Fundo Social forma mais 16 profissionais em curso de capacitação

Na terça-feira (11) alunos do curso de manicure e pedicure, promovido pelo Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro, participaram da última aula e receberam os certificados de conclusão.
“As capacitações representam oportunidade para as pessoas conseguirem melhorar sua renda e esse é o principal objetivo do Fundo Social: promover melhora na vida das pessoas”, comenta Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social, que entregou os certificados aos alunos.FUNDO SOCIAL FORMA MAIS 16 PROFISSIONAIS (2)
Um exemplo de objetivo alcançado é a aluna Tatiana Expedita Silva, que concluiu o curso e viu nele a oportunidade que precisava para aumentar sua renda. “Tenho emprego fixo, mas a partir desta nova atividade como autônoma pude conseguir renda extra que era o que eu estava buscando”, ressalta Tatiana.
Joyce Nayara Fernandes também concluiu nesta semana a qualificação e agora exerce a profissão de manicure e pedicure. “O curso foi muito produtivo e fundamental para que hoje eu atuasse nesta área”, observa Joyce, acrescentando que a intenção é continuar estudando para ser uma profissional cada vez melhor.
No total, desde o início do ano mais de 400 pessoas iniciaram treinamentos oferecidos pelo Fundo Social, muitos deles ainda em andamento. Para dar continuidade a este ciclo que envolve aprendizado e oportunidade de emprego, novas turmas serão abertas e as inscrições já podem ser feitas no Centro de Qualificação Profissional, Inclusão Digital e Produtiva, na Avenida Visconde do Rio Claro, número 150, entre avenidas 28 e 30.

Festa do Produtor Rural terá jantar no sábado e almoço no domingo

Rio Claro realiza nos dias 22 e 23 de julho a nona edição da Festa do Produtor Rural. O público que comparecer ao recinto do Sobradão Eventos irá conferir produtos apresentados por mais de 50 expositores e também apreciar refeições que remetem ao ambiente rural.
No sábado (22) a festa será realizada das 15 às 22 horas e no domingo (23) das 10 às 18 horas. O acesso à festa será gratuito e quem preferir estacionar na área cercada do Sobradão pagará R$ 5,00 por veículo.
No jantar do sábado (22) e almoço no domingo (23) haverá variadas opções no cardápio com preço único de 20 reais por refeição. Crianças de 6 a 10 anos pagam 10 reais e menores de seis anos não pagam. No sábado o jantar será servido a partir das 19 horas e inclui costelão com mandioca, arroz e salada. No domingo, a partir das 11h30, haverá arroz branco e carreteiro, feijão, feijoada, torresmo, mandioca, pernil assado, linguiça, frango e isca de carne. No sábado e domingo também serão vendidas porções de costela, pasteis, lanches, batata e salgados. Bebidas serão cobradas à parte.
“Esperamos que grande público prestigie a festa, que terá opções para quem está inserido na rotina agrícola e também é uma ótima opção de entretenimento para o público em geral”, destaca Emílio Cerri, secretário de Agricultura, Abastecimento e Silvicultura.
Já estão confirmados expositores de veículos, tratores e estandes de financiamento, implementos agrícolas e cervejaria artesanal. Há ainda o setor de artesanato e alimentação, com pães, bolos, doces e congelados. E como não poderiam faltar, os produtores rurais que comercializarão produtos direto da roça.
Para animar a festa, duas atrações musicais por dia. No dia 22 (sábado), às 15h30 se apresenta a dupla Lincoln Carvalho e Jander e às 19h30 sobem ao palco Lipe e Lyan. No dia 23 (domingo) será a vez do público conferir a música de Francisco e Fernando às 11 horas e Matos e Felipe às 15 horas.

Policial feminina de Rio Claro é a 1ª colocada do Estado de SP na escola de soldados

O 37º Batalhão da Polícia Militar de Rio Claro realizou na quarta-feira (12) a solenidade de valorização aos policiais militares com a entrega da medalha de Láurea de Mérito Pessoal, seguida de homenagem aos destaques do mês de junho e ocorrências destaques. O evento aconteceu no plenário da Câmara Municipal de Rio Claro.
As homenagens tem como objetivo reconhecer e valorizar os policiais que se destacam nas atividades de polícia ostensiva e de preservação da ordem pública. As escolhas dos policiais e ocorrências destaques são feitas em cada companhia e posteriormente analisadas e eleitas pelos oficiais do batalhão. O principal destaque do evento ficou por conta da Moção de Aplausos para a policial militar SD Débora Baboni Dominiquini que ficou em primeiro lugar no curso de formação de soldados do Estado de São Paulo. Ao todo 2.477 novos soldados reforçam a segurança de todo o estado desde o mês de maio.
Para a soldada Débora é gratificante ter ficado em primeiro lugar em todo o estado e principalmente por ser a primeira mulher a conseguir este feito. “Dos 2.477 novos policiais, 400 são mulheres e eu tive essa honra de ficar em primeiro. Espero que sirva de motivação para todas as mulheres que pretendem ingressar na Polícia Militar”, comentou Débora que cursou durante um ano na cidade de Limeira.
A moção de aplausos para a soldada Débora foi de iniciativa do vereador Clayton Silva de Limeira, por ela ter feito a escola de soldados na cidade e do vereador rio-clarense Seron.
O comandante do batalhão, o tenente-coronel Márcio Silveira Franco, em sua fala parabenizou a soldada Débora por ser a primeira mulher a ficar em primeiro na escola de soldados e destacou a homenagem aos policiais e também a queda dos índices de criminalidade no município. “Com o trabalho sério que os policiais realizam nas ruas dia e noite, os índices estão diminuindo e nada mais justo que prestarmos as homenagens e valorizar o serviço de cada um”.
O diretor municipal de segurança Luiz Alberto Irikura que representou o vice-prefeito e secretário de Segurança e Mobilidade Urbana, Marco Antonio Bellagamba, parabenizou os homenageados e disse para que continuem fazendo a segurança do município e diminuindo cada vez mais os índices criminais. O vereador Seron, líder do governo na Câmara, colocou novamente o Legislativo à disposição da Polícia Militar e destacou que as homenagens aos policiais os engrandecem a cada dia, mesmo com as dificuldades que enfrentam.
Receberam a outorga da Láurea de Mérito Pessoal em 5º Grau o SD PM Ítalo Muniz da Silva, SD PM Domingos Marques da Assumpção Neto, SD PM Lívia Gonçalves da Conceição, SD PM Júlio Cesar Coelho, SD PM Everton Dane de Oliveira, SD PM Paulo Roberto Ortega Topan Junior e SD PM Guilherme Colnago Pita.
Receberam a outorga da Láurea de Mérito Pessoal em 4º Grau o CB PM Kleber Alberto Dorrício, SD PM Cláudio José da Costa Junior e SD PM Leandro Perisatto.  A Láurea de Mérito Pessoal em 3º Grau foi entregue para o 1º SGT PM Carlos Roberto Mauch Rosa e SD PM Rafaello José de Oliveira Mota. A Láurea de Mérito Pessoal em 2º Grau foi entregue aos 1º SGT PM Clécio Caitano da Silva e 2º SGT PM Aristides Lopes de Moraes Junior.

 

POLICIAL FEMININA DE RIO CLARO É 1ª COLOCADA (2)

O Policial destaque do mês de junho foi o Sd PM Almir Richter do Carmo e a ocorrência destaque foi para os policiais SD PM Priscila Perez e SD PM Ramon Nunes Oliveira.
O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Gilberto Brina, representou o prefeito João Teixeira Junior no evento, que também teve a participação do vereador Geraldo Voluntário.

 

 

Simpósio destaca avanços e melhorias na educação

Centenas de educadores participaram da cerimônia de abertura do 24º Simpósio Rio-clarense de Educação realizada na noite de terça-feira (11) no Centro Cultural de Rio Claro. O evento destacou os avanços obtidos pelo município na área de educação nesse início de gestão do governo municipal. Em seis meses foram criadas mais de 400 vagas em creche e pré-escola, obras foram retomadas, unidades ampliadas e diversas escolas municipais receberam melhorias.
Em sua fala, o secretário municipal da Educação, Adriano Moreira, destacou a importância da participação dos educadores no simpósio para fomentar discussões que contribuam para o processo de elaboração do novo currículo integrado da rede municipal de ensino. O documento está sendo elaborado pela Secretaria da Educação em parceria com o Conselho Municipal de Educação (Comerc).
O professor Newton Duarte, da Unesp de Araraquara, falou sobre “Teoria pedagógica e Sistema Municipal de Educação”. Também participaram da solenidade o vereador Geraldo Voluntário, Osmar Arruda Garcia – presidente do Conselho Municipal de Educação, Sandra Helena Tinós – presidente do Conselho de Alimentação Escolar e Mariangela Polacchini Zanella – presidente do Conselho Municipal de Acompanhamento e Controle Social do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

SIMPÓSIO DESTACA AVANÇOS (2)

Prefeitura realiza segunda ação do ‘Jogando Limpo’ sábado no Jardim Nova Rio Claro

A prefeitura de Rio Claro realiza no próximo sábado (15), no bairro Nova Rio Claro, a segunda ação do programa “Jogando Limpo no Bairro”, que intensifica a integração do poder público e comunidade por meio de atividades recreativas e culturais visando a educação ambiental e o modo de vida sustentável. Instituído pela Lei Municipal 5041, o programa inclui a troca de garrafas pet e outros materiais recicláveis por verduras.
O evento está programado para ser realizado das 8h30 às 11h30 na Associação Estação do Bem, localizada na Rua 23, 162. As crianças terão atividades de educação ambiental e poderão se divertir em brinquedos infláveis e oficina de origami, além de ganharem pipoca, algodão doce e livros.
Haverá aferição de pressão, caminhão cata bagulho recolhendo móveis sem uso e agentes do Centro de Controle de Zoonoses fazendo vistorias nas casas do bairro contra criadouros do mosquito da dengue.
O grupo de música da Associação Estação do Bem fará apresentação durante o evento, que terá ainda doação de livros, corte de cabelo para crianças realizado pela equipe “Silvinha Meg Hair” e sorteio para “dia de beleza” pela Abil Cursos.
A organização é da Secretaria de Meio Ambiente em parceria com a Secretaria da Agricultura, Secretaria de Cultura, Secretaria de Saúde e Câmara Municipal. Todo o material coletado será destinado para a associação de catadores de materiais recicláveis Novo Tempo. “É um trabalho de conscientização, para mobilizar a comunidade sobre a importância de reciclar e reaproveitar o lixo que seria descartado”, comenta o secretário de Meio Ambiente, Antonio Penteado.
De acordo com Leonardo Andrade, gerente do departamento de Resíduos Sólidos, será feito reforço na orientação sobre a necessidade da população colocar o lixo na rua para ser recolhido no horário da coleta. “A educação ambiental passa por atitudes simples, como colocar o lixo na rua no dia e horário corretos”, explica.

Moto clube Hereges doa alimentos ao Fundo Social

O Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro recebeu na manhã de quarta-feira (12) doação de alimentos realizada pelo moto clube Hereges. Mais de cem quilos de alimentos foram doados e serão destinados ao atendimento social realizado pelo município.
“Pelo menos uma vez ao ano realizamos campanha de arrecadação de alimentos para poder ajudar quem precisa”, destaca Bete Brasqui, diretora social do moto clube, que realizou a entrega juntamente com Marcelo Andriolli, integrante do moto clube. A diretora explica que a opção de destinar ao Fundo Social os alimentos é a certeza de que eles terão o melhor encaminhamento possível e chegarão à mesa de famílias mais carentes.

Arquivo Público de Rio Claro abre inscrições para oficinas de artes

O Arquivo Público e Histórico de Rio Claro está com inscrições abertas para três oficinas de artes: colagem, aquarela e desenho, que serão realizadas nos dias 12 e 19 de agosto (sábado). As inscrições devem ser feitas na Faculdade Asser (Rua 7, nº 1.193, Centro). Não há limite de vagas e de idade para participação.
“Nossa proposta com as oficinas é promover a Mostra de Artes Novos Olhares que será realizada em setembro e está em sua décima sétima edição”, explica Mônica Frandi Ferreira, superintendente do Arquivo Público. De acordo com ela, as oficinas serão realizadas com antecedência para que os participantes possam aprender as técnicas e produzir material para o concurso.
A oficina de colagem será ministrada pelo artista plástico Renê Mainardi no dia 12 de agosto (sábado), das 14 às 18 horas, na Asser. As inscrições devem ser feitas até o dia 11 de agosto e têm custo de R$ 10,00 por pessoa. Os materiais necessários são duas fotografias impressas em tamanho A4, revistas para recorte e folhas coloridas.
O fotógrafo e artista plástico Luiz Miotto irá ministrar a oficina de aquarela no dia 12 de agosto, das 9 às 13 horas, na Asser. Os interessados podem se inscrever até 11 de agosto na faculdade. A taxa custa R$ 10,00. Serão necessários aquarelas, pincéis e papéis.
A oficina de desenho será ministrada pela professora e artista plástica Daniela Venturoli, no dia 19 de agosto (sábado), das 9 às 13 horas, na Asser. Quem quiser participar pode se inscrever até o dia 18 de agosto pagando uma taxa de R$ 10,00. Para participar será preciso papel canson a partir de 180 g/m², lápis da série B (2B, 4B, 6B, 8B), borracha, carvão para desenho, lápis de cor/lápis aquarela, giz pastel seco/oleoso e prancheta (papelão, Duratex) com medidas do papel para apoio.
Todas as oficinas vão oferecer certificados de participação. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (19) 3523-2001 ou pelo e-mailarquivo@aphrioclaro.sp.gov.br.

Alunos recebem certificados de cursos de imagem pessoal

Rio Claro realiza na sexta-feira (14) entrega de certificados aos alunos que concluíram cursos na área de imagem pessoal, oferecidos por meio do Programa Via Rápida, em parceria da prefeitura com o governo estadual. A entrega será às 11 horas no paço municipal.
“Durante um mês, 60 alunos frequentaram de segunda a sexta as aulas em que aprenderam práticas de assistente de cabeleireiro, manicure e pedicure e maquiagem, sendo 20 alunos por curso”, observa Amanda da Silva Servidoni, diretora de Inovação e Tecnologia da Secretaria de Governo. As aulas foram ministradas em veículo adaptado e equipado com instrumentos necessários para o desenvolvimento de cada curso. Cada aula teve duração de quatro horas.
Agora a prefeitura trabalha para trazer uma segunda unidade móvel para a cidade ainda este ano. “Recebemos muitas inscrições para os cursos e para que possamos atender mais pessoas fizemos contato com o governo estadual solicitando a vinda de mais uma carreta”, observa Gilberto Brina, secretário de Governo e Desenvolvimento Econômico.
O Programa Via Rápida é uma ação do Governo do Estado de São Paulo, coordenada pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação.

SP vacina mais de 11 milhões contra a gripe

Balanço da Secretaria de Estado da Saúde, com base nos dados informados pelos municípios paulistas,  contabiliza 11.043.462 pessoas imunizadas durante a campanha de vacinação contra a gripe, finalizada na última sexta-feira, 7 de julho. O número de pessoas alcançadas é 10% superior à meta deste ano.
No decorrer da campanha, iniciada em 17 de abril, o Estado ampliou a vacinação para outros públicos específicos, além dos grupos prioritários estabelecidos pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) – bebês a partir dos seis meses e crianças menores de cinco anos de idade, idosos a partir dos 60 anos, gestantes, puérperas, indígenas, profissionais de saúde que trabalham em serviços públicos e privados, professores das redes pública e privada.
Em SP, a vacina foi disponibiliza também para policiais civis e militares, bombeiros e profissionais que atuam na Defesa Civil, Correios, Poupatempo, Ministério Público Estadual (MPE), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Defensoria Pública. Na última semana de junho, a campanha foi prorrogada e incluiu pessoas entre 50 e 54 anos, motoristas, cobradores e trabalhadores de transporte rodoviário (mediante apresentação de crachá e holerite) e motoristas de taxi (mediante apresentação de crachá).
“Com a inclusão de novos públicos para além dos grupos prioritários, alcançamos mais de 11 milhões de pessoas e conseguimos ampliar a proteção da população contra a gripe” afirma Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria.
Além de imunizar a população contra a gripe A H1N1, tipo que se disseminou pelo mundo na pandemia de 2009, as doses protegem a população contra os vírus A/Hong Kong (H3N2) e B/Brisbane. A vacina foi produzida pelo Instituto Butantan, órgão ligado à pasta, através de um processo de transferência de tecnologia. (fonte Secretaria Estadual da Saúde)

Deputado e governador visitam Santa Cruz da Conceição

O objetivo da visita foi para assinar os convênios de reforma do Centro de Convivência do Idoso, instalação de academia ao ar livre e renovação de adesão ao programa “Cidade Legal”, que promove a regularização de imóveis. “Voltar a Santa Cruz da Conceição é motivo de grande alegria, porque vocês fazem parte da minha família”, disse Demarchi ao saudar os participantes do evento.
“O governador se faz presente e eu fico satisfeito porque ele reconhece que quem faz ligação entre a sociedade, o governo do Estado e as secretarias é o representante parlamentar da região”, destacou o deputado, que lembrou a atenção dispensada ao município logo após um temporal que provocou diversos estragos. “Ligamos para o Palácio e em pouco tempo a Defesa Civil estava aqui para levantar os danos”, registrou Aldo Demarchi
Já a prefeita Patricia Capodifoglio Landgraf agradeceu ao governador e ao deputado pelos recursos destinados à cidade, e aproveitou para apresentar uma série de reivindicações. “Estamos no início da administração, mas não podemos deixar de fazer nossos pedidos”, observou a prefeita. Na lista, Patrícia relacionou uma carreta do programa Via Rápida Emprego para qualificação profissional, verba de 350 mil reais para infraestrutura urbana, uma ambulância, um reservatório com capacidade de 100 mil litros para o conjunto habitacional Antônio Felipe, um caminhão coletor de lixo, o asfaltamento da CSN 341, no bairro da Saúde, um ônibus escolar e afastamento de esgoto de esgoto do bairro Paraíso, além de mais uma academia ao ar livre.
“Você vai fazer um grande mandato, e quer realizar quatro anos em seis meses”, brincou o governador dianta da quantidade de solicitações. Geraldo Alckmin elogiou o trabalho de Aldo Demarchi “em benefício da região” e atribuiu ao deputado a autoria das emendas parlamentares para reforma do Centro do Idoso e instalação da academia ao ar livre.
Alckmin também anunciou o envio a Santa Cruz da Conceição de uma carreta do Via Rápida Emprego no próximo dia 17 e de uma carreta, no dia 7 de agosto, do programa Mulheres de Peito, que oferece exames gratuitos de mamografia.

Programa Direção Segura autua 13 motoristas em Piracicaba

O Programa Direção Segura – ação coordenada pelo Detran.SP para a prevenção e redução de acidentes e mortes no trânsito causados pelo consumo de álcool combinado com direção – autuou 13 pessoas em operações de fiscalização da Lei Seca realizadas entre a noite de sábado (8) e a madrugada deste domingo (9) em Piracicaba.
Durante as blitze, realizadas na avenida Beira Rio e Armando de Salles de Oliveira, foram aplicados, ao todo, 150 testes do etilômetro (popularmente conhecidos como bafômetro).
Foram autuados 10 condutores por embriaguez ao volante e terão de pagar multa no valor de R$ 2.934,70, além de responder a processo administrativo junto ao Detran.SP para a suspensão do direito de dirigir por 12 meses.
Um desses condutores, além da multa e da suspensão, responderá na Justiça por crime de trânsito por apresentar índice a partir de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido no teste do etilômetro ou por ter a embriaguez atestada em exame clínico realizado por médico-perito da Polícia Técnico-Científica. Se condenado, poderá cumprir de seis meses a três anos de prisão, conforme prevê a Lei Seca, também conhecida como “tolerância zero”.
Outros três motoristas foram autuados por recusa ao teste do bafômetro e receberão as mesmas penalidades citadas acima.
Ação integrada – Lançado no Carnaval de 2013, o Programa Direção Segura integra equipes do Detran.SP, das polícias Militar, Civil e Técnico-Científica. Pela Lei Seca (lei 12.760/2012), todos os motoristas flagrados em fiscalizações têm direito a ampla defesa, até que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) seja efetivamente suspensa. Se o condutor voltar a cometer a mesma infração dentro de 12 meses, o valor da multa será dobrado.

Podemos ser campeões na geração de empregos

O Brasil lidera o ranking mundial de reclamações trabalhistas, com quase 8 milhões de processos em andamento. Com 2% dos trabalhadores do planeta, o país responde por 98% das ações judiciais que estão em curso no mundo neste segmento.
Certamente o principal motivo está no fato de termos, até agora, uma das legislações trabalhistas mais detalhistas do mundo, com 900 artigos, sem contar os dispositivos que estão na Constituição Federal, nos Códigos Civil e Penal e nos mais de mil atos jurisprudenciais do Tribunal Superior de Trabalho. Tudo isso trazia um grande potencial de desentendimentos.
Passadas sete décadas desde a instituição da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), finalmente as regras trabalhistas voltam a estar conectadas com a realidade, garantindo que a relação entre empregadores e trabalhadores seja decidia por meio do diálogo, sem a tutela exagerada do Estado.
Num país com mais de 14 milhões de pessoas desempregadas e outros tantos milhões na informalidade, não se podia mais adiar a questão da reforma trabalhista, ora aprovada no Congresso e, até o momento que escrevia este artigo, prestes a ser sancionada pelo Presidente da República.
Muitos ainda duvidam que a nova legislação seja o melhor caminho. Aos que ainda se declaram céticos, vou dar um exemplo da dimensão de geração de empregos com a vigência de regras que andem lado a lado com atual realidade empresarial.
Os pequenos negócios são responsáveis por 48% do total de empregos com carteira assinada. Mesmo com todo este emaranhado da lei trabalhista, as micro e pequenas empresas brasileiras criaram, de janeiro a maio deste ano, quase 136 mil novos empregos. As médias e grandes eliminaram mais de 127 mil postos de trabalho. Somente em maio deste ano, quando a CLT completou 74 anos, os empreendimentos de pequeno porte abriram 31,2 mil novas vagas de trabalho, 91% do total de empregos novos gerados no período.

Imaginem quantos novos empregos poderiam ser criados com a desoneração, simplificação e segurança jurídica, sem prejuízo aos direitos adquiridos. Fomos às empresas perguntar.
Uma sondagem recente feita pelo Sebrae-SP com empresários paulistas mostra que 61% acreditam que a aprovação da reforma trabalhista poderia facilitar a contratação formal de trabalhadores, garantindo segurança jurídica. Ao expandir seis itens do que está proposto na reforma, 69% dos empresários acreditavam que o acordo com empregados para pagamento por produtividade seria útil à empresa; 62% também acreditavam ser relevante a mudança do tempo máximo do contrato temporário, 60% o parcelamento das férias e 50% a possibilidade de acordo para trabalho remoto.
A aprovação da reforma trabalhista soma-se a outras conquistas importantes que obtivemos ao longo dos últimos 12 meses, como a o limite dos gastos públicos, o aprimoramento do Simples Nacional, o controle da inflação, redução da taxa básica de juros e o encaminhamento das reformas previdenciária e política.
Queremos – e podemos – ser campeões mundiais em muitas modalidades. Basta que todos os esforços dos setores público e privado continuem focados nessa direção, a de recolocar o Brasil nos trilhos do crescimento econômico sustentável. O troféu virá.

Paulo Skaf
Presidente do SEBRAE-SP

MAMAR NO ESTADO

Alexandre Garcia
Acabamos de assistir a um espetáculo tosco, promovido por meia dúzia de senadoras que se abancaram na mesa diretora do plenário, para impedir a votação das melhorias na CLT e impor justiça no Imposto Sindical. Mostraram que, perdendo no voto, partem para a força – e isso é o oposto de democracia. Quando mentem que a atualização da CLT vai tirar direitos dos trabalhadores, na verdade defendem o imposto sindical, que confisca um dia de trabalho de todos os assalariados, mesmo os não sindicalizados, para sustentar o peleguismo. A atividade dos sindicatos, com dinheiro do trabalhador, nunca foi fiscalizada e a CLT da ditadura Vargas, por sua vez, alimenta uma gigantesca indústria de litígios, que gravita em torno da justiça trabalhista.
O estado não produz riqueza; apenas a distribui. Mas aqui, fica com boa parte dos quase 40% que tira de todos, para se sustentar e manter suas gorduras em músculos flácidos. Com algumas benesses que enganam a população não esclarecida, graças ao ensino deficiente, a maior parte do povo adora o demagogo que vicia quem recebe, como bem lembrou Luiz Gonzaga em Vozes da Seca. Do estado, servem-se os empresários bem relacionados com o poder, como Joesley, com empréstimos subvencionados, incentivos ineficazes para a economia. Outros, têm aposentadorias privilegiadas, férias em dobro convertidas em dinheiro, mordomias, contracheques que ultrapassam o teto constitucional, fora a corrupção sistêmica, das propinas supostamente privadas, que são geradas por contratos superfaturados com o estado.
O estado funciona mal, está inchado, quer se camuflar do prejuízo que dá, tentando mascarar o déficit da Previdência. A Constituição de 1988 também é responsável. Diz, por exemplo, que a saúde é direito de todos e dever do estado. Então, se não há recursos para determinado remédio, o juiz manda comprar e o governo tem que cumprir ou o administrador pode ir preso. Greve no serviço público é outro absurdo. Absurdo porque é greve contra o próprio público, que é o patrão, a quem o servidor deve servir. O governo tem medo das corporações fortíssimas de funcionários públicos e não regulamenta a greve, estabelecendo seus limites. Aí, vira bagunça. Imagine gerações futuras sem aula, pacientes sem atendimento, trabalhadores sem transporte, cidadãos sem segurança.
Outro erro dos constituintes foi dar autonomia orçamentária a quem não arrecada, como o Judiciário e o Legislativo. Aí estão os palácios suntuosos, faraônicos, para demonstrar a afoiteza. Parecem estados soberanos, com folhas de pagamento, férias e aposentadorias privilegiadas. Um dia, esse estado em que tantos mamam, vai estar completamente desidratado e quem trabalha para produz riqueza vai cansar de transferi-la para esse estado gastador, mau administrador e distribuidor de injustiça social.

Em nome do filho

Carlos Brickmann

Para a Rede Globo e muitos políticos, Michel Temer já caiu: só falta avisá-lo de que seu mandato acabou. Para grande parte da imprensa, mesmo que Temer sobreviva a esta primeira denúncia, não resistirá à seguinte (e, se sobreviver, ainda haverá uma terceira). Para o deputado Rodrigo Maia, presidente da Câmara, primeiro na lista de sucessão, nem é preciso esforçar-se para chegar ao Planalto: o poder cairá no seu colo.
Para este colunista, a previsão (nome chique que o pessoal citado acima dá ao palpite), é de que Temer tem boas probabilidades de resistir. A fonte principal da coluna lembra que uma conceituada consultoria internacional de análise de risco político, Eurasia Group, dá a Temer maiores chances de terminar o mandato do que de cair: no dia 11, de 60% a 40%. Deve ser uma análise séria, já que os clientes da Eurasia a utilizam em suas decisões de investimento. Mas a fonte do colunista acha que a probabilidade de Temer sobreviver é maior do que a calculada pela Eurasia. E lembra que, se o grupo contrário a Temer tivesse a certeza de derrotá-lo, iria acelerar a votação, em vez de retardá-la com depoimentos e recursos ao STJ.
Qual é a fonte em quem tanto confia este colunista? A fonte é um bom analista, César Maia. Mais do que bom analista, é pai do deputado Rodrigo Maia. Se o pai prevê, publica e assina (http://wp.me/p6GVg3-3BX) que o filho não chega agora à Presidência, quem pode dizer o contrário?
A arma do presidente
Ao menos neste momento, Temer tem o apoio do baixo clero, nome do grupo de parlamentares que têm pouca importância política e que em geral são ignorados pelos líderes políticos – mas cujo voto vale tanto quanto o dos caciques. Temer foi três vezes presidente da Câmara e sabe conversar com esses deputado6s, dando-lhes a importância que não têm; e, presidente da República, tem condições de oferecer-lhes mais importância e algo mais. Admitir o pedido de autorização para a abertura de inquérito sobre Temer exige 342 votos. Se 172 deputados faltarem à votação, ou votarem contra, o número mínimo não será atingido e a autorização estará rejeitada.
Olha o nível!
Dia de votar a reforma das leis trabalhistas no Senado. O PT é contra (bem como sindicatos e centrais sindicais, que perdem a grande boquinha do Imposto Sindical). Início da sessão: 11 horas. O presidente da Casa, senador Eunício Oliveira, chega no horário e descobre que quatro senadoras, três do PT e uma do PSB, estão ocupando a Mesa. Recusam-se a sair de lá. Eunício encerra a sessão e manda apagar a luz. As senadoras continuam no mesmo lugar. Na hora do almoço, chegam as marmitas para as quatro. Mais tarde, vêm à Mesa mais duas senadoras. Perto da Mesa, circulam outras parlamentares, como Benedita da Silva, PT, esquerdista histórica, e Kátia Abreu, PMDB, que passou de líder ruralista a militante de esquerda. E Lindbergh Farias fica ali, como camarada orientador. Discutir o projeto para que? Fazer arruaça infanto-juvenil rende mais tempo na TV.
A Mesa foi desocupada às 18h45. Quem negociou com as senadoras? Um peemedebista que tem bom diálogo com elas, Jader Barbalho, PMDB.
Os nomes, os nomes
As primeiras ocupantes da Mesa foram Lídice da Mata (PSB), Gleisi Hoffmann (presidente nacional do PT), Fátima Bezerra e Regina Souza, ambas do PT. Juntou-se a elas, mais tarde, Vanessa Grazziotin (PCdoB).
Todos juntos
O Imposto Sindical, um dia do ordenado de cada um dos assalariados do país, estimula a criação de mais sindicatos, por ser uma bela fonte de renda, e faz com que os sindicatos não precisem trabalhar, pois tenham ou não associados sua receita está garantida. Resultado, temos mais de 17 mil sindicatos no país, que funcionam do jeito que se sabe. E é importante lembrar que sindicatos patronais, que representam quase 1/3 deste número, também se beneficiam do Imposto Sindical e querem mantê-lo. O setor empresarial tem ainda outro benefício: o Sistema S (Sesc, Senac, Sesi, Senai) recebe dinheiro do Governo, via federações patronais.
Dia quente
Hoje, ao meio-dia, outra sessão movimentada: a sabatina de Raquel Dodge, indicada pelo presidente Temer para procuradora-geral da República. No foco, o que pretende Raquel Dodge fazer com a Lava Jato. Entende-se: em público, todos querem que a Lava Jato seja prioritária. Mas querem mesmo que a Lava Jato morra de inanição e que o juiz Sérgio Moro seja promovido a desembargador. Aí será mais um, não mais o único.
Rompendo o sigilo
Nesta semana, notícias não faltarão: o BNDES deve apresentar o Livro Verde, com as principais operações realizadas de 2001 a 2016. Por exemplo, o caso JBS, de Joesley Batista.
COMENTE: carlos@brickmann.com.br
Twitter: @CarlosBrickmann