Fórmula 1: Coroação de Rosberg e despedida de Massa marcam GP de Abu Dhabi

E. Cortez
Olá amigos! Bem que Hamilton tentou segurar Rosberg no final, mas não conseguiu que ele perdesse colocações. Com isso, mesmo tendo subido no lugar mais alto do pódio, o inglês acabou vendo seu companheiro de equipe – que chegou em segundo – sagrar-se o novo campeão mundial de Fórmula 1 em Abu Dhabi, neste domingo. Ao final da prova, os dois não se cumprimentaram.
Já Felipe Massa fez uma corrida muito consistente e encerrou sua carreira na F1 com uma nona colocação. O brasileiro brigou com o companheiro de equipe Valtteri Bottas no início, antes que o finlandês fosse forçado a abandonar com um problema na suspensão traseira, e ficou em nono, à frente de Fernando Alonso. Nasr fechou em 16°.
Massa terminou na 11° colocação no campeonato, apenas um ponto atrás de Alonso.“Estou tão orgulhoso pelo modo como terminei a minha carreira. Eu lutei até a última volta, da mesma forma que eu lutei na minha primeira volta da carreira na Fórmula 1”, disse ele.
Mesmo com o título, certamente Nico Rosberg não esperava uma prova tão tensa em sua vida. Precisando apenas do pódio para levar a taça, alemão sofreu fortes investidas de Sebastian Vettel no final da corrida e também tinha Verstappen próximo. Hamilton tentou jogar o jogo e segurou seu ritmo para que Rosberg se complicasse atrás, tática que não funcionou.
Nico caiu para terceiro após seu primeiro pit stop, logo depois conseguiu recuperar a posição. No pódio, piloto da Mercedes comentou o que sentiu da prova. “Essa definitivamente não foi a corrida mais agradável que já tive”, disse Rosberg. “Com Max (Verstappen) no começo, e depois aqueles caras chegando no final, não realmente boas as últimas voltas, então estou muito feliz por ter terminado”, completou. Rosberg dedicou o título para sua família, especialmente para a esposa.
O feito de Rosberg significa que ele se torna apenas o segundo piloto na história, depois de Damon Hill, a suceder seu pai (Keke) como um Campeão do Mundo.
Massa – Em dia de despedida, Felipe Massa disse terminar a carreira “com a cabeça erguida”. Ainda no sábado, a Williams fez um agradecimento especial a ele. O brasileiro, de 35 anos, está desde 2014 na equipe britânica e recebeu família, amigos – de pilotos a mecânicos e ex-chefes – no paddock do circuito de Yas Marina.
Claire Williams mostrou a gratidão da escuderia com o vice-campeão de 2008 dando-lhe de presente o carro que ele guiou no GP do Brasil, há duas semanas. O modelo estava personalizado em homenagem a Felipe Massa com “Obrigado” escrito na asa traseira e seu sobrenome onde deveria estar a patrocinadora Martini na carenagem.
A nova vida de Felipe Massa após o fim de sua carreira na Fórmula 1, já tem data para começar. Nos dias 21 e 22 de janeiro, o participará da Race of Champions, tradicional prova reunindo astros de diversas categorias internacionais e que pela primeira vez em mais de 25 anos será realizada em solo americano, no Marlin Parks em Miami. Massa integrará o Team Brasil ao lado de Tony Kanaan, refazendo a dupla formada em 2004 em sua estréia no evento no Stade de France, em Paris.

eua-513

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *