COLUNA IGREJA EM COMUNICAÇÃO

Por Caio Arthur Borgi

O Cordeiro de Deus
Terminado o tempo natalino, a liturgia dominical inicia uma primeira série de “domingos comuns”nos quais os evangelhos descrevem a vida pública de Jesus, depois de seu batismo por João. No Brasil, o 1º domingo comum é substituído pela festa do Batismo do Senhor. No 2º domingo, o evangelho conta como João Batista apresenta Jesus a seus discípulos chamando-o de “cordeiro de Deus”. Este título é estranho para nós e certamente não suscita muita simpatia entre os jovens. Nesta época de super-homens, nenhum jovem gostaria de ser chamado de “cordeiro”.
O pano de fundo deste título é a imagem do Servo do Senhor, que se encontra nos “Cânticos do Servo”da profecia de Isaías. Domingo passado (Batismo do Senhor) foi-nos lido o 1º Cântico do Servo (Is 42 1-4): Deus coloca no Servo o seu Espírito. Hoje, a 1ª leitura nos faz ouvir o 2º Cântico: o Servo (Israel) deve reunir o povo de Deus e ser a luz das nações (Is 49, 3.5-6). O 3º e 4º Cântico (Is 50 e 53) serão lidos na Semana Santa, e é precisamente no 4º Cântico que o Servo Sofredor é comparado com o cordeiro levado ao matadouro, imagem que estende sua força também sobre os três primeiros cânticos.
Se Jesus, ao ser batizado por João, aparece como o Servo do Senhor (cf. dom passado), João o chama, mais explicitamente, “o cordeiro que tira o pecado do mundo”, “aquele sobre quem o Espírito permanece” e que “batiza com o Espírito”. Tudo isso para dizer que Jesus é enviado por Deus para libertar o mundo do pecado e comunicar o Espírito de Deus aos fiéis. Ambas as coisas, ele as realiza por sua morte por amor a nós. Ele morre como o cordeiro redentor e, quando de sua “exaltação” (na cruz e na glória), confere-nos o Espírito (Jô 7,39), para libertar o mundo do pecado (cf. ev. De Pentecostes).
Se combinarmos essas idéias, parece que este “cordeiro”não é tão passivo assim. Somos batizados no Espírito conferido pelo cordeiro libertador, para libertar o mundo do mal. Somos chamados a realizar a mesma missão do Servo e Cordeiro: dar a nossa vida, para que o pecado seja derrotado. É o sentido profundo do martírio cristão, que sempre acompanha a caminhada da comunidade de Jesus, até hoje. Martírio significa testemunho. Sempre haverá cristãos que representando o povo de Deus inteiro, darão sua vida para desfazer a força do pecado, para desarmar o mal do mundo (não apenas os atos maldosos de cada um, mas também as estruturas do mal, que devem ser combatidas com o empenho radical de nossa própria postura social). Tudo isso faz parte de nossa “vocação a sermos santos”, ou seja, a pertencermos a Deus (cf. 2ª leitura).

Caio Arthur Borgi é Radialista e membro da Assessoria de Comunicação da Diocese de Piracicaba .
Reflexão baseada na Liturgia Deste Domingo;
1ª Leitura: Is 49,3.5-6
2ª Leitura: 1 Cor 1,1-3
Evangelho: Jo 1,29-34

Site : http://www.diocesedepiracicaba.org.br

Estrutura precária prejudica moradores do Jardim das Nações 2

O sonho da casa própria virou pesadelo para grande parte dos moradores do Jardim das Nações 2, em Rio Claro. As chaves foram entregues em dezembro pelo governo municipal anterior e após poucos dias o clima geral entre os moradores é de frustração.

A nova administração municipal trabalha para reverter o quadro. Na manhã desta quinta-feira (12) o prefeito João Texeira Junior, o Juninho da Padaria, e secretários municipais, estiveram no empreendimento. “A situação é gritante, de desespero. Não faz um mês que as chaves foram entregues e os moradores já não têm condições de morar com um mínimo de conforto”, observou Juninho. “Vamos tomar todas as medidas cabíveis para dar tranquilidade a estas pessoas”, disse. Os vereadores Júlio Lopes e Seron também acompanharam.

Na terça-feira (10), o secretário da Habitação, Anderson Golucci, esteve com as síndicas do Jardim das Nações, em reunião que também contou com a presença dos vereadores Júlio Lopes e Maria do Carmo Guilherme, e de representante do Banco do Brasil. Na quarta-feira (11), Golucci se reuniu com representantes da empresa Direcional, responsável pela construção dos apartamentos. “Estamos exigindo providências da empresa, que se mostrou receptiva ao nosso pleito”, afirmou Golucci.

O promotor público Gilberto Porto também esteve no Jardim das Nações e anunciou que vai acompanhar de perto as ações da prefeitura e da Câmara de Vereadores para normalizar a situação
O promotor público Gilberto Porto também esteve no Jardim das Nações e anunciou que vai acompanhar de perto as ações da prefeitura e da Câmara de Vereadores para normalizar a situação

 

“Estamos atentos aos problemas dos moradores e vamos concentrar esforços para que tenham condições decentes de moradia”, prossegue Golucci acrescentando que, segundo relatos das síndicas, vários mutuários ainda não se mudaram para o residencial devido às péssimas condições em que os apartamentos foram entregues.

O Jardim das Nações 2, com 1.168 apartamentos, fica na região do bairro Terra Nova e tem problemas que surpreendem pela quantidade e gravidade. Na noite de quarta-feira (11), um deslizamento de terra ao lado de alguns edifícios assustou os moradores.

Os adultos evitam deixar as crianças brincarem no parquinho que, segundo eles, oferece risco. Os moradores precisam redobrar a atenção para não tropeçar em caixas de gordura mal instaladas nos corredores.
As muitas falhas na parte elétrica incluem campainhas que acionam lâmpadas e interruptores que acendem a luz de cômodos diferentes. Quem quer instalar internet e TV paga é impedido pela falta de estrutura.

Usuários do transporte coletivo reclamam da distância que têm que percorrer para chegar ao ponto de ônibus mais próximo.ESTRUTURA PRECÁRIA PREJUDICA MORADORES (1)
O promotor público Gilberto Porto também esteve no Jardim das Nações e anunciou que vai acompanhar de perto as ações da prefeitura e da Câmara de Vereadores para normalizar a situação. “Vamos cobrar as responsabilidades da empresa e fazer valer os direitos dos moradores”, afirmou.

Rio Claro recebe reforço policial

As novas ações de segurança pública anunciadas no começo da semana no gabinete do prefeito João Teixeira Junior, Juninho da Padaria, para combater a criminalidade em Rio Claro vem surtindo resultados positivos. Somente nesta semana, duas operações da Polícia Militar intituladas de ‘Força Total’ foram realizadas pelos bairros da cidade.
Na tarde de sexta-feira (13) a concentração das equipes policiais aconteceu na antiga Estação Ferroviária. A operação contou com apoio das viaturas da Força Tática, Canil, Cavalaria e Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas) de Rio Claro, Limeira e Piracicaba.
Juninho acompanhou as orientações do comando para os policiais da ação e agradeceu o apoio. “Rio Claro fica agradecida com mais policiais nas ruas. Com essa e outras ações que pretendemos fazer em conjunto com Polícia Civil, Guarda Civil Municipal, Executivo, Legislativo e demais órgãos do poder público vamos combater com mais eficiência a criminalidade”.RIO CLARO RECEBE REFORÇO (2)
O Major Rodrigo Arena  que coordenou  as operações informou que o objetivo é retirar de circulação armas de fogo, localizar criminosos perigosos e combater furtos e roubos de modo geral. “Vamos intensificar o patrulhamento nos bairros e também com soldados a pé pela região central”. Ele disse ainda que na próxima semana está programado uma nova ação policial no município.
A ação contou com a presença do vice-prefeito e secretário de Segurança e Mobilidade Urbana, Marco Antonio Bellagamba, Luiz Alberto Irikura diretor de segurança, novo comandante da GCM Luiz Fernando Godoy e o vereador Geraldo Voluntário.

Cemitério recebe limpeza emergencial

O trabalho está sendo realizado por uma equipe de dez funcionários da prefeitura de Rio Claro. O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, acompanhou o trabalho da equipe no cemitério.
“Após finalizarmos os trabalhos de corte de mato e limpeza na parte externa do cemitério, iniciamos em seu interior e encontramos também bastante sujeira, mato e lixo. Também vamos providenciar a poda das árvores tanto dentro como fora”, esclarece Sérgio Christofoletti, diretor municipal de Administração. Do terreno localizado na Rua 20, que funciona como depósito de lixo retirado no dia a dia do cemitério, foram removidos vários caminhões de lixo.
Uma das preocupações da nova administração é reduzir o risco de criadouros do Aedes aegypti, principalmente neste período de chuvas. O mosquito, que se reproduz em acúmulos de água parada, é transmissor da dengue, zika vírus, febre amarela e chikungunya.

Sem Carnaval, Rio Claro realiza apenas matinês

Sem desfile das escolas de samba, a cidade terá apenas matinês no Jardim Público, para os quais a prefeitura não utilizará recursos públicos.
Num entendimento entre a União das Escolas de Samba da Cidade Azul (Uesca) e a Secretaria Municipal de Esporte e Turismo, ficou definido que o município irá promover as matinês com quatro dias de festa e várias atrações no Jardim Público, a partir da obtenção de patrocínios.
“Não utilizaremos recursos públicos, uma vez que a meta de nosso governo é colocar a casa em ordem e, para isto, temos de promover a recuperação econômico-financeira do município”, ressalta o secretário de Esporte e Turismo, Ronald Penteado, que coordenou reunião na noite de quarta-feira (11) sobre o assunto. “Nosso secretário está empenhado em oferecer lazer à comunidade a partir de parcerias, permitindo que os recursos públicos sejam utilizados em serviços prioritários, como a saúde”, destaca o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.
Além de Ronald Penteado, a reunião desta semana também teve as presenças do presidente da Uesca, Edson Santana; presidente do conselho da entidade, João Nuvens; e de representantes das quatro Escolas de Samba do município: Kaira Guastalli (Uva), Leandro Freitas (Samuca), Antonio Marcos de Faria e Ari Rios (Grasifs) e Edson Santana (Casamba).
As escolas de samba reconheceram que a crise financeira que afeta as prefeituras e todo o país também atingiu as agremiações que encontraram maior dificuldade para preparar os desfiles de rua neste ano. Por conta disso, a decisão por consenso foi de se realizar um tipo diferente de festa, que será concentrada no Jardim Público, principal praça pública de Rio Claro, localizada no centro histórico da cidade.
As atividades vão acontecer no sábado, domingo, segunda e terça-feira, dias 25, 26, 27 e 28 de fevereiro. O evento terá a participação das escolas de samba com seus passistas e ritmistas.
De acordo com Ronald Penteado, as matinês serão o primeiro evento de preparação para retomada dos desfiles das escolas de samba no Carnaval de 2018. “A intenção é estabelecer um plano de trabalho em conjunto com a Uesca que permita dar autonomia à entidade das escolas de samba para que realize os desfiles de rua, sem o dinheiro público e com o mesmo brilhantismo que as escolas rio-clarenses já demonstraram”.

Posse do novo reitor e vice reitor da Unesp

Novo reitor – Sandro Roberto Valentini – Formado em Farmácia-Bioquímica pela Unesp. Ingressou na Unesp como auxiliar de ensino em 1987. Mestrado em Microbiologia e Imunologia pela Unifesp, doutorado em Bioquímica pela USP, doutorado Sanduíche no Massachusetts Institute of Technology – MIT/EUA, pós-doutorado na Harvard University/EUA, livre-docente em Microbiologia e professor titular em Microbiologia e Biologia Molecular. Bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq, nível 1D. e tem uma extensa carreira de sucesso até os dias de hoje.

POSSE DO NOVO REITOR E VICE
Novo vice reitor – Sergio Roberto Nobre
Novo Reitor da Unesp, professor Sandro Roberto Valentini toma posse na segunda – feira (16) em São Paulo às 14h30  
Novo Reitor da Unesp, professor Sandro Roberto Valentini toma posse na segunda – feira (16) em São Paulo às 14h30

 

 

 

 

 

 

 

Novo vice reitor – Sergio Roberto Nobre
Formado em Matemática pela Unicamp. Ingressou na Unesp como auxiliar de ensino em 1986. Mestrado em Educação Matemática pela Unesp, doutorado em História da Matemática pela Universidade de Leipzig/Alemanha, pós-doutorado na Ludwig-Maximilians-Universität Munique/Alemanha, livre-docente e professor titular em História da Matemática.
É membro efetivo da Academia Internacional de História da Ciência, Paris/França e editor da Revista Brasileira de História da Matemática.
Passando também por uma carreira brilhante em vários seguimentos de sua área até a data de hoje, sendo diretor do Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE), Câmpus de Rio Claro (fonte – Assessoria de Comunicação e Imprensa da Unesp)

Quem é quem entre os candidatos

Carlos Brickmann                                                     

Não se iluda: assim que voltar do recesso, o deputado gaúcho Ônix Lorenzoni começa a trabalhar para erguer a candidatura de Ronaldo Caiado  à Presidência da República. Caiado já autorizou o colega a trabalhar por ele – inclusive articulando com outros partidos e montando uma frente que lhe permita candidatar-se reforçando as alianças possíveis.
Lorenzoni quer disputar o Governo gaúcho, e o apoio de Caiado, se for mesmo candidato, dará a Lorenzoni a oportunidade de jogar com o apoio de um candidato à Presidência da República.  Para Lorenzoni, é uma grande oportunidade. O ok de Caiado tem alto valor para Ônus.
Caiado sempre diz que só pensa em ser candidato a governador. Mas quer mesmo ir mais longe. Esse monte de candidatos ao Governo diz a mesma coisa. Mas Caiado pensa mais longe. Se tiver a oportunidade, buscará o máximo. E por que não? Se João Dória Jr. buscou a tese do gestor, não do político, e ganhou no primeiro turno, por que não Caiado?  Caiado está prontinho para se candidatar à Presidência da República. E jamais hesitou em abrir fogo contra Lula, desde o escândalo da Lubeca, em 1989. Manteve-se como fiel adversário do PT, mesmo quando o PT deu um jeito de buscar novos amigos. Sempre criticou Lula e se manteve na oposição. E agora, quando o PT e Lula sofrem na Justiça, não é Ronaldo Caiado que vai ignorar seus adversários do PT e fingir que não os conhece..
Negócios à parte
Lembra de Luís Inácio Adams,  amigo de fé e irmão camarada de Lula e Dilma, advogado geral da União?Agora ele ajuda Rodrigo Maia, que quer se reeleger presidente da Câmara. E se propõe a escrever um artigo num jornal de grande circulação, dando apoio a Maia. E por que? Para desvincular sua imagem do passado petista. Tem gente que é esperta!
Já Jovair Arantes, do PTB, que está brigando com Rodrigo Maia, acusa o adversário, sem citar seu nome, de “burlar a Constituição e as normas de funcionamento da Câmara” para tentar se reeleger esquecendo as normas legais. Todo mundo é santo, né?
PT quer tudo
O PT ainda não decidiu em quem vota na Câmara. Pode ser Rodrigo Maia, pode ser André Figueiredo, do PDT cearense. Jovair Arantes chegou a oferecer uma vice-presidência aos petistas. O PT tem 57 deputados; E, se trabalhar direito, pode até se sair bem. Por exemplo, o PT quer a primeira secretaria da Câmara. É aí que o PT pode nomear muita gente e se livrar dos interessados apenas em cargos. O Partido enriquece com isso. E o orçamento da Câmara é de R$ 5,2 bilhões por ano. Dá para nomear todos os assessores que estavam sem emprego.
Como que fica?
Rodrigo Maia é o favorito para a Câmara, Eunício Oliveira para o Senado.  Só que os dois foram  mencionados nas delações da Odebrecht como beneficiários de repasses financeiros ilegais.
Vergonha? Decência?
Lagosta ao molho de queijo, camarão, casquinha de siri, picanha, rosquinha húngara e oito tipos de pães estão entre os itens de uma licitação aberta pela Assembleia Legislativa de Alagoas para os serviços de bufê deste ano. Pelo jeito, Suas Excelências vão passar bem!
Abaixo os outros
José Eduardo Martins Cardozo, Tarso Genro e Eugênio Aragão, todos ex-ministros da Justiça, pediram ao ministro Alexandre de Moraes “a grandeza de renunciar ao cargo”. Os três sabem o que dizem: mesmo ocupando o cargo, não chegaram à grandeza de trabalhar por ele. 
José Eduardo Cardozo, Tarso Genro e Eugênio Aragão assinaram um documento pedindo a Alexandre de Moraes “a grandeza de renunciar ao cargo”. Os três sabem o que dizem: mesmo no cargo, mantiveram-se tranquilos, sempre evitando renunciar a ele,
Os três ministros da Justiça do PT serão recordados para sempre pela grandeza de sua defesa do Governo comandado por Lula e Dilma Rousseff.
A grande declaração
Da ex-presidente Dilma Rousseff, sobre seus planos para o futuro:
“Não penso em voltar à política porque o grande presidente para o Brasil é Lula”.
Ele é bom mas não é
Engraçada, essa política interna petista: quando Lula pediu a Dilma que lhe abrisse caminho nas eleições, Dilma recusou, e fez questão de ser candidata à reeleição. Não deu a Lula a menor oportunidade de se candidatar no lugar dela. E fez questão de bloquear o ministro da Fazenda preferido de Lula: Henrique Meirelles. Resultado: no Governo Temer, Meirelles acabou sendo o ministro da Fazenda.
www.chumbogordo.com.br     

carlos@brickmann.com.br        

twitter: @CarlosBrickmann
  

Diário Oficial Eletrônico agiliza atos e economiza dinheiro público

Assim, o prefeito Pedrinho Eliseu (PSDB) divulgou uma série de atos oficiais decisivos para os seus primeiros dias de governo. Enquanto isso, Rio Claro disponibilizou apenas uma edição do Diário Oficial, o que atrasa a eficácia de medidas importantes tomadas até agora pela administração do prefeito Juninho da Padaria (DEM).

O motivo para essa diferença brutal na publicidade das leis, decretos, portarias e demais normas que norteiam a atuação do poder público entre as duas cidades é bem simples: Araras adotou há tempos o Diário Oficial Eletrônico, ao passo que Rio Claro, na contramão de uma tendência predominante em todo o País, ainda utiliza a versão impressa, o que, além de obsoleto, deve tirar dos cofres da Prefeitura somente este ano cerca de 400 mil reais. Multiplicado por quatro anos de mandato, o total de gastos pode chegar a 1,6 milhão de reais – quantia nada modesta, principalmente em tempos de crise econômica e vacas magras.

O pioneirismo no uso da internet como meio de divulgação oficial é atribuído ao Poder Judiciário, mais precisamente a partir da Lei Federal 11.280,2006, que estabeleceu a seguinte redação ao artigo 154 do Código de Processo Civil: “Os atos e termos processuais não dependem de forma determinada senão quando a lei expressamente a exigir, reputando-se válidos os que, realizados de outro modo, preencham a finalidade essencial”.
 
Por sua vez, o parágrafo único do mesmo artigo ressalta que “os tribunais, no âmbito da respectiva jurisdição, poderão disciplinar a prática e a comunicação oficial dos atos processuais por meios eletrônicos, atendidos os requisitos de autenticidade, integridade, validade jurídica e interoperabilidade da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP – Brasil”.

Nesse mesmo sentido alinha-se a Lei Federal 11.419/06, que, em seu artigo 1º assim dispõe: “O uso de meio eletrônico na tramitação de processos judiciais, comunicação de atos e transmissão de peças processuais será admitido nos termos desta Lei”.
 
O dispositivo legal prevê no artigo 4º que “os tribunais poderão criar Diário da Justiça eletrônico, disponibilizado em sítio da rede mundial de computadores, para publicação de atos judiciais e administrativos próprios e dos órgãos a eles subordinados, bem como comunicações em geral”.
 
Merece destaque o parágrafo 2º desse mesmo artigo, que não deixa dúvidas sobre a eliminação da versão impressa: “A publicação eletrônica na forma deste artigo substitui qualquer outro meio e publicação oficial, para quaisquer efeitos legais, à exceção dos casos que, por lei, exigem intimação ou vista pessoal”.
 
Essa abertura permitiu, por exemplo, que o Diário da Justiça Eletrônico do Estado de São Paulo publique atualmente milhares de páginas em cada edição, o que acelerou de maneira inquestionável a comunicação dos atos processuais. No caso das prefeituras, não pode e nem deve ser diferente.

Renovação de convênio da creche Terra Nova é protocolada

Em reunião na Coordenadoria de Infraestrutura e Serviços Escolares (Cise) da Secretaria Estadual da Educação na quinta-feira (12), o secretário municipal de Educação, Adriano Moreira, protocolou pedido para renovar o convênio para a construção da creche no bairro Terra Nova. O convênio, assinado em 2013, foi extinto em dezembro do ano passado porque não foi prorrogado pela administração municipal anterior.LCJ_8138 (1)
Moreira conta que formalizou a solicitação e vai encaminhar os documentos necessários para completar o processo nos próximos dias. O pedido será analisado pela Cise/Secretaria de Estadual da Educação. Moreira afirmou que a nova gestão municipal fará todos os esforços para conseguir a renovação do convênio. “Infelizmente, o assunto foi tratado dessa maneira com risco de prejuízos para a comunidade. Agora estamos tentando resolver a situação para que Rio Claro não perca a creche que irá atender 150 crianças”, comenta o secretário.
A obra para a construção da nova creche foi iniciada em março de 2015 e deveria ter sido concluída em abril de 2016. No entanto, o prédio ainda está em fase de alicerce. Na terça-feira (10) foi realizada vistoria técnica no prédio para verificar o que foi construído e o que falta construir. O laudo deve ficar pronto em alguns dias, mas estimativas iniciais apontam apenas 15% de execução física do prédio. O secretário informa que irá se reunir em breve com o proprietário da construtora responsável pela obra para discutir o assunto. O contrato com a empresa vence em março deste ano. A creche do Terra Nova tem custo inicial previsto de R$ 1,6 milhão.

A CONFUSÃO É GERAL

Carlos Chagas

Não passa desta semana a prisão preventiva de Geddel Vieira Lima, a menos que o ex-ministro da Coordenação Política fuja para o exterior. A Polícia Federal acompanha seus passos na Bahia, no Rio e em Brasília, já tendo levantado as provas necessárias para encarcerá-lo por haver burlado os interesses da Caixa Econômica Federal no tempo em que era um de seus vice-presidentes. A extorsão se deu em parceria com o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, hoje e ainda por muito tempo preso em Curitiba, por esse e outros crimes.
À medida em que o tempo passa, mais o círculo se fecha em torno de amigos, ministros e ex-ministros do presidente Michel Temer. Não demora e o próprio chefe do governo começará a ter seu nome citado em diversas delações premiadas já colhidas junto a ex-diretores da Odebrecht.
Não parece fora de propósito que o Tribunal Superior Eleitoral, em fevereiro, manifeste-se pela anulação da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer nas eleições de 2014. Nesse caso, abrem-se duas hipóteses: o Congresso elegeria um novo presidente da República para completar o atual mandato até 2018 ou o TSE consideraria vitorioso o segundo colocado naquele pleito, o senador Aécio Neves. No primeiro caso, o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia, seria o candidato, ainda mais se vier a ser reeleito. Outras possibilidades são consideradas, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o ex-presidente do Supremo e ex-ministro Nelson Jobim.
Qualquer das opções revelará que as instituições encontram-se em frangalhos, abrindo-se até a possibilidade da antecipação das eleições gerais para este ano. Tudo dependeria de o Congresso atropelar a Constituição.
Quanto a Geddel Vieira Lima, continua ligado a Michel Temer, no mínimo por laços de amizade.
Em suma, a confusão é geral.

Conta Gotas – 15/01/17

Por: Eduardo Sócrates Bergamaschi

A dívida mais uma vez…
Mais uma vez ouço o velho discurso, a dívida da Prefeitura Municipal de Rio Claro é de R$ 390 milhões. Mas, o que nunca dizem é qual é o tempo que terá para pagar. Se tiver que pagar todo este montante no próximo ano, então pode fechar a porta que é inviável. Mas se esta dívida está diluída em 20, 30 anos, com um orçamento, hoje, de mais de R$ 700 milhões esta dívida é perfeitamente controlável e pagável. Não há necessidade nenhuma de se suspender pagamentos, fato que se concretizado poderá piorar ainda mais a situação. E o pior é que esta conversa se repete a cada troca de governo, parece que há uma combinação entre os partidos para se agir da mesma maneira. Hoje, o foco deveria ser outro, a conversa deveria ser outra, afinal a crise está aí para justificar toda e qualquer incompetência em resolver os problemas do município…

Era uma vez…
Iniciar uma administração municipal deve ser a coisa mais emocionante do mundo. Tudo será resolvido, os mais necessitados serão atendidos em primeiro plano e blá,blá,blá. Vendo os discursos dos novos secretários de governo de João Teixeira Junior, percebe-se que o encantamento ainda não passou, a ficha ainda não caiu. Mas, isto não é defeito não. É empolgação, acontece em todo novo governo. Para os secretários, em breve não haverá mais buracos nas ruas, não haverá mais enchentes, bueiros soltos, mato alto, isto tudo acontecia por pura incompetência dos que estavam nos cargos até o ano passado. Até que um dia, cai a ficha, a realidade se apresenta à frente de seus olhos e pronto, o príncipe vira sapo, acaba a história e a princesa continua dormindo…

Dúvidas…
A população leiga em assuntos de administração pública deve ficar maluca quando lê notícias sobre este assunto. Recentemente leu-se que a Fundação Municipal de Saúde tinha mais de R$ 3 milhões nos cofres públicos para a compra de remédio e que não se entendia porque faltava remédio nas farmácias da rede pública. Agora a notícia é que a administração anterior deixou uma dívida de mais de R$ 3 milhões para a atual administração pagar. Tirando o aproveitamento político destas notícias, elas são facilmente explicáveis, pois há verbas que não podem ser utilizadas fora do seu fim específico. Neste exemplo, podemos dizer que aquele dinheiro que estava na conta para comprar medicamentos não poderia ser utilizado para outro fim. Tudo é explicável na administração pública. Por este motivo é que ótimos administradores privados não conseguem desenvolver seu potencial quando passam para a administração pública. Na iniciativa privada 2 + 2 sempre será 4…

Agora vai…
O distrito de Assistência vive um drama há mais de 12 anos, que é o fornecimento irregular de água naquela comunidade. Na última semana o novo superintendente do DAAE e um vereador estiveram naquela comunidade para discutir o assunto com a população local. O vereador se reuniu com a população e detectaram o problema. Agora, o superintende do DAAE, segundo matéria do Diário na última sexta-feira (13), pediu um prazo de 90 dias para agilizar “procedimentos necessários”. Só que para a troca da tubulação há a necessidade de autorização da ARTESP. Pois é, o enredo deste filme está nos parecendo muito familiar…