chave da Luz, da capital paulista, que apresentará um repertório especialmente preparado para o seminário.
O 3º. SEMEAR teve 450 inscrições confirmadas e envolve segundo a comissão organizadora mais de 100 pessoas na sua produção. O evento, que acontecerá na sede da ASFAFI (Associação dos Servidores do Campus de Rio Claro da UNESP) localizada à Rua 16-B No. 1347, com Avenida 16-A, no Bairro Bela Vista, terá início às 08h e término às 17h.
Será possível acompanhar o evento na Internet, através da Rede Amigo Espírita e da Rádio Web Fraternidade, nos respectivos sites oficiais e no Youtube. A TV Mundo Maior se fará presente. Além das palestras e da atração musical haverá a divulgação do Evangelho no Lar e do Movimento Fraternidade Sem Fronteiras.
O 3º. Seminário Espírita Anual de Rio Claro tem o apoio da U.S.E.I.R.C. – União das Sociedades Espíritas – Intermunicipal de Rio Claro e reúne em sua organização, representantes das associações espíritas local.
A presidente da USEIRC, Claudia Rosalem destaca a importância do evento que fortalece o movimento espírita e é uma grande oportunidade para as pessoas se esclarecerem e aprofundarem seus conhecimentos em relação ao Espiritismo. Outras informações: 3533-5956 / 9-9831-5721 / 9-9235-4941 (Claudia)

Salas humanizadas

Substituir a agonia que antecede o diagnóstico médico pelo acolhimento aos pacientes e familiares em ambiente mais agradável. Através de requerimento aprovado pela Câmara Municipal, na última segunda-feira, 14, Ney Paiva (DEM) defende a criação de Salas de Espera Humanizadas na rede pública de saúde da cidade.
O vereador salienta não ser fácil esperar pelo atendimento médico e que muitas vezes o paciente, seja na Unidade Básica de Saúde (UBS), na Unidade de Saúde de Família (USF) ou em Prontos Socorros, o que inclui as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), está acompanhado de crianças realidade que torna o momento ainda mais difícil devido ao tempo incerto de quando a consulta vai acontecer.
No requerimento, Ney Paiva solicita à Prefeitura de Rio Claro, através da Fundação Municipal de Saúde (FMS), estudos para a implantação na rede pública de Salas de Espera Humanizadas. “É preciso substituir o momento tenso da fila de espera por atividades diversas”, aponta o parlamentar ao avaliar que nestas salas a comunidade poderá ter acesso a palestras, cantinho da criança com brinquedos à disposição e principalmente possibilitar a integração da equipe médica ao conhecimento popular.
“Humanizar significa agregar valores éticos, respeito e solidariedade ao próximo. É preciso estabelecer processos educativos nestas salas e levar ao cidadão assuntos diversos relacionados à saúde e bem estar”, finaliza o vereador. Aprovado por unanimidade pelo Legislativo, o requerimento segue para a administração municipal.

Autorizada intervenção em ponte que atrasou obras na SP-316

Depois de muita insistência perante o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), órgão subordinado à Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado, foi outorgada ao DER a autorização administrativa para demolição da atual ponte e construção da nova travessia sobre o Ribeirão Claro, próximo ao condomínio Campos do Conde. O extrato da Portaria 2619/17 foi publicado no Diário Oficial do Poder Executivo dessa quinta-feira (17).
“Isso permitirá que a Conter Construções e Comércio, vencedora da concorrência pública internacional para duplicação e melhorias estrada, retome a execução dos serviços nos próximos dias e termine o trabalho. A retirada e o deslocamento de postes também já foram concluídos, o que elimina todos os entraves que provocaram atraso no projeto orçado em aproximadamente 52 milhões de reais”, comemora o deputado Aldo Demarchi, integrante da Comissão de Transportes e Comunicações da Assembleia Legislativa, responsável pela fiscalização de obras em rodovias estaduais.

Trajetória profissional vitoriosa de Ney Paiva é retratada em homenagem na Câmara Municipal

A partir deste ponto, o vereador Luciano Bonsucesso (PR) prestou homenagem ao companheiro de Legislativo, Ney Paiva que integra a bancada do Democratas, com a entrega da Moção de Aplausos na última segunda-feira, 14, no Plenário da Câmara.
Em sua fala, Luciano retomou o tempo de adolescência que percorria as ruas de Rio Claro vendendo salgados com hora marcada para retornar ao lar. “Era uma alegria imensa, entrar em casa e ver a minha mãe ouvindo diariamente o programa de rádio que a remetia para situações diversas em pensamento além de mantê-la atualizada com os fatos da cidade”, disse o vereador. “Esta voz era sua Ney Paiva, profissional competente que tenho a oportunidade de dividir espaço na Câmara Municipal trocando experiências e unindo força em prol do bem da nossa cidade”, pontuou Luciano Bonsucesso.
Emocionado, Ney Paiva agradeceu o carinho a atenção do autor da homenagem bem como de todos os parlamentares que aprovaram a moção por unanimidade. Natural de Araras, tornou-se cidadão rio-clarense em 2012 através da homenagem concedida pela Câmara pelos serviços relevantes prestados na área de Comunicação desde 1976 quando passou a atuar no sistema de rádio. A partir de 1988, o radialista atua como locutor, animador e gerente do Sistema Jornal de Rádio e TV comandando a Rádio Cultura AM de Rio Claro na sintonia 1.140 KHz.
Ney Paiva conta com várias ações comunitárias no trabalho desenvolvido como radialista. Campanhas de arrecadações de roupas, mantimentos e até produtos de limpeza estão na lista dos serviços prestados ao longo dos anos.
“Fui recebido nesta cidade com muito carinho. Desde então, multipliquei amigos. Agradeço ao Luciano Bonsucesso pela homenagem e a estendo a todos que contribuem para que possamos obter sucesso nos trabalhos desenvolvidos seja na rádio ou agora aqui na Câmara”, ressaltou o parlamentar. “Na vida, tudo que se faz em prol do bem coletivo tem a benção Divina”, completou.

Com apoio de deputado, Paulo Guedes agiliza recapeamento para Zona Norte

Com a execução dos serviços, que será iniciado após processo licitatório a ser aberto pela prefeitura, algumas das principais vias do Cervezão, Jardim Ipanema e Jardim São João ganharão melhores condições para o tráfego de veículos.
A confirmação da melhoria está sendo feita pelo vereador Paulo Guedes (PSDB) que, em companhia do prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, participou nesta semana na capital da assinatura de convênio para destinação de R$ 295 mil, liberados a partir de emenda parlamentar do deputado e presidente da Assembleia Legislativa, Cauê Macris (PSDB).
“Agora, com a formalização da parceria o município poderá dar início ao processo licitatório para a execução do recapeamento, tão aguardado pelos moradores e por todos que trafegam diariamente pela região Norte” – explica Paulo Guedes, ao enfatizar os benefícios do relacionamento mais harmonioso com o Governo do Estado e o comando da Alesp.
Juninho, que agradeceu o empenho do vereador e a iniciativa do deputado, lembra que a prefeitura de Rio Claro realiza levantamento para preparar projetos de pavimentação para vários bairros e, paralelamente a isto, tem desenvolvido serviços de recapeamento em alguns trechos de vias públicas.
Paulo Guedes e Juninho observam que a busca por parcerias é uma das estratégias do município para conseguir atender as demandas da população em diversos setores. Ambos destacam que a parceria com o governo estadual está sendo fundamental para Rio Claro acelerar e recuperar o tempo perdido.

Crianças participantes da Escola de Equitação e Cinosocial visitam regimento “9 de julho” em SP

As crianças participantes das aulas de Equitação e Cinosocial (canil), que acontecem nas dependências da Companhia de Força Tática, em parceria com a UDAM, Educandário Santa Maria Goretti, Prefeitura Municipal de Rio Claro e OAB de Rio Claro, realizaram na última quinta feira (17), uma visita ao Regimento de Polícia Montada “9 de Julho”, na cidade de São Paulo.
O Regimento é uma das mais tradicionais unidades da Polícia Militar. O prédio que hoje ocupa, tombado pelo patrimônio histórico do Estado, remonta dos idos do ano de 1892. Sem prejuízo de suas atividades operacionais, graças ao trabalho voluntário de civis e policiais militares, a Unidade promove gratuitamente o atendimento de equoterapia para pessoas com deficiência.
Nessa oportunidade foi possível que as crianças conhecessem as atividades desenvolvidas naquela Unidade de Polícia Militar, visitando além das instalações, o Museu da Polícia Militar do Estado de São Paulo.
Para Polícia Militar do Estado de São Paulo, ações como estas são reconhecidamente importantes para a Instituição e principalmente à sociedade, dessa forma tornando-se mais um vetor de valorização de nossos profissionais de Polícia Militar.

Polícia militar prende criminosos por porte ilegal de arma de fogo

Durante patrulhamento, os policiais receberam informações de que havia ocorrido um duplo homicídio, nas imediações do Jardim Progresso II, e ao chegarem no local encontraram 60 porções de cocaína.
Posteriormente realizaram diligências até a residência de uma das vítimas, sendo que nas proximidades do imóvel avistaram um veículo, com duas pessoas em atitudes suspeitas, e após realizarem os procedimentos de busca obtiveram sucesso em localizar uma pistola calibre 380, carregada com 20 munições e um revólver calibre 38, carregado com 06 munições, ambas com as numerações suprimidas e ao vistoriarem o imóvel de uma das vítimas encontraram 240 porções de cocaína, totalizando 300 porções da referida droga, além de 02 peneiras e uma balança de precisão.
Na sequência os criminosos foram conduzidos ao Plantão Policial, onde foi realizado o registro da ocorrência de porte ilegal de arma de fogo, permanecendo ambos à disposição da justiça.

Seron articula no Senado aprovação do fim da prisão disciplinar para policiais militares e bombeiros

Aprovado pela Câmara dos Deputados em outubro de 2015, o projeto que estabelece o fim da prisão disciplinar para policiais militares e integrantes do Corpo de Bombeiros permanece no Senado após receber sinal verde da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).
Com o objetivo de buscar apoio político para que o projeto possa ser encaminhado ao Plenário e incluído na pauta de votação do Senado, o vereador de Rio Claro Ruggero Seron (DEM), que é policial militar da reserva, esteve em Brasília nesta semana.
Reunido com os senadores Magno Malta (PR), José Serra (PSDB) e Marta Suplicy (PMDB), Seron solicitou que o projeto fosse enviado ao Plenário. “A prisão domiciliar é uma afronta aos direitos humanos já que priva o policial da liberdade sem o direito de ampla defesa”, disse o vereador de Rio Claro que atua como vice-presidente da Associação das Praças Eleitas da Policia Militar do Estado de São Paulo.
Em Brasília, o vereador Seron esteve com os deputados federais, que se posicionaram a favor da aprovação do projeto na Câmara Federal, Jair Bolsonaro (PSC), Subtenente Gonzaga (PDT), Arnaldo Faria de Sá (PTB) e Capitão Augusto (PR) ocasião que externou o clamor da categoria pela votação final no Plenário do Senado. “Os deputados se comprometeram a conversar com os senadores dos seus partidos para que juntos possamos criar uma aliança forte com objetivo único: a aprovação da proposta”, ressaltou o parlamentar de Rio Claro.
Seron avalia que o projeto tem condições de ser incluído na pauta do Senado para votação na próxima semana. “Deputados e senadores sinalizaram de forma positiva à reivindicação das praças do Estado de São Paulo que encaminhei. A nossa luta continua para que possamos colocar ponto final na prisão administrativa”, finaliza. “Não queremos que os policiais fiquem impunes em caso de irregularidades cometidas, mas, defendemos um tratamento mais justo”, finaliza.

Equipe de Defesa Civil de RC conclui curso de capacitação

Os 12 integrantes do departamento de Defesa Civil de Rio Claro receberam na manhã de sexta-feira (18) certificado pela conclusão do primeiro ciclo de atualização técnica, promovido pela prefeitura por meio da Secretaria de Segurança, Defesa Civil e Mobilidade Urbana.
“Para o município é fundamental que a equipe da Defesa Civil seja qualificada e esteja sempre preparada”, observa o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que participou da cerimônia de entrega dos certificados.
O objetivo do treinamento foi promover atualização e capacitação da equipe em diversos aspectos relacionados à Defesa Civil, principalmente no que diz respeito a ações preventivas de gestão de risco e gerenciamento de desastres. “É importante que o município disponha de recursos materiais e humanos para enfrentar crises e as adversidades, sejam elas ocasionadas pela natureza ou pela ação ou omissão humana”, destaca Wagner Araújo, diretor da Defesa Civil. “Este foi o primeiro ciclo e os próximos já estão sendo organizados”, informa o Marco Antônio Bellagamba, secretário municipal de Segurança e Defesa Civil.

DEFESA CIVIL DE RC CONCLUI

Noves fora, zero zero zero

Carlos Brickmann

Lula está disposto a tudo para ser candidato – e, ao menos por algum tempo, livrar-se de Curitiba. E, para mostrar a seus adeptos que fora ele não há salvação, admitiu na Bahia a possibilidade de ser impedido de disputar a Presidência (é a primeira vez que fala em público sobre esta hipótese). Seu substituto, disse a Mário Kertesz, da Rádio Metrópole, seria escolhido entre os governadores Fernando Pimentel (Minas), Rui Costa (Bahia), Camilo Santana (Ceará), Wellington Dias (Piauí), e o ex-governador baiano Jaques Wagner. Fernando Haddad, que tenta viabilizar-se como candidato, não é citado: claro, perdeu a reeleição por ampla margem, e no primeiro turno.
Nas palavras de Lula, “o golpe (o impeachment de Dilma) não fecha” se ele não for judicialmente impedido de se candidatar. O risco é alto: Lula já foi condenado em primeira instância, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, a nove anos e meio de prisão, e se seu recurso for recusado pelo Tribunal Regional Federal cai na Lei da Ficha Limpa. O problema é que, apesar da alta rejeição (que dificultaria sua vitória no segundo turno), ele é o primeiro colocado nas pesquisas. Os nomes que sugere como substitutos nem foram lembrados pelos pesquisadores. E, depois de Dilma e Haddad, a era dos postes, que só existiam por seu apoio, parece ter chegado ao fim.
Lula está em campanha – oficialmente, “caravana”, porque campanha antecipada é ilegal – por nove Estados do Nordeste. Visita 25 cidades.

…com quem andas
A comitiva de Lula na campanha – quer dizer, “caravana” – inclui Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, acusada de crime eleitoral, lavagem de dinheiro e corrupção passiva, José Sérgio Gabrielli, ex-presidente da Petrobras, acusado de improbidade administrativa, e o ex-governador baiano e ministro Jaques Wagner – contra quem o Supremo determinou a abertura de processo, acusado de participação no esquema Odebrecht.

A bainha dos tucanos
O PT pode ter candidatos de menos, mas todos farão o que Lula mandar. Já o PSDB tem candidatos demais, três deles já derrotados pelo PT, outro derrotado dentro do partido quando quis se candidatar; e um que aparece bem, mas que por isso mesmo vem sendo sabotado pelos outros. No PSDB todos são amigos desde os bancos escolares, mas ainda acham que as costas uns dos outros são a bainha para seus punhais. Geraldo Alckmin e Aécio Neves, ambos já derrotados por Lula, vêm conversando sobre como anular João Dória Jr., com prestígio em alta (e com o dobro das intenções de voto de Alckmin, nas pesquisas). José Serra, surrado por Lula e Dilma, quer ser lembrado como candidato e não fala mal de Dória; mas seu aliado José Aníbal fala mal por ele. Tasso Jereissati, atropelado por Serra no PSDB quando quis se candidatar, é o presidente do partido – e mandou sozinho no programa de TV, criticado pelos demais tucanos (entre outras coisas, o programa atacou o Governo, em que o PSDB tem quatro ministérios dos bons). Todos querem derrubar Tasso; aceitam até Aécio de volta.

Ao mestre, com carinho
Mas Aécio teve de se licenciar da Presidência do PSDB quando foi alvo das gravações de Joesley Batista, a quem pediu R$ 2 milhões. Joesley diz que era suborno, Aécio diz que era empréstimo. E o Supremo, a pedido do procurador Janot, analisa a possibilidade de mandar prender o senador.
Outra possibilidade é antecipar para outubro a convenção nacional, que escolherá o presidente. E, inicialmente, antecipar as convenções estaduais. No caso, o favorito para presidente é o governador goiano Marconi Perillo.
O PSDB, como sempre, decidiu não decidir. Vão consultar Fernando Henrique, que não é candidato nem quer ser, para que decida por todos.

Quem parte e reparte…
Todos querem votar depressa a reforma política, mas só para garantir a mamata dos R$ 3,6 bilhões de financiamento público de campanha. Como fica a eleição (distrital, distrital misto, distritão, proporcional), não importa muito. Mas, sem decidir esses detalhes, como garantir já a dinheirama? Os parlamentares estudam qual o sistema que melhor lhes facilite a reeleição.

…fica com a melhor parte…
Na terça, promete o presidente do Senado, Eunício Oliveira, entra na pauta o pedido de urgência para extinguir o sigilo dos empréstimos do BNDES. O projeto é do senador Lasier Martins, do PSD gaúcho; e o PT é totalmente contra, com certeza por motivos técnicos e patrióticos. Lasier Martins cita casos em que o fim do sigilo permitirá que se entenda tudo: o porto de Mariel, em Cuba, empréstimo de US$ 682 milhões; o metrô do Panamá, US$ 1 bilhão. As empreiteiras são as de sempre.

…e conhece a arte
Do portal Quanto Custa o Brasil: lista de deputados federais e senadores em débito com a União (goo.gl/Xbxh5f).

COMENTE: carlos@brickmann.com.br
Twitter: @CarlosBrickmann

Não perca, amanhã, o eclipse total do sol, ao vivo, no site da Nasa

Livio Oricchio, de Nice, França

Quem estiver em Rio Claro e região infelizmente não verá o eclipse total do sol nessa segunda-feira, dia 21. Mas a imprensa brasileira dará destaque a esse fenômeno da natureza, mesmo com boa parte do país não fazendo parte da área atingida, ao menos pela sombra total. Vale a pena entendermos melhor o que é o eclipse total do sol. É muito interessante.
Para começar, você sabia que o diâmetro da lua, 3.400 quilômetros, é cerca de 400 vezes menor que o do sol, de 1.490.000 quilômetros? E que, por uma incrível coincidência, a lua está 400 vezes mais próxima da Terra que o sol? O nosso satélite natural encontra-se, em média, a 380 mil quilômetros de nós e o sol, a 150 milhões de quilômetros.
É por essa razão que quando a lua passa na frente do sol ela é capaz de tampar os raios de luz que atingem a Terra. Seu diâmetro corresponde, para nós que estamos na superfície do planeta, exatamente ao diâmetro do sol. Essa coincidência de órbitas capaz de um astro cobrir completamente o outro ocorre a cada 18 meses, em média, e de acordo com a órbita da Terra partes distintas da superfície são contempladas com o eclipse total.
O próximo eclipse total do sol que os brasileiros poderão observar em detalhes acontecerá apenas no dia 30 de abril de 2041, ou seja, daqui a 24 anos.
Mas com a Terra globalizada também nas comunicações, o eclipse total de sol dessa segunda-feira poderá ser acompanhado ao vivo e em cores por quem não se encontra na faixa de terra que ficará noite durante o dia. Ela se estenderá do noroeste ao sudeste dos Estados Unidos, Europa e África. Durará 2 minutos e 40 segundos. É nessa faixa que a sombra da lua será total.
Adjacente a essa área de sombra total há a chamada penumbra, ou seja, o dia anoitece, mas não totalmente. Nas latitudes mais elevadas do Brasil, ou mesmo já no hemisfério norte, em Boa Vista, Roraima, os habitantes assistirão ao eclipse apenas parcial do sol, a partir das 14h56, e em Macapá, no Amapá, 16h09.
No caso dos Estados Unidos, como lá existem cinco fusos horários e a passagem do eclipse atingirá os cinco, o que dá para dizer é que começa às 14h20 no estado de Oregon, no noroeste, hora local.
E como os Estados Unidos serão a nação mais privilegiada com o eclipse, nunca eles se prepararam tão bem para estudar o fenômeno. A Nasa se mobilizou com todo tipo de recurso, na superfície e no espaço, para registrar as imagens e procurar melhor compreendê-lo durante o eclipse e mesmo depois.
O maior interesse provém da possibilidade de estudar a coroa do sol, a região mais externa, de onde partem as partículas carregadas com carga elétrica, predominantemente prótons, portanto de carga positiva, que atingem a Terra e podem danificar satélites, espaçonaves e unidades de transmissão na superfície, dentre outros.
Do ponto de vista da população, o eclipse total representa uma oportunidade maravilhosa de ter maior contato com o vasto universo da astronomia. Mas atenção: jamais use seu binóculo ou telescópio, pois eles concentram os raios de luz e podem causar lesões sérias. Óculos de sol também não é possível. O vidro das máscaras de solda oferecem segurança e não custam caro nas casas de material de construção.
Há registros de eclipse total do sol pelos chineses desde 2 mil anos antes de Cristo, assim como não há registros de qualquer tipo de dano às populações por onde o eclipse total passa, tampouco a área de penumbra, a não ser as consequências causadas pela ignorância de parte dos cidadãos e a riqueza de interpretações surrealistas que o fenômeno gera.
O máximo que pode acontecer é assustar as aves e outros animais, por exemplo, que ficarão sem entender como anoiteceu tão cedo e como o dia clareou tão rápido. Ah, a temperatura tende a cair com a interrupção da maior parte da chegada dos raios solares ao planeta. Mas por pouco tempo.
Quer uma dica? Siga o eclipse total do sol nessa segunda-feira (21) através do site da Nasa, em tempo real: www.nasa.gov A recomendação é para você entrar no site já neste domingo, assistir ao vídeo infográfico e se inteirar do programa de transmissão. Garanto que mesmo aqueles que não se interessam muito pelo tema vão se impressionar com a riqueza das imagens, no mínimo.
liviooricchio@gmail.com

Magistrados e a mídia, limites de manifestação e um curioso caso de “oferta e procura”!

Segundo noticiou o “Estadão”, um magistrado de Jales-SP concedeu entrevista para um jornal local em 2015 e, criticando o comportamento de empresas privadas concessionárias de serviços públicos e instituições bancárias, afirmou que aplicava condenações contra elas, cujos valores serviam para que os consumidores da cidade (o povo desprezado e esquecido, no seu sentir) acabassem por injetar milhoes de reais na economia local. Em linhas gerais, o magistrado condenava empresas de telefonia e bancos em 10 mil reais a título de danos morais pelos serviços mal prestados ao consumidor local.
Antes da entrevista, o juiz tinha para julgar pouco mais de 200 casos da espécie por mês. Após, mais de 1500 novas ações adentraram o fórum!
Segundo a Wikipédia, “Mão Invisível” foi um termo introduzido por Adam Smith em A Riqueza das Nações, para descrever como, numa economia de mercado, apesar da inexistência de uma entidade coordenadora do interesse comunal, a interação dos indivíduos parece resultar numa determinada ordem, como se houvesse uma mão invisível que orientasse a economia. A “mão invisível” a qual o filósofo iluminista mencionava fazia menção ao que comumente se chama de “oferta e procura”.
O magistrado incentivou e impulsionou o aumento da demanda judicial a partir de entrevista na qual externou seu pensar sobre a relação do setor empresarial e a fragilidade do consumidor brasileiro diante de abusos e menoscabos sofridos a todo instante. Em decorrência desse comportamento, respondeu a processo disciplinar perante a Corregedoria do Tribunal de Justiça, o que fomenta importante discussão para a sociedade, até mesmo diante de certa abertura do Judiciário.
Se havia um tempo em que o juiz não falava fora dos autos (muitos magistrados evitam até hoje os meios de comunicação a todo custo), hoje muitos deles expõem seus pensamentos nas redes sociais e debatem variados temas nos jornais e revistas de grande circulação. Alguns ainda participam de programas de TV aberta ou fechada, opinando, criticando, defendendo seus pontos de vistas sobre os mais variados assuntos, enfim, atuando como verdadeiros cidadãos em um sistema democrático.
Como sustenta, acertadamente, o Ministro Marco Aurélio, do Supremo, a linha divisória é a causa que ele virá a julgar, não se admitindo antecipação do ponto de vista em matérias que irá julgar. No mais, diz, ao contrário do silêncio, da apatia, vale a liberdade de expressão que é a tônica maior da democracia. Ou seja, o juiz só estaria impedido quanto à controvérsia que terá de julgar, sob pena de perdimento da verdadeira cidadania. Na visão do juiz federal Ali Mazloum: “O direito de crítica é inerente à função do juiz. Ele é um agente político, além de ser cidadão. A tentativa de reduzir a magistratura a uma espécie de repartição pública atenta contra a Constituição Federal e o Estatuto da Magistratura”.
De todo modo, o Órgão Especial do TJ considerou que o juiz de Jales se comportou como “autêntico promotor de distribuição de rendas”, merecendo reprimenda disciplinar.
Casos como esse revelam a enorme responsabilidade que os magistrados possuem quando julgam nos estritos limites da Lei, quando se expõem na mídia e, principalmente, quando ousam substituir a letra fria da lei por opiniões políticas ou conceitos essencialmente subjetivos, “mão invisível” da Justiça que, no caso em concreto, incrementou a demanda forense e trouxe consequências inesperadas aos envolvidos.
William Nagib Filho – Advogado