No Plenário, Ney Paiva defende medidas que possam resgatar o funcionamento normal do Jardim Público

Circular pelo Jardim Público, um dos principais cartões postais de Rio Claro, sem ser abordado está tornando-se cada vez mais difícil

123
Os danos estátua da deusa Diana exemplificam os problemas no Jardim Público apontados por Ney Paiva

O alerta foi feito pelo vereador Ney Paiva (DEM) na sessão ordinária da Câmara Municipal na última segunda-feira, 7.
O local apresenta problemas diversos que vão desde a má conservação e depredação do patrimônio público até transtornos causados por moradores de rua e garotas de programa. Através de requerimento, aprovado por unanimidade pelo Legislativo, o parlamentar solicita à Prefeitura de Rio Claro que entre em contato com o Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat) do Estado de São Paulo para que o município possa definir cronograma de obras visando melhorias no local.
“Há necessidade de reparos nos banheiros que hoje se encontram com portas sem trincos, privadas sem assentos, porta de acesso enferrujada, coreto em estado de abandono, entre outros problemas”, pontuou o vereador ao lembrar ainda que a maioria das lâmpadas encontra-se queimadas. A seu ver, o município precisa encontrar alternativas para superar as barreiras impostas pelo tombamento da área. “O Jardim Público é nosso cartão postal, não pode permanecer nas condições que se encontra”, acrescenta.
Outro aspecto abordado por Ney Paiva refere-se à ocupação da área. O vereador recebeu várias reclamações da comunidade em virtude da concentração de garotas de programa, que abordam os munícipes em plena luz do dia, bem como moradores de rua que dormem no coreto e permanecem horas deitados pelos bancos do Jardim Público. “Este quadro precisa ser revertido com urgência”, disse o parlamentar na sessão.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA