Sem água, moradores do Terras de Ajapi tomam banho de caneca há oito dias

220
Juninho da Padaria constatou o drama de famílias que residem no Terras de Ajapi em visita ao distrito na última segunda-feira

Juninho da Padaria constatou o drama de famílias que residem no Terras de Ajapi em visita ao distrito na última segunda-feira
Juninho da Padaria constatou o drama de famílias que residem no Terras de Ajapi em visita ao distrito na última segunda-feira

Munícipes solicitaram ajuda do democrata para tentar solucionar o problema da falta de água que já dura mais de uma semana

 
O sonho da casa própria virou um pesadelo sem fim às famílias que moram no Terras de Ajapi, novo bairro do distrito inaugurado no último dia 10. O problema principal é a falta de água que leva os moradores, entre eles crianças, a tomarem banho de caneca. A Câmara Municipal de Rio Claro tomou conhecimento do drama através do vereador João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que esteve no local na última segunda-feira (17).

Luciene Lázaro reside no Terras de Ajapi desde a sua inauguração. Segundo ela, na solenidade, políticos fizeram “um belo discurso de que as famílias poderiam passar o Natal em suas novas casas porém ignoraram que ninguém sobrevive em um local sem água”.

Luciene relatou a Juninho da Padaria que entrou em contato com funcionários do Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae) solicitando a ligação da água. buy Nolvadex “Fui informada de que o serviço será feito entre 15 e 30 dias. Como que vamos viver todo este tempo sem água”, questiona a moradora.

Outro problema apontado por Luciene está relacionado à falta de calçada e de pedras na parte frontal das casas. “Estamos sem água e com a lama encostada na porta da sala das nossas casas. O quadro é o pior possível. Antes de rojões e discursos bonitos é preciso garantir as condições mínimas de sobrevivência neste local. Fizeram festa e nos deixaram nesta situação”, lamenta Luciene.

O casal Adilson Fernando Gregório e Deusa Gregório também lamenta a situação. Eles que moram com uma criança de apenas 11 meses em uma fluconazole without prescription das casas do Terras de Ajapi retratam o drama: “Não dá para limpar a casa e nem para levar as roupas. Estamos em uma situação crítica”, comenta Deusa. “Precisamos de apoio com urgência. Não podemos ficar aqui 15 ou 30 dias sem água. Isso é um absurdo. Precisamos ser tratados com um pouco mais de respeito”, afirmou Adilson Gregório.

Diante dos relatos, Juninho da Padaria informou que vai entrar em contato com o Daae para apurar por qual motivo a rede de água ainda não foi ligada no bairro, e, defende: “Moradores de Ajapi já sofrem com a falta do sinal de telefonia celular, parte do buy Cialis super active online distrito não tem asfalto e agora presenciamos esta situação crítica onde famílias moram em um novo bairro sem água. O poder público precisa dar uma resposta imediata. Essas pessoas precisam de ajuda. Vamos abordar este problema na sessão da Câmara Municipal”, enfatiza o democrata.

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA