Mais de 20 mil pessoas devem visitar o Cemitério Municipal de Rio Claro

Para facilitar o acesso do público, a direção administrativa manterá abertos os quatro portões do cemitério – na Rua 16 (portão principal), na Rua 20, na Avenida 19 e na Avenida 23. Os portões estarão abertos das 7 às 18 horas.
O trânsito de veículos também sofrerá alteração nas imediações do cemitério, com a interdição no trecho da Rua 16 entre as avenidas 23 e 19, para maior segurança dos pedestres.
A limpeza de túmulos não será permitida nesta quarta-feira, uma vez que o prazo para estes serviços terminou na segunda-feira.

A direção do Cemitério Municipal São João Batista, em Rio Claro, divulgou os horários das sete missas que serão celebradas na capela do cemitério neste dia 2 de novembro, Dia de Finados. O cemitério municipal fica nas ruas 16 e 20 e as avenidas 19 e 23.
 
– Missa às 7h30 – com padre Everson Lunardi (do Abrigo da Velhice São Vicente de Paulo)
 
– Missa às 9 horas – com padre Antonio Carlos (da Paróquia Imaculado Coração de Maria)
 
– Missa às 10h30 – com o padre Renato Andreato (da Paróquia Nossa Senhora Aparecida)
 
– Missa às 12 horas – com o padre Antonio Bogaz (da Paróquia Nossa Senhora da Saúde)
 
– Missa às 14 horas – com o padre Cândido Aparecido Mariano (da Paróquia Bom Jesus)
 
– Missa às 15h30 – com o padre claretiano Jorge Luiz Pinheiro
 
– Missa às 17 horas – com o padre Ricardo Martins (da Paróquia Espírito Santo)
 
Aproveitando a grande visitação no cemitério, a coordenação do combate à dengue, chikungunya e zika vírus de Rio Claro promoverá um trabalho especial durante todo o dia. Membros do Tiro de Guerra farão orientação nos portões, a partir das 7 horas, para que as pessoas retirem os saquinhos que embalam os vasos de flores.
Os agentes de saúde fazem outra orientação às famílias para que verifiquem as condições dos túmulos, eliminando vasos e outros recipientes que possam acumular água, pois essa situação pode gerar criadouros do mosquito da dengue.

cemiterio-finados-2008-012 cemiterio-finados-2008-013 cemiterio-finados-2008-018

Fios soltos de postes podem causar acidentes

Por toda a cidade, postes com fios soltos, emaranhados e espalhados pelo chão e meio fio assustam as pessoas que passam pelas calçadas e, muitas vezes, oferecem riscos de acidentes.
Percorrendo as ruas é possível constatar que uma simples caminhada pode se tornar um perigo. A reportagem encontrou muitos fios amarrados em torno do poste, presos em árvore ou caídos no chão, ameaçando pedestres e motoristas.

Um munícipe inconformado com a situação de uma fio que atravessa a rua 12 com esquina da avenida 2, área central de Rio Claro, veio procurar a reportagem querendo saber quem é o “pai da criança” pois ele não sabe a quem reclamar – “É um absurdo essa situação e alguma providência precisa ser tomada, por que a cidade inteira está assim” – frisa ele.

Em Rio Claro, como nas demais localidades, os postes são compartilhados pelas redes elétrica, de telefonia e TV a cabo e é bem aí que está o problema. De acordo com o Diretor da Defesa Civil Niuru, no topo dos postes vai a rede de alta tensão, que distribui energia, com tensão a partir de 13.800 Volts. Mais abaixo ficam os cabos da rede de baixa tensão, com 380 V. Por fim, os cabos de telefonia, com 1 V.

Niuru diz que o nível de tensão dos cabos de telefonia é pequeno e não causaria choque, mas o risco de acidente é grande e não se resume à queda do pedestre. “Se um cabo de telefonia, que é um condutor de metal, tocar em um cabo da rede elétrica energizado e desencapado, poderá ocasionar sim um choque elétrico e a vítima pode até morrer”, explicou.
Portanto ele avisa que a Defesa Civil está ai para prevenir e não aconselha ninguém a pegar no fio que esteja solto.
A Defesa Civil já esteve no local constatou o fato e fez contato com a empresa de telefonia e está no aguardo da arrumação dos fios por parte da empresa responsável.

Por força da Resolução Conjunta nº 001/1999, da Aneel/Anatel/ANP, as distribuidoras de energia elétrica de todo o País são obrigadas a compartilhar seus postes com as operadoras de telefonia, TV a cabo e transmissão de dados, entre outras. Embora a legislação vigente preconize que cada uma das operadoras zele por suas redes, na prática verifica-se o descumprimento das normas.

Clima de insegurança – Moradores e pedestres expressaram sentimento de medo e insegurança em relação aos fios, principalmente pela dúvida: dá ou não choque? Identificar apenas com a visão o que é rede elétrica e o que é telefônica não é tão simples para leigos e o desempregado Samuel da Costa prefere não fazer o teste com as mãos. “É claro que tem algum risco. Se chover, por exemplo. Pode ser também que cause acidente a um idoso ou a uma criança”, disse.
“O problema existe e a cidade está um caos com essa ‘fiozarada’ caindo. É preciso resolver. Acho que a prefeitura deveria cobrar das operadoras para dar uma solução ao problema”, defende um comerciante da rua 12.

fios-soltos-em-postes-2 fios-soltos-em-postes-3 fios-soltos-em-postes-4 fios-soltos-em-postes-5

Manutenção na ETA 2 altera distribuição de água nas regiões norte e nordeste

O Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae) de Rio Claro fará na quarta-feira (2), das 6 às 14 horas, manutenção da canaleta de captação de água bruta do Rio Corumbataí, responsável pelo abastecimento da Estação de Tratamento de Água (ETA) 2, localizada na estrada municipal que liga Rio Claro ao distrito de Ajapi. Por esse motivo haverá baixa pressão de água ou interrupção temporária do abastecimento em bairros das regiões norte e nordeste do município. Mais informações podem ser obtidas pela central de atendimento do Daae pelo telefone 0800-505-5200.
A limpeza da canaleta é emergencial e será feita devido ao processo de assoreamento do rio, que tem dificultado a captação de água bruta. O trabalho é indispensável para a preservação da qualidade da água distribuída e consumida pela população, já que a estação ETA2 é responsável por 60% da água consumida no município.
Serão afetados pela interrupção ou baixa pressão durante esse trabalho os bairros do Grande Cervezão, além do Mãe Preta, Jardim Village, Arco-íris, Santana, Panorama, Parque Universitário, Jardim Wenzel, Parque São Jorge, São José, São Caetano, Santa Elisa, Ipanema, Guanabara, Jardim das Palmeiras, Terra Nova, Recanto Paraíso, Alto do Santana, Jardim Boa Vista, Santa Maria, Matheus Manieiro, Jardim Nova Rio Claro, Jardim Bandeirantes, BNH, Jardim Paulista 2, Centenário, Maria Cristina, Bonsucesso, Novo Wenzel, Bom Retiro, Condomínio Residencial São Paulo Home, Vila Martins, Benjamin de Castro, Parque Residencial, Paineiras, Vila Industrial, Vila Verde, Residencial Florença, Jardim América, São Miguel, Jardim Brasília, Jardim Karan, distrito de Ajapi, Alan Grey, Águas Claras, Vila Olinda, Jardim Progresso, Jardim Figueira, Jardim Ipê, Jardim São Paulo, Jardim Wenzel, Jardim das Flores, Residencial Regina Picelli, Jardim Floridiana, Santa Clara 1 e 2 e Distrito Industrial.
O Daae orienta que, caso necessitem, os moradores desses bairros armazenem água para atender necessidades básicas no período de desabastecimento. O fornecimento será restabelecido de forma gradativa assim que os serviços forem concluídos.

Secretários municipais receberão equipe de transição no NAM

Nesta semana, o prefeito Du Altimari está encaminhando ao prefeito eleito, Juninho da Padaria, ofício no qual reafirma sua disposição em contribuir para uma transição tranquila e proveitosa.
De acordo com o que informou Altimari, no ofício, os secretários municipais irão receber a equipe de transição do futuro governo municipal em sala no Núcleo Administrativo Municipal.
A ordem cronológica das pastas e assuntos a serem tratados deverá ser estabelecida pelo governo eleito, conforme solicitou o prefeito Du Altimari. Os agendamentos das reuniões serão coordenados pelo gabinete do prefeito Du Altimari, a partir da ordem cronológica feita pelo futuro governo.

A morte ridiculariza

Existe uma estratégia que ridiculariza todos os atos ilícitos e desonestos do homem, a morte. Sua ganância desvairada, o seu egoísmo e a sua grandiosa falta de compreensão e amor ao próximo são enterrados a sete palmos abaixo do chão e os homens que ficam refletem que tal luta insensata e inconseqüente daquele que simplesmente será comido por vermes, foi inútil e sem valor.
A morte é algo sobrenatural e foi a melhor e mais linda estratégia criada pelo dono da vida, pois o que adianta toda a insensatez que um homem pratica quando vivo, se ao morrer deixa apenas a lembrança de sua cruel passagem pela Terra?
É de ressaltar que nada somos do que além de uma simples matéria, na qual nem os urubus e corvos têm a intenção de se alimentar.
Nossa carne é a pior entre todos os animais, segundo pesquisas médicas, possuímos entranhas amargas e com certeza esse deve ser o grande motivo pelo qual apodrecemos com impressionante rapidez após falecermos, por sermos seres teoricamente matérias imprestáveis. E então por que tanta ganância, covardia, falta de amor e compreensão, arrogância se exaltando pelo que não possuímos? Por quê?
Nós homens guerreamos a séculos pelo poder, mas por qual poder? Qual o motivo de tanta guerra? Em função do quê? Iremos chegar aonde? Se a morte já com sua espada afiada e pronta a nos ridicularizar, nos espera logo ali no fim da vida.
Conflitos políticos, batalhas entre nações e povos, desentendimentos de todas as proporções e formatos, em busca de algo que não existe. Será que a mente humana é tão tola, ao ponto de não para pensar que a vida é apenas uma passagem transitória? E que o melhor a fazer é nos unir e amarmos uns aos outros para que possamos deixar escrito da melhor forma a nossa passagem como seres viventes? Será que isso é algo tão difícil a ser infiltrado na mente humana?
Quando a ganância e o desespero por poder e dinheiro aflige um determinado local, como uma empresa, por exemplo, onde pessoas em busca do nada lutam vinte e quatro horas sem cessar, a morte por sua vez rapidamente ridiculariza todo esforço banal, retirando dali alguém de forma desfalecida e inesperada. E todos então assustados refletem, no entanto, somente por algum tempo ou dias, pois passado a euforia dos sentimentos tudo recomeça outra vez, ganância por dinheiro, covardia, falta de amor e compreensão, uma lista negra de atitudes negativas a imagem do homem.
Logicamente que enquanto vivos, devemos lutar e batalharmos por nossos ideais e procurar conquistá-los, todavia sempre com dignidade, caráter e muita paciência sem querer fazer do próximo uma escada rumo ao sucesso.
A filosofia e a ciência dizem que somos seres racionais, será? Somos incompreensivos, gananciosos, orgulhosos, vivemos pelo foco dinheiro e abandonamos o foco amor e além do mais nos esquecemos que nosso status de poder aqui na Terra é apenas passageiro, já que a morte nos aguarda. Os animais tidos como irracionais da mesma espécie, no entanto, se amam e compreendem-se uns aos outros, velam e lamentam a morte de um (a) parceiro (a) e procuram buscar apenas aquilo que lhes fazem bem.
Parece que essa não reflexão do ser humano para com sua passagem aqui na Terra, permanecerá ativa por longas datas. E pior, nos últimos anos a luta por poder inútil e a ganância por dinheiro aumentou significativamente, entretanto a morte vem tentando ensinar a nós homens a vivermos corretamente, mas nem ela com seus ensinamentos consegue hoje tirar a mais profunda e ridícula tolice que se instalou na mente humana.

Autor: Douglas S. Nogueira
Integrante do Centro Literário Piracicaba
BLOG: www.douglassnogueira.blogspot.com

PROJETO UNIDOS AO MEIO AMBIENTE: DESTAQUE EM RIO CLARO-SP

A concepção de que fazemos parte do Meio Ambiente, nos leva a refletir sobre nossas ações e que tipo de postura adotar, para minimizar problemas ambientais, que podem comprometer o futuro do planeta e das formas de vida nele existentes.
De acordo com o pensador Leonardo Boff, em sua obra “As Quatro Ecologias” muitas instituições estão quebrando a harmonia entre o ser humano e o Meio Ambiente. Este fato mencionado pelo autor é notado ao verificarmos o aumento da devastação de áreas verdes, poluição do ar, contaminação de agua e de solos, depredação de patrimônios, dentre outros, criando-se com isso uma injustiça socioambiental. Neste sentido pesquisadores e ambientalistas, de diferentes formações, criaram no município de Rio Claro – SP, o Projeto Unidos ao Meio Ambiente – UMA, com a parceria entre empresas e instituições, motivando a sociedade quanto à importância e o compromisso com o Meio Ambiente, com o intuito de firmar posturas de responsabilidade socioambiental.
O projeto UMA, encontra-se em sua primeira etapa, reunindo atividades com crianças de projetos sociais e Escolas de Educação Infantil, em bairros selecionados do município de Rio Claro – SP, divididos nas seguintes categorias: Projeto Teatral Socioambiental direcionado ao mundo dos Resíduos Sólidos, Atividade Ecológica, e Arborização Urbana. Vale mencionar que todas as atividades são realizadas na Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade. Assim, as crianças envolvidas no projeto, aprendem: a) a importância do uso racional dos recursos naturais integrando aspectos sociais e ambientais; b) posturas de valor quanto à preservação e conservação da natureza respeitando o lugar onde vivem; c) noções de cuidados à plantas e animais; d) noções sobre descarte irregular de resíduos em área urbana, dentre outras. As crianças exercem papel fundamental, pois além de se atentarem para realidade onde vivem, elas se destacam no quesito de incentivo e estímulo aos familiares. Além disso, estas representam o futuro, pois serão os novos adultos, que contribuirão para garantir a sustentabilidade.
Nesse sentido empresas compromissadas com esta questão e que valorizam a construção do saber socioambiental, apoiam e patrocinam este projeto que vem acontecendo com grande sucesso no município de Rio Claro – SP e são elas: Ambientelix Serviços Ambientais, Cadmius Ambiental, Churrascaria Caçador, Colégio COC, Diário do Rio Claro, Kata Entulho Reciclagem, Majestoso Salgados, Perfil Optic, Uneamb, Tambores Ferrari e Soluções Ambientais, Rápido São Paulo, Sustentare Saneamento, Varussa Moveis Planejados, Verde Gerenciamento de Resíduos, Docica Creperia, Açai e Bar, RTC Logistica, Sapataria Lago Azul, Escola PBF English Espanol, Monely Calçados, PHD Pub, Higilimp Produtos de Limpeza.

Crianças da Escola Isolina Cassavia fazendo observações em baixo dos Eucaliptos na Floresta Estadual
Crianças da Escola Isolina Cassavia fazendo observações em baixo dos Eucaliptos na Floresta Estadual
Alunos da Escola Mitiko Nevoeiro do Bairro Jardim São João
Alunos da Escola Mitiko Nevoeiro do Bairro Jardim São João
Alunos da Escola Mitiko Nevoeiro - Jardim São João, com os personagens do Teatro - A Caravana do Superlix
Alunos da Escola Mitiko Nevoeiro – Jardim São João, com os personagens do Teatro – A Caravana do Superlix
Alunos da Escola Clara Freire Castellano do bairro Recanto Paraiso, em Passeio Ecológico na Floresta Estadual - Atividade do Projeto UMA
Alunos da Escola Clara Freire Castellano do bairro Recanto Paraiso, em Passeio Ecológico na Floresta Estadual – Atividade do Projeto UMA

Estados Unidos: Vero Beach, um tesouro “escondido” na Flórida

E. Cortez

O título dessa matéria refere-se a um “tesouro escondido”, mas como a intenção aqui é realmente dividir as maravilhas que se espalham pelos EUA, e entregar tudo de bandeja a você, talvez seja mais propício deixar de lado a palavra “escondido”. Então vamos lá!
Para quem não conhece ou nunca ouvir falar de Vero Beach ou do Condado de Indian River, não é nada difícil situar-se: esse lugar precioso fica localizado no sul da Flórida, a cerca de 90 minutos de Orlando, numa região chamada Treasure Coast (taí um nome que faz jus ao que se vê).
Vero Beach foi nomeada pelo jornal USA Today – uma renomada publicação americana – como um dos melhores locais para se visitar nos Estados Unidos. E não é preciso muito para entender por que: basta pisar nesse lugar, banhado pelas águas azuis e claras do Oceano Atlântico e pelo Lago de Indian River, para ver que a nomeação faz sentido.
Vero Beach consegue unir coisas que qualquer pessoa em busca de um paraíso procura: natureza deslumbrante, ambiente agradável e muita sofisticação. Imagine a sensação de aconchego de uma cidade pequena com toda a conveniência de uma metrópole… Pois então, bem-vindos!
E quanto o assunto é estadia, Vero Beach oferece lugares ímpares, rodeados de belas praias e com serviços de primeira, seguindo o estilo chique de Miami. No quesito compras também não é diferente: o Distrito de Compras de Beachside (Beachside Shopping District), por exemplo, é uma região conhecida e bem eclética, cheia de lojas de especialidades, restaurantes refinados e bares super legais e bem freqüentados.
Mas para os mais fissurados por bons preços e boas marcas, o destino certo é o Vero Beach Outlets, onde é possível achar descontos de até 65%.
Não bastassem as lindas praias e paisagens, ótimos resorts e hotéis, e excelentes locais para compras e lazer, Vero Beach poderá também bem breve passar a oferecer aos turistas outra experiência única: já pensou passar uma noite na prisão e sentir na pele como é a rotina de um detento? Parece loucura, mas essa é a proposta que está sendo fomentada aqui. Tudo isso sem nenhum compromisso com a justiça, claro.
A idéia surgiu do empresário Geronimos Dimitrelos, que comprou o terreno de um antigo presídio num leilão, em 2012. Inicialmente, a intenção era utilizar a estrutura para abrigar a sede de sua empresa, que utiliza algas marinhas para a criação de cosméticos e suplementos alimentares. No entanto, como o terreno é muito grande, Dimitrelos passou a considerar a hipótese de abrir o local para receber turistas.
Foi então que o empresário, com a ajuda de um amigo, resolveu criar um anúncio na plataforma Airbnb. A intenção inicial era ver se realmente havia interessados em passar uma noite como detento, a um custo de U$$ 100 por pessoa. O número de solicitações foi tão grande que eles foram obrigados a retirar o anúncio do ar.
Ao todo, o presídio tem 17 prédios, e chegou a abrigar quase 500 presos entre 14 e 18 anos. Muitas das estruturas permanecem intactas, como o restaurante e a enfermaria, que ainda possuem artigos decorativos da época. Por isso, o empresário também cogita utilizar o local como set de filmagem.
Ainda não há um prazo para a área abrir de vez para o público interessado em ter experiência como detento. Mas os empresários garantem que a proposta está sendo amadurecida.

Riverside Park at Boat Ramp Vero Beach Florida Indian River County
Riverside Park at Boat Ramp Vero Beach Florida Indian River County

eua-503

Guarda civil intensifica patrulhamento pela área central ” Jardim Público” 

O comando da Gcm determinou Viaturas para permanecer pelo Jardim Público com o intuito de fiscalizar estes indivíduos que ficam ociosos pelo jardim atrapalhando as pessoas e muitas vezes abordando cidadão que por ali transitam como também famílias que deixam de frequentar o Jardim por conta dessas pessoas. Tal atitude foi vista com bons olhos pela população bem como os frequentadores da famosa Seresta que apoiaram a atitude da Guarda Civil Municipal. Parabéns ao Comando da Gcm e também a equipe Bravo e Equipe Canil que não tem medido esforços para colaborar com esta tarefa.

Guarda Civil localiza veículo produto de furto pela Floresta Estadual

Imediatamente a Vtr 484 com os Gcms Eliete e Oliveira se deslocaram e confirmaram trata-se de um FORD/FIESTA ano 2014 de cor branca de Santa Gertrudes veículo este que fora produto de furto na data de 25/10/2016. Conduzido ao plantão policial a autoridade plantonista elaborou RDO 12178/16 Auto de Exibição e Apreensão. A GCM elaborou RO GCM 1521/16 Auto Localizado.

CPF na certidão de nascimento passa a ser obrigatório no Estado de São Paulo

Após alcançar a marca de mais de 1 milhão de CPFs emitidos no Brasil, o Estado de São Paulo acaba de inovar na prestação deste serviço. Determinação da Corregedoria Geral da Justiça do Estado de São Paulo (CGJ-SP) tornou obrigatória a emissão do número do CPF já na certidão de nascimento de toda a criança nascida viva. 

Até então, a emissão do CPF na certidão de nascimento era opcional, cabendo ao cartório aderir ao convênio firmado pela Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen-SP) e a Receita Federal do Brasil, assim como também aos país, que poderiam optar ou não pela inclusão do número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) na certidão de nascimento. Nos demais Estados a emissão permanece opcional.

O Provimento nº 59/2016 do órgão responsável pela fiscalização dos Cartórios paulistas tornou ainda obrigatória a inclusão do número do CPF dos cônjuges no registro de casamento. Para o órgão, a inclusão do CPF na certidão de nascimento facilitará o acesso das crianças à programas sociais, assim como o recebimento de benefícios dos órgãos federais,

Balanço – Desde o dia 1º de dezembro de 2015, Cartórios de Registro Civil do Brasil passaram a emitir o Cadastro de Pessoa Física (CPF) no registro de nascimento pela Central Nacional de Registro Civil (CRC Nacional). De acordo com a Receita Federal, ao final de outubro deste ano, a emissão de CPFs pelos cartórios superou a marca de um milhão de números emitidos.

No Estado de São Paulo, durante o mesmo período os Cartórios do Estado de São Paulo realizaram 308.049 registros com CPF, ou seja, mais de 1/4 do total de registros do País e uma média mensal de 28 mil emissões.

O Serviço já está em funcionamento em 3.954 cartórios em todo o País. Os dados do recém-nascido ou da pessoa a ser registrada são inseridos e validados junto à base da RFB de forma on-line e, imediatamente, o número do CPF é gerado e impresso na certidão de nascimento.

Além da gratuidade e de proporcionar comodidade ao cidadão – que obtém em um só lugar, por meio de solicitação única, dois documentos indispensáveis ao exercício da cidadania -, o novo serviço reduz riscos de fraudes e de problemas causados por homônimos.

Dia de Finados

Por Kie Kume*
Neste mês de novembro lembramos, de maneira especial, dos entes queridos que já partiram. É normal chorar o vazio da saudade. Mas, reviver as virtudes, os bons exemplos e o carisma de quem partiu é um grande estímulo para vivermos melhor, na certeza de que, com nossas almas purificadas, estaremos um dia juntos novamente. É essa certeza que deve sobrepor-se à tristeza e à dor da separação, acompanhada da consciência de que a vida neste mundo é finita.
 
Em geral, na medida em que vamos envelhecendo, adquirimos consciência de que devemos estar preparados para um dia encerrar nossa caminhada neste mundo. Envoltos em sonhos de conquistas e realizações, os mais jovens, como é natural, tendem a fugir dessa certeza de finitude, da qual somente se aproximam em momentos de perdas – do pai, da mãe, de um irmão, de amigos. E as separações são sempre mais traumáticas em caso de um acidente ou de doenças graves prematuras.
 
Jovens ou idosos, todos devemos ter a consciência de que ninguém vive para sempre – exceto nossas almas. Como o nascimento de uma criança é sempre fonte de grande felicidade para uma família, devemos estar certos de que a morte é o renascimento para a eternidade. É essa certeza, pregada por todas as religiões, que dá sentido à nossa vida aqui na Terra e alimenta nossa luta em busca da Verdade.
 
O grande autor e líder espiritual japonês Ryuho Okawa nos lembra, em Mensagens do Céu (IRH Press do Brasil), que “tanto Buda quanto Jesus ensinaram que a alma é nossa verdadeira natureza e que estamos vivendo neste mundo apenas temporariamente. Essas verdades nunca irão mudar” e apenas precisam ser transmitidas em linguagem atual às pessoas de nosso mundo materialista e consumista.
 
“O mundo precisa de conhecimento espiritual, isto é, saber de onde vêm as almas e para onde irão após a morte. É essencial para a nossa felicidade sabermos que somos seres espirituais”, diz Okawa. “Não importa o quanto acumulemos de conhecimento, não teremos sabedoria de fato e não encontraremos o caminho de casa se não soubermos de onde viemos e para onde vamos.”
 
Somente com essa fé na eternidade conseguiremos aceitar as marcas do tempo e nosso próprio fim. William Shakespeare, em seu Soneto 19, descreve de forma magistral o envelhecimento. Refere-se ao tempo como voraz, que “corta as garras do leão” e “arranca os dentes afiados da feroz mandíbula do tigre”, não evitando nem o “crime hediondo” de marcar “com as horas” a bela fronte de um amor. Mais lírico, o educador e poeta Rubens Alves diz que “Deus existe para tranquilizar a saudade. Quem é rico em sonhos não envelhece nunca. Pode até ser que morra de repente. Mas morrerá em pleno voo…”
 
Que este mês de novembro reavive em cada um de nós, idosos ou não, a consciência de que devemos estar sempre preparados para deixar este mundo, vivendo cada dia como se fosse o último, com fé, amor, confiança e tranquilidade. Em As Leis da Sabedoria, outro de seus mais de dois mil livros publicados, Ryuho Okawa ensina que, “depois da morte, a única coisa que o ser humano pode levar de volta consigo para o outro mundo é seu ‘coração’. Dentro dele reside a ‘sabedoria’”. O autor afirma que “é importante que você leve um tipo de vida que não seria motivo de vergonha ou desonra se você estivesse no mundo celestial” (do livro Trabalho e Amor).
 
Que a lembrança dos que já partiram renove nossa fé em uma vida eterna e nos estimule a imitar os bons exemplos e as virtudes cultivadas pelos entes queridos, realizando nossos próprios sonhos de felicidade. A lembrança de tudo o que eles fizeram de bom ao longo de sua vida é um grande estímulo em nossa caminhada. Saudades, sim. Tristeza, não.
 
* Kie Kume é gerente da editora IRH Press do Brasil, que publica em português as obras de Ryuho Okawa. Um dos autores mais prestigiados no Japão, Okawa tem mais de 2.100 livros publicados, ultrapassando 100 milhões de cópias vendidas, em 28 idiomas. (www.irhpress.com.br)

Conta Gotas: 02/11/2016

Por: Eduardo Sócrates Bergamaschi

 

Onde há fumaça…

Pois é, a notícia estourou como uma bomba nos meios políticos de Rio Claro. A Justiça Eleitoral de Rio Claro cassou o registro do vereador eleito Rafael Andreeta. Para o juiz eleitoral Joélis da Fonseca, a distribuição de um informativo onde constava as fotos de Rafael e Valdir Andreeta, caracterizou abuso de poder político. Embora ainda caiba recurso, a situação fica complicada para o vereador eleito, enquanto não se resolver definitivamente este impasse. De qualquer modo, como já dissemos anteriormente, não adianta termos nomes novos na política. Temos é que procurar MENTALIDADES novas para nos representar na política. Vamos torcer para que a decepção não seja completa…

 

Em defesa dos animais?!…

A Câmara Municipal votaria na última segunda-feira (31) o projeto de lei que restringe o uso de veículos de tração animal a condução de cargas e o trânsito de animais como bois e cavalos. Segundo os autores do projeto, Dalberto Christofoletti (PDT) e Raquel Picelli (PT), vereadores não reeleitos, não há razão nas reclamações de algumas pessoas, que dizem que se aprovada, a lei pode restringir montaria em animais, rodeios e até mesmo atividades de equoterapia. Segundo eles, o projeto quer é acabar com os maus tratos a animais em Rio Claro. O certo é que o plenário da Câmara estava lotado por manifestantes contrários ao projeto. Interessante é que muitas leis que prejudicavam a população, crianças, idosos foram votadas e aquela casa não estava lotada. Apesar de eu ser contra os maus tratos a animais, sou muito mais aos maus tratos a seres humanos. Isto chama-se INVERSÃO DE VALORES. Pelo menos para mim. Agora parece que há pessoas que ama mais seu cavalo do que a própria mãe. Fazer o que?…

Redobrem as atenções…

A partir de ontem (1), as infrações de trânsito passaram a ter novos valores. Com uma variação entre 55% a 66%, as multas vão, agora, de R$ 88,00 até R$ 2.934,70. Falar ao celular, agora considerada infração gravíssima pagará R$ 300,00. Se houver fiscalização de verdade, muitos motoristas de ônibus urbano, não ganhará o suficiente para paga-las, já que muitos deles falam constantemente ao celular enquanto dirigem. Outra multa que pesará muito no bolso e pode até gerar apreensão da carteira de habilitação é a de dirigir embriagado. Ao se negar a fazer o teste do bafômetro na abordagem ou o exame clínico, o condutor, assim mesmo pagará a multa máxima no valor de R$ 2.934,70. E eu acho merecida…

 

E agora?!…

Tenho visto no facebook, muitas mães reclamando da situação em frente ao Grêmio Recreativo da Cia Paulista, nos finais de semana e nos dias de eventos. Reclamam do clube, que é o menos culpado pela situação. Dizem elas que o local vira uma baderna e roubos de celulares e dinheiro é bastante comum e que seus filhos foram roubados. O clube só poderia ser responsabilizado, caso os fatos acontecessem em seu interior. Do portão para fora, quem deve dar a segurança é o poder público. Agora, há algum tempo, quando a Igreja Matriz da Santa Cruz resolveu fechar a praça para evitar, exatamente que estes vagabundos fizessem do local um antro de marginais, muitos foram às redes sociais para protestar. E agora, o que falam?!… 

 

Urubus de plantão…

Me entristeço muito, quando jovens rio-clarenses vão às redes sociais para denegrir a própria cidade. E olha que eu, nem em Rio Claro sou nascido, mas a assumi como sendo a minha cidade. Pois é, para estes urubus de plantão, uma notícia que deverá entristece-los: o site Sempre Família, publicou um ranking, com base no Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), mostrando que Rio Claro, é a 19ª cidade melhor para se viver do estado. E entre as mais de cinco mil cidade brasileiras, Rio Claro ocupa a 34ª posição. Pois é, os urubus de plantão deveriam buscar cidades, para morar, que estivessem em milésimo neste ranking. Quem sabe assim dariam mais valor à sua própria cidade…

UM ENIGMA, UM MISTÉRIO E UMA CHARADA

Carlos Chagas

 

 

Dos 513 deputados federais,  quantos perderão o direito de candidatar-se à reeleição em 2018, incluídos no rol dos ficha suja?  Quantos senadores, dos 61? Que partidos fornecerão maior número de proscritos: PT, PMDB ou PP?

Poucas dúvidas existem a respeito de tratar-se da maior renovação parlamentar das últimas décadas na Câmara e no Senado. Acresce que a cláusula de barreira, agora  uma certeza, também contribuirá para sensíveis mudanças, junto com a proibição  de doações de empresas para as campanhas eleitorais.

Vale prestar atenção nesses números, que não demora serão conhecidos. Cálculos sem confirmação dão conta de que com a obrigação de apresentarem 2% de votos válidos em todo o país, distribuídos por pelo menos 14 estados, dos  35 partidos hoje funcionando, apenas 9 sobreviveriam. É claro que o Senado, hoje  debruçado na questão, cuida de dar um jeitinho nesses percentuais. Se não conseguir, a Câmara cuidará, apesar de 9 ser uma conta exagerada.

O importante, porém, é saber o grau de renovação de deputados federais e senadores, com ênfase para os atuais que estarão impedidos de concorrer. Trata-se de um enigma dentro de um mistério, envolto por uma  charada. Os novos congressistas serão mais novos ou mais velhos? Admitindo-se 9 partidos, parece que os dois primeiros serão PMDB e PSDB, desconhecida ainda a pole-position, mas o PT conseguirá emplacar?  Quanto aos demais, existirão os “de aluguel”? Algum “histórico”?

Por último, outra duvida: dos prefeitos de capital hoje todos conhecidos, todos cumprirão seus mandatos de quatro anos? Quantos disputarão os governos estaduais?  E a presidência da República, só dois?

 

UM BALANÇO MENTAL

Em grandes empresas é muito comum realizar pelo menos uma vez por mês um balanço financeiro, do estoque, dos colaboradores, fornecedores e investimentos, dessa forma controlam a vida estrutural de sua empresa.

Quando fazemos uma analogia com o balanço de uma empresa com os nossos pensamentos, atitudes e comportamentos não deveria ser muito diferente. Senão vejamos, a Neurociência provou que temos mais de 60.000 pensamentos por dia, isto significa que quando você acorda de manhã são ativados esses pensamentos e a grande maioria são pensamentos repetitivos.

Sugiro então que preste mais atenção aos seus pensamentos. Quantos são positivos? Quantos são negativos? Quantos te deixam para baixo? Quantos aumentam sua auto-estima? Quero te alertar que a maioria deles são repetitivos e formaram um hábito. Que hábitos são esses? Faça uma avaliação.

Causa espanto pensar em quantas coisas atraentes e muito valiosas a maioria de nós poderia ter feito se não tivéssemos colocados as algemas mentais em nós mesmos. Bloqueios que até inconscientemente repetimos nos limitando e enfraquecendo o nosso espírito e nossa capacidade.

Quando você diz que “Não consigo fazer isso!” ou “Não serei capaz de tal coisa” ou ainda “Isso é para os outros”, o que está querendo dizer é reduzir a sua capacidade para realizar coisas. Está antecipando em sua mente que não poderá ser feito e aí não fará nenhum esforço, não é?

Sabe quando você diz que vai viajar e alguém diz que vai ser muito perigoso descer a serra com aquela neblina que foi antecipada pelo serviço de metereologia? Pois bem, inconscientemente você já construiu em sua mente essa dificuldade e quando está descendo a serra e se lembra do que te dissera, a próxima freiada você estará dizendo para você: Ah! Não é que o fulano estava certo!

Quando surgir esses pensamentos que chamamos de vírus mentais fique atento e foque maios no resultado que deseja. Ao invés de dizer: Não posso fazer isto!”, diga: “O que mais posso fazer?. Ou quando se perceber dizendo: “Ah! Vai ser difícil!”, diga: “Ah! Isto vai ser moleza! E perceba como fica diferente.

Em uma experiência de palco foi dito a um dos participantes que um saco de açúcar que marcava no rótulo 2kg e o outro 30 kg. E quando a pessoa ia erguer o saco de 2 kg realmente pesava o dobro e a que estava escrito no saco pesando 30 Kg, realmente estava pesando 2 kg. Imagine o que ocorreu? Aquela força que a pessoa pensou que teria que fazer era menor subiu de imediato. O outro ficou mais difícil, pois a força que o individuo colocou era menor.

Aproveite e faça um balanço mental de sua vida. O que está realmente dificultando ela? Será que você está vendo mais escuro do que já é? Ou se for realmente mais escuro talvez consiga dar mais valor a luz, porque você somente conseguirá contemplar e seguir uma luz no lugar que está faltando mais dela. Pense nisso!

Dr. José Roberto Teixeira Leite é Cirurgião Dentista e Coach em PNL