A comerciante desaparecida estava hospitalizada conta marido

O esposo da comerciante Maria Leila Paulino Cornacchione, que estava desaparecida desde a última terça-feira (08), e que foi encontrada em Campinas na quinta (10), Edson Cornacchione, utilizou-se da página do estabelecimento comercial de sua esposa no Facebook e fez uma inserção ao vivo com o objetivo, sobretudo, de agradecer o apoio que a família recebeu em virtude do desaparecimento de Sara, como também é conhecida devido ao seu estabelecimento comercial, assim denominado, mas também esclareceu o que de fato houve.
Cornacchione começa agradecendo o apoio às buscas de Maria Leila. Afirma estar bastante contente pelo fato de ter localizado-a. De acordo com ele, a esposa “está bem lúcida agora, está bem melhor. O médico disse que está estável. Ela passou por um surto muito grande, mas Deus abençoou a nossa vinda para cá (Campinas). E também quero agradecer todos que fizeram compartilhamentos, que ajudaram, que nos apoiaram nessa batalha, que não foi fácil… foi muito desgastante, três dias de sofrimento, mas Deus esteve conosco”, relata e agradece.
Cornacchione diz que sua esposa não foi vítima de um assalto, conforme chegou-se a cogitar. “Não foi assaltada, não foi sequestrada. Ela estava em um hotel hospedada. Passou mal e foi até o ponto de atendimento, Mário Gatti (Hospital Municipal Dr. Mario Gatti)… está sendo bem tratada, com acompanhamento médico… está sendo ajudada”, conta.
Edson Cornacchione prossegue e solicita orações, pois, conforme afiança, Maria Leila irá passar por um tratamento psiquiátrico e que terá o devido acompanhamento. Por fim, tece mais alguns agradecimentos, em especial à Polícia Militar e à Guarda Civil Municipal.(fonte Gazeta Rio Claro)

Abertas inscrições para oficina de desenho

O Arquivo Público e Histórico de Rio Claro, em parceria com a Faculdade Asser, promove no sábado (19) oficina de desenho com a ministrante e professora de artes, Daniela Venturoli. A atividade será das 9 às 13 horas na Faculdade Asser. As inscrições podem ser feitas na própria Asser, na Rua 7, 1.193, Centro, até sexta-feira (18). A inscrição custa 10 reais por pessoa.
Durante a oficina a professora irá passar noções da experimentação artística e de desenho, forma, volume e sombra, partindo da interação da paisagem urbana e de elementos naturais. Parte da atividade será ao ar livre. Os interessados devem levar papel canson a partir de 180g/m2, lápis da série B, ou de cor, e carvão para desenho, além de borracha e prancheta.
A oficina é oferecida como incentivo à participação na mostra de artes Novos Olhares 2017, em setembro, que abrange o universo das artes plásticas. A programação que antecede a mostra foi aberta no sábado (12) com oficinas de aquarela, ministrada pelo Artista plástico e fotógrafo Luiz Miotto, e de colagem, com o artista plástico Renê Mainardi.
Mais informações sobre a oficina de desenho no sábado podem ser obtidas pelo telefone 3523-2001.
ABERTAS INSCRIÇÕES oficina de aquarela I 2017 (2)

Fogo prejudicou visibilidade em trecho da estrada Rio Claro-Santa Gertrudes

Operação conjunta das defesas civis de Rio Claro e de Santa Gertrudes e o Corpo de Bombeiros rio-clarense eliminou na tarde de segunda-feira (14) focos de incêndio em área de preservação na estrada Constantine Peruche, que liga os dois municípios. “O grande risco foi a falta de visibilidade na estrada devido à intensa fumaça”, comenta o diretor da Defesa Civil de Rio Claro, Wagner Martins Araújo. Aproximadamente dois hectares pegaram fogo.FOGO PREJUDICOU VISIBILIDADE EM TRECHO (2)
A ação foi mais um trabalho da operação De Olho na Queimada, realizado pela prefeitura de Rio Claro por meio da Defesa Civil com o objetivo de monitorar áreas de risco neste período de estiagem. Na sexta-feira (11), a operação identificou um grande foco de incêndio na Floresta Estadual Navarro de Andrade (Feena), que levou cinco horas para ser controlado, após trabalho conjunto com os bombeiros, equipe da Feena, Usina Iracema e Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Cerca de 30 hectares foram comprometidos pelo fogo.

Rio Claro busca modelo de cooperativa para reduzir déficit habitacional

Secretário municipal de Habitação Anderson Golucci e o vereador Luciano Bonsucesso (PR) foram conhecer sistema de construção de casas que estes municípios e Jaboticabal estão utilizando.
Em Monte Alto, Golucci e Luciano Bonsucesso estiveram reunidos com o vereador da cidade Murilo Jácamo (PR), Marcelo Augusto que representou o deputado estadual Marcos Zerbini (PSDB), Daniel Rodrigues (PSC) vereador de Jaboticabal e Eliel Vieira que preside a Associação Moradia de Jaboticabal. A comitiva local contou ainda com o diretor da Secretaria de Habitação Ito Hofling e o assessor parlamentar Marco Peres.
Em Monte Alto, o projeto que resultará na criação do bairro Jardim Vitória vai abrigar 500 famílias. Para que as construções se tornem realidade, explica o parlamentar Jácomo, foi criado um grupo que atua no formato de cooperativa.
“As famílias foram responsáveis pela compra da área onde serão construídas as 500 casas. A partir deste ponto, projeto foi apresentado à Prefeitura de Monte Alto e na sequência o mesmo será analisado pelo Graprohab (Grupo de Análise e Aprovação de Projetos Habitacionais do Estado de São Paulo) da Secretaria Estadual de Habitação.
Com a aprovação do projeto, nas esferas municipal e estadual, cita Jácomo, o projeto entrará na fase de implantação da infraestrutura e início da construção das casas. “Serão 500 lotes de 150 metros quadrados cada um”, detalha. O modelo de cooperativa que reúne as famílias leva o nome de Agência de Desenvolvimento de Monte Alto e Região. Em Jaboticabal, assinalou Eliel Vieira, as famílias integram a Associação Moradia.
Em Novo Horizonte, a comitiva de Rio Claro foi recebida pela vice-prefeita Elisabete Baleiro. O município, nos mesmos moldes de Monte Alto e Jaboticabal, vai atender 1,4 mil famílias. No primeiro lote, serão 603 lotes enquanto no segundo mais de 800.
Os interessados integram a Associação de Moradia Amigos de Novo Horizonte, a AMA. “As duas áreas já foram pagas e o processo de regularização dos projetos na Prefeitura e no Graprohab concluído. As áreas já foram divididas em lotes, acredito que a curto prazo teremos condições de liberá-los para o início das construções”, disse Elisabete ao secretário Golucci e vereador Luciano Bonsucesso.
Para Anderson Golucci, trata-se de alternativa viável para redução do déficit habitacional. “Vamos estudar o projeto e ver a possibilidade de implantá-lo em nossa cidade”, disse. Luciano Bonsucesso destaca o projeto por vários aspectos, entre eles a forma de construção e fim social. “O proprietário do lote pode construir sua casa de acordo com o seu fôlego financeiro. Neste momento em que o país atravessa crise econômica, este modelo não tira o sono daqueles que sonham com a casa própria. O investimento na obra pode ser feito a curto, médio ou longo prazo”, finalizou.
Informado do projeto, o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, ressaltou que a atual administração municipal defende a busca por parcerias para que as famílias possam transformar em realidade o sonho da casa própria. “Temos de trazer para Rio Claro trabalhos que em outras cidades tiveram resultados positivos. A habitação está entre as nossas prioridades de governo”, disse o prefeito.

Terça-feira tem “Curto Circuito de Artes” no Casarão da Cultura

O Casarão da Cultura em Rio Claro recebe nesta terça-feira (15) o “Curto Circuito de Artes”, com mostra e venda de arte contemporânea de vários artistas brasileiros. A atividade está marcada para as 20 horas e tem entrada gratuita.
A exposição reunirá obras de artistas consagrados por suas carreiras vitoriosas como Cláudio Tozzi, Caciporé Torres, Takashi Fukushima, Sérgio Martins, Carlos Zibel, Issao Miname, Neno Ramos, Ronaldo Calixto e Alexandre Fangiani. O artista multimídia rio-clarense Sechi, com 30 anos de ativismo artístico, se junta a esse “all-star team” pelas afinidades de linguagem de vanguarda e coerência de suas obras.
“É importante que possibilitemos ao público apreciar obras com alto nível de qualidade e ao mesmo tempo valorizemos a grandiosidade do artista local ”, destaca Daniela Ferraz, secretária de Cultura.
O evento é uma realização da Secretaria de Cultura, com apoio da paulistana Galerie Brésil, comandada por Neno Ramos e Sonia Skroski. A Galerie Brésil divulga a arte brasileira através de talentos emergentes e outros já consagrados com sólida carreira. A galeria tem participado de mostras de alto simbolismo no âmbito das artes mundiais: Bienal Internacional de São Paulo, Salon da Société Nationale de Beaux Arts, de Paris, Art Monaco e BAPhoto, além de ser a organizadora da Off Bienal, exposição paralela à Bienal de São Paulo que já apresentou mais de 350 artistas brasileiros. O portfólio da Galerie Brésil está disponível no site www.galeriebresil.com.
Mais informações sobre o “Curto Circuito de Artes” podem ser obtidas pelos telefones: (19) 3522-8000, (19) 3532-4099 e (11) 9.9432-2653 (Carlos Zibel).

Adolescentes são pesquisados para construção de identidade

Quando o adolescente comete ato infracional dentro da trajetória escolar, qual a postura da escola? Ele acolhido bem em sala de aula ou lá contribui mais para repor ideias como ‘aluno-problema’ e sem futuro? É sobre isso que trata a dissertação defendida esta semana na Unesp Rio Claro pela Priscila Carla Cardoso, psicóloga pela Unesp Bauru.
Orientada pela Profª Débora Cristina Fonseca, a pesquisa se baseou em relatos de adolescentes vindos da Fundação CASA, em que a pesquisadora por meio de entrevistas e bibliografia de autores ligados a educação percebeu a ideia construída por esses jovens no decorrer do processo e sua relação com o que entendem por escola. A escola para eles é necessária para se ter um trabalho, e não formadora integral do ser humano. Isso ocorre, segundo Priscila, por neste ambiente escolar não encontrarem aquilo que atende as necessidades do cotidiano. Também nota-se a reposição de identidade do ‘aluno-problema’ que eles mesmos vão levando e os professores, inspetores e mais pessoas ligadas a escola fortalecem. Percebe-se que por não ser reconhecido de maneira positiva na escola, o adolescente recorre ao meio infracional para assim ter a visibilidade que deseja.

Na Fundação
Ainda na Fundação CASA , os adolescentes tornam a incorporar o discurso de culpabilização que ocorre durante toda a trajetória escolar – eu sou responsável pelo fracasso escolar. Isso limita ainda mais a capacidade de emancipação, ou seja, saída da situação, o que necessita de um horizonte maior quanto a perceber que há outros determinantes para acarretar nesse resultado.
Ainda na instituição, a visibilidade ganha no ato infracional é perdida por se tornar ‘mais um’ ali, e portanto tenta negar a identidade de infrator apreciada no começo, segundo dizeres da pesquisadora.
E a escola? Qual seu papel? Se limita a formar mão de obra eficiente? Existe o perigo de dar continuidade à reposição de identidade negativa e de acordo com a psicóloga, seguir o projeto neoliberal de sociedade.

Relação professor-aluno
A dissertação revela o professor como potencializador que permite reverter a situação. Há possibilidade de haver uma ressignificação, ou seja, aquilo que era tumulto na aula pode se transformar em brincadeira sadia quando educador e aluno cooperam neste fim.
Na Fundação Casa, os adolescentes se sentem mais acolhidos nas aulas, o que justifica pela menor quantidade de alunos e pela tentativa de readmiti-los socialmente. É preciso, segundo Priscila, interromper a reposição da identidade estigmatizada e entender a fundo o educar, aliando todos os agentes: escola, professores, casa, sociedade. E ainda, a pesquisadora inclui uma frase da autoria para afirmar como é importante: A alienação do professor transforma o aluno alienado.

Área de quatro alqueires é atingida por incêndio em Ajapi

O combate às chamas teve início por volta das 15h00, e perdurou até às 18h30, aproximadamente. A densa fumaça pôde ser vista de alguns pontos de Rio Claro. Homens do Corpo de Bombeiros, com o auxílio do caminhão Auto Bomba e Auto Bomba salvamento, sob o comando do sargento Sílvio, conseguiram conter as chamas após incessante trabalho, que contou, também, com o amparo da Defesa Civil. Abaixo, o combate ao fogo por parte dos bombeiros e homens da Defesa Civil.

Precauções
Neste período em que o tempo seco está predominando, os incêndios tornam-se frequentes. Muitas vezes, são causados por motivos banais. O Corpo de Bombeiros enumera dicas a fim de evitar que o fogo tenha início e se alastre, como no caso registrado na quarta-feira (02), em Ajapi.

O que fazer diante de um incêndio florestal?
Caso se depare com um, ligue imediatamente para os telefones 193 ou 190. Não suponha que alguém já chamou. Descreva o local do incêndio, fale devagar e claramente, e responda todas as perguntas feitas pelo atendente.

Incêndios e queimadas
Evite jogar cigarros ou fósforos acessos às margens das rodovias, especialmente de carros em movimento; balões podem provocar acidentes aeronáuticos, incêndios florestais e são um perigo para refinarias e indústrias químicas. Soltar balão é crime. Lei 9.605.98; evite acender fogueiras; evite qualquer tipo de queimada; quando a queimada for necessária para fins agrícolas (cana e algodão, regulamentadas por lei), avise seus vizinhos e a Polícia Ambiental com dois dias de antecedência; não faça queimadas próximo à rede elétrica; nunca faça queimadas em dias quentes, secos ou com ventos fortes; informe onde houver fumaça para que o fogo seja combatido; se avistar fumaça suspeita, avise imediatamente o Corpo de Bombeiros; e em caso de incêndio, acione o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193. (fonte – Gazeta Rio Claro)

“Nosotros” encena a imigração latino-americana em São Paulo

O espetáculo Nosotros apresenta o resultado de pesquisa desse universo místico e social dos latino-americanos em São Paulo e será encenado no Sesc Piracicaba nesta quarta-feira, 16 de agosto, às 20h, no Teatro. Os ingressos custam entre R$ 3 e R$ 10 e podem ser adquiridos no Portal Sesc SP ou nas bilheterias das unidades.

Partindo de dois mitos ancestrais, “Inkarri” (mito do Rei Inca Andino) e “Terra Sem Mal” (mito indígena guarani), alicerçados por uma série de entrevistas com imigrantes de diversas nacionalidades residentes em São Paulo, chegou-se a saga do personagem Juanito, um imigrante que sai de seu local de origem em busca de uma vida melhor para si e para sua família, mas que cai nas redes de exploração do trabalho escravo na indústria têxtil.

SESC - Teatro_Nosotros_Foto Aiman Hammoud (1)

Nosotros é uma saga individual que representa, de certa forma, boa parte do movimento global imigratório atual: a sobrevivência. Uma história permeada por desafios, comicidade, música, sonhos e angústias, daqueles que ousam se aventurar por terras desconhecidas.
Vídeo:

Novo sistema eletrônico de votação põe Câmara em sintonia com a modernidade

O novo sistema eletrônico de votação que a Câmara Municipal de Rio Claro começou a usar a partir desta semana, vai melhorar a dinâmica das atividades legislativas ao proporcionar maior agilidade e transparência nos trabalhos desenvolvidos em plenário. Além disso, tornará mais fácil e didático o acompanhamento das sessões, seja pelo público presente na plateia ou através da transmissão ao vivo pela TV.
Integrado por um painel eletrônico formado por quatro monitores de 46 polegadas, além de 19 terminais de votação com sistema de identificação do parlamentar, o novo sistema permite o controle integral de todos os quesitos inerentes às sessões plenárias, com a geração e emissão de documentos e relatórios em tempo real.
A instalação, manutenção e treinamento dos funcionários para operacionalização do sistema é de responsabilidade da Openlegis Consultoria e Informática, contratada através de pregão presencial. Especializada na modernização tecnológica de órgãos do Poder Legislativo, a empresa atua em dezenas de câmaras municipais no Estado de São Paulo – a exemplo de Campinas, São José do Rio Preto e Jundiaí – e de outros estados, como é o caso de Uberlândia (MG) e Recife (PE).
De acordo com o presidente da Câmara, o investimento na modernização operacional do processo legislativo só foi possível em consequência do novo modelo de gestão baseado na economia e eficiência. “Ao cortar despesas e zelar pela moralização administrativa, nós já havíamos conseguido ao final de junho antecipar a devolução de R$ 1 milhão à prefeitura para trazer as ‘Carretas da Saúde’, que devem chegar a Rio Claro nos próximos dias” – destaca.

Outras ações
Para o presidente, a Câmara tem se esforçado para estar em sintonia com as exigências da sociedade, que está mais vigilante e participativa. Como exemplo ele cita as novas regras que restringem o uso de veículos oficiais e regulamentam o pagamento de diárias, bem como a implementação da reforma administrativa que, ao cortar cargos e extinguir gratificações, atendeu os apontamentos do Ministério Público e as decisões da Justiça.
Ele lembra ainda que a racionalização de gastos e a busca de soluções criativas para barateamento do custo final marcaram a realização das obras de adequação dos espaços físicos para atender de forma igual os 19 vereadores, já que a estrutura herdada mal supria as necessidades dos 12 parlamentares da legislatura passada, apesar da reforma realizada à época. Assim, com um valor de R$ 140 mil foram criados os gabinetes que faltavam e um novo espaço para reunião de trabalho dos vereadores, reaproveitando materiais e equipamentos existentes na Casa.
“Quando há vontade e determinação para fazer o que é certo, é possível sim encontrar um caminho que atenda as expectativas da população, com ações pautadas pela responsabilidade. Com a compreensão e apoio de todos os vereadores, a Câmara tem demonstrado isso” – comenta.

Monitoramento 24 horas na rede pública de saúde ganha força com requerimento de Ney Paiva

O parlamentar, após vistoriar as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), que funcionam no bairro do Estádio e no Cervezão bem como o Pronto Socorro Municipal Integrado, o PSMI, apurou que há câmeras instaladas, porém as mesmas não funcionam corretamente.
Diante da constatação, Ney Paiva solicita à Prefeitura de Rio Claro, através da Secretaria Municipal de Segurança e Defesa Civil que adote as medidas necessárias que resultem na implantação de um sistema de monitoramento 24 horas.
“Esta medida vai possibilitar o acompanhamento, por parte dos gestores públicos, de todo o funcionamento das unidades visando melhora na qualidade do atendimento e também a segurança de funcionários e munícipes e garantir, ainda, a preservação do patrimônio”, pontuou o vereador no requerimento ao destacar que vários municípios já implantaram o sistema denominado Câmera Saúde. “Precisamos caminhar neste sentido”, completa o parlamentar.

GCM detém indivíduos com material de procedência duvidosa

Ao serem indagados pela GCM, não souberam falar a procedem destas barras. Ao solicitarem pesquisa dos indivíduos foi constatado que contra S.A.S. havia um mandado de prisão e contra J.B. apenas inquéritos. Conduzidos ao Plantão de Policia juntamente com as barras, após tomar conhecimento dos fatos, a Autoridade ouviu ambos liberando dois deles, assinando termo de comparecimento para apresentação posterior no Fórum. Não foi encontrado vitima ou proprietário das barras. Elaborado BOPC 7972/2017 Apreensão de Objeto/Condenado Capturado e ROGCM 1486/2017 Condenado Capturado/Objeto Localizado.


 

‘Vão trocar por droga’, diz mecânico
que teve bike de R$ 30 mil furtada em RC

O crime tem se tornado comum na cidade e preocupa os moradores. PM diz que vai intensificar policiamento em algumas áreas

Vão trocar por droga ou qualquer dinheiro”. O desabafo é do mecânico Elvis Esterer que teve a bicicleta avaliada em R$ 30 mil furtada há duas semanas, em Rio Claro (SP). O crime tem se tornado comum na cidade e preocupa os moradores. A Polícia Militar afirma que vai intensificar o policiamento ostensivo em algumas áreas da cidade.

O crime
Esterer participa de competições de mountaim bike e já são 30 anos de paixão com a ‘magrela’. Após o crime, teve que pedir uma emprestada para as próximas disputas em Pirassununga e Campinas.
“Foi no domingo, entre 14h e 15h, dentro de casa. Não tenho nem noção de como foi porque só fui perceber quando fui treinar. Nesse dia estava um entra e sai por causa da mudança que estava fazendo”, disse.

Diferenças para a bicicleta comum
Segundo o mecânico, as diferenças da bicicleta furtada para as comuns são visíveis. “Normalmente ela é feita em fibra de carbono ou alguma liga de metal muito leve, titânio, alumínio específico. Então elas acabam sendo resistentes e leves”, explicou. Ele não acredita que o ladrão tenha retorno com o furto.

Registro do furto
De acordo com a Polícia Militar, quem teve a bicicleta roubada deve registrar boletim de ocorrência e informar o número de série, assim é possível que ela seja encontrada.
O estudante Gustavo Arnaut teve a casa invadida e, além da TV, levaram duas bicicletas, sendo que uma era de estimação. “Reformei ela, não era uma bike cara, mas tinha um valor sentimental. Se você tiver uma trava de aço o pessoal leva, não tem erro para os ladrões”, disse. (fonte EPTV)

O mecânico Elvis Esterer teve a bicicleta de R$ 30 mil furtada em Rio Claro (Foto: Ely Venâncio/ EPTV)
O mecânico Elvis Esterer teve a bicicleta de R$ 30 mil furtada em Rio Claro (Foto: Ely Venâncio/ EPTV)

 

 

GCM localiza veículo furtado e detêm menores

Veículo produto de furto é localizado e dois menores apreendidos

Na madrugada de sábado(12/08), durante patrulhamento pelo bairro JD Santa Eliza a VTR 487 composta pelos GCMs Pedro e Cortes se deparam com o veículo FORD/Escort na cor preta e placas BIS4024 do município de Rio Claro, onde após pesquisa constou uma queixa de furto sobre o mesmo. A equipe ainda logrou êxito em abordar no interior do veículo dois menores. Conduzidos ao Plantão de Polícia onde a autoridade ouviu os menores liberando-os posteriormente à seus responsáveis e o veículo devolvido a seu proprietário. Elaborado BOPC 7904/2017 – Ato Infracional/Receptação e ROGCM 1469/2017 Ato Infracional/Receptação.

O veículo foi devolvido ao seu proprietário e os menores liberados para seus responsáveis
O veículo foi devolvido ao seu proprietário e os menores liberados para seus responsáveis

 

Operações integradas são realizadas
durante o final de semana em Rio Claro

Na noite de sábado, dia 12 agosto, foi realizada Operação Integrada entre Polícia Militar, Guarda municipal e Fiscalização da Prefeitura em frente ao clube da rua 9 e em suas imediações

Existiam várias ocorrências de perturbação de sossego, uso de drogas e venda irregular de bebidas.
Foram fechados alguns bares no entorno do clube e fiscalizados os veículos que por lá passaram, evitando que ocorresse desordem antes e posterior ao show de funk que por lá ocorreu.
Nesse domingo, dia 13 de agosto, foi realizada Operação Integrada entre Polícia Militar, Guarda Municipal e Fiscalização Geral no nas imediações do Jardim das Palmeiras.
No local havia denúncias de que veículos faziam “rachas” e pessoas faziam uso de drogas, gerando ainda perturbação do sossego.

Final de semana foi movimentado nos meios policiais de Rio Claro, com realização de Operação Conjunta entre Polícia Militar, Guarda Municipal e Fiscalização Geral
Final de semana foi movimentado nos meios policiais de Rio Claro, com realização de Operação Conjunta entre Polícia Militar, Guarda Municipal e Fiscalização Geral

 

Detran.SP leiloa 363 veículos em Campinas

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) leiloa na quinta-feira (17), 363 carros e motocicletas removidos por infrações de trânsito na cidade de Campinas. Do total, 95 veículos serão vendidos com direito a documentação, isto é, eles podem voltar a circular.
Já é possível dar lances no site do leiloeiro responsável, emwww.sumareleiloes.com.br. O fechamento dos lotes ocorre a partir das 10h do dia 17 de agosto.
Qualquer pessoa, a partir dos 18 anos, pode participar. O pagamento deve ser feito à vista. Após o arremate, os débitos são baixados e é necessário que o comprador efetue a transferência do veículo para o seu nome, emitindo um novo documento para o veículo.
Cabe salientar, contudo, que se o valor da venda não for suficiente para cobrir as dívidas do veículo, o antigo proprietário continuará responsável por quitá-las.
Visitação ao pátio – No site do leiloeiro tem fotos dos veículos disponíveis, mas quem quiser pode ir pessoalmente aos pátios da EMDEC para conferir de perto. As visitas podem ser feitas na quarta-feira (16), das 8h às 16h30, e na quinta-feira (17), das 8h às 10h. Os carros estão na avenida Sales de Oliveira, 1.028, Vila Industrial, e as motos na rua Miguel Cascaldi Junior, 141, São João, em Campinas.
Desmanche – Os demais 268 veículos serão destinados a desmanche para revenda das autopeças.

LOTE 67: Ecosport FSL1.6FLEX, 2010/2011, com direito a documentação e lance inicial de R$13.000,00
LOTE 67: Ecosport FSL1.6FLEX, 2010/2011, com direito a documentação e lance inicial de R$13.000,00

Nesses casos, esses lotes só podem ser comprados por empresas do setor credenciadas pelo Detran.SP. Esses estabelecimentos precisam comprovar ter condições de efetuar todos os procedimentos necessários após o arremate, como equipamentos adequados para desmonte e descontaminação dos veículos (retirada de combustível, óleo do motor e do freio, baterias e pneus), evitando a contaminação do solo.
O número de lotes a serem leiloados está sujeito a alterações, pois os proprietários podem regularizar a situação de seus veículos e retirá-los do pátio antes da realização do evento.
Regras – Os leilões são realizados conforme determina a legislação federal. O veículo  removidos por infração às leis de trânsito, como, por exemplo, falta de licenciamento, pode ir a leilão caso não seja retirado por seu proprietário em até 60 dias, exceto os que têm pendência judicial, de acordo com a lei federal 13.160, de 2015.
Antes de ir a leilão, porém, o dono do veículo é notificado e tem prazo para reaver o bem. A notificação é feita por meio de edital publicado no Diário Oficial do Estado e no portal do Detran.SP ([http://www.detran.sp.gov.br).]www.detran.sp.gov.br). Passado o prazo legal e não havendo manifestação do responsável, o veículo é relacionado para leilão.
O Detran.SP é responsável apenas por veículos removidos pela Polícia Militar, em perímetro urbano, por infrações que competem ao Estado fiscalizar, como racha, manobra perigosa, falta de licenciamento, veículo sem placa ou com a placa ilegível.
Veículos removidos por estacionamento irregular, por exemplo, são de responsabilidade das prefeituras. Aqueles removidos em estradas são de responsabilidade dos órgãos que atuam em rodovias, como o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Veículos removidos por envolvimento em crimes são de responsabilidade da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e aqueles com pendências judiciais competem ao Poder Judiciário.

No 44º Salão Internacional de Humor de Piracicaba reúnem artistas nacionais e internacionais

Entre os dias 26 de agosto e 12 de outubro, Piracicaba irá receber o 44º Salão Internacional de Humor. Além da mostra competitiva, na qual os artistas enviaram seus quadrinhos, charges e caricaturas, para concorrer a um prêmio de R$ 55 mil, acontecerão cerca de 15 exposições paralelas ao evento.
Nos últimos anos, as apresentações artísticas marcaram o Salão de Piracicaba, e em 2017 não será diferente. O público poderá conhecer, gratuitamente, obras com os mais diferentes temas e estilos. A programação paralela irá reunir artistas de diversos países, como os caricaturistas, Jean Mulatier, da França, Arturo Kemchs, do México e Raul Fernando Zuleta, da Colômbia.
O Salão também contará com artistas nacionais. A exposição “Piracicaba Mon Amour” reúne vários desenhistas brasileiros que homenageiam os 250 anos de Piracicaba com páginas de quadrinhos. Já “Cara Nova na HQ”, organizada pela Folha de S.Paulo, foi montada com desenhos da mais nova geração de cartunistas.

Caricaturas de Mulatier
O consagrado caricaturista francês, Jean Mulatier, conhecido como o “papa” da caricatura, apresentará suas principais obras no Salão. As suas caricaturas são feitas à mão, com lápis, e misturam realismo e distorção.
Para selecionar os desenhos para a exibição, Mulatier deu preferência para aqueles de personalidades reconhecidas mundialmente e que guardam uma semelhança de ponto de vista e qualidade gráfica. Ele cita a caricatura do presidente americano, Jimmy Carter, feita para a revista Time, em 1977, como sua preferida, na qual passou três meses em sua criação.
“É uma exceção, pois geralmente eu me interesso mais pelos rostos de atores de cinema – muitas vezes os americanos, como Kirk Douglas, Charles Bronson ou Steve McQuenn – evidentemente muito mais emocionantes do que políticos”, explica.
A inspiração para suas caricaturas vem da beleza e do encanto de um rosto, um animal ou até mesmo um objeto. “Ao contrário da ideia pejorativa que geralmente temos da caricatura, o que me interessa é contrário: testemunhar a beleza e o exagero de suas características, ampliando-a. Mesmo se o modelo não é sempre caricaturado com essa visão”, conta Mulatier.

Caricatura Mexicana – Arturo Kemchs
O caricaturista mexicano, Arturo Kemchs reúne, em um mostra coletiva, diversas obras de artistas mexicanos, que contam um pouco da história do México através de seus desenhos.
Para Kemchs, o desenho de humor tem uma importância social e política para o país. “O desenho de humor mexicano tem caminhado ao lado da história do México e seus vários movimentos revolucionários armados. Foi e é uma parte importante na mudança social, sem qualquer dúvida e, possivelmente, ao contrário de outros países, o jornalismo no México tem sido o porta-voz do povo. Por meio deles são transmitidas queixas, injustiças, reclamações e até mesmo propostas políticas em todos os eventos sociais, onde o desenho de humor sempre serviu como um grito social”, explica.

A mostra “Arte Irónico para um Mundo en Crisis” já rodou o mundo, passando pelo Museo de La Sociedad Mexicana de Caricaturistas, no México, pelo Centro Cultural Fontanarrosa, na Argentina e por vários centros culturais na Colômbia. Pela primeira vez estará no Brasil, como parte do Salão Internacional de Humor de Piracicaba.

HISTÓRIA – O Salão Internacional de Humor de Piracicaba surgiu em 1974, durante a ditadura militar, como iniciativa de um grupo de jornalistas, artistas e intelectuais atuantes no cenário político. A partir do sucesso das primeiras edições e do apoio da turma do jornal carioca O Pasquim, importantes cartunistas brasileiros contribuíram para a transformação do Salão em um dos mais conhecidos encontros do humor gráfico no Brasil e no exterior; é, ainda, um dos concursos mais antigos do gênero.

PROGRAMAÇÃO:

Caricaturas de Mulatier de 26 de agosto até 15 de outubro
Local: Casa do Povoador

Caricatura Mexicana
Data: 27 de agosto a 12 de outubro
Local: Armazém do Parque Engenho Central

Arte Irónico para un Mundo en Crisis
Data: 27 de agosto e 12 de outubro
Local: Armazém 14 do Parque Engenho Central.

Piracicaba Mon Amour
Data: 22 de setembro e 13 de outubro
Local: Armazém 14, do Parque Engenho Central

Cara nova na HQ
Data: 27 de agosto até 12 de outubro
Local: Armazém 09 do Parque do Engenho Central

ASSUNÇÃO

Ana Lucia Missaglia Guarnieri
Mencionar na Assunção de Maria SS., é alegrar-se, sobretudo, quando, nas suas últimas aparições, em Fátima, ela profetizou sobre os tempos de apostasia atuais e confirmou a vitória do Senhor sobre o mundo, em nome do “Pai-Mãe nosso de cada dia”, dando a certeza de que as “ portas do inferno não prevalecerão contra a Igreja”.
Segundo Prof. Felipe Aquino , a Assunção de Nossa Senhora foi instituída no séc. VII, no oriente, pelo Imperador bizantino Maurício, católico, quando então se falava da DORMITIO (dormição) de Maria e que ela vive plenamente na era que está por vir.
“Ela vive na era que está por vir” e nos ensina “a ler”, nos sinais dos tempos, a manifestação da luz, que revela o furto do dinheiro público pelos maus Governos para que o povo de Deus se manifeste pela fé e pelos valores do Seu Reino. Como analisa Dr. Marco Daniel Duarte, especialista em História da Arte, o mundo contemporâneo, por questões de motivações ideológicas, pretende afastar a idéia de Deus da sociedade e do agir cotidiano em todos segmentos, nos religiosos inclusive.
O afastamento de Deus é tão grande, que um dos resultados nos é fornecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em que, a cada 40 segundos, um jovem, dos 15 aos 29 anos, tira a própria vida, sendo que o Brasil ocupa o oitavo lugar na lista de suicídios ou de suas tentativas.
Nossos jovens cuja receptividade para a vida é cerca de 60% (na criança é de 100%) estão desistindo de viver. Além das babás eletrônicas, agora promovidas a “advogados eletrônicos perfeitos”, a ausência dos pais ou desenlace pela troca de parceiros, sem diálogo e, pior ainda, sem bons exemplos, estão levando-os ao mundo das drogas e do tédio. Como na má política, cujo poder é obtido pisando nos outros, tornando-os escravos. E “a corrupção seca” (Dom Orlando) fere almas, destrói vidas.
Não é sem razão que, de 14 a 18 de Agosto, acontece o I Congresso Internacional Mariano Mariológico: 32 títulos de honra, dados a Maria SS., serão estudados, já que o impacto religioso e cultural de Nossa Senhora de Fátima sobre a humanidade, que não pode estar separada de Deus, é inquestionável.
A memória da Assunção de Maria, no dia 15 de Agosto, pode passar pelo mito, pois Agosto tem esse nome por uma homenagem que Augusto César fez a si próprio, colocando, neste período ou tempo de festas, o seu próprio nome. (Em 1225, o seráfico São Francisco de Assis desmistificou o narcisismo do Imperador, com seu Cântico às Criaturas que deveria ser rezado em todo lugar e tempo: “Louvado sejas, meu Senhor,/ por nossa irmã, a Mãe Terra/ que nos sustenta e governa,/ E produz frutos diversos/ e coloridas flores e ervas”).
Certamente, Maria SS., a Mãe do Senhor, foi elevada ao céu, no mais alto estágio do espírito, da mente e do corpo, junto a Deus, tornando-se pelo Seu Amor – Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a Vossa Palavra – a Rainha do Céu e da Terra.
Quando Fernando Pessoa escreveu que “pensar é estar doente dos olhos”, atingiu o PULCHRUM EST ID QUOD VISUM PLACET, em que Santo Tomás de Aquino vai ao cerne de nós mesmos: belo é o que é agradável à visão (do interior, não só do exterior do objeto) pois é assim que se chega ao coração. Assim é que Maria SS. se comunicou com o Filho, nas Bodas de Caná:” Fazei tudo que Ele vos disser”. Bodas, onde se estabeleceu o vínculo sagrado do matrimônio – na alegria e na tristeza, na vida e na morte, na descida e na ascese – que se assemelha ao pacto de Deus com o seu povo.
Entretanto, a ecologia que cuida da casa terrestre, o que equivale a cuidar de si mesmo, está aborrecendo aos gananciosos pelo poder fabuloso, tirado do povo em injusta troca do trabalho oferecido pelo Progresso Nacional.As alterações climáticas, provocadas pelo homem, além de prejudiciais à saúde, estão, pelo aquecimento global, derretendo o gelo dos polos, principalmente do Ártico, segundo informações científicas de abril/2016, gerando catástrofes preconizadas: “Os antigos Anciãos dos Povos do Norte (“Ártico”) dizem que, um dia, quando o mundo mais precisar, o Fogo Sagrado voltará para Casa no Topo do mundo (polo Norte)” e ele já está voltando, porque esses dias são hoje. (Apocalipse, HERE AND NOW!).
Aqui e agora são lugar e tempo para falar com Deus.A um copo de água dado a um de seus pequeninos, o Senhor é Quem diz: “Eu lhe asseguro que não perderá a sua recompensa”.Acolher é o eterno exemplo de Maria. .Em 1 Cor l3, São Paulo descreve o Amor recebido de Deus e Maria SS. o exerceu plenamente. Na sua Assunção e na Ressurreição do Senhor, está o novo ciclo da nova terra e do mundo novo, plantados pelos seus seguidores em todos os tempos. Nas palavras de Jean Cardonnel , O.P., o Espírito de Deus reúne cada um de nós no interior de Si Próprio e nos amadurece para a comunhão com o Universo (“na Casa do Pai há muitas moradas”) e, pelo perdão de nossos pecados, restitui a Terra que será dos pacíficos ou justos (Sermão da Montanha) : é o “Hoje mesmo estarás comigo no Paraíso” do Filho de Deus e da Assunção de Maria.

TRANSFORMAÇÃO.

JUAREZ ALVARENGA

A vida é um mosaico com varias peças. A mobilidade e a transformação da existência é um processo, cuja responsabilidade é exclusivamente nossa.
Somos responsáveis diretos pelos êxitos e pelos fracassos. A metamorfose, de ambas, exige vontade interior de secar os truísmos dos fracassos e fazer fluírem as fontes dos êxitos.
Na vida, nada é fato consumado. Tudo é transformável. Mas, metamorfoses radicais só com ebulições interiores grandiosas. Ser amansado pelo cotidiano, nos torna covarde perante a valentia que a vida exige em determinadas situações.
Seja ousado perante a mediocridade rotineira. O repouso pode ser, momentaneamente, agradável. Mas, só em alto mar, com a dinâmica das ondas,que nossa vida acelera e o barco estaciona no porto das soluções.
Se sua vida está sonolenta é porque não tem as inquietações dos sonhos noturnos direcionando seus dias.
Incendei de pirotecnia transformadora.
Aprenda com as borboletas que depois de sair do casulo, aproveita a sua natureza e voa com convicção e intensidade.
Hoje, ao deparar-me com o tamanho de minha arvore existencial, lembro com gratidão, de meus eternos pais. Quando era uma semente tênue tomando tempestade ao alento acolheram-me gratuitamente.
Hoje, bem distante de meus olhos, mas impregnado definitivamente no meu coração queria que meus pais desfrutassem da sombra que minha arvore existencial produziu. Mas, tenho certeza que eles não viram a arvore evoluir, porém, estão na sombra do céu, bem junto a Deus, na arquibancada torcendo por mim. E eu, daqui da terra procurando entender à humanidade preparo e busco resultados, pois somente assim que a sociedade abre os seus braços.

Sua história não é feita de boletos pagos, mas sim de experiências vividas

Organizar a vida financeira é um grande desafio para muitos, e por isso a premiação em dinheiro ainda é vista como a melhor forma reconhecimento pelas empresas. No entanto, ao ter esse pensamento deixamos de lado as oportunidades de viver momentos mais felizes. Afinal, você batalhou tanto para superar a meta proposta pelo chefe que merece aproveitar da melhor forma.
Promover uma experiência obriga o colaborador a viver algo diferente. Isso dá o real significado às premiações – o reconhecimento por ter feito a diferença. Oferecer um momento diferente ao colaborador vai estimular sua criatividade e aumentar seu bem-estar.
Cabe ao gestor ser um agente motivador da equipe e uma ação que promova experiências pode ser a chave para essa motivação. As campanhas de incentivo só têm significado quando mostram que o colaborador não é apenas um número no registro da folha de pagamento, mas sim parte da essência de uma organização.
Para guardar na memória, e não na gaveta
Uma experiência pode ajudar a integração do grupo ou da equipe e vai gerar valor à história do colaborador. As pessoas precisam viver momentos inesquecíveis, com experiências inesperadas para ter bem-estar. E assim voltam no dia seguinte e contam para os colegas experiência vivida e isso gera uma espiral positiva no ambiente corporativo.
O valor percebido de uma experiência é maior que um bônus em dinheiro. Seja colaborador ou cliente, a realização de vivenciar um momento especial faz com que a felicidade causada pela premiação seja permanente. Isso porque quando ganhamos esse presente, seja uma viagem, um salto de paraquedas ou um day spa, somos surpreendidos e tomados de alegria.
Nessa modalidade de premiação a experiência começa quando a pessoa recebe o voucher. Tudo vira expectativa, desde escolher, marcar a data até o dia de vivenciá-la. Depois disso, a sensação perdura e se incorpora à história pessoal. Ao contrário de um produto ou o dinheiro em si, uma experiência gera lembranças permanentes que saem da gaveta e nos acompanham pela vida. E são essas memórias que fazem nossa vida valer a pena.
Esse conceito de premiação e reconhecimento de funcionários e colaboradores traz a oportunidade do indivíduo realizar coisas que provavelmente não faria ou investiria por conta própria, mas que são completamente realizadoras e, porque não, agentes de transformação. Ao contrário do que possa parecer, não é preciso aplicar uma quantia astronômica: com pouco investimento é possível implantar as mais diversas campanhas de incentivo, fazendo com que cada um se sinta importante e reconhecido.
Que tal refletir sobre o que realmente vale a pena? Antes de tudo, é preciso entender que a vida precisa ser vivida. Experiência não se tira ou se perde. Um carro pode ser roubado, a joia pode se perder, ou até virar produto no Mercado Livre, mas as experiências proporcionadas, ficam na lembrança, se incorporam à história pessoal e são para o resto da vida.
*André Susskind, empresário e administrador