O QUARTO DE DORMIR DA CLASSE MEDIA.

152

JUAREZ ALVARENGA

Nosso quarto de dormir é nossa caverna onde a intimidade conosco
mesmo chega ao ápice. Escondemos do mau relacionamento humano e aprimoramos
nossas armas, para guerras diárias. É nele, que o descontentamento diário
sepulto seus desconfortos.

Sentimos dono de nossas vidas. E é através dele que saem as
estratégias mais mirabolantes, para impulsionar nossa existência para o
topo.

É nosso presente diário, onde nossa alma se projeta, para o
infinito a dor tênue.

Sabemos que a classe media é aqueles, onde seus indivíduos tem mais
regularidade no cotidiano. Na rica a vida é termométrica. Uma hora lá em
cima, outra hora lá em baixo. Seu viver não tem a consistência da classe
media. Por isso, é acreditável que a classe media tenha mais regularidade
psicológica, pois o meio é a saída, para os dois extremos da felicidade.

É na nossa alcova em que traçamos metas para o futuro. E o futuro
da classe media sempre foi ser feliz sendo um rico sem patrimônio.

O que se idealiza mais satisfatório, para a classe media, são os
concursos públicos. Quem consegue atingir este objetivo tem a tão sonhada
retaguarda econômica.

É o quarto de dormir, da classe media, as trincheiras armadas, para
enfrentar as guerras diárias. Os versos saltitantes de alegria constante.

Agora é meia noite. Coqueiral descansa da realidade. Eu do meu
quarto e na minha escrivaninha desenho os mais autênticos sonhos, com as
tintas da realidade. Traço metas gigantesca, pois sei que é do quarto de
dormir da classe media, que saíram as ideias mais brilhantes para
humanidade.

Seja você dono de sua própria vida e descanse, rotineiramente, em
seu recanto sagrado, pois é nele que sua alma voa faminta de atingir os
alvos dos horizontes palpáveis.

E MAIL: juarezalvarengacru@gmail.com

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA