Representantes de 50 municípios discutem verbas para educação em Rio Claro

Prefeitos, secretários de educação e outros gestores municipais estarão em Rio Claro na sexta-feira (21) para discutir verbas para o setor de educação. Técnicos do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), órgão ligado ao Ministério da Educação (MEC), vão orientar os gestores municipais sobre o Plano de Ações Articuladas (PAR), um planejamento estratégico das políticas de educação que deve ser feito pelas prefeituras como pré-requisito para receberem auxílio técnico e financeiro do governo federal.
“Rio Claro vai sediar um evento para 50 cidades o que demonstra que o município volta a ser referência na região”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, ressaltando que a educação é uma das prioridades da administração municipal. “Os municípios precisam estar bem informados para buscarem recursos e o FNDE é uma importante fonte para o setor educacional, daí a relevância deste encontro em Rio Claro”, afirma Juninho. Participarão do encontro em Rio Claro cidades como São Carlos, Araraquara, Campinas, Limeira, Paulínia, Americana, Araras, entre outras.
Será um dia inteiro de atividades com atendimento individualizado aos municípios sobre o PAR, prestação de contas e outros programas federais. “Estamos preparando toda a infraestrutura e logística para atender os visitantes”, informa Mônica Cristina Queiroz Christofoletti, diretora do Departamento Administrativo da Secretaria da Educação. O encontro será realizado a partir das 8h30 no Claretiano Faculdade, que fica na Avenida Santo Antonio Maria Claret, 1.724, no bairro Jardim Claret. “É uma grande oportunidade para que gestores e técnicos dos municípios obtenham informações sobre os programas federais e esclareçam dúvidas”, observa Adriano Moreira, secretário municipal da Educação.
É por meio do FNDE que o MEC libera recursos para investimento em infraestrutura nos municípios. Neste ano, Rio Claro recebeu a informação que terá R$ 11 milhões do governo federal para a construção de três creches e uma escola de ensino fundamental. No início do mês, Rio Claro recebeu um ônibus escolar que custou R$ 253 mil. Além disso, a prefeitura está pleiteando R$ 780 mil para a compra de mobiliário e brinquedos. “É preciso estar com os documentos em dia e as informações atualizadas no sistema nacional para apresentar os pleitos”, explica Paulo Apolari, diretor de Planejamento da Secretaria da Educação.
A prefeitura de Rio Claro está investindo em várias obras para ampliar a infraestrutura no setor educacional. No bairro Terra Nova está construindo uma creche com investimentos de R$ 1,2 milhão, recursos do governo estadual. Outras melhorias nas escolas foram implementadas com recursos próprios como reforma e manutenção nas escolas Francisca Coan, Sueli Marin e Projeto Presença Esperança Sol Nascente, além das unidades Arlindo Ansanello (novo prédio), Hélio Jorge (segunda unidade) e Darci Reginato (novo prédio).