Secretário fala em trabalho conjunto para abrir vagas e combater o desemprego

Secretário estadual do Emprego e Relações do Trabalho, José Luiz Ribeiro, esteve em Rio Claro nessa segunda-feira (22) onde falou sobre a importância da união entre governo estadual e prefeituras para implementar políticas de geração de emprego e renda.

Representantes de vários segmentos sociais participaram da reunião com o secretário estadual do Emprego e Relações do Trabalho, José Luiz Ribeiro, nessa segunda-feira (22) no paço municipal. Ribeiro veio a Rio Claro conhecer as instalações do Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT). O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, destacou a importância da visita do secretário num momento em que o desemprego aflige milhões de brasileiros, inclusive em Rio Claro. “É importante essa abertura e o apoio do governo do estado para que o município possa se desenvolver”, disse.
O secretário estadual José Luiz Ribeiro ressaltou a importância do trabalho conjunto entre prefeituras e governo do estado para fortalecer a região e criar políticas de fomento à geração de emprego, renda e desenvolvimento. “Vamos trabalhar em conjunto para trazer melhoria e qualificação profissional para Rio Claro”, declarou. “Você é titular de uma das pastas mais importantes do governo devido ao desemprego que vivemos”, disse o deputado estadual Aldo Demarchi a Ribeiro. Para o parlamentar, o apoio do governo estadual é fundamental para que o PAT de Rio Claro seja uma referência regional, principalmente na excelência do serviço prestado ao cidadão.
Gilberto Brina, secretário de Governo e Desenvolvimento Econômico, informou que a prefeitura vem implementando medidas para fomentar o emprego no município. Uma delas é a desburocratização do processo de abertura das empresas. “Rio Claro não mede esforços para trazer novas empresas e gerar mais empregos na cidade”, afirmou.
O diretor do PAT, Laerte Tebaldi Filho, contou que a equipe do PAT tem visitado empresas para apresentar os serviços realizados pelo posto com resultados positivos. “Ampliamos a captação de vagas e a colocação de trabalhadores no mercado”, pontuou. O vice-presidente da Câmara Municipal, Julio Lopes, enalteceu o trabalho realizado pelo município e frisou que “a Câmara Municipal está pronta para apoiar as ações em benefício da cidade”.
Também participaram da reunião o vice-prefeito e secretário de Segurança e Mobilidade Urbana, Marco Antônio Bellagamba; os secretários Emilio Cerri (Agricultura), Érica Belomi (Assistência Social), Paulo Roberto de Lima (Obras), Rodrigo Ragghiante (Procurador Geral); e os vereadores Adriano La Torre, Geraldo Voluntário, Hernani Leonhardt, Irander Augusto Lopes, Paulo Guedes, Seron do Proerd, Thiago Japonês, Val Demarchi e Yves Carbinatti. O prefeito de Ipeúna, José Antonio de Campos, o Zé Banana, também esteve presente.

SECRETÁRIO FALA EM TRABALHO CONJUNTO PARA (2) SECRETÁRIO FALA EM TRABALHO CONJUNTO PARA (3)

Conferência Municipal de Saúde será no dia 3 de junho

Inicialmente marcada para o dia 10 de junho, a Conferência Municipal de Vigilância em Saúde de Rio Claro foi antecipada em uma semana e será realizada no dia 3. A alteração foi necessária devido a uma mudança no regimento interno do Conselho Estadual de Saúde, que estabeleceu prazo menor para a realização dos eventos nos municípios.
“A antecipação na data da conferência não representa nenhum prejuízo para o município, já que os tópicos a serem discutidos serão fechados na sexta-feira (26), com a terceira pré-conferência”, explicou José Domingos de Almeida, presidente do Conselho Municipal de Saúde de Rio Claro, entidade que organiza a conferência, em parceria com a Fundação Municipal de Saúde.
A terceira e última pré-conferência será realizada na sexta(26) a partir das 8 horas no auditório do Núcleo Administrativo Municipal (NAM), no Alto do Santana. Nesse último encontro, aberto a toda comunidade, será discutido o “Acesso e integração das práticas e processos de trabalho das vigilâncias epidemiológica, sanitária, em saúde ambiental e do trabalhador e dos laboratórios de saúde pública” e também propostas para “Acesso e integração dos saberes e tecnologias das vigilâncias”.
As pré-conferências são preparativas para a Conferência Municipal e não há necessidade de inscrição prévia. As propostas apresentadas e aprovadas no município serão levadas para as conferências estadual e nacional e podem se tornar políticas públicas por meio do SUS – Sistema Único de Saúde. O NAM fica na Rua Dr. Eloy Chaves, 3265, no Alto do Santana.

Emissário de esgoto rompe após deslizamento de terra

Um emissário de esgoto de 400 milímetros localizada em trecho do anel viário, próximo ao novo Fórum, na altura da avenida 52-A, ficou danificado no final da tarde de segunda-feira (22) após um deslizamento de terra ocasionado pelas chuvas nos últimos dias.
A secretaria municipal de Obras e o Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE), junto com a Odebrecht Ambiental, iniciaram no mesmo dia os trabalhos de reparo, afastando o risco ao Ribeirão Claro e de nenhum bairro ficar sem água devido ao incidente. A previsão é que até o final da terça-feira (23) os serviços de manutenção no emissário de esgoto já estivessem concluídos.
A Guarda Municipal e a Defesa Civil também prestaram apoio aos trabalhos e interditaram o trecho da Avenida Ulysses Guimarães no sentido centro-bairro, para que a operação de reparos no emissário e contenção na área deslizada fosse feita com segurança.

Esgoto rompe e causa deslizamento de terra em trecho do anel viário, próximo ao novo Fórum, na altura da avenida 52-A, ficou danificado no final da tarde de segunda-feira (22). Local permanece interditado
Esgoto rompe e causa deslizamento de terra em trecho do anel viário, próximo ao novo Fórum, na altura da avenida 52-A, ficou danificado no final da tarde de segunda-feira (22). Local permanece interditado

EMISSÁRIO DE ESGOTO ROMPE APÓS DESLIZAMENTO (2)

Primeiro dia de palestras da Sipat reúne 100 funcionários no Daae

O Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae) de Rio Claro iniciou nessa segunda-feira (22), a 17ª Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat). A solenidade de abertura contou com a presença do prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria; do superintendente do Daae, Francesco Rotolo; do deputado estadual, Aldo Demarchi; do presidente da Câmara Municipal de Rio Claro, André Godoy; e do presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), Josué Florentino.
Em sua fala, Juninho ressaltou a valorização do funcionalismo e o avanço na gestão da autarquia. “Antes de assumirmos o governo, o Daae estava sucateado. Em menos de cinco meses, houve avanços e mudança de conceitos”, comentou. “Falar de Sipat é falar de vida. Quando cheguei ao Daae, vi situações precárias de segurança. Agora nos reorganizamos e começamos a dar condições de trabalho, valorizando o funcionalismo”, destacou Rotolo.
Tanto o deputado como o presidente da Câmara Municipal elogiaram a autarquia e a realização do evento. “Já é nítida a mudança no Daae, com humanização no atendimento à população. O modelo de gestão do Daae pode ser levado para outras áreas do município”, destacou André Godoy.PRIMEIRO DIA DE PALESTRA DA SIPAT (1)
Cerca de 100 funcionários participaram da palestra de abertura da Sipat, ministrada pelo optometrista Onésimo Góes, que falou sobre a importância da visão no cotidiano e no trabalho. O evento prossegue nesta terça-feira (23), com o tema “Motivação no Trabalho”, que será discutido pelo professor Luís Claudio Chiavaretti. Na quarta-feira (24), o superintendente Francesco Rotolo vai abordar o tema: “Desenvolvimento de Líderes”.
Na quinta-feira (25), o tema será sobre organização no trabalho, com o engenheiro Ademir Grego, diretor técnico da autarquia. Encerrando a semana de palestras, na sexta-feira (26), a professora Dulce Tarpinian falará sobre “Motivação para a Prevenção”.

Rio Claro e Ipeúna pretendem fazer parceria para consertar as pontes do Farol e Sitinho

Os municípios de Rio Claro e Ipeúna estudam fazer parceria para consertar as pontes do Farol, que dá acesso ao Campo do Cocho, e do Sitinho, no distrito de Assistência, que há meses aguardam reparos dos danos causados pelas chuvas. As duas pontes ficam na divisa entre as duas cidades. “Essas pontes estão quebradas há anos e foram esquecidas. Estamos tentando resolver o problema por meio de trabalho conjunto”, informa o prefeito de Rio Claro, João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. O custo para o conserto das pontes será dividido entre os dois municípios.
O prefeito de Ipeúna, José Antonio de Campos, o Zé Banana, comenta que as duas cidades têm que unir forças para resolver o problema que se arrasta há meses. “Mesmo com recursos escassos vamos procurar atender os produtores rurais da região e demais pessoas que utilizam as pontes, como o transporte escolar”, afirma.
O secretário municipal de Obras de Rio Claro, Paulo Roberto de Lima, informa que está sendo feito levantamento sobre o custo das obras. “Vamos analisar a situação e ver a melhor forma de realizar o conserto, cedendo mão de obra e equipamentos e compra de material”, explica. Para Lima, a realização do serviço somente será possível por meio de parceria entre os dois municípios.
O conserto das pontes é uma reivindicação de usuários e produtores rurais da região. “A reforma e liberação das pontes trarão um ganho muito grande aos produtores que precisam delas para escoar a produção”, comenta Emilio Cerri, secretário municipal de Agricultura. Hoje, é utilizado desvio que aumenta o percurso.
Além das pontes do Farol e Sitinho, Juninho da Padaria e Zé Banana pretendem buscar apoio do governo do estado para reformar a ponte sobre o Rio Passa Cinco, no bairro Quilombo, que caiu há cinco anos. Essa obra tem valor elevado estimado em R$ 1,2 milhão.

CAMPANHA AMBIENTAL E MUTIRÃO DE LIMPEZA NO PROJETO SOCIAL DO BAIRRO TERRA NOVA

Este fato se vivencia a partir da análise do contexto econômico, politico, social e cultural, e onde se apresentam raízes para os problemas ambientais e que merecem um destaque especial, principalmente partindo-se da importância do poder de persuasão neste cenário á formação de cidadãos ecologicamente conscientes e responsáveis. A ferramenta ideal é a Educação Ambiental, pois a partir dela se promove em caráter continuo e permanente o desenvolvimento de ações multiplicadoras, que contemplam o respeito ás diferenças, práticas cidadãs consistentes, qualidade de vida e justiça ambiental. Partindo desse princípio as crianças do Projeto Social do Bairro Terra Nova participaram no dia 18 de Maio, de um mutirão de limpeza nos canteiros centrais do bairro, motivando a população a contribuir melhor com o seu ambiente, a partir de uma campanha ambiental. Esta atividade teve orientação e coordenação da equipe da UNEAMB, formada por pesquisadores da UNESP, com apoio e parceria de empresas que colaboram com o Projeto UMA – Projeto Unidos ao Meio Ambiente. Estas ações foram motivadas em razão do acúmulo e descarte irregular de lixo em terrenos, canteiros centrais e vias públicas do bairro em grandes proporções, e que além de comprometer a paisagem urbana, acarretam impactos ambientais e prejuízos a saúde da população, pois o lixo agregado torna-se abrigo de vetores transmissores de doenças (ratos, baratas, moscas, mosquitos) e animais peçonhentos (cobras e escorpiões), que podem se abrigar nas casas das imediações. O recolhimento dos resíduos sólidos pelas crianças, nas proximidades do projeto social do bairro, foi uma forma de sensibilizar os moradores vizinhos e comunidade sobre o cuidado que se deve ter com a destinação de resíduos gerados, assumindo postura cidadã consciente, respeitando os serviços de limpeza pública, e contribuindo para a saúde de todos.
As crianças participantes da ação ambiental no bairro, ganharam prêmio e doces (balas, chocolates, pirulito e chicletes), como incentivo e valorização pelo trabalho de cidadão consciente. Nesta atividade foram recolhidos mais de 7 sacos de lixo de 100 litros. O foco principal foi acabar com a regra de que transferir o lixo de um lugar para o outro é sinônimo de resolução de um problema, mas pelo contrário, compromete a qualidade de vida das pessoas que residem na localidade e que buscam bem estar, informa o Educador Ambiental Éder Varussa.
Portanto o trabalho interativo nas ruas, permite com que as pessoas façam uma reflexão sobre seus hábitos, evitando depositar lixo em pontos impróprios, pois além de contribuir para proliferação de sujeira, trazem sérios impactos ambientais, comprometendo à sustentabilidade urbana.

Crianças participando do mutirão de limpeza
Crianças participando do mutirão de limpeza
Crianças fazendo o recolhimento de resíduos de terreno baldio proximo ao projeto social
Crianças fazendo o recolhimento de resíduos de terreno baldio proximo ao projeto social
Meninas do Projeto fazendo recolhimento de resíduos do canteiro central
Meninas do Projeto fazendo recolhimento de resíduos do canteiro central
As jovens do projeto fazendo o recolhimento do material reciclável2c descartado nas calçadas do bairro
As jovens do projeto fazendo o recolhimento do material reciclável2c descartado nas calçadas do bairro
Crianças colocando os resíduos das calçadas em sacos de lixo
Crianças colocando os resíduos das calçadas em sacos de lixo

Unesp RC promove conferência com premiação no Festival de Vídeos

A XX Conferência do GPIMEM (Grupo de Pesquisa em Informática, outras Mídias e Educação Matemática) inclui a premiação do I Festival de Vídeos Digitais e Educação Matemática, tema desta conferência que ocorre anualmente. Os participantes que desejam apresentar os trabalhos podem se inscrever até dia 01 de junho.
Com a presença de pesquisadores da área e artistas a organização oferece momentos de debate, palestras, mesas redondas e mostra dos vídeos finalistas. A conferência ocorre nas dependências da Unesp-RC, nos dias 01, 02 e 03 de setembro, alternando discussões e desenrolar do Festival.

Conferência
Desde 1993, a reunião de professores, alunos e pesquisadores contribuiu na formação do grupo de pesquisa, o GPIMEM, seguida das conferências anuais para debater questões ligadas à Educação Matemática. Para mais informações, acesso: http://gpimem.wixsite.com/conferenciagpimem.

Festival de Vídeos
Nesta vigésima conferência, as atividades serão realizadas com o I Festival de Vídeos Digitais e Educação Matemática dirigido ao público de docentes e estudantes da Educação Básica e Licenciandos em Matemática. Os vídeos de até 8 minutos devem explorar os critérios do regulamento, e principalmente, transmitir de maneira interessante os conceitos da Matemática. Para saber sobre o Festival, acesso: http://www.festivalvideomat.com/.

1º Mix Cultural tem rock e reggae no Lago Azul sábado

Rio Claro realiza nesse sábado (27) o 1º Mix Cultural, que terá mais de 20 atrações em quatro palcos instalados em diferentes regiões da cidade. Um dos locais que receberá os shows será o Lago Azul, onde a programação terá rock e reggae. A entrada é gratuita.
Das 16 às 21 horas, o público poderá conferir no parque quatro atrações musicais. Às 16 horas La Familia RC (cover CB Jr) abre as apresentações, em seguida, às 17h15, Inocoops mostra ao público o seu estilo rock garage. O pop rock do grupo NDK será atração a partir das 18h30 e One Love Marley Project faz o show de encerramento, com apresentação às 19h45. Durante o evento haverá ainda slackline e brake dance com Black White Crew.
Os shows serão no palco do Lago Azul, ao lado da quadra e da pista de skate, possibilitando também que os frequentadores do parque possam fazer as atividades ouvindo música ao vivo. “Para o evento, o palco receberá cobertura, além de estrutura que inclui som e iluminação”, destaca Daniela Ferraz, secretária de Cultura. O palco do Lago Azul fica na Avenida 42, nº 270, Vila Operária.
O Mix Cultural terá outros três palcos no Casarão da Cultura, Jardim das Palmeiras e Centro de Artes e Esportes Unificado – CEU Mãe Preta. A programação inclui atrações musicais para todos os gostos, desde música clássica, passando pelo sertanejo, pagode, soul, reggae, pop e rock. Os horários e locais das apresentações podem ser acessados no hotsite do Mix Cultural, no endereço cultura.rc.sp.gov.br/mixcultural.
Além das apresentações musicais, o evento terá ainda outras atrações, como dança, grafite, exposições, atividades recreativas para as crianças e troca de livros.
O Mix Cultural tem apoio de Sustentare Saneamento, Rápido São Paulo, Lusitano, Projeto Guri, Sociedade Musical União dos Artistas Ferroviários (SMUAF), Enxuto Supermercados e Cebi Informática.

Unesp RC promove conferência com premiação de Festival de Vídeos

A XX Conferência do GPIMEM (Grupo de Pesquisa em Informática, outras Mídias e Educação Matemática) inclui a premiação do I Festival de Vídeos Digitais e Educação Matemática, tema desta conferência que ocorre anualmente.
Com a presença de pesquisadores da área e artistas a organização oferece momentos de debate, palestras, mesas redondas e mostra dos vídeos finalistas. A conferência ocorre nas dependências da Unesp-RC, nos dias 01, 02 e 03 de setembro, alternando discussões e desenrolar do Festival.

Conferência
Desde 1993, a reunião de professores, alunos e pesquisadores contribuiu na formação do grupo de pesquisa, o GPIMEM, seguida das conferências anuais para debater questões ligadas à Educação Matemática. Para mais informações, acesso: http://gpimem.wixsite.com/conferenciagpimem.

Festival de Vídeos
Nesta vigésima conferência, as atividades serão realizadas com o I Festival de Vídeos Digitais e Educação Matemática dirigido ao público de docentes e estudantes da Educação Básica e Licenciandos em Matemática. Os vídeos de até 8 minutos devem explorar os critérios do regulamento, e principalmente, transmitir de maneira interessante os conceitos da Matemática. As inscrições vão até dia 15 de junho. Para saber sobre o Festival, acesso: http://www.festivalvideomat.com/.

Polícias Civil e Militar recebem 37 fuzis apreendidos

O governador Geraldo Alckmin participou nesta segunda-feira, 22, de cerimônia na qual as polícias Civil e Militar receberam 37 fuzis apreendidos em ocorrências criminais. As armas de fogo estavam vinculadas a processos sob custódia do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP). O secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, participou do evento de entrega.

“É a primeira vez que armamento que antes seria destruído é destinado às forças policiais. A sociedade ganha três vezes: com a retirada desses armamentos sofisticados das mãos de criminosos; ganha porque vão para as polícias Civil e Militar essas armas importadas e caríssimas; e o terceiro ganho é o da economia, porque isso ocorre sem custo para o Estado”, afirmou o governador Geraldo Alckmin. “Esta atitude de vanguarda vai valer para o Brasil inteiro”, completou.

Foram destinados 17 fuzis à Polícia Militar e 20 à Polícia Civil. A medida segue o decreto nº 8.938, de 21/12/16, que regulamenta a lei nº 10.826, de 20/12/03, sobre entrega de armas apreendidas aos órgãos de segurança pública e às Forças Armadas.

A destinação dos fuzis acontece depois de reuniões de trabalho realizadas entre membros do TJ, da SSP e da 2ª Região Militar (Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados pelo Exército).

Todo o procedimento foi adotado de acordo com a legislação vigente e o Estatuto do Desarmamento.

Procedimento

Armas de fogo que não são mais de interesse de processos penais são encaminhadas pelo juiz ao Comando do Exército, para destruição ou oferecimento aos órgãos de segurança pública ou às Forças Armadas, que, por sua vez, deverão manifestar interesse.

Ao longo do processo, o Tribunal de Justiça realiza a renumeração das armas e a 2ª Região Militar faz a verificação delas. Ao final, o Comando do Exército encaminha a relação das armas ao juiz, que determinará a entrega ao órgão beneficiado.

A destinação do armamento leva em consideração, prioritariamente, o órgão que efetuou sua apreensão, que irá analisar as especificidades do equipamento. Em caso de recusa, outros órgãos poderão manifestar interesse no recebimento.

Investimento

O Governo investe no reforço dos recursos materiais e humanos das polícias. Desde 2011, a Polícia Civil recebeu 3.641 viaturas, que custaram R$ 241 milhões, e a PM ganhou 10.355, adquiridas por R$ 522 milhões. Os veículos foram para todas as regiões do Estado.

Em igual período, o efetivo da Polícia Civil foi reforçado por 4.122 policiais e o da PM recebeu 22.238 soldados e 1.541 bombeiros. Atualmente, estão em formação nas academias 3.241 futuros policiais militares e 686 civis.

Estão em andamento concursos para o preenchimento de 2.293 vagas para soldado, 131 para aluno-oficial e 74 para tenente-médico.

Peça Teatral do Programa Caminhos para Cidadania

Crianças de escolas municipais de Cordeirópolis assistem nesta quarta-feira, 24, à peça teatral “A Culpa é de Quem?”, atividade que integra as ações do programa de educação para o trânsito e meio ambiente Caminhos para a Cidadania, do Instituto CCR, realizado pela CCR AutoBAn, em parceria com a Prefeitura do município.

“A Culpa é de Quem?” propõe o diálogo entre o mundo real e o virtual, equilibrando o uso da tecnologia com as relações interpessoais sem prejuízos para nenhum deles. A história: um inspetor de alunos vê-se diante de um caso de bullying virtual em sala de aula, enquanto aguarda a chegada da nova professora para apresenta-la à classe.

Diante do acontecimento, sugere uma atividade diferente na sala de informática: Uma viagem virtual para resgate dos valores perdidos naquele dia. Sugados pelo computador, os alunos deixam de ser usuários externos e se tornam personagens de uma aventura cibernética em que o grupo deve trabalhar unido para desvendar enigmas relacionados a valores humanos.

Caminhos para a Cidadania
É um dos maiores investimentos sociais do Grupo CCR, viabilizado por meio do Instituto CCR e desenvolvido pelas concessionárias nas regiões onde atuam. No Sistema Anhanguera-Bandeirantes, o Caminhos para a Cidadania é realizado pela CCR AutoBAn, empresa que integra o Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo, gerenciado pela ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), em 240 escolas, de 15 municípios que estão sob a área de influência das rodovias, atingindo cerca de 40 mil alunos e outros 1.600 educadores.

O programa atua para ampliar o pensamento coletivo e a mudança de comportamento para a preservação do meio ambiente, segurança no trânsito e cidadania. Caminhos para Cidadania está presente em mais de 100 municípios, nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná. Desde sua criação, em 2002, já atendeu a mais de 2 milhões de alunos e 85 mil educadores da rede pública de ensino.
Saiba mais sobre o programa no site www.caminhosparaacidadania.com.br.

Ares-PCJ determina reajuste de 9,62% nas tarifas de água e esgoto de Rio Claro

A Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento (Ares-PCJ) estabeleceu reajuste de 9,62% para as tarifas de água e esgoto em Rio Claro. A tarifa mínima residencial, equivalente ao fornecimento de até 10m³ de água, será de R$ 37,70. De acordo com o Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae), o novo valor da tarifa vale a partir de junho.
Já os serviços acessórios oferecidos pelo Daae, como vistoria técnica e religação de água, entre outros, terão reajuste de 4,57%.
“O reajuste determinado pela Agência Reguladora (Ares-PCJ) visa garantir o equilíbrio econômico e financeiro da autarquia, para que o Daae possa continuar oferecendo serviço de qualidade à população”, explica o superintendente da autarquia, Francesco Rotolo, lembrando que o município fornece água tratada para todo o município, que tem mais de 200 mil habitantes.
Os índices de reajuste foram aprovados pelo Conselho de Regulação e Controle Social dos Serviços de Saneamento do município de Rio Claro, em reunião realizada na quinta-feira (18).
A resolução do Ares-PCJ com a deliberação dos novos valores foi publicada na edição de sexta-feira (19) do Diário Oficial do Município, e estará disponível a partir de quarta-feira (24) nos sites do Daae (www.daaerioclaro.sp.gov.br) e da agência reguladora (www.arespcj.com.br). O Daae também vai disponibilizar em seu site a lista de todos os serviços acessórios oferecidos pela autarquia.
Os estudos dos cálculos para apuração do índice de reajuste das tarifas de água e esgoto são feitos anualmente pela Ares-PCJ por meio de fórmula que compara a tarifa média necessária e a tarifa média praticada. O Daae orienta para que, em caso de dúvidas, o consumidor deve ligar na ouvidoria da Agencia Reguladora, pelo telefone 0800-771-1445.