Herança administrativa revolta moradores do Jardim Cidade Azul

260

O primeiro documento junto à Prefeitura Municipal de Rio Claro, data de dezembro de 2002, onde Doroti Boveri, moradora da Avenida 79, nº 19, no Jardim Cidade Azul, reclama sobre um depósito de lixo e entulho de construção civil existente perto de sua casa.
“Nesta atual administração, já desisti de falar com o Paulo Paoli, já que ele não resolveu nada, nas muitas vezes que lá reclamei. Desde 2002, que eu me lembre, a limpeza no local foi feita apenas uma vez”, comenta dona Doroti.
Passou a administração de Claudio de Mauro, de Nevoeiro Jr e agora a de Du Altimari e nada foi resolvido.
O local continua sendo um lixão clandestino, onde proliferam ratos, insetos e cobras.
“Certa vez convivi com um rato dentro de minha casa, por uma semana. Barata existe de monte, aquelas voadoras enormes”, reclama Doroti.
Segundo ainda dona Doroti, recentemente ao se dirigir à secretária da vice prefeita ouviu a seguinte explicação: “Não adianta limpar, pois no dia seguinte a população já sujou tudo de novo”.
“Ora, então deveremos deixar que os outros munícipes, que nada tem a ver com a falta de educação de outros, sofram as conseqüências, sem que a administração municipal tome alguma atitude!, comenta indignada dona Doroti.
Recentemente uma criança que morava pertinho do local veio a óbito por uma encefalite causada pelo vírus da dengue e a grande preocupação da moradora é quando aos outros casos de dengue que tem aparecido no bairro.
“Todos no bairro estão preocupados. Nem com esta morte causada pela dengue, a prefeitura se dignou a manter o local limpo e livre destes entulhos que podem muito bem conter criadouros do mosquito transmissor da dengue”.
Dona Doroti e vizinhos pedem apenas que a Prefeitura mantenha o local limpo.
“Queremos que as autoridades revertam um mínimo do que pagamos de impostos, em benefício deste pedaço de Rio Claro que parece esquecido pela administração municipal. A vice prefeita esteve aqui, verificou ‘in loco’ toda esta sujeirada e mesmo assim a limpeza não foi feita”, finaliza dona Doroti.

Prefeitura Municipal
Consultada a respeito, a diretora do Departamento de Resíduos Sólidos da Sepladema, Regina Ferreira explicou as medidas que vêm sendo tomadas na região.
“No dia 25/05 foram realizadas ações de limpeza dos terrenos da região do Jardim Cidade Azul percorrendo a Av. 68 e as proximidades da linha férrea através da Secretaria de Obras.
Em apoio a estas ações ocorreu neste mesmo mês a ação do Cata Bagulho através da SEPLADEMA e também o controle da dengue nos domicílios através da equipe do centro de controle da zoonose. Para que esse trabalho se torne eficiente é imprescindível que a população colabore mantendo esses locais limpos durante o ano todo”, comentou

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA