Visita técnica vai averiguar obras do Jardim das Nações 1

Objetivo é evitar que se repitam problemas estruturais verificados no Jardim das Nações 2

742
O empreendimento fica ao lado do bairro Terra Nova, na região sul de Rio Claro e faz parte de um conjunto que soma 2.096 moradias. As residências já foram sorteadas. A visita acontece nesta sexta-feira às 10h (foto arquivo)

Técnicos do setor de engenharia da Secretaria Municipal da Habitação e do Departamento Autônomo de Água e Esgotos de Rio Claro realizam nesta sexta-feira (28) a partir das 10 horas visita técnica às obras de construção de 928 apartamentos no Jardim das Nações 1, em Rio Claro. “É importante o acompanhamento técnico dos trabalhos, pois queremos entregar residências com a qualidade como os futuros moradores exigem e merecem”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que vai acompanhar a vistoria.
De acordo com o secretário da Habitação, Anderson Golucci, a ação permitirá avaliação geral do andamento da obra, averiguação da qualidade do que já foi feito e verificação de aspectos técnicos relativos à estrutura elétrica e hidráulica. “A Elektro foi convidada para participar da vistoria”, explica.
As obras do Jardim das Nações 1 estão sendo executadas pela construtora Direcional. O empreendimento fica ao lado do bairro Terra Nova, na região sul de Rio Claro e faz parte de um conjunto que soma 2.096 moradias. As residências já foram sorteadas.
Os outros 1.168 apartamentos, que formam o Jardim das Nações 2, foram entregues em dezembro do ano passado pela administração anterior com uma série de problemas estruturais, como forros caindo, infiltrações, refluxo de esgoto no interior de apartamentos, janelas e portas com defeito, água de chuveiro invadindo cômodos e outros. Ao assumir a prefeitura, o atual governo tomou as providências necessárias para que os problemas fossem sanados.
“A visita técnica faz parte de uma série de cuidados que estamos tomando para que essa situação não se repita”, explica o prefeito Juninho. “Moradia é assunto sério e as avaliações devem ser técnicas e não políticas”, acrescenta.
O empreendimento popular faz parte do programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal, realizado em parceria com a prefeitura e o governo estadual, por meio do programa Casa Paulista.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA