7º Arraiá da Rede na Fazenda é sucesso absoluto

Como já é de costume nos eventos promovidos pela Rede Rio-clarense de Combate ao Câncer, mais um sucesso foi colhido no 7º Arraiá da Rede na Fazenda. Muitos podem se perguntar qual é a mágica para que estes eventos sejam tão bem acolhidos pela população.
A resposta é a de que não há segredo algum. Apenas muito “Amor” com que as voluntárias daquela instituição trabalham em prol de levar uma melhor qualidade de vida aos mais de 800 inscritos em sua lista de portadores de câncer.
E não poderia ser diferente no 7º Arraiá da Rede na Fazenda, a festa julina mais badalada e esperada de Rio Claro e região, que aconteceu na Fazenda Santa Gertrudes no dia 16 de julho passado. Foram aproximadamente cinco mil pessoas que estiveram presentes, prestigiando o evento, com a presença inclusive de turistas holandesas que se deliciaram com as guloseimas e se surpreenderam com a festa maravilhosa da Rede.
“Nesta festa estamos confirmando aquilo que já sabíamos há tempos, a alegria do povo brasileiro”, comenta Stefane, turista holandesa de 19 anos.

A Rede precisa mais de sua participação
Muito embora a Rede obtenha sucesso em seus eventos sociais, ela ainda carece de uma maior atenção de grande parte da sociedade. Mensalmente é sabido que rio-clarenses doam, através do tele atendimento, milhões para entidades de outras cidades e, acabam deixando de lado instituições locais, como é o caso da Rede Rioclarense de Combate ao Câncer, que aqui trabalha para dar aos seus doentes uma melhor qualidade de vida.
É preciso que antes de se mandar dinheiro para entidades de outras cidades, que muitas vezes usam o nome, indevidamente, da Rede Rioclarense de Combate ao Câncer, procure pela Rede e veja onde pode contribuir.
Todo o dinheiro que foi mandado para fora de Rio Claro nos últimos anos daria para ter construído muitas sedes do tamanho da que a Rede já batalha há mais de cinco anos para levantar.
Procure a Rede e se informe do trabalho que esta instituição que está em Rio Claro há mais de 35 anos, faz em prol dos doentes de câncer da cidade e da região.
Depois pese os prós e os contras e veja se a instituição não merece a sua atenção.
Ligue para a Casa da Rede pelo telefone, 3532-1675 ou faça uma visita, à rua 4, 831 e confira, com as valorosas voluntárias, o que é a Rede Rioclarense de Combate ao Câncer.

Água: Rio Claro apresenta maior taxa industrial, revela levantamento

Segundo levantamento entre 75 municípios paulistas – com mais de 100 mil habitantes, Rio Claro possui a maior taxa de água industrial, R$ 106,38, é o que mostra levantamento feito pelo portal Oeste Notícias. Confira:

Autogestão

No levantamento realizado 38 cidades administram, por conta própria, os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário. Nos demais, 37, a Sabesp (Companhia Estadual de Saneamento Básico) é quem gere os mesmos serviços.

Tarifa residencial

A mais baixa constatada para tarifa residencial – consumo até 10m³ – é a do município de Ourinhos (SAE): R$ 8,82, seguida por Ribeirão Preto (Daerp), R$ 12,20 e Atibaia (Saee), R$ 13,57.

Tarifa Comercial

Para a mesma quantidade de consumo, porém para o setor comercial, foi verificada a menor tarifa em Barretos (Saeeb): R$ 15,00, seguida de Diadema (Saned), R$ 18,14 e Birigui (Saeb), R$ 19,02. Já as cidades que apresentam as menores tarifas para o setor industrial são: Barretos (Saeeb), R$ 15,00, Diadema (Saned) e Santo André (Semasa), R$ 23,21.

Tarifa por consumo

Por outro lado, o município que apresenta a maior tarifa para o consumo de até 10m³ no setor residencial é São Caetano do Sul (DAE), com R$ 31,44; a Estatal Sabesp (vários municípios), R$ 28,38 e Indaiatuba (Saae), R$27,32. Para a tarifa comercial, a cidade que apresenta o maior valor é Valinhos (Daev), R$ 71,22, seguida de Sorocaba (Saae), R$ 60,67 e da empresa Sabesp (vários municípios), R$ 56,96.

Taxa industrial

A maior taxa industrial pertence ao município de Rio Claro (Daae), R$ 106,38, seguida de Salto (SAE), R$ 102,18 e Valinhos (Daev), R$ 96,42. A população atendida pelos serviços municipais é de 11.107.001. Número que está acima da população atendida pela Sabesp, 8.440.192, desconsiderado a capital do Estado, porém a Estatal atende nas 37 cidades o equivalente a 19.764.294 pessoas. (Oestenoticias)

É lançada a Campanha “Crack só se for de bola”

Se criou no mundo um estereótipo de alienação da juventude. Contrariando este estereótipo a AJA (Associação Juventude Ativa), mostrando-se bastante antenada com as necessidades sociais de nossa sociedade como um todo, faz no próximo dia 26 de julho, às 19h, no auditório das Faculdades Claretianas, o lançamento Político-Institucional da campanha: “Crack, só se for de bola”.
Com o intuito de colocar a Juventude como protagonista de uma história de resgate de vidas, a AJA, juntamente com outras entidades, Ong’s e demais setores da sociedade civil, resolveu colocar em prática esta campanha. O crack, sem dúvidas, é o mau do século. Mostrou que veio para destruir vidas, sonhos e famílias, e nossa cidade, não conta com programas para tratar a droga em sua especificidade, principalmente, quando o problema envolve a Juventude, que infelizmente, é a maior parcela atingida pelo Crack. O intuito do lançamento é promover um debate juntamente com especialistas em entorpecentes, governo e sociedade civil, para que a Frase de efeito da campanha, ‘Não há saídas individuais, para problemas coletivos’, seja colocada em prática, e possamos discutir juntos, soluções para combater as drogas em nossa cidade”, explica Carol Gomes, presidente da Associação.
A AJA conta com o apoio da Comissão de Direitos Humanos da OAB, que mediará o debate e da ONG Miraterra. No lançamento, também serão apresentados as outras etapas da campanha, como a esportiva, provando o esporte ser um viés contra as drogas, e a cultura.
“Chamamos toda a família rio-clarense para encapar essa luta conosco, para que juntos, possamos criar uma nova perspectiva de futuro aos nossos jovens, Longe de drogas”, conclama Carol.
Aqueles que precisarem de mais detalhes sobre o andamento da campanha, podem contatar os telefones (19) 9721-8853, com a Carol ou (19) 9747-3057, com a Beatriz.

Crack, o mal do século
O crack virou uma epidemia urbana. Assim como outras doenças difíceis de controlar, a dependência por esse tipo de droga, feita a partir da mistura de cocaína com bicarbonato de sódio, está causando pânico a uma parcela da sociedade e destruindo emocional e financeiramente muitas famílias. Cada pedra queimada serve de combustível para alimentar a engrenagem que movimenta a criminalidade. Especialmente por causa dele, os furtos, roubos, assalto às residências e até mesmo os homicídios tornaram-se mais comuns no cotidiano brasileiro, em geral.
Os trocados que cada usuário consegue, seja por meio do crime ou vendendo o que tem dentro de casa, são usados para saciar o vício e inchar os cofres do crime organizado. Como consequência, estimula o tráfico e a violência urbana.
O crack virou uma fábrica não apenas de desespero, mas também de ilusões. A começar pelo preço da pedra. Vendida a R$ 10,00, aproximadamente, ela parece ser de baixo custo. Mas se o efeito da droga é quase instantâneo e avassalador também o é fugaz.
Por ter curta duração (cerca de 30 minutos), quando o efeito passa, o usuário procura por uma nova pedra. E uma é consumida atrás da outra. No fim das contas e do consumo, o saldo é elevado. E quase nunca se tem dinheiro o suficiente para saciar o desejo. O dependente se vê impelido ao crime como saída para suas crises de abstinência.

RC perde mais uma? Samsung compra terreno para investir US$ 500 mi em Limeira

Com investimento previsto de US$ 500 milhões para Limeira, a Samsung Eletrônica da Amazônia adquiriu uma área de 420 mil metros quadrados na Rodovia Anhangüera. A escritura foi assinada em 20 de junho e, ao final deste mês, o registro do imóvel será concluído. O terreno está situado ao lado do antigo posto “Figueira Branca”, sentido interior-capital. Inicialmente com três mil empregos diretos, até 2016 a unidade deve absorver cinco mil trabalhadores que produzirão geladeiras, máquinas de lavar e ar-condicionado. O anúncio oficial, juntamente com o lançamento da pedra fundamental, está previsto para 15 de setembro com a presença do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Olheiros da Ford Models visitam RC em busca de futuras Top Models

Nesta quarta-feira, às 10h, a cidade de Rio Claro será visitada por uma equipe de profissionais da Ford Models, “os olheiros”, com a finalidade de encontrar os próximos top models do planeta fashion e, claro, assinar contrato com a agência.

Essa Ação de olheiros faz parte da segunda etapa do concurso Faces, que é um concurso coordenado pela Ford Models e realizado pela Pernambucanas .

Acredito que em Rio Claro e na regiao vizinha tenha muitas garotas e garotos que sonham com a profissao de modelo.

O primeiro passo é ir até o local amanhã levando uma foto caseira e um documento de identidade e participar da Ação dos olheiros pois é uma oportunidade única de serem avaliados e, quem sabe, selecionados por uma equipe pra lá de experiente de uma agencia de modelos considerada a maior e a mais tradicional do mundo.

Depois que os olheiros avaliarem os candidatos que estiverem nesse horário na loja Pernambucanas de Rio Claro ( local que acontecerá a Açao dos Olheiros), escolherão alguns para participarem de um desfile no período da tarde, às 16h.

Desse desfile que é aberto ao público e em passarela onde os candidatos serao produzidos com looks da coleçao outono-inverno da loja, serão selecionados até quatro candidatos para ir para a terceira fase do concurso (Seletiva, que aliás também terá no Estado de Sao Paulo nas cidades de Ribeirao Preto, Taubaté e Sao Paulo). E depois de tudo tem a final nacional, que este ano será na cidade de Sao Paulo Vamos torcer para nascer uma top model em Rio Claro, já pensou ?