CREIO…

143

Ana Lucia Missaglia Guarnieri

O CREDO, profissão de fé da Igreja Católica, é composto de 12 artigos, onde o último afirma: “Creio na Ressurreição da Carne e na Vida Eterna”. Foi oferecido aos fiéis pelo Papa Paulo VI, no Ano da Fé (1967-1968) em comemoração aos1900 anos dos martírios de Pedro e Paulo, sendo da maior importância , pois, se cumprido, é a identidade do cristão. Há, além deste, Credos escolhidos em ocasiões especiais, como o Niceno-Constantinopolitano, baseados no Símbolo dos Apóstolos de Santo Ambrósio (340-397) que batizou Santo Agostinho.
*******************
— E como vai o nosso Credo?
Dia 05 de Abril de 2017, o “Diário do Rio Claro” publicou o artigo de Sérgio Mauro, Professor da UNESP de Araraquara, em que cita o verso de Caetano Veloso e Gilberto Gil – “De susto de bala ou de vício eu vou morrer”– abordando o tema sob diversos pontos de vista críticos e opinando que “infelizmente, a mesma bala que matou dois inocentes nos últimos dias está matando também a vontade de reagir do brasileiro”.
O último dia de Março, 31, de 1917, era para ser um dia comum na vida da família. A pequena Maria Eduarda (13 anos) vai à Escola, Zona Norte do Rio de Janeiro, e não volta para casa. Vítima de balas perdidas, ela morre, no pátio da Escola, deixando desolados seus familiares, colegas, seu treinador de Educação Física, que pergunta: “-De que adiantou alimentar seu sonho?’ (Maria Eduarda Alves da Conceição já tinha conquistado algumas medalhas como promessas de suas futuras vitórias). Cinco dias após sua morte, outra menina, de 13 anos, Hosana de Oliveira Sessassim, morre a caminho do Hospital, vítima das balas perdidas, na mesma região do Rio.
– Difícil de acreditar, não? “Creio na Ressurreição da Carne e na Vida Eterna”…
Já, no início da Semana Santa, uma recente entrevista(nos USA, legendada em Espanhol) chamou atenção: James(ou Jim) Caviezel, 48 anos, natural de Washington, onde mora com a esposa e dois filhos adotivos, ator do filme A Paixão de Cristo de Mel Gibson( que faturou 600 milhões por todo o mundo) dá seu testemunho de conversão pelas respostas, que vão aqui resumidas:
“Meu talento vem de Deus e não dos homens. Todos querem a ressurreição, mas não o sofrimento. Tudo que fiz foi para que vissem a Jesus, não a mim. Quando meus pulmões estavam comprometidos (pela crucificação) e os médicos me alertaram, pensei que se eu morresse, fazendo o papel de Cristo, muita gente poderia ser salva. Se morro, vou para o céu, porque a primeira morte não se iguala à segunda morte, que é estar em pecado diante de Jesus Cristo. Nós continuamos crucificando a Cristo, cada vez que permitimos a morte, a opressão dos irmãos. Pela Oração e pela Prece se vai até Jesus”. Assim, segue pregando pelo mundo todo, criticando Gibson como impostor e orando por ele.
Quando Santo Tomás de Aquino escreveu a Suma Teológica, descreveu as 5 vias que levam a Deus. Posteriormente, um estudioso acrescentou a sexta ao afirmar que há tantos caminhos que levam a Deus quantos são os caminhos do próprio coração.
Hoje, pela Internet, ficamos sabendo, imediatamente, quantas vezes a palavra Deus aparece na Bíblia, o que levaria muito tempo se quiséssemos acertar sem margem de erro. – Seria a obra maior que a criatura? O intelecto maior que a inteligência?
Mais uma vez, também desse modo, Jesus se deixa encontrar como exemplo de que a inteligência ,ligada na SUA energia (incriável pelo homem assim como a folha viva de um arbusto) “ vê tudo agora” e com isto não há motivo para descrer, porque “a Inteligência não está separada do Amor”.
‘Até os fios dos vossos cabelos estão todos contados”, fala-nos Jesus como Segunda Pessoa da SS. Trindade. Seus tesouros infinitos não são somente quantitativos. Ele tem todas as qualidades possíveis e impossíveis, impressas no Universo e no seu povo, que concebeu como as estrelas do céu e as areias da praia. Pe. C. Carretto registrou 99 títulos (o Vidente, o Fiel, a Beleza…) do Amor do Crucificado pela ascensão da Humanidade, em seu livro,” Maria, a Mulher que acreditou”, deixando a centésima qualidade por conta do leitor.
‘ Pobres sempre tereis convosco” é a indicação do Senhor para que os socorramos, trabalhemos por eles, e não pela opção da segunda morte(!!!) ao ceifar os sonhos da Maria Eduarda e de muitos. Quando de “bala, de susto ou de vício” se morre é porque o materialismo e a injustiça já apagaram a Páscoa do Senhor(!!!) impedindo a evolução que trouxe ao planeta. Como escreveu o ilustre e inesquecível professor rio-clarense Rodolfo Calligaris, “ao deixarmos este mundo, só levaremos aquilo que efetivamente nos pertence: as qualidades morais. E serão elas, somente elas, que nos garantirão o acesso às regiões felizes da espiritualidade”, fonte da Ressurreição da Carne e da Vida Eterna.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA