FAMOSOS E VELHOS MONSTROS

163

Você já notou que estamos vivendo numa atmosfera de medo, dúvida e reclamação? Parece que entramos numa hipnose coletiva, é reclamação de políticos (a maioria), da economia, do trânsito, de parentes e até do cachorro. E o papo gira em torno disso, não é?
Então, você está focando em que? No problema ou na solução? Concentra-se na montanha e não da forma de se esquivar dela. Dar a volta em torno dela é uma excelente solução. Por que tirar a montanha da frente, se você pode encontrar uma solução melhor que permite seguir o seu caminho?
A sua maneira de pensar faz uma enorme diferença nas coisas que você almeja. Tome mais cuidado com o que você pensa. Sabia que temos mais de 60.000 pensamentos por dia e que a maioria deles são pensamentos negativos.
Convoque a Polícia Federal de sua consciência para libertá-lo desses fantasmas que povoam e assombram sua maneira de pensar e sentir. Quando se pegou falando: “Sempre sobra para mim, sempre acontece comigo” – dê outra forma a seus pensamentos e diga: “Sempre sei levantar e recomeçar! Sempre posso fazer mais e melhor. Sempre haverá um novo Sol em meu horizonte”.
Há ótimos caçadores de monstros e fantasmas dentro de você. Invoque-os tomando consciência deles para destruir os que corrompem sua alegria, frustram seus sonhos, destroem sua carreira e anulam seu desempenho. Dois deles são os famosos e velhos monstros “quando” e “se”.
Você conhece pessoas que vivem dizendo: “Serei feliz quando entrar na faculdade; se conseguir um bom emprego; quando o jornal tiver mais tiragem; se for promovido; se eu fosse mais jovem…”. Vivem colocando tudo no passado ou no futuro e perdem o momento presente que aciona a ação.
Dê um passo além, fazendo também uma contínua revisão de seus modelos de pensar, isso o livrará das amarras do pensar vicioso. O que é um telefone? Para que serve? È uma invenção só para falar? Quando quebraram as amarras e atualizaram o conceito de que o telefone não é só um meio para falar, foram criados os serviços telefônicos!(Disque piadas, despertador, cotação de bolsa, disque denúncia, etc.). Sem contar o telefone celular, não é? Inovação não tem fim.
È necessário mudar sua atitude, pensando diferente, como pregam grandes inovadores de nossa geração. Seja feliz agora, planeje aonde quer chegar, não para ser feliz, mas sendo feliz. Faz uma grande diferença. As piores amarras são as amarras emocionais. Quando arrebentarem, sua vida será um contínuo sonhar sob a luz de cada amanhecer, livre desses famosos e velhos monstros. Pense nisso!
Dr. José Roberto Teixeira Leite é Cirurgião Dentista e Coach em PNL
Email: pnljoseli@gmail.com

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA