Prefeitura de RC entrega Praça Palmínio Altimari na quinta-feira

A obra é resultado de ampla iniciativa de revitalização do Centro Histórico do município e representa total reformulação do trecho da Rua 1 entre as avenidas 7 e 3, ao lado do terminal de ônibus urbano, por onde circulam diariamente milhares de pessoas.
“Ao mesmo tempo em que estamos renovando uma importante área do centro também estamos recuperando a memória de um momento fundamental da história da cidade, quando a ferrovia estabeleceu sólidas bases na sociedade rio-clarense”, comenta o prefeito Du Altimari.

Fonte luminosa, pista de skate, teatro de arena, piso em mosaico português, iluminação ornamental fazem parte da nova praça. Todos esses equipamentos públicos compõem a segunda etapa das obras de revitalização daquela área, que começou com a duplicação de trecho da Avenida 7 entre as ruas 1 e 1-B após o aterramento do antigo pontilhão que existia naquele trecho.

praca-dos-ferroviarios

Ferroviário
Atuante figura na sociedade rio-clarense, Palmínio Altimari cede seu nome à nova praça por seu trabalho em defesa dos ferroviários e de sua participação questões então emergentes no município desde que chegou a Rio Claro, em 1949. Também teve importante participação no esporte local, associando seu nome ao Cidade Nova futebol Clube e Velo Clube Rio-clarense.

Árvore Solidária do Shopping Rio Claro

O Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro e o Shopping Rio Claro se uniram para uma grande ação em prol da infância e adolescência da cidade na arrecadação de brinquedos, roupas e sapatos para as crianças atendidas pelo Fundo Social por meio da ação Árvore Solidária, que mais uma vez contou com a participação da população.
Os presentes arrecadados foram entregues nesta terça-feira, 27 de dezembro, pelo Gerente Geral do Shopping Rio Claro, Everton Rondini, para a presidente do Fundo Social, Sra. Rosana Altimari.
“Estamos muito felizes com o sucesso desta campanha, pois a sociedade rio-clarense abraçou a nossa causa de fraternidade e valorização da infância e nos permitiu alcançar o nosso objetivo”, destaca Sibelly Paganotti, Analista de Marketing do Shopping Rio Claro, responsável pela campanha.
 
Shopping Rio Claro
Com 65 mil m² de área construída, o Shopping Rio Claro é o empreendimento comercial que disponibiliza o maior mix de marcas na macrorregião de Rio Claro, reunindo em um só local uma grande diversidade de lojas e serviços que atraem 600 mil frequentadores por mês.
O Shopping Rio Claro possui 140 operações, sendo seis lojas-âncora (Marisa, C&A, Lojas Americanas, Renner, Poupatempo e Arcoplex – com cinco salas de cinema, sendo uma 3D), três megalojas (Centauro, Ri Happy e DiGaspi), Praça de Alimentação com 13 operações de fast food e um restaurante, além de uma unidade FGV e uma casa lotérica. 
Localizado em uma área privilegiada, o mall é um importante local de compras, lazer e entretenimento para adultos e crianças da cidade e região, oferecendo excelentes opções de compras, segurança e estacionamento para 1.000 vagas.

Trechos da região central ganham reforço na iluminação

Ao todo 30 lâmpadas devem ser substituídas nos próximos dias por modelos de maior potência. “Trechos da Rua 1, Avenida 4 e Rua 4 receberão lâmpadas brancas de 400 watts, o que melhorará bastante a luminosidade nestes pontos”, observa Renê Moraca, diretor da Secretaria de Obras.

Na Rua 1, a troca de 18 lâmpadas acontecerá no trecho que vai da Avenida 3 até a Avenida 8. Na Avenida 4, entre as ruas 5 e 3, seis lâmpadas serão substituídas. Haverá troca de outras seis lâmpadas na Rua 4, da Avenida 6 até a Avenida 2.

trechos-da-regiao-central-ganham-reforco

Ao promover a troca das lâmpadas, a prefeitura está ampliando o programa de reforço da iluminação pública, que tem como prioridade os locais de maior concentração de pessoas. Recentemente a prefeitura também substituiu lâmpadas que reforçaram a iluminação em outros pontos da cidade, como na Avenida Conde Francisco Matarazzo Junior, na Avenida 7, na Avenida Presidente Kennedy, Via da Saudade, Rua Jacutinga e o entorno de unidades de saúde e escolas que têm atividade noturna.

UESCO cancela o carnaval de Rio Claro para 2017

Após o anúncio da União das Escolas de Samba da Cidade Azul (Uesca) de que em 2017 não haverá desfile carnavalesco em Rio Claro (SP), as escolas de samba estão tentando soluções para amenizar os prejuízos de contratos já fechados e materiais produzidos.
Todas já estavam com os enredos montados e grande parte do material já feito. Na escola Casamba, o enredo seria ‘A busca por um mundo ideal’. Os responsáveis já tinham fechado negócio com um carnavalesco do Rio de Janeiro e muitas fantasias já estavam desenhadas e confeccionadas.
“Nós pagamos o material e a confecção que foi feita pelo carnavalesco. Agora estamos tentando negociar para venda, para recuperar e poder pagar o ateliê do carnavalesco”, contou a presidente da escola, Nidia Regina Araújo.
Estamos muito próximo do carnaval e o tempo está curto. As escolas agora tomaram prejuízo porque estão se organizando para ter o carnaval. Como não vai ter o que vamos fazer?”, disse Edson Santana, presidente da Uesca.
No barracão da Uva, foram muitos eventos para levantar verba e conseguir construir a estrutura para o carnaval 2017. O enredo seria “Voilà, o banquete gourmet saiu do forno”. Só para aprontar o barracão foram cerca de R$ 20 mil.
“O maior prejuízo que eu vejo para a Uva hoje vai ser esse prejuízo de integrante, de um trabalho de um ano inteiro, porque não tem mais função. Não tem carnaval, não tem desfile e não tem disputa. Por mais que isso deveria ser o menos importante, é o que nos move. É a disputa na avenida, e isso é muito legal”, relatou a presidente Kara Guastalli.

Soluções
Na escola Grasifs, atual campeã do carnaval do município, parte do que foi preparado para o ano que vem estava guardado em um depósito e totalizava R$ 60 mil, mas, com o cancelamento da festa, o presidente busca apresentar o desfile em outras cidades.
“A escola de samba vai ter que se virar. Estávamos preparando uma grande festa para o centenário do samba, mas infelizmente não teremos carnaval em Rio Claro. Estamos convocando toda a comunidade para que haja ensaio normalmente e que a escola se prepare para desfilar nas cidades vizinhas”, explicou Antonio Marcos de Faria.
A escola Samuca, que traria como enredo ‘Um carnavá malemá caipira’, já havia lançado seu samba há duas semanas antes do anúncio. Além das fantasias prontas, mais de 400 camisetas sobre o tema já foram vendidas. No galpão para alegorias, a escola investiu cerca de R$ 60 mil, mas agora vai usar o espaço para fazer o seu próprio carnaval.
“Nós trabalhamos já há alguns meses para fazer o carnaval, então não vamos parar não. Não teremos a estrutura da avenida, não teremos a estrutura da passarela do samba, mas a nossa região terá festa”, contou Leandro Freitas.

ro-claro-nao-tera-carnaval-de-rua-em-2017

Carnaval
O prefeito eleito Juninho da Padaria (DEM) informou que não vai repassar a verba de turismo que estava prevista para a festa, afirmando que a cidade tem outras prioridades, mas disse que ainda está buscando parcerias com iniciativa privada para manter o carnaval.
Já o presidente da Uesc afirmou que em 2017 não haverá festa porque o tempo de organização já está muito curto, mas que o objetivo é conseguir organizar o carnaval de 2018.
“A Uesca vai organizar e fazer o carnaval de 2018, com apoio da iniciativa privada, porque como o prefeito eleito diz que a prefeitura não vai botar dinheiro público, nós temos que ir atrás de iniciativa privada. Para o carnaval de 2018 teremos tempo, mas para o carnaval de 2017 não temos”, concluiu.

Câmara de RC devolve R$7,5 milhões em dois anos à prefeitura

Priorizar a economia dos recursos públicos principalmente em época de crise. Com este objetivo, o presidente da Câmara Municipal João Zaine confirmou a devolução recorde à Prefeitura no biênio 2015/16: R$ 7,5 milhões.
Na última terça-feira, 27, Zaine esteve no gabinete do Prefeito Du Altimari onde entregou o relatório que comprova a devolução de R$ 3,8 milhões referente ao exercício 2016. Este valor somado aos R$ 3,7 milhões devolvidos no ano passado totaliza os R$ 7,5 milhões economizados pela Câmara Municipal em 24 meses.
“Assim como em 2015, tivemos um 2016 difícil onde a redução de receitas dos municípios trata-se de realidade”, observa o presidente. “Diante deste quadro, colocamos em prática programas de gestão que possibilitaram economia recorde dos recursos públicos e desta forma o Legislativo contribuiu para que a administração municipal pudesse honrar parte dos seus compromissos o que inclui o 13º do funcionalismo”, acrescenta Zaine.
Este valor expressivo, sinaliza o presidente, foi alcançado com ações administrativas que possibilitaram o corte de gastos sem prejuízos ao atendimento público. “Gostaria de agradecer o apoio de todos os vereadores e funcionários do Legislativo que de alguma forma contribuíram para que pudéssemos chegar a este resultado”, finaliza Zaine.

Rio Claro recebe verba para serviço de raio-x

O município de Rio Claro foi contemplado com verba do governo federal, por intermédio do Ministério da Saúde.
Os recursos já disponibilizados para a Fundação de Saúde somam-se R$ 255 mil reais, resultado de emenda parlamentar do deputado federal Paulo Freire.
De acordo com o secretário de Saúde, Geraldo de Oliveira Barbosa, a verba será investida na aquisição de equipamentos para modernizar o setor de raio-x do Pronto Socorro Municipal Integrado (PSMI), ao lado da Santa Casa de Misericórdia.
 

Pesquisadores da Unesp Rio Claro realizam plantio de árvores as margens do rio Corumbataí

Ao percorrermos as áreas rurais e urbanas do município, por exemplo, observamos uma substituição desenfreada da vegetação próxima aos rios, em detrimento de expansão da pecuária e agricultura, extração de areia, aumento das áreas de pastagens, áreas devastadas por questão de fogos clandestinos, desmatamentos para atender empreendimentos, entre outros.

Neste sentido, uma equipe de pesquisadores da Geografia, UNESP- Câmpus de Rio Claro , juntamente com ajuda voluntária, promoveram uma ação de plantio as margens do Rio Corumbataí, entre o município de Corumbataí e Rio Claro, onde nota-se uma grande área coberta por pastagem e atividades agrícolas, e ausência de mata ciliar. Para

Nesta ação foram escolhidas espécie propícia às condições do ambiente, foram considerados métodos de preparo do solo, técnicas de plantio, adubação , topografia e regime hídrico. Com isso possibilitou a recomposição florestal as margens deste curso d’água, atendendo as normas e legislação ambiental em vigência.

Os amigos e ambientalistas Éder Varussa, Fernando Santin, Patrícia Oliveira
Os amigos e ambientalistas Éder Varussa, Fernando Santin, Patrícia Oliveira

As matas e florestas beiradeiras, são consideradas de extrema relevância para o crescimento de espécies nativas, contribuem para a biodiversidade, fornecendo alimentos e abrigo a fauna; protege as águas e o solo, atuando como um filtro de retenção, impedindo que poluentes alcancem o meio aquático, e evita o processo de assoreamento; tem poder de fixação e absorção do dióxido de carbono, melhorando a qualidade do ar, entre outros.

Diante de tantos benefícios, o ideal é mobilizarmos ações de incentivo junto a população local, promovendo campanhas de reflorestamento, adotando medidas que garantam a recuperação destas áreas a curto prazo, pois os mananciais podem ser comprometidos, trazendo consequências futuras.

Sibeli Fernandes, Éder Varussa e Patrícia Oliveira, geógrafos em momento de Plantio
Sibeli Fernandes, Éder Varussa e Patrícia Oliveira, geógrafos em momento de Plantio

O Rio Corumbataí, por exemplo, tem importância significativa no abastecimento de água, em qualidade e quantidade, e é muito utilizado para o consumo, agricultura, áreas urbanas e industriais, tanto em nosso município, quanto em regiões vizinhas, sendo então necessária a preservação e recuperação da cobertura vegetal no entorno deste importante manancial.

Equipe de ambientalistas e amigos em ação de Plantio as Margens do Rio Corumbataí
Equipe de ambientalistas e amigos em ação de Plantio as Margens do Rio Corumbataí

Portanto com o apoio e o envolvimento de todos os cidadãos , juntamente com órgãos e setores de toda a sociedade civil, é possível trabalhar para alcançar resultados satisfatórios neste sentido, e promover práticas de plantio em todos os cursos d’água que compreende nossa cidade, cuidando para que futuras devastações não venha ocorrer, assumindo papel de agente ambiental efetivo frente a preservação destas essenciais matas de galeria.

A necessidade desconhece princípios

Nada como a situação aflitiva para um choque de realidade. O Brasil legal parece desconhecer o Brasil real. Ouvi algumas vezes esta semana que o Brasil legal é um Paraíso e o Brasil real está mais para as últimas esferas daquele passeio de Dante na “Divina Comédia”. Uma coisa é o mundo do “deve ser”. Outro, bem diferente, é o mundo do “que é”. Vivencia-se uma fantasia multicolorida, quando o cenário está mais para uma tragédia.
Estou falando na gravíssima crise econômico-financeira que lançou o Brasil num fosso profundo. A situação é bem pior do que aquela experimentada em 1929. A recuperação da Bolsa de NY foi muito mais rápida. Os economistas comparam as duas afirmando que os infortúnios econômicos podem ser desenhados em “V”. Chega-se ao fundo e começa o retorno à superfície, símbolo da normalidade. Estes nossos dias só configuram um “U”. Ainda estamos a transitar pelo fundo, cada vez mais fundo e não se vê sinal de retomada do crescimento. Fatos que não deveriam ocorrer em nada auxiliam o reforço da confiança e da esperança. Por isso é urgente uma superdose de bom senso, de prudência e de compreensão. Os cortes na carne já foram sentidos. Agora chegou a hora dos ossos.
Tudo o que se puder evitar em termos de dispêndio é bem-vindo. Não alimentar utopias. A alternativa seria o caos e, nesse panorama, todos perderiam. Principalmente os inocentes. Isto vale para todos os setores, mas é primordial para a administração pública em todos os níveis. O Estado cresceu demais e não conseguiu oferecer à população as promessas de um bem-estar que só existe no plano ideal e é irrealizável quando a indústria não produz, reduz seus quadros e chega a encerrar atividades. Mas é mais urgente para o Direito, instrumento de solução de problemas, não de institucionalização deles. A realidade não respeita os princípios, embora não desacredite deles. Estamos aprendendo isso, a duras penas. Que a lição nos propicie mudança de rumos e de cultura.
Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

Concurso “Professor do Ano 2016”

O professor, ingressou na Unesp, no curso de Física, em 1966, desde o início do curso já começou a lecionar com aulas particulares, trabalhou em varias unidades de ensino de Rio Claro e região: EE “ Prof. João Batista Leme”, ETEC “Prof. Armando Bayeux da Silva”, EE “Chanceler Raul Fernandes, Senai “Ferroviário”, EE “Prof. Michel Antonio Alem”, Centro de Ensino Novo Triunfo .

Em 1999 Professor Luis aposentou-se na EE “Cel. Joaquim Salles”, prestou novo concurso para professor, foi aprovado e voltou a lecionar, atualmente, além das aulas particulares na sua casa, faz parte do Colégio Claretiano de Rio Claro.

Palavras do Prof. Luis: “minha motivação é ajudar meus alunos vencerem suas dificuldades, seus medos, seus nervosismos em provas, minha alegria é inspirar meus alunos a aprender. Sinto-me realizado pelos 50 anos como professor, não perdi a motivação para continuar ensinando. Uma das maiores alegrias é poder participar da formação de gerações e gerações, com filhos e até mesmo netos de ex-alunos me procurando para fazer o que eu mais gosto, que é ensinar”.

Para o Prof. Moacir J. Rossini, diretor do CPP, o “Professor Luis é um profissional responsável, é um exemplo de vida para o magistério e para os alunos, é muito raro encontrar um professor que permaneça tanto tempo na sala de aula com motivação” – frisa Rossini

No dia 15/12/2016, a diretoria do CPP, na sua sede, prestou merecida homenagem ao Professor Luis Gonzaga Sbeghen Ferreira pela conquista do concurso “Professor do Ano – 2016” participaram do evento sua esposa, seus filhos, seus netos e convidados.

Coluna Edmar Ferreira

Alô torcida do Rio Claro FC. Está confirmado. A Rádio Pimba transmitirá os três jogos do Azulão na Copa São Paulo de Futebol Juniores. Os jogos serão na cidade de Cravinhos. Ouça com o prega fogo Léo Mendes através do: www.radiopimba.com
Os três jogos do Rio Claro na Copinha são esses: 3/1 (terça-feira) às 14h – Rio Claro x Comercial; 5/1 (quinta-feira) às 16h – Rio Claro x Sport Recife e 7/1 (sábado) às 14h – Rio Claro x Batatais. Léo Mendes trará nas redes sociais e no meu site www.edmarferreira.com.br o dia a dia do Rio Claro nesta competição. Show de bola!
Não será Milton Cruz o auxiliar técnico de Eduardo Baptista no Palmeiras. Segundo Alexandre Praetzel, o nome escolhido é o de Cláudio Prates, ex-América/MG. Claudinho Gaúcho como é conhecido, vem para o lugar de Alberto Valentim, que foi para o Red Bull.
O Santos foi o time que mais venceu em 2016. Segundo os números do Lance, o Peixe, campeão paulista e vice-campeão brasileiro, venceu 38 dos 66 jogos que disputou nesta temporada. O Palmeiras, campeão brasileiro, foi o segundo que mais venceu, com 35 triunfos em 65 jogos. O Corinthians saiu vitorioso em 33 partidas. Já o São Paulo, decepcionou este ano, colecionando 26 resultados positivos.
Agora é oficial. Para a alegria da torcida, Michel Bastos, de 33 anos, não é mais jogador do São Paulo. O vínculo foi encerrado ontem, com uma rescisão amigável. Nem o jogador e nem a diretoria terão que pagar qualquer tipo de multa. Agora, o ex-jogador da Seleção Brasileira está livre para acertar com outro clube. O Palmeiras tem interesse no polivalente, mas poderá enfrentar uma dura concorrência com o mundo árabe.
Jô, Luigi e agora Colin Kazim. É torcedor do Corinthians, não espere por um bom 2017. Está previsto mais um ano de sofrimento, pois esse será o ataque do Timão. Conseguiram acabar com o alvinegro após a saída de Tite. Roberto de Andrade pode ser considerado, facilmente, o pior presidente da história do clube. Que vergonha.
Marlone pode mesmo parar no Atlético/MG. Os dirigentes estão conversando. Outro que pode sair do Corinthians é o atacante Lucca. Técnico Cristóvão Borges, que assumiu o Vasco da Gama recentemente, pediu a contratação do jogador.
E ainda estava lendo uma matéria que afirma que o técnico Fábio Carille dará chance para os meninos da base, até pela falta de dinheiro no Corinthians. Estariam sendo monitorados os meias Mantuan e Fabrício Oya e o atacante Pedrinho. Vi essas promessas na Copa do Brasil Sub-17, afinal de contas, o Timão mandou seus jogos em Limeira. O Oya tem futuro. É um cobrador de faltas espetacular.
A Justiça do Rio de Janeiro negou o pedido de revogação da prisão preventiva de 14 torcedores do Corinthians que estão no complexo de presídios de Bangu há dois meses, em decorrência do envolvimento em uma briga com policiais militares nas arquibancadas do Maracanã. O jogo foi contra o Flamengo pelo Brasileirão.
O rebaixamento para a Série C do Campeonato Brasileiro com o Joinville foi a gota d’água para Fabiano Eller. O zagueiro anunciou sua aposentadoria dos gramados aos 39 anos. Dos 16 clubes profissionais que defendeu, destaque para sua passagem no Inter/RS, onde foi campeão mundial em 2006. Pelo meu Vascão ele foi bicampeão brasileiro.
Outra notícia envolvendo a empresa Lamia me causou espanto. O jornal boliviano Sol de Pando trouxe uma reportagem na qual mostra que jogadores do Atlético Nacional da Colômbia pagaram o combustível da aeronave da Lamia em uma das viagens que o elenco fez com a companhia aérea para Assunção, no Paraguai.
Esse jogo citado acima foi contra o Cerro Porteño pela semifinal da Copa Sul-Americana. Segundo a reportagem, o dono do avião, Ricardo Albacete, recusou-se a pagar o combustível após uma escala em Cobija, cidade em que era prevista uma parada do avião da Chapecoense. Os jogadores então fizeram uma vaquinha de 3 mil dólares. Meu Deus!
Goleiro Jackson Follmann, que teve a perna direita amputada na tragédia com o avião da Chapecoense, recebeu a visita de atletas paralímpicos, entre eles Renato Leite, levantador da seleção brasileira de vôlei sentado e Mizael Conrado, vice-presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro e bicampeão mundial de futebol de cinco. Isso fará bem ao jogador.
Jardel (PSD), ex-centroavante do Grêmio, teve seu mandato de deputado estadual cassado pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. E pior de tudo: 51 votos a 0. Entre as irregularidades: envolvimento com drogas, cobrança de parte dos salários dos servidores para uso pessoal e a utilização da estrutura pública para questões particulares.
Não pense que é só no Brasil que existem aproveitadores. Enquanto se casava no Uruguai com Vanessa Mansilla, a casa de Carlitos Tevez em San Isidro, nas imediações de Buenos Aires, era invadida por ladrões. Logo após a cerimônia, o atacante voltou às pressas para a Argentina., interrompendo sua lua-de-mel. As informações são do Jornal Olé.
Tevez deve anunciar ainda esta semana seu desligamento do Boca Juniors. O destino do craque será mesmo o futebol chinês. O Shanghai Shenhua pagará ao ex-jogador do Corinthians algo em torno de US$ 84 milhões (R$ 283 milhões) por dois anos de contrato.
PSG estuda oferecer R$ 160 milhões por Philippe Coutinho, destaque do Liverpool e da Seleção Brasileira.
Curiosidade do dia: Rivelino comentando o jogo entre Bélgica e Marrocos pela Copa do Mundo de 1994: “O jogo está muito violento, principalmente por parte dos jogadores bélgicos”.

Abandono de antigos prédios da Unesp gera insegurança em Rio Claro

Prédios abandonados que pertenciam à Universidade Estadual Paulista (Unesp) e agora são frequentados por andarilhos e usuários de drogas se transformaram em motivo de preocupação para moradores do bairro Santana, em Rio Claro.
Em um dos edifícios, na Rua 11, o mato alto toma conta. Há muito lixo espalhado e janelas quebradas. O muro é baixo, não há vigias e qualquer um pode entrar na construção, que no passado chegou a funcionar como posto de saúde, mas agora serve de abrigo para pessoas em situação de rua.
“A gente nunca foi atacado ou coisa assim por eles, mas a gente não confia, é uma vizinhança que não é confiável”, comentou o professor Hélio Wiebeck, um dos vizinhos do prédio.
A poucas quadras do local outro antigo prédio da universidade tem várias janelas quebradas e o estado de conservação é precário.

bandono-de-predios-antigos-2
Janelas foram depredadas e mato alto toma conta de prédio (Foto: Ronaldo Oliveira/EPT

Comércio
A Polícia Militar contou que patrulha a área e já retirou os invasores dos imóveis algumas vezes, mas eles sempre voltam.
E não são apenas os moradores que se sentem inseguros. Os comerciantes também criticam a situação. O funileiro Luiz Fernando Prando disse que já perdeu a conta de quantas vezes teve peças furtadas por invasores dos prédios abandonados.

“Você larga um carro aqui e na hora em que você volta está com o vidro estourado, o rádio sumiu, a bateria sumiu, é tudo assim, você não tem sossego”, afirmou.
“Você fica sempre com um pé atrás, sempre fica um aqui na frente, outro lá no fundo, sempre de olho”, contou o empresário Ranunpho Bueno Junior.

Cuidados
A assessoria da Unesp disse que o prédio foi cedido em 2013 para o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) por um período de 60 anos.
O IFSP informou que, no plano orçamentário do ano que vem, será incluída a manutenção dos campi espalhados pelo estado. Segundo o instituto, ainda não há data prevista para a aprovação do plano e também não há um prazo para a manutenção do prédio de Rio Claro.
De acordo com a prefeitura, o antigo prédio da Unesp foi usado, temporariamente, para que o município instalasse um posto de saúde e, nesse período, houve manutenção e limpeza da área. Depois, com a mudança do posto para outro bairro, a administração devolveu o prédio para o instituto.
A Secretaria de Segurança Pública reforçou a importância de fazer boletim de ocorrência para que o policiamento seja direcionado para os bairros mais problemáticos. (fonte EPTV/São Carlos)

Corpo de peruano de 18 anos é encontrado em cachoeira de Itirapina

O corpo de um peruano de 18 anos que se afogou na manhã dessa terça-feira (27) na Cachoeira do Saltão, em Itirapina (SP), foi encontrado por amigos dele. Os bombeiros tentaram reanimá-lo, mas ele não resistiu.
Segundo os bombeiros, a equipe foi acionada por volta das 10h quando soube que um jovem nadava na cachoeira e um dos integrantes do grupo não retornou a superfície. O local tem cerca de 2 metros de profundidade e a vítima não sabia nadar.
Amigos já haviam retirado o rapaz da água quando os bombeiros chegaram. A equipe de resgate fez os procedimentos de reanimação, mas ele não resistiu. Ele chegou a ser levado para o Hospital São José
O corpo do jovem, que morava em Piracicaba, foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Brotas. (Fonte G1 São Carlos e Araraquara)

Vagas do PAT – terça-feira, 27 de dezembro 2016

Sujeito a alteração no decorrer do dia. 
Para mais informações destas e demais vagas, comparecer ao PAT (av. 3, 536, centro) com carteira de trabalho, RG, CPF e número do PIS Ativo.
ESSAS SÃO ALGUMAS VAGAS QUE CONSTAM NO SISTEMA ‘MAIS EMPREGO’:
 
Ajudante de eletricista
Ajudante auxiliar de bar**Vaga para trabalhar em Ribeirão Preto e Guarulhos.
Auxiliar de cozinha**Vaga para trabalhar em Ribeirão Preto e Guarulhos.
Auxiliar de enfermagem**Vaga para Home Care.
Auxiliar de garçom**Vaga para trabalhar em Ribeirão Preto e Guarulhos.
Auxiliar de limpeza**Vaga para trabalhar em Ribeirão Preto e Guarulhos.
Barman**Vaga para trabalhar em Ribeirão Preto e Guarulhos.
Cozinheiro de restaurante**Vaga para trabalhar em Ribeirão Preto e Guarulhos.
Cozinheiro geral
Empregada doméstica
Encanador**Vaga para captação de currículos.
Enfermeiro**Vaga para Home Care.
Fisioterapeuta Geral**Vaga para Home Care.
Fonoaudiólogo Geral**Vaga para Home Care.
Garçom**Vaga para trabalhar em Ribeirão Preto e Guarulhos.
Inspetor de pavimento**Vaga para captação de currículos.
Mecânico de manutenção de máquina industrial**Vaga para captação de currículos.
Nutricionista**Vaga para Home Care.
Operador de caixa**Vaga para trabalhar em Ribeirão Preto e Itupeva.
Operador de rolo compactador**Vaga para captação de currículos.
Pedreiro**Vaga para captação de currículos.
Psicólogo clínico
Recepcionista atendente**Vaga para captação de currículos.
Técnico de enfermagem**Vaga para Home Care.
Terapeuta ocupacional
Torneiro cnc
Torneiro mecânico

Vagas do PAT –27 de dezembro 2016 Sujeito a alteração no decorrer do dia.

Lembramos que essas vagas ficam disponíveis no SISTEMA MAIS EMPREGO até seu limite de encaminhamento.

Parcelamento do recolhimento de ICMS das vendas de Natal

Lojista que optar pelo pagamento parcelado poderá recolher 50% do ICMS até 20 de janeiro de 2017 e 50% até 20 de fevereiro de 2017, com dispensa de juros e multas.
A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) considera bem-vindo o decreto que autoriza a Secretaria da Fazenda a recolher em duas parcelas o ICMS das vendas de dezembro do setor de varejo, com dispensa de multa e juros, assinado pelo governador Geraldo Alckmin e que será publicada na edição de quarta-feira, 28/12, do Diário Oficial.
 
De acordo com a medida, os empresários do comércio varejista poderão pagar 50% do imposto referentes às vendas de Natal até 20 de janeiro e a segunda cota de 50% até 20 de fevereiro de 2017. Segundo o Governo do Estado de São Paulo, a decisão facilita o recolhimento do ICMS para os contribuintes e representa um reforço no fluxo de caixa para os varejistas no início do ano, período de queda sazonal no movimento do setor.
 
Para a assessoria econômica da FecomercioSP, o parcelamento das vendas é uma forma de pagamento indispensável como estratégia dos empresários, e muitas vezes a única forma de viabilizar a negociação entre consumidor e lojista. No momento do parcelamento, o fato gerador (a venda) cria obrigações imediatas (ou quase imediatas) ao lojista, o que causa um descasamento de caixa, dado que os impostos, tais como ICMS, já são devidos, mas a entrada dos recursos da venda será diferida ao longo dos próximos meses.
 
A Federação ressalta que, anteriormente, quando o lojista necessitava recorrer ao parcelamento para perfazer suas vendas, (em certos setores mais de 70% são feitas a prazo), ao fazê-lo, cria para si uma desproporção de caixa, com dívida de impostos antes mesmo de receber pela venda. A medida do Governo do Estado de São Paulo além de bastante positiva, é coerente com a lógica de mercado e racional, principalmente neste momento de crise.

Especialista explica a associação entre radiação solar e vitamina D e alerta para os riscos da exposição excessiva ao sol

A exposição solar é a principal fonte de suprimento diário de vitamina D – que tem entre suas principais funções auxiliar o organismo a manter os ossos saudáveis. O tempo de exposição solar necessário para o organismo começar a produção da vitamina depende dos níveis de radiação (UVB), do tipo de pele e da quantidade de áreas expostas ao sol.  Mas é preciso atenção: longas horas de exposição não ajudam o organismo a produzir mais vitamina – pelo contrário: apenas aumentam o risco para doenças, como o câncer de pele.

É o que alerta o médico Ronaldo Silva, oncologista do Grupo COI (Clínicas Oncológicas Integradas). “Aumentar a exposição ao sol não eleva os níveis de vitamina D e acaba aumentando os riscos de envelhecimento da pele, de câncer de pele e de danos aos olhos. A exposição não intencional durante as atividades do dia a dia já é suficiente para satisfazer a dose diária de vitamina D em jovens e adultos de pele clara. No Brasil, onde a intensidade de radiação UVB é alta praticamente em todas as regiões durante o ano inteiro, uma exposição incidental diária de cerca de 5 a 10 minutos, no período entre as 10h e as 15h, parece ser suficiente”, aponta o médico.

Incrementar o tempo de exposição à radiação solar não é uma boa opção nem mesmo para indivíduos com risco de deficiência ou com carência comprovada de vitamina D. “Para pessoas com déficit, o indicado é o uso de suplementos e a ingestão de alimentos ricos em vitamina D, seguindo orientação médica”, explica o especialista.

O médico também ressalta que, nas exposições intencionais e de longa duração, o uso de protetor solar deve ser acompanhado por outras medidas de proteção. “Nos períodos de maior intensidade de radiação solar, o recomendado é conciliar o uso do protetor com apetrechos, como camisas de manga longa, chapéus de aba larga, barracas e óculos escuros, além de abrigar-se na sombra”, orienta.

ANO NOVO – VIDA NOVA

Ana Lucia Missaglia Guarnieri
No livro ‘História da Riqueza do Homem’, raríssimo de encontrar-se, Leo Huberman escreve que o Tempo é de Deus, não dos homens.
– O tempo é como uma bolha em que o olhar divino assiste a tudo que por Ele existe e vive, desde o verde da paisagem até o mais recôndito ser “invisível”. Nele, os homens também acrescentam suas boas ou más ações, seus encontros e desencontros, idéias brilhantes ou tenebrosas, sentimentos solidários ou perturbadores, que marcam o calendário de cada ano, ficando o balanço por nossa conta. –Como foi 2016, que já se vai despedindo?
Outro dia, Rubem Alves escreveu: “A mãe caminha com passos resolutos, olhando para a frente e para o chão. Olhando para o chão, ela procura as pedras do caminho, não por amor ao Drummond, mas para não dar topadas, e procura também as poças de água, não porque se tenha comovido com o lindo desenho do Escher, uma poça de água suja na qual se refletem o céu azul e os ramos verdes dos pinheiros, mas ela procura as poças para não sujar o sapato. A pedra do Drummond e a poça de água suja do Escher os adultos não veem, só as crianças e os artistas”.
Como se lê no Eclesiastes, no tempo dos homens, não há novidade.
Na obra teatral de Jean Paul Sartre, de onde surgiu a célebre frase, “o inferno são os outros”, um dos personagens critica duramente a covardia do companheiro de quarto do hotel, ambiente eternamente infernal, em que, como no Big Brother (-“como será o de 2017”?) os personagens não podem mudar, se querem vencer. Assim, o ano novo se torna um ano velho, mesmo antes de nascer, pois quando se sacrifica o ser humano no que tem de melhor, que é sua capacidade de estabelecer relações verdadeiras, embasadas na gratuidade, a frase da sabedoria antiga é bem atual: “Nada há de novo sob o Sol”.
Na beleza do espocar dos fogos de artifício, no brinde das taças de champanhe, no benzer-se com água benta das Igrejas, arremessam-se aos céus nossos pedidos de dias melhores para todos, “do ser feliz e deixar que os outros sejam felizes” (lema de Claudette Atibaia, redatora-chefe do “Diário do Rio Claro”) no acreditar na alquimia em que os sonhos se tornam realidade, tentando apagar com a borracha tudo que se assemelha à falta de perdão, à cara feia da injustiça, ao envelhecimento do coração…
Como, infelizmente, disse Millôr Fernandes sobre Machado de Assis: “Se ele deixa a bola na rede, eu chuto pro gol”…Como se o chute pudesse resolver as terríveis previsões que nos esperam (a corrupção escandalosa e avassaladora não cessa). Você sabe declinar a situação do impuro e a indignação sem sorte, quando se subestima a vida como bem de todos.
Se ao culto do corpo sucede o movimento do espírito como descoberta que rege tudo, nestes extremos, não há vida, quando se rejeita o próprio Deus, que foi reconhecido AO REPARTIR O PÃO. Aos que seguem Cristo, Sua recomendação de Mestre dos mestres é: “A cada dia tomar sua cruz e segui-Lo”…já que, segundo os místicos, “o inferno é o purgatório sem esperança” .
-Mas,então, onde o Ano Novo, como Vida Nova?
O Tempo é de Deus, não dos homens. (Huberman) E São Paulo nos remete à eterna literatura do Evangelho: “Já não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim”. O Espírito que renova todas as coisas, há três dias , nos visitou em Seu Santo Natal. E Ele, segundo o Apóstolo, aprendeu pelo que sofreu e reconheceu: “Não há maior prova de amor do que dar a vida pelos amigos”.
A partir de então, a vida nova começa dentro de nós, a cada instante, mesmo no sofrimento. O Ano Novo é um antigo sempre novo ritual de passagem, que a isso nos convida. Como no lindo desenho do Escher, citado por Rubem Alves: uma poça de água suja na qual se refletem o céu azul e os ramos verdes dos pinheiros… que só AS CRIANÇAS E OS ARTISTAS veem.
Que o próximo primeiro de Janeiro de 2017 possa ser o Dia Mundial da Paz a partir do conhecimento de Nova Criatura que somos chamados a ser para que, cada vez mais, o Reino de Deus se torne realidade em nosso meio e o Ano Novo possa ser Vida Nova para todos.

NEM AÉCIO NEM GERALDO

Carlos Chagas

A historinha merece ser recontada. Agripino Grieco era e continua sendo o maior crítico literário da língua portuguesa. Durante vinte anos cortava o cabelo num mesmo barbeiro de seu bairro. O “fígaro” tinha pretensões e passou anos pedindo ao cliente para fazer a revisão dos originais de uma obra de sua autoria destinada a suplantar Machado de Assis. Grieco declinava sempre, mas no fim não teve mais desculpas quando o inédito autor pediu-lhe que ao menos sugerisse um título. Aceitou, mas para continuar não lendo o longo manuscrito, indagou:
“O seu romance tem trombones?” “Não” “E trombetas?” “Também não.” “Então aí está o título: Nem trombones nem trombetas…”
Pois é. O presidente Michel Temer continua e permanecerá indeciso até quase o final de seu mandato, sem candidato à própria sucessão. Desconversou quando, semana passada, manteve demoradas conversas, em separado, com Aécio Neves e com Geraldo Alckmin. Não se comprometeu com o senador ou com o governador. Vai uma sugestão. Quando perguntarem, afinal, qual o seu preferido, poderá sugerir a sua preferência: “Nem Aécio nem Geraldo”. Poderá acertar quem responder “José Serra”…
O atual ministro das Relações Exteriores trabalha para não ser ultrapassado pelos dois tucanos. Esboça uma equação capaz de ser costurada acima e além do PSDB, pois também fincada no PMDB, que por sinal não tem candidato. Os dois partidos, se unidos, formariam uma força considerável. Claro que dependendo de uma série de arranjos por enquanto apenas imaginados. Primeiro, que a retomada do crescimento econômico desse certo, coisa que necessitaria da colaboração de Henrique Meirelles, mas jamais a ponto de incluí-lo na lista dos presidenciáveis. Depois, 2017 precisaria ser um ano de conquistas na política externa, setor até agora afastado das preocupações do governo. Haveria, também, o fator Trump, por enquanto desconhecido.
Em suma, a concluir inicialmente está a realidade de que José Serra está no páreo e precisa cultivar o PMDB. Afinal, foi fundador do MDB…

PACOTE DE NATAL

Alexandre Garcia
O excelente articulista Percival Puggina propõe uma pergunta: Se o Poder Público lhe oferecesse seus serviços de segurança, saúde, educação, transporte, justiça, como um pacote pago de serviços, você o compraria? No Brasil real, você pode responder que não, porque a qualidade dos serviços é péssima, mas você é obrigado a “comprar”, mediante pagamento de impostos que consomem de 30% a 50% do que você ganha. Para sustentar um estado pesado, ineficiente, que dá para os seus próprios integrantes benefícios e salários bem acima dos que estão fora dele. Um estado injusto, que vende o que não tem, que cobra caro, que se endivida e que é você quem arca com as consequências, com a recessão, o desemprego, os juros altos, a falta de futuro. Um estado que é grande mais no que não precisamos e pequeno demais no que precisamos. E quando se erguem governadores, prefeitos e presidente propondo medidas para encontrar soluções, o corporativismo estatal cerra fileiras para impedir.
Assim foi com a Reforma da Previdência e a Reforma Trabalhista de Lula, anos atrás, ainda no primeiro mandato. A da Previdência era até mais ousada e mais completa que a atual proposta, e estava sendo tocada pelo Secretário-Geral da Fazenda, Bernardo Appy, em tempos de Palocci. A Trabalhista era negociada com êxito pelo presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo, Luiz Marinho, íntimo de Lula. Não foram adiante porque barradas pelos sindicatos do funcionalismo. Quando chegou o governo Dilma, aí tudo se degringolou. Agora, estranhamente, o PT está contra Temer apresentar uma proposta que era do Partido dos Trabalhadores, para salvar empregos e a previdência.
País estranho, esse. PT e PMDB eram companheiros de chapa. Os petistas votaram em Temer e os peemedebistas elegeram Dilma. E agora são os que gritam “fora Temer”, e ficam contra quando Temer apresenta projetos que eram do PT. Vão lembar que foi um peemedebista que abriu caminho para o impedimento de Dilma. Pois um amigo mineiro me afirmou, na noite de Natal, que o pixuleco recebido por Eduardo Cunha é pouco para pagar o que ele fez pelo país, ao abrir caminho para que a nação se livrasse do desastre Dilma. É de pensar. Seria uma atenuante para a pena que ele vai receber? Pobre país!
Entre o Natal e o Ano-Novo, talvez a palavra mais pronunciada no Brasil seja esperança. Eu diria que quanto mais decepções e frustrações que se tenha, maior é a esperança. Como temos um presente de recessão e desemprego, o futuro fica ainda mais cheio de esperança. E a esperança em 2017 está na Lava-Jato. Que essa grande operação, tal como a Mãos Limpas da Itália, seja um marco que ponha um basta na cultura da corrupção, que impregna os três poderes nos três níveis da Federação. Que se investigue e se puna, para que possamos ter esperança em 2018, quando vamos eleger deputados, senadores, presidente e governadores. Se 2017 pegar e punir, os partidos se sentirão na obrigação de apresentar candidatos menos ruins. E pode ser que o estado se sinta constrangido a nos vender um melhor pacote de serviços a mais baixo custo.
=============