Coral O Mensageiro apresenta Cantata de Páscoa

Rio Claro tem atividade cultural programada para o sábado, dia 8 de abril. O coral “O Mensageiro” irá apresentar a Cantata de Páscoa no Casarão da Cultura, a partir das 20 horas, sob a regência do maestro Daniel dos Santos Pedroso. A entrada é gratuita.
Quem for prestigiar o evento poderá apreciar a interpretação de obras de grandes compositores da música clássica, como Faustini, Franz Peter Schubert, Wolfgang Amadeus Mozart, Georg Friedrich Handel, entre outros.
Pedroso explica que as músicas escolhidas para a apresentação são todas relacionadas à Páscoa. “Será apresentada uma sequência de músicas com coro completo, solo e duetos”, explica o maestro.
O Casarão da Cultura fica na Avenida 3, esquina da Avenida 7, 568, Centro de Rio Claro.

Prefeitura e Caixa firmam convênio para cursos destinados a servidores

Em mais uma iniciativa para valorizar o funcionalismo municipal, a prefeitura de Rio Claro firmou convênio com a Caixa Federal para que servidores tenham acesso aos cursos gratuitos da Universidade Caixa Poder Público. O assunto foi um dos temas da reunião realizada sexta-feira (31) no paço municipal entre o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, e o gerente de Governo da agência de Piracicaba, Márcio Antonio de Paula Capato.

PREFEIITURA E CAIXA FIRMAM CONVÊNIO (1)
“É uma alegria oferecer oportunidades como essa aos servidores municipais e investir em qualificação para que o atendimento à comunidade seja cada vez melhor”, comentou Juninho na reunião, que contou com a presença do representante da Caixa em Rio Claro, Mário Marcos Amaral Lapa, e do secretário municipal de Obras, Paulo Roberto de Lima.
O convênio não tem custos para a prefeitura, que fica responsável por intermediar as inscrições de servidores. O município está definindo os detalhes de como funcionários públicos poderão ter acesso ao conteúdo educacional, oferecido online. O convênio inclui suporte técnico a Caixa e certificado de conclusão dos cursos.
De acordo com o coordenador da Gerência de Governo da Caixa, Juan Penna Chacon Borges de Paula, o portal de capacitação da Caixa é voltado a gestores públicos e equipes técnicas das administrações direta e indireta, principalmente prefeituras. “Oferecemos soluções educacionais visando maior eficiência na gestão de recursos públicos”, esclareceu na reunião.
Os cursos oferecidos pela UCPP abordam temas como gestão pública, gestão de convênios de contratos, habitação, saneamento, programas sociais, gestão de pessoas e liderança, inovação e melhorais de processo, desenvolvimento sustentável, entre outros.
Durante a reunião a prefeitura e a Caixa também fizeram avaliação dos contratos em andamento entre as duas entidades. O prefeito Juninho ressaltou as parcerias com a Caixa e o “know-how” do banco na intermediação financeira dos convênios entre o município e o governo federal. “Estamos buscando mais investimentos das outras esferas de governo a Caixa certamente será fundamental nesse processo”, disse.

Peça teatral “Por Água Abaixo” abre temporada em Rio Claro nos dias 3 e 6 de abril

A cidade de Rio Claro será a primeira a receber a peça “Por Água Abaixo”, da companhia teatral Cia Balaco do Bacco, que se inspirou em fatos recentes, como a crise hídrica em São Paulo, para fazer um alerta sobre a necessidade de a sociedade viver de forma mais sustentável. O espetáculo faz parte do projeto Capitão Sustentâneo, que tem produção executiva da Origem Produções e conta com o patrocínio da Tigre e do Instituto Carlos Roberto Hansen (ICRH), por meio do Proac – Programa de Ação Cultural da Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo.
A peça “Por Água Abaixo” será apresentada no Centro Cultural de Rio Claro, nos dias 3 e 6 de abril, com sessões gratuitas às 9h e às 14h. Em maio, o projeto retorna para apresentações na cidade e no Distrito de Ajapi. A peça conta a história da incansável dupla de super-heróis Capitão Sustentâneo e Olavinho. Sua missão é lutar contra os inimigos da natureza que se uniram em um plano maléfico. Agora a dupla sustentável precisa descobrir quem está por trás deste terrível plano e proteger a natureza e a população de Farturolândia, um país ensolarado com muita água e recursos naturais.
Com uma repórter estranha, uma dupla de heróis atrapalhados e vilões bizarros, “Por Água Abaixo” aborda de forma divertida um dos maiores desafios da atualidade: a sustentabilidade. A Cia Balaco do Bacco, de Ribeirão Preto (SP), busca em suas montagens um diálogo mais próximo com o público infanto-juvenil por acreditar na importância das artes na formação do ser humano. “Queremos fomentar reflexões que possam ser discutidas também nas escolas, a peça pode ser um catalisador para esse diálogo. E falar diretamente com o público jovem, que vai encarar esse problema da escassez de recursos naturais em um futuro próximo é essencial”, diz Renato Grecco, diretor da peça.
Além de Rio Claro, Indaiatuba e Limeira já têm sessões previstas para o mês de abril. A agenda completa você confere no site www.origemproducoes.com.br

PEÇA TEATRAL - O MENINO QUE ENXERGAVA COM O CORAÇÃO (20) 2

SOBRE A TIGRE
Com uma história de mais de 75 anos, o Grupo Tigre é o maior fabricante de materiais plásticos para construção e líder no Brasil em tubos e conexões de PVC. Sinônimo de pioneirismo e inovação, a Tigre oferece produtos que atendem os mercados predial, de infraestrutura, de irrigação e industrial. Presente em cerca de 40 países, possui aproximadamente sete mil funcionários e onze plantas no Brasil e doze no exterior: Argentina (2), Bolívia (2), Chile (2), Colômbia, Equador, Peru, Estados Unidos, Paraguai e Uruguai. Além de tubos e conexões, também fazem parte do portfólio as marcas Claris Tigre (esquadrias de PVC), Tigre Ferramentas para Pintura, Fabrimar (Metais sanitários) e Tigre-ADS (tubulações de PEAD para saneamento e drenagem).PEÇA TEATRAL - Foto A Operação do Tio Onofre - Teatro Santarosa

SOBRE O ICRH
 O Instituto Carlos Roberto Hansen (ICRH), braço social do Grupo Tigre, tem por objetivo a formação do cidadão do futuro, focando o desenvolvimento de Crianças e Adolescentes.  Mais do que a realização do sonho do ex-presidente, é a continuidade de sua linha de pensamento e trabalho. O ICRH resume e reúne a postura de um grupo empresarial que coloca em primeiro lugar as pessoas e que sempre valorizou sua comunidade. Somar para o futuro do país, contribuindo com a educação, esporte e cultura de jovens e adolescentes, sem descuidar da Saúde e do Saneamento Básico, são diretrizes do ICRH. Em 13 anos, investiu R$ 45,6 milhões, que beneficiaram 3,2 milhões de pessoas.

Criação da Escola do Legislativo tem como objetivo proporcionar maior integração com a comunidade

A partir deste ponto, Luciano Bonsucesso protocolou o Decreto Legislativo 7/2017 que institui a Escola do Legislativo na Câmara de Rio Claro.
Ao justificar a apresentação da proposta, o vereador avalia que a referida escola vai proporcionar aos cidadãos maior compreensão do sistema Legislativo e seu envolvimento com a comunidade. “Há uma necessidade premente de uma integração da Câmara Municipal com a sociedade civil organizada e em especial com os alunos das escolas na cidade”, enfatizou o parlamentar no projeto.
De acordo com Luciano Bonsucesso, a Escola do Legislativo vai atuar também na qualificação dos servidores públicos nas atividades de suporte técnico-administrativo, ampliando a formação em assuntos de interesse do município. Este mecanismo, salienta o vereador, amplia a possibilidade de integração e gerenciamento de convênios especialmente com o Senado Federal, com a Câmara dos Deputados, com a Assembleia Legislativa e com outras Câmaras Municipais.
“Hoje, a Câmara de São Paulo e cidades do interior, incluindo da nossa região como Limeira, Piracicaba, entre outras, já conta com escolas legislativas com avaliações positivas por parte da sociedade. É nesta rota que vamos inserir Rio Claro”, completa Luciano Bonsucesso.
 

Neste domingo tem Tarde Dançante na Sociedade Veteranos de RC

Sócios e frequentadoras livre acesso com apresentação da carteirinha social e recibo Março/2017. Para mais informações: Secretaria do clube de 2ª. a 6ª. feira, das 09 às 11 e das 14 às 17 horas. Fone: (19) 3524-2424 ou na internet: http://sociedadeveteranosderioclaro.blogspot.com.br/
 
Bingo Beneficente – 11/abril – 3ª. feira – 14h
prêmios em dinheiro
 
AULAS DE ZUMBA GOLD (Voltadas à 3ª. Idade)
2ª. e 4ª. FEIRA, A PARTIR DAS 18:30 HORAS
3ª. e 5ª. FEIRA, A PARTIR DAS 09:15 HORAS
Curso de Dança de Salão da Cia. Levitar
Aulas às 5as. feiras, início às 20 horas. Informações com Sergio Ferrari nos fones: 3533-5943 / 9-9198-8021 / 9-9930-9414
AULAS DE DANÇA FITNESS
Às Terças-Feiras e às Sextas-Feiras, das 18:15 h às 19:15 h. Informações 9-9688-5589 / 9-9821-8825. Mais informações na Secretaria da Sociedade Veteranos que atende diariamente das 09 às 11 e das 14 às 17 horas ou ainda pelo tel:(19) 3524-2424.

Tratamento igualitário é defendido em ato contra a discriminação racial

O Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial, instituído pela a Organização das Nações Unidas (ONU) em memória de 69 negros assassinados em ato público na África do Sul, contou com mesa temática na Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, em São Paulo, na quinta-feira, 30. Autoridades de diversas regiões do país estiveram presentes. Rio Claro foi representado pelo secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal, Geraldo Voluntário.
“Não podemos fechar os olhos para a triste realidade que ainda persiste em nosso país”, afirmou o parlamentar de Rio Claro no auditório Franco Montoro referindo-se às barreiras enfrentadas pela comunidade negra em vários setores, entre eles o trabalhista.
Com o título “Reflexões sobre o Dia Internacional da Luta pela Eliminação da Discriminação Racial”, o ato focou os desafios bem como os avanços através de exemplos da atualidade citados nas palestras do professor Enéas Silva dos Santos e do jornalista e consultor de Políticas Públicas Jairo Junior.
Coordenadora de Políticas para a População Negra e Indígena, professora Elisa Lucas Rodrigues, falou do trabalho desenvolvido pela Secretaria da Justiça e da importância dos espaços para diálogo. “Nossa missão é trabalhar para incluir, para que haja tratamento igualitário em todas as situações. A Coordenação tem realizado atividades de esclarecimento, executando ações afirmativas e de conscientização”, afirmou. “A discriminação existe, mas a sociedade precisa ser informada para usufruir dos seus direitos”, acrescentou ao lembrar que São Paulo é o único estado que pune administrativamente a discriminação racial, por meio da Lei 14.187, de 2010.
No encerramento, Thaís Lima Vieira, atua no governo paulista, apresentou a palestra sobre “O papel da Ouvidoria no encaminhamento das Denúncias de Discriminação Racial”.
Geraldo Voluntário avaliou a programação como positiva já que possibilitou a formação de agentes que vão multiplicar informações importantes de combate à discriminação racial. “Esta troca de experiências é fundamental para que possamos construir uma rede sólida no país contra aqueles que insistem em tratar os negros de forma desigual”, finalizou o vereador.

Dia Municipal de Conscientização do Autismo

Através do Projeto de Lei 058/2013, de autoria do vereador Julinho Lopes, a data passou a fazer parte do calendário oficial do município.
Essa mobilização pelo mundo é um alerta, já que o autismo é desconhecido por muitos e a maioria das famílias não sabem como lidar com o distúrbio, que afeta a comunicação, a socialização e a atenção das pessoas afetadas.
Para Julinho Lopes, entender esse transtorno cerebral é fundamental para que a sociedade consiga lidar com clareza e respeito, ajudando os portadores de autismo a quebrar suas próprias barreiras. “A conscientização favorece o respeito pelas diferenças”, citou o vereador.
O parlamentar também é autor do Projeto de Lei que institui ações de vigilância precoce do autismo nas crianças atendidas em creches e unidades da rede básica de saúde do município. “A detecção do transtorno nos anos iniciais traz ganhos consideráveis para o desenvolvimento da criança, desde que a descoberta seja seguida de acompanhamento e tratamento adequado”, explicou Julinho.
A Fundação Municipal de Saúde oferece toda estrutura necessária para o rastreamento precoce do transtorno, bem como seu tratamento. Em Rio Claro, o acolhimento e atendimento dos casos de autismo, via Sistema Único de Saúde (SUS), se dá a partir do Centro de Habilitação Infantil Princesa Victoria, que atende crianças de até seis anos. A partir dos seis anos, a criança é acolhida pelo Caps-I (Infantil) e Criari (Centro de Referência da Infância e Adolescência de Rio Claro).
Os problemas causados por esta desordem podem variar. Existem crianças autistas que possuem inteligência e fala intactas, já outras convivem com sérios problemas de desenvolvimento na sua linguagem. De acordo com a ONU, mais de 70 milhões de pessoas espalhadas pelo mundo possuem autismo. A síndrome afeta quase 2 milhões de brasileiros.
Unidades – Centro de Habilitação Infantil Princesa Victoria
Avenida José Felício Castellano, 1700, Vila Cristina
(19) 3527-1461 ou 3535-4408 – Centro de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil – Caps-I Rua 11, 1945 – Santa Cruz,(19) 3523-3754.
Centro de Referência da Infância e Adolescência de Rio Claro – Criari
Rua 3, 227 – Centro – (19) 3533-4055

Yves Carbinatti encaminha reivindicações e recebe homenagem em Brasília

Na sexta-feira, 24, Yves Carbinatti (PPS) esteve no Congresso Nacional, em Brasília. No plenário da Câmara Federal, onde foi realizada a solenidade pelos 25 anos do Partido Popular Socialista (PPS), o vereador esteve com os ministros Roberto Freire e Raul Jungmann, da Cultura e Defesa, respectivamente. Além da presença do presidente nacional da sigla, o deputado estadual Davi Zaia.
“Na comemoração de bodas de prata partidária tivemos a oportunidade de conversar com várias lideranças em Brasília e com isso encaminhar diversas reivindicações para Rio Claro”, comenta Yves Carbinatti, que recebeu uma medalha alusiva à data de fundação do partido das mãos do deputado Davi Zaia.
A deputada do parlamento italiano Renata Bueno, eleita pela União Sul-americana dos Emigrantes Italianos e o vereador Yves Carbinatti estavam entre os 25 homenageados, no Plenário Ulysses Guimarães.
 

Rio Claro sedia reunião de Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo

 
Rio Claro recebeu na sexta-feira (31) membros da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp). O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, prestigiou o evento realizado na Associação Comercial e Industrial de Rio Claro (Acirc), onde ressaltou a importância do fortalecimento do comércio para o desenvolvimento das cidades.
“Sempre é positivo discutir iniciativas para melhorar os serviços que oferecemos”, destaca Juninho, observando que para o município é muito gratificante receber este tipo de evento.
A atividade reuniu representantes de associações comerciais e empresariais de cidades da Região Administrativa 7 da Facesp, que além de Rio Claro inclui outros 36 municípios.   Antonio Carlos Beltrame, presidente da Acirc, representou Rio Claro na reunião, conduzida por Adriana Flosi, vice-presidente da RA-7 da Facesp. O encontro é realizado mensalmente para discutir temas do cotidiano das associações.
A RA-7 é composta pelos municípios de Águas de São Pedro, Americana, Amparo, Araras, Arthur Nogueira, Atibaia, Bragança Paulista, Brotas, Campinas, Capivari, Cordeirópolis, Corumbataí, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Holambra, Hortolândia, Iracemápolis, Itatiba, Jaguariúna, Leme, Limeira, Monte Mor, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira, Piracicaba, Pirassununga, Rio Claro, Rio das Pedras, Santa Barbara D’Oeste, Santa Gertrudes, Santo Antonio da Posse, São Pedro, Sumaré, Torrinha, Valinhos e Vinhedo.

RIO CLARO SEDIA REUNIÃO DE FEDERAÇÃO DAS (2)

Escola Agrícola recebe visita de parlamentar

Preocupado com a qualidade do ensino público municipal e ciente de que a Escola Agrícola continua sendo referência para Rio Claro, Hernani Leonhardt (PMDB) visitou, a pedido do Diretor Carlos Goes, o estabelecimento de ensino na manhã dessa quarta-feira, 29.
O vereador vistoriou as dependências da escola e constatou a necessidade de algumas reformas e medidas emergenciais como melhoria na entrada principal para garantir a segurança dos alunos e funcionários, reparos urgentes nos banheiros e reforma no barracão de atividades físicas que está em desuso.
“A Escola Agrícola sempre foi referência em nossa cidade, responsável por uma formação diferenciada de milhares de alunos que por ali já passaram”, lembrou o parlamentar. “Sabemos das dificuldades de manutenção, por se tratar de uma área extensa. Mas, nosso trabalho é fiscalizar e cobrar para que a Escola Agrícola e todas as escolas municipais mantenham sempre o padrão de qualidade que o ensino público municipal oferece”, finalizou o vereador.
 

Esse tal de “Empoderamento”

Empoderar é verbo que se refere ao ato de dar ou conceder poder para si próprio ou para outrem. Daí porque definir-se (o tão noticiado) “empoderamento” como a ação social coletiva de participar de debates que visam potencializar a conscientização sobre os direitos sociais (constitucionalmente assegurados) e civis (dados por lei a todos os cidadãos de um país), possibilitando a aquisição da emancipação individual e também da consciência coletiva necessária para a superação da dependência social e dominação política.
O empoderamento, neologismo criado pelo educador Paulo Freire, é uma adaptação de um termo em inglês e está no centro do discurso de movimentos da sociedade civil. Tem por finalidade maior devolver poder e dignidade a quem desejar o verdadeiro exercício da cidadania, com a liberdade de decidir e controlar seu próprio destino, com responsabilidade e respeito ao outro. Daí porque o empoderamento social consiste em dar poder a uma comunidade, fazer com que tudo seja mais democrático, que a população em geral tenha poder de opinião e decisão, em verdadeira transformação nas relações sociais, políticas, culturais, econômicas e de poder.
Os direitos sociais estão previstos na Constituição de 1988 e visam a garantir, aos indivíduos, o exercício e usufruto de direitos fundamentais em condições de igualdade para que tenham uma vida digna por meio da proteção e garantias dadas pelo estado de direito. Esses direitos, em atenção ao Pacto Internacional das Nações Unidas de 1966, estão incorporados e elencados um a um na Constituição Cidadã de 1988 e são: (direito): à educação, à saúde, à alimentação, ao trabalho, à moradia, ao transporte, ao lazer, à segurança, à previdência social, à proteção à maternidade e à infância e à assistência aos desamparados. Enfim, o empoderamento resume-se a conhecer e exercer todos os direitos sociais e civis.
Quanto ao “empoderamento feminino”, considera-se o ato de conceder esse poder de participação e exercício social às mulheres, garantindo-lhes que possam estar cientes sobre a luta pelos seus direitos, como a total igualdade entre os gêneros, permitindo-lhes posicionamento em todos os campos sociais, políticos e econômicos. Busca o direito das mulheres de poderem participar de debates públicos e tomar decisões que sejam importantes para o futuro da sociedade, principalmente nos aspectos que estão relacionados com a mulher.
O nome é novo para os ouvidos e vem de simples modismo, mas envolve conceitos de longa data, defendidos em pactos e constituições de regimes democráticos com amplo rol de direitos sociais e ambiente que, efetivamente, assegure a dignidade da pessoa humana e amplo respeito aos direitos humanos.
William Nagib Filho – Advogado

PASSAR O BRASIL A LIMPO

Carlos Chagas

O Tribunal de Contas da União nasceu pela iniciativa de Rui Barbosa, maior artífice da Constituição de 1891, que estabeleceu a República. Era para moralizar os costumes políticos dilapidados pelo Império. Nosso segundo presidente da República, Floriano Peixoto, inaugurou a sinecura ao nomear amigos sem qualificação intelectual ou jurídica. Guardadas as proporções, inaugurou-se a queda, com as exceções de sempre. Sucederam-se nomeações vitalícias, com altos vencimentos para as nomeações até que alcançassem o prazo para as aposentadorias.
Virou moda aproveitar políticos, ex-parlamentares ou não, para gozar sem trabalhar os proventos de carreiras que só terminam com a ida para o cemitério.
Por que não extinguir os Tribunais de Contas estendidos da União para os Estados e até os municípios? Vasta economia fariam os cofres públicos com a extinção.
Agora piorou. Cinco dos sete ministros do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro estão na cadeia. Quantos outros mereceriam a mesma sorte, espalhados pelo país inteiro, além daqueles designados para o ápice da pirâmide, no caso do Tribunal de Contas da União?
Quem julgará os julgadores torna-se a principal questão. O Poder Judiciário, por certo, fechando-se o círculo, porque os ministros dos tribunais superiores e dos tribunais estaduais de Justiça valem-se das mesmas prorrogativas de aposentar-se, agora depois de 75 anos.
Se é para passar o Brasil a limpo, em nome da moralidade pública, melhor que os doutos ministros tivessem mandatos terminativos. Com aposentadorias, é claro, proporcionais ao tempo de serviço.

É SEM NUNCA TER SIDO

O Tribunal Superior Eleitoral inicia depois de amanhã o julgamento da chapa Dilma-Temer, acusada de abuso do poder econômico nas eleições de 2014. Se houver condenação, a chapa é cassada; os candidatos perdem o cargo que tenham obtido. Dilma já se foi; Temer perde o mandato.
O Tribunal Regional Eleitoral do Rio cassou o registro da chapa Pezão – Francisco Dornelles. E, portanto, decidiu afastá-los dos cargos que ocupam, governador e vice-governador do Rio.
Pezão e Dornelles foram cassados, mas continuam exercendo o mandato até que o Tribunal Superior Eleitoral julgue seu recurso. Não dá tempo: até o recurso ser julgado, o mandato de ambos estará findo. Algo semelhante deve ocorrer com Michel Temer: o relator do processo, ministro Hermann Benjamin, pode apresentar relatório desfavorável ao presidente. Mas, ao que se sabe, ministros favoráveis a Temer estão dispostos a pedir vistas do processo, paralisando tudo. Na prática, não há prazo para devolver os autos, e enquanto isso o julgamento não anda. Mas imaginemos que o processo se mova e Temer seja derrotado. Vai continuar no cargo enquanto todos os recursos não forem julgados. E, em 31 de dezembro de 2018, à meia-noite, seu mandato presidencial se encerra. Depois disso, uma eventual condenação não passará de curiosidade histórica. Como dizia o ex-ministro Roberto Campos, o Brasil não corre o menor risco de dar certo.
Numerologia 1
Da internauta Simone Queiroz, assídua leitora desta coluna:
“13 é o número do PT/ 13 anos no poder
13,5 milhões de desempregados
Está comprovado: 13 é um número azarado.”
Numerologia 2
O juiz Sérgio Moro trabalha na 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba.
Inflação em queda
A inflação (em parte por maus motivos, como a recessão que obriga os fornecedores a reduzir, ou no máximo manter, seus preços; em parte por bons, já que as medidas antiinflacionárias estão funcionando) mostra tendência de queda – a tal ponto que o ministro Henrique Meirelles pensa em reduzir a meta oficial, em 2018, para 4,25%; e para 4% em 2019. O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, já propôs que, a longo prazo, o país busque inflação máxima de 3% ao ano. Hoje a meta é de 4,5%, e o Governo Dilma a ultrapassou todos os anos.
Comércio respirando
A assessoria econômica da Federação do Comércio de São Paulo registra boa recuperação do varejo paulistano em janeiro. É o terceiro aumento seguido nas vendas, que subiram 5,9%, puxadas por concessionárias de veículos, que tiveram alta de 2,8%. Segundo a Federação, o crescimento de vendas de veículos indica a melhora das expectativas dos consumidores paulistanos, já que envolve gastos elevados por um extenso período. Mas os números do desemprego continuam altos.
Ainda falta!
As leves melhoras na economia não foram suficientes para dar uma injeção de popularidade no presidente da República. Uma pesquisa do Ibope, encomendada pela CNI, Confederação Nacional da Indústria, mostra péssimos índices para Michel Temer. Dos entrevistados, 55% consideram seu Governo ruim ou péssimo, contra 10% que o consideram ótimo ou bom. A esperança de Temer está numa recuperação econômica que seja percebida pelos eleitores e os convença de que o desemprego será reduzido.
Falta muito!
De acordo com pesquisa de outro instituto, o Ipsos, sobre a avaliação dos políticos brasileiros, o ex-presidente Lula está na frente: 38%. Mas tem dois grandes obstáculos no caminho para disputar a Presidência: o primeiro é que tem 59% de rejeição. A popularidade não é suficiente para elegê-lo no primeiro turno, e a rejeição é alta demais para permitir-lhe a vitória no segundo. O outro motivo é que o juiz Sérgio Moro e o ministro aposentado do Supremo Joaquim Barbosa são mais populares do que ele, e enfrentam menor rejeição. Moro tem 63% de popularidade; Barbosa, 51%.
Fato novo
Há também um novo possível candidato que pode criar problemas para Lula: o prefeito paulistano João Dória Jr., do PSDB, cuja administração vem sendo muito bem avaliada. Dória diz que não pretende deixar a Prefeitura no meio do mandato e que seu candidato a presidente é o governador Geraldo Alckmin. Mas como se comportará se as pesquisas, no ano que vem, o indicarem como o mais forte candidato entre os tucanos, com possibilidades reais de se eleger presidente? Alckmin, lembremos, já perdeu de Lula, com menos votos no segundo turno do que no primeiro.
COMENTE: carlos@brickmann.com.br
Twitter: @CarlosBrickmann

Região do Inocoop recebe corte de mato e fechamento de buracos

As áreas mais críticas na região de acesso entre os bairros Inocoop e Guanabara estão recebendo ações concentradas de manutenção e limpeza da prefeitura de Rio Claro. O trabalho começou nesta semana e inclui corte de mato em trechos da região e operação tapa-buraco. Além de melhorar o aspecto geral das imediações e as condições de tráfego, a iniciativa também inclui medidas para aumentar a sensação de segurança dos moradores.
Em alguns pontos às margens da linha férrea a altura do mato vinha gerando reclamações da comunidade, preocupada principalmente com a questão da segurança. Atendendo outro pedido antigo dos moradores, a prefeitura também fechou na quinta-feira (30) na Avenida Tancredo Neves uma caixa de concreto que, segundo eles, há anos era utilizada por marginais para guardar produtos furtados.
O trabalho da prefeitura no Inocoop, não está restrito a ações emergenciais. Como acontece em todo o município, a região recebe os serviços rotineiros de manutenção e limpeza. Os moradores podem colaborar mantendo os imóveis limpos. Se todos conservarem seus terrenos baldios sem mato a prefeitura ganha tempo na manutenção da cidade. Caso contrário o município faz o serviço e envia a conta para o proprietário faltoso.

REGIÃO DO INOCOOP RECEBE (2)

População pode reparar fotos históricas no Arquivo Público de RC

Quem tem fotos antigas de valor histórico pode ter a fotografia recuperada mediante fornecimento de cópia e cessão do uso da imagem ao Arquivo Público de Rio Claro, que realiza também o trabalho de recuperação de outros documentos. A prefeitura produz diariamente dezenas de documentos nos processos administrativos realizados nas repartições públicas. São notas fiscais, ordens de pagamentos, certidões, contratos, registros de funcionários, entre outros arquivos que datam desde o século 19. Muitos documentos chegam ao Arquivo Público Municipal deteriorados e precisam de recuperação. Esse reparo é feito no laboratório do próprio Arquivo que, além documentos, também reconstitui fotos e desenhos.
“A equipe do arquivo desenvolve um trabalho técnico altamente qualificado e de baixo custo”, comenta Mônica Frandi Ferreira, superintendente do Arquivo Público “Oscar de Arruda Penteado”. Ela explica que muitos documentos chegam em péssimo estado e precisam ser recuperados para preservar a informação. Como alguns equipamentos são caros, a equipe busca alternativas para substituí-los. “Muitas ferramentas usadas no laboratório são criadas pelos próprios funcionários, o que diminui os custos do serviço”, ressalta. 
O trabalho de recuperação é realizado pelo gráfico Artur Fernando Carvalho. “O primeiro passo é higienizar o material antes de começar o reparo”, explica. Em seguida, a equipe avalia os documentos e define o que será feito para sua recuperação. Carvalho conta que a comunidade também procura o arquivo para recuperar fotos e documentos.
A analista de Gestão Documental, Noemi Penha, explica que a demanda é contínua porque o município não para de produzir documentos. “Cada documento tem um tempo de guarda e o acervo do município é guardado no arquivo”, informa. O que pode ser considerado banal hoje pode não ser no futuro. “Uma decisão aparentemente simples agora pode ter repercussão histórica daqui a alguns anos”, observa. 
O acervo do Arquivo Público é composto por manuscritos, livros, folhetos, revistas, jornais, registros fotográficos, discos, postais e cartazes, que ficam disponíveis para consultas e pesquisas na sede da autarquia, localizada no Núcleo Administrativo Municipal (NAM), na Rua 6, 3.265, Alto do Santana.

POPULAÇÃO PODE REPARAR FOTOS HISTÓRICAS (2) POPULAÇÃO PODE REPARAR FOTOS HISTÓRICAS (1)

Mutirão da dengue ocorre no Mãe Preta neste sábado

Agentes do Centro de Controle de Zoonoses da Fundação de Saúde de Rio Claro farão visitas casa a casa neste sábado (1º) no bairro Mãe Preta. O mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti tem início às 8 horas e contará com o apoio da equipe do caminhão cata bagulho, da Secretaria de Meio Ambiente, que irá recolher entulhos, pneus velhos, garrafas entre outros potenciais criadouros do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus.
Boletim divulgado na quinta-feira (30) pela Vigilância Epidemiológica de Rio Claro mostra quadro inalterado no número de casos confirmados de dengue no município. Ao todo são seis casos confirmados de dengue desde o início do ano. Nenhum caso de chikungunya nem de zika vírus foi registrado.
A Fundação Municipal de Saúde de Rio Claro ressalta a importância de todos fazerem a sua parte no combate ao mosquito. Entre as principais recomendações estão manter bem tampados caixas, tonéis e barris de água; colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira sempre bem fechada; não jogar lixo em terrenos baldios; garrafas de vidro ou plástico, se guardadas, devem ser mantidas sempre com a boca para baixo; e não deixar a água da chuva acumular sobre a laje ou em calhas entupidas. Os pratinhos ou vasos de plantas devem ser preenchidos com areia até a borda e, em casos de armazenamento de pneus velhos em casa, toda a água deve ser retirada e os pneus mantidos em locais cobertos, protegidos da chuva. Frequentemente é necessário limpar as calhas, evitando que galhos e folhas possam impedir a passagem da água e os recipientes utilizados para guardar água, pelo menos uma vez por semana devem ser lavados com água e sabão.

Prefeitura fecha caixa de concreto usada por marginais no Jardim Inocoop

Em ação para ampliar a sensação de segurança da população, a prefeitura de Rio Claro fechou nessa quinta-feira (30) uma caixa de concreto localizada às margens da linha férrea na Avenida Tancredo Neves, próximo à rodovia Fausto Santomauro (SP-127), no bairro Jardim Inocoop. A prefeitura também iniciou o corte de mato no local.
Moradores daquela região relatam que o buraco estava aberto há mais de cinco anos e era usado por marginais para esconder objetos furtados e até mesmo como esconderijo, pois o local estava com o mato alto, o que facilitava a camuflagem.
O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, esteve no local acompanhando os trabalhos da equipe da secretaria de Obras para o fechamento do buraco e a limpeza da área. “Essa era uma solicitação antiga dos moradores”, comentou. Membros da Guarda Civil Municipal e da Polícia Militar também estiveram no local.
Para fazer o fechamento do buraco, foi colocada uma tampa de concreto pesando cerca de 250 kg, com o objetivo de evitar que o local seja novamente usado pelos marginais.
A Prefeitura reforça que a Guarda Civil Municipal realiza rondas no Jardim Inocoop, assim como nos demais bairros da cidade. Na quarta-feira (29), por exemplo, em patrulhamento de rotina naquela região, a GCM localizou o veículo que havia sido roubado nesta semana de uma residência no Inocoop.

Rio Claro realiza Encontro de Violeiros neste sábado 

Moradores de Rio Claro e região estão convidados a participar do Encontro de Violeiros que será realizado no próximo sábado, dia 1º de abril, na antiga estação ferroviária na Rua 1, região central da cidade.  O evento será realizado a partir das 19 horas e tem entrada gratuita. A atividade faz parte do projeto Encontro de Violeiros do Brasil, realizado pela Libertan Projetos Culturais através da Lei Rouanet (8.313/1991) e conta com apoio da prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Cultura.
O evento terá várias apresentações de música instrumental, duplas sertanejas, gravação de DVD da dupla Francisco e Fernando e orquestra de violas com artistas de diferentes gerações e de várias localidades.  “O Encontro de Violeiros tem como objetivo divulgar a cultura popular brasileira, sobretudo a tradição caipira, por meio das modas de viola”, comenta Daniela Ferraz, secretária municipal de Cultura.
Larissa Carnecine, diretora executiva da Libertan, informa que o evento terá como convidados especiais Francisco & Fernando e Enzo Prochnow. A dupla de cantores é conhecida no universo da música sertaneja e traz em sua carreira reconhecimento com premiação no festival “Viola de Todos os Cantos”, realizado pela EPTV.
O evento terá a participação de violeiros de várias cidades. O público poderá assistir apresentações da dupla Fernando & Vagner de Rio Claro, Marcos & Matheus (Corumbataí), Anderson & Cristiano (Corumbataí), Banda Cavaco de Lenha (Votorantim) e do Quarteto Cordas Primas (São Pedro). O Encontro de Violeiros terá uma banda base com participação dos músicos Rodrigo Sperandio, Marcelo Seghese (Piracicaba), Junior Hartung (Rio Claro), Everton Nardini (Cordeirópolis) e Elionesio Lopes (Limeira).
Larissa explica que o evento tem como meta difundir e disseminar a música instrumental caipira e seus artistas através de um resgate histórico musical. “Nosso objetivo é trazer ao público a beleza da música instrumental caipira, que marcou tantas gerações no país e se tornou atemporal”, comenta. Para mais informações, acesse www.encontrovioleirosbrasil.com.br.?