PERDENDO O BERÇO E A FRALDA PARA O OUTRO

397

Jose Roberto Teixeira Leite
Você parou para pensar no grande potencial que você tem? É isso mesmo! Todos têm um grande potencial e não sabem como usá-lo adequadamente. Em momentos mais difíceis de sua vida muito provavelmente você o tenha utilizado para seguir em frente.
Infelizmente a palavra “potencial” é como se fosse uma faca de dois gumes. Para aquele que nunca reconheceu o seu valor, descobrir que é “potencialmente” valoroso cria a esperança de sempre procurar respostas adequadas para seus desafios.
O problema é que de certa forma essa pessoa depois de algum tempo não coloca em prática seus dons acaba se frustrando e deixa de reconhecer esse seu valor, achando que isso é somente ilusão.
O mesmo ocorre no Brasil considerado um país potencialmente rico de divisas econômicas e agrícolas do futuro . Mas o futuro chegou e se nada for feito agora estaremos andando de ré em todas as atividades.
Chegou a hora de mudar a idéia de que este é o povo “deitado eternamente em berço esplêndido”. O berço de que a nação foi abençoada é realmente esplêndido, mostrando a natureza das riquezas que temos, mas aquele que fica deitado eternamente nos louros do “potencialmente” perde seu próprio berço esplendido. Quem vive deitado eternamente perde o berço e a fralda para o outro que avança rapidamente rumo aos objetivos.
Quando uma nação não utiliza seu potencial só criou ilusões e ilusões se criam frustrações. Que tal definir “potencialmente” como “aquele que poderia ser, mas ainda não é? A construção gramatical soa estranha, mas pelo menos é onde precisamos chegar.
Da mesma maneira funciona com a vida pessoal. Já ouvi muita gente dizendo: Eu tenho o potencial para ser o maior músico, o maior escritor, o melhor médico… E às vezes a maioria das pessoas se ilude com a palavra “potencial” achando que já chegou lá.
Não importa quem você é. Não importa o que você faz. Não importa o que você tem. O mais importante é você reconhecer que está apenas nos primeiros passos de sua caminhada. Só potencial não ganha jogo. Pense no seu potencial e nas pessoas que conhece. Quantas mentes brilhantes e talentosas que estão guardadas numa caixa de sapato dentro do armário.
Essas são as pessoas “deitadas eternamente em berço esplêndido” de seus talentos, esperando serem descobertas pelo mundo, enquanto muitas outras, até com menos talento, estão fazendo sucesso nas áreas mais variadas da vida e avançando triunfalmente em todos os segmentos, enquanto você, isto mesmo você está aguardando o melhor momento ( que nunca vem) de sair da mesmice e ir de encontro rumo às maravilhas que certamente o Criador preparou para sua vida, faltando só você despertar. Então… Acorde! Pense nisso!

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA