Rumores dão conta de que padre Jocelir terá sua própria igreja, para alegria de seus seguidores

Rumores dão conta de que padre Jocelir terá sua própria igreja, para alegria de seus seguidores

Rumores dão conta de que sacerdote deve ficar em Rio Claro, evangelizando

 
Tornam-se cada vez mais fortes na cidade os rumores de que o padre Jocelir – ameaçado de ser transferido pelo bispo diocesano Dom Fernando Mason – deverá permanecer em Rio Claro e dar continuidade à sua missão de evangelizar. Essa própria pista foi deixada pelo sacerdote no encerramento da última missa celebrada no Santuário de Nossa Senhora do Caravaggio, na noite de segunda-feira.

No discurso de despedida, padre Jocelir anunciou que continuará com o trabalho de sua associação e que, em breve, anunciará um novo endereço para suas celebrações. A eventual decisão já vem, inclusive, ganhando um grande número de simpatizantes e até mesmo uma consulta popular foi lançada pela rede social, com a seguinte pergunta: “Você é a favor de que o Padre Jocelir crie a sua própria igreja?”.

Ao mesmo tempo em que crescem os comentários de que o sacerdote poderá permanecer em Rio Claro, aumentam também as manifestações de revolta e indignação da comunidade em relação à atitude do bispo de Piracicaba, considerada um reflexo de “inveja, disputa de ego e jogo de poder” e que vai na contramão das propostas pregadas pelo papa Francisco – e seguidas pelo padre Jocelir-, de se promover uma igreja moderna, renovadora e voltada aos mais necessitados. Para os milhares de seguidores não só de Rio Claro e região, mas de muitos outros municípios, o sacerdote é um modelo de fé, solidariedade e amor ao próximo, voltando sua atenção especialmente aos mais necessitados.

Padre Jocelir – que ontem viajou para o Sul do país para comemorar o aniversário de 80 anos de sua mãe – anunciou o fim das missas que aconteciam nas noites de segunda e sexta-feira na comunidade. Porém tranqüilizou a todos: “Jamais irei abandonar a Deus”, acrescentando que irá continuar o trabalho “com os pobres e minha missão de evangelizar”.

E finalizou, lembrando que está ha 13 anos em Rio Claro e que, quando chegou, começou a evangelizar para um reduzido grupo de 8 pessoas, que em seguida passou a 14 e hoje somam mais de 7 mil fiéis, sem contar um sem-número de pessoas que acompanhavam seu trabalho de evangelização através das missas transmitidas pela TV, rádio e Internet.

“Certamente, nós nos encontraremos por aí”, disse ele, em tom emocionado, arrancando aplausos da comunidade.

Manifestações de apoio – Depoimentos de solidariedade, testemunhos de graças e manifestações de apoio se multiplicam na página “Fica Padre Jocelir”, do Facebook. Através da rede social, centenas de fiéis atestam o importante legado deixado pelo sacerdote, e afirmam que o seguirão onde quer que decida ir.

“Somos teu povo…teu rebanho…jamais te abandonaremos….PRECISAMOS de Padres como o Senhor que se preocupa com seu rebanho. O Senhor é um exemplo para todos….é muito preocupado com as doenças físicas e mentais do seu povo, dá atendimento individual e realmente cuida de todos nós…e além de tudo isso, se preocupa com as crianças carentes e com presidiários… TODOS nós frequentadores das missas, reconhecemos e louvamos a Deus por tudo que o senhor é e faz…Mas infelizmente temos os anti-cristos mercenários dentro da própria igreja católica….infelizmente o PAPA Francisco não conhece esses anti-cristos que querem exterminar com a igreja. O Senhor, Pe JOCELIR, é tudo o que o Papa Francisco quer para a Igreja. Estamos com você, pois a igreja não se resume em um prédio de concreto que agora ficará para as moscas. Igreja é o que carregamos dentro de nós. Seja onde for, sempre estaremos unidos pela fé”, destaca Cláudia Regina Lopes de Salvo, num depoimento que certamente resume o sentimento de todos os seguidores de padre Jocelir.